Editorial: ubs

Estação Capão Redondo terá vacinação gratuita contra o sarampo

Imagem: Wesley Souza
Colaboradores da ViaMobilidade acompanharão a ação para
orientar o distanciamento correto dos passageiros

Nos dias 16, 18, 23, 25 e 30 deste mês, a Estação Capão Redondo, da Linha 5-Lilás de metrô, receberá, das 10h às 15h, a campanha de vacinação contra o sarampo. A ação é uma parceria da ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás de metrô de São Paulo, com a Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Lídia.

Nesta quarta etapa de Mobilização Nacional de Vacinação contra o Sarampo, a vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba, deve imunizar a população com idade entre 20 a 49 anos. Para receber as vacinas é necessário que o passageiro tenha em mãos um documento de identificação.

Colaboradores da concessionária orientarão os passageiros em fila para que mantenham o distanciamento físico correto. Os profissionais de saúde que aplicarão as vacinas estarão equipados com máscaras, aventais e utilizando álcool em gel. Vale lembrar que, desde o dia 4 de maio, o uso de máscaras de proteção é obrigatório no transporte público da Grande São Paulo.

Serviço – Vacinação contra o sarampo dias 16, 18, 23, 25 e 30 de setembro

Estação Capão Redondo (Linha 5-Lilás)
Horário: Das 10h às 15h
Endereço: Av. Carlos Caldeira Filho, 4261

Sobre a ViaMobilidade:
 
A ViaMobilidade é a concessionária responsável pela operação e manutenção das linhas 5-Lilás de metrô e 17-Ouro de monotrilho em São Paulo. A Linha 5-Lilás é composta por 17 estações e atende a Zona Sul de São Paulo, de Capão Redondo a Chácara Klabin. Ela se integra ao Metrô na Estação Santa Cruz (Linha 1-Azul) e na Estação Chácara Klabin (Linha 2-Verde) e à CPTM (Linha 9-Esmeralda) na Estação Santo Amaro. Já a Linha 17-Ouro, quando concluída pelo Governo do Estado de São Paulo, terá oito paradas entre as estações Morumbi e Jardim Aeroporto, com integrações à Linha 5-Lilás, na Estação Campo Belo, e com a Linha 9-Esmeralda da CPTM, na Estação Morumbi.

Prefeito Elvis Cezar inaugura UBS Refúgio dos Bandeirantes e moradores comemoram

Imagem: Marcio Koch

Nova unidade hospitalar tem capacidade para realizar cerca de mil atendimentos por mês para moradores do Refúgio dos Bandeirantes e Cristal Park

Na última segunda-feira (14), o Prefeito de Santana de Parnaíba Elvis Cezar inaugurou a UBS Diego de Lima Camilo, no bairro Refúgio dos Bandeirantes.

Para evitar aglomerações, a cerimônia de inauguração, que contou com a presença de autoridades e representantes do legislativo municipal, foi transmitida pelas redes sociais do prefeito.

Localizada na Rua Ouro Branco, a nova UBS conta com moderna estrutura e terá capacidade para realizar em média mil consultas por mês, atendendo a demanda dos moradores dos bairros Refúgio e Cristal Park, evitando que eles façam o deslocamento para outras unidades da cidade.

“Essa unidade é um divisor de águas na região oeste, pois os moradores dos bairros Refúgio e Cristal Park serão atendidos aqui. Com isso criamos uma nova demanda, estamos mais próximos do povo, e com as especialidades, faremos um atendimento que resulta na qualidade de vida das pessoas”, comentou o Prefeito Elvis, durante a visita aos ambientes da nova unidade.

Dona Flávia de Lima, mãe do Diego Lima, que dá nome a unidade, agradeceu pela homenagem ao seu filho: “Eu realmente não esperava esta homenagem e a minha família está muito feliz e agradece muito pela lembrança”, falou.

Os moradores presentes a cerimônia comemoraram a implantação da UBS que conta com 05 consultórios médicos, salas de vacinação e medicação, estacionamento e farmácia e realizará consultas das especialidades de pediatria, clínica geral, ginecologia e odontologia.

“A obra da UBS do Refúgio é muito importante para os moradores, pois aí não precisaremos nos deslocar para outros bairros e nem para o Centro da cidade. Estamos muito felizes!”, disse a moradora Giselma Vitalino, celebrando a chegada da unidade hospitalar ao seu bairro.

Unidades Básicas de Saúde voltam a funcionar em Santana de Parnaíba

Imagem: Fabiano Martins

Na ultima semana, a Prefeitura de Santana de Parnaíba informou a reabertura das seguintes UBSs:  Ingaí, Sítio do Morro e Chácara das Garças. Todas essas unidades possuem atendimentos de clinico geral, odontológico, pediatra, ginecologista e assistente social.  As agendas das UBSs estão voltando de acordo com a demanda de cada unidade, o horário de funcionamento é das 8h ás 17h de segunda a sexta feira.

Devido aos casos da cidade estarem controlados, essas unidades foram reabertas com os profissionais que tinham sido destinados a atoarem no centro de combate ao Covid -19 na cidade.

Prefeitura entrega nova UBS do Jaguaribe em Osasco

A Prefeitura de Osasco entregou à população na segunda-feira, 11/5, a nova UBS do Jardim Jaguaribe. A unidade foi construída no mesmo terreno da anterior, a UBS Carolina Maria de Jesus, que fica na Rua José de Almeida Vargas, 122. A obra foi realizada em parceria com a Uninove.

A decisão pela construção da nova unidade ocorreu durante o processo de reforma. A prefeitura optou pela construção para que pudesse fazer as adaptações necessárias ao projeto e ampliar a capacidade de atendimento.

O novo espaço tem 417,53m² de área construída. A UBS conta com recepção, banheiros feminino, masculino e adaptado para cadeirante, salas para enfermagem, curativos, medicação, inalação e administração, dois consultórios, odontologia, familiar, pediatria, ginecologia, vacina e farmácia.


Na área externa conta com acesso adaptado, iluminação, gradis e calçamento, além de 80m² de área construída para playground, ao lado uma mini praça que ganhou o nome de Francisco Aurélio Pereira, frequentador assíduo da UBS e que faleceu há 9 meses. A UBS tem acesso por rampa e estacionamento com capacidade para 14 vagas.
Na parte clínica serão quatro clínicos, um clínico estrategista familiar, dois dentistas, dois pediatras e um ginecologista. A unidade funcionará das 7h às 20 horas, de segunda a sexta-feira.

O prefeito agradeceu os esforços das equipes de saúde no atendimento durante a pandemia de coronavírus. “Quero agradecer a todos os servidores por cuidar dos pacientes com carinho. Os senhores estão de parabéns pelo atendimento prestado aos pacientes com coronavírus”, disse. O prefeito também informou que “estamos abastecidos com todos os medicamentos e cumprindo todos os protocolos recomendados pelo Ministério da Saúde utilizando a hidroxicloroquina, azitromicina e tamiflu, anticoagulantes entre outros procedimentos, para a cura desses pacientes”, finalizou.

Outras medidas da Saúde

No segundo semestre de 2019, a Prefeitura de Osasco lançou um pacote de obras para reformar as 35 UBSs do município, sendo que dessas, além da nova unidade de Jaguaribe, outras seis já foram revitalizadas: Vila Yolanda, Padroeira, Munhoz Júnior, Vila Menck, Olaria do Nino e Metalúrgicos. A prefeitura também entregou uma nova UBS em Presidente Altino.

As melhorias também chegaram nas unidades de urgência e emergência. Em janeiro, a Prefeitura entregou a reforma da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro, que recebeu nova pintura, instalações hidráulicas e elétricas, com iluminação de lâmpadas Led, aparelhos de ar-condicionado para as áreas de recepção, salas de espera e corredores dos consultórios, placas de informação e identificação visual interna e painéis externos, novos mobiliários e equipamentos médicos.

Dentre os investimentos já realizados na estratégia de ação de combate à covid-19 estão a criação dos Centros de Terapia Intensiva para atender pacientes com casos suspeitos e confirmados da doença. Foram criadas unidades fixas para que, após o período de pandemia, as estruturas sejam utilizadas pela população.

Integram essas unidades fixas as unidades:

● Centro de Terapia Intensiva do Pronto-Socorro Santo Antônio – 30 novos leitos

● Centro de Terapia Intensiva do Pronto-Socorro Osmar Mesquita – 20 novos leitos

● Centro de Terapia Intensiva do Pronto-Socorro do Jardim D’Abril – 40 novos leitos

● Centro de Terapia Intensiva – Hospital Antônio Giglio – 58 novos leitos

● Centro de Terapia Intensiva – Hospital Regional (parceria com o governo do Estado)

– 20 novos leitos

● Hospital de Campanha da Policlínica Zona Norte – criação de 70 leitos (podendo chegar a 200 leitos, se necessário).

Nova UBS do Engenho Novo inicia atividades em Barueri

A obra da nova Unidade Básica de Saúde (UBS) do Engenho Novo está concluída. Na quarta-feira (dia 22), os atendimentos já passaram a acontecer no novo prédio: amplo, arejado e com inúmeras possibilidades para oferecer um atendimento ainda melhor aos moradores da região. A UBS Maria de Lourdes Hernandez Matos recebia uma média de 1.100 pessoas por dia, chegando a 32 mil atendimentos ao mês. 

Durante este período em que o mundo enfrenta a pandemia causada pelo novo coronavírus, todas as UBSs de Barueri tiveram suas rotinas reconfiguradas, dedicando-se ao atendimento de sintomáticos da doença e aos casos mais prioritários, como pré-natais, menores de um ano, além de diabéticos e hipertensos descompensados. O novo prédio iniciou as atividades obedecendo a essa formatação, mas assim que a pandemia for controlada, a população terá acesso a uma infraestrutura completa e modernizada. 

O horário de atendimento da UBS permanece o mesmo: das 7 às 19h. O novo endereço é rua Maria de Fátima, 591, Engenho Novo. 

Mais uma grande UBS 

As novas instalações contam com quatro pisos. No térreo ficam a primeira recepção, a farmácia, que tem uma entrada independente, sala da enfermeira responsável técnica da unidade, sala administrativa e dois consultórios de psiquiatria. 

O primeiro andar abriga uma segunda recepção dedicada aos atendimentos relativos a consultas marcadas, retirada de exames etc. E como é a ala onde se concentram todos os consultórios de enfermagem, conta com ambientes para aferição de pressão, inalação, reidratação, curativo, triagem, acolhimento e sala de coleta de Papanicolau.  

Já o segundo piso é onde estão os quatro consultórios de clínica geral e uma sala de reuniões. No terceiro e último pavimento ficam o consultório dentário, dois consultórios de pediatria, três consultórios de ginecologia, a sala de psicologia e assistência social e o Núcleo de Vigilância em Saúde. 

O novo prédio é totalmente acessível a pessoas com deficiência e todos os andares têm banheiros adaptados. Com a nova estrutura será possível trazer mais um psicólogo para a unidade, além de incluir uma fonoaudióloga e uma nutricionista à gama de especialistas. Há também uma área de vivência para que funcionários possam socializar durante horários de almoço e um belo jardim que, futuramente, pode abrigar uma horta comunitária.  

Para uma das gestoras da unidade, Ilda Tenório de Alcântara, as novas instalações trarão ganhos para funcionários e pacientes. “Essa nova unidade vai atender bastante a população em todos os sentidos. Tanto pra nós, funcionários, que vamos ter um ambiente totalmente salubre pra trabalhar, com todas as condições certinhas, dentro das normas, quanto pra população, que vai ter um espaço muito maior. Nós vamos poder fazer um acolhimento muito melhor da população, porque o prédio está muito bem dividido, muito bem estruturado, foi muito bem feito e tem uma acessibilidade muito boa”, destaca a servidora. 

Coronavírus: atendimentos a sintomáticos nas UBSs ajudam a filtrar melhor os casos em Barueri

A união de todos os núcleos de saúde de Barueri após a pandemia causada pelo novo coronavírus em todo o mundo tem sido fundamental para garantir o bom funcionamento dos serviços de saúde públicos dedicado às vítimas da doença, que aumentam a cada dia.

Prova disso é o reforço que significou a reconfiguração das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município, que desde o aumento de casos na cidade passou a atender prioritariamente pacientes com sintomas de Covid-19.

Estando mais perto da população e, com isso, evitando longos deslocamentos, o que contém a transmissão da doença, as UBSs têm colaborado na filtragem dos sintomáticos, deixando para os prontos-socorros apenas os casos mais urgentes e para o Hospital Municipal de Barueri (HMB) os casos mais graves, que necessitam de internação e UTI.

Números

Para se ter uma ideia, de 17 de março, quando teve início a reconfiguração das Unidades Básicas, até 14 de abril, as 19 UBSs da cidade realizaram o atendimento de 1.013 pacientes com sintomas do novo coronavírus.

Desses, 523 foram encaminhados ao isolamento domiciliar com suspeita de Covid-19; 444 foram diagnosticados com sintomas respiratórios não relacionados ao coronavírus; 39, com sintomas mais graves, foram encaminhados para coleta de exame; e 5 foram encaminhados ao pronto-socorro.

“A gente tem um atendimento que ainda não está muito grande para sintomáticos respiratórios, mas que tira um pouco daqueles que vão direto para o pronto-socorro. Eles ficam um pouco na unidade e quando precisa fazem um isolamento domiciliar ou são transferidos ao pronto-socorro, que são aqueles casos mais moderados a graves, que precisam de uma estrutura um pouco melhor, as vezes precisando até de uma internação, que são os casos que vão para o HMB”, detalha o médico e coordenador da Cabs (Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde) de Barueri, Claudinei Alves Rodrigues.

Recomendações aos sintomáticos

Atualmente Barueri conta com 19 UBSs, todas dedicadas ao atendimento de pessoas com sintomas do novo coronavírus. A recomendação é que pessoas com sintomas gripais leves não saiam de casa, evitem ao máximo a exposição ao vírus e tratem a gripe normalmente. Quem apresentar sintomas mais graves, como falta de ar, tosse e febre, deve buscar atendimento na UBS mais próxima à sua casa.

O uso de máscaras é altamente recomendado a quem tem sintomas gripais e o isolamento social também. Quanto menos pessoas circulando pelas ruas, menor é o risco de um contágio em massa, que pode levar a um colapso do sistema de saúde.

No boletim epidemiológico da última segunda-feira (dia 21), Barueri registrou 1.031 casos em investigação, 420 casos confirmados da doença, 18 óbitos confirmados e 27 óbitos em investigação.

Vacinação contra o sarampo continua nas UBSs

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Saúde, mantém a vacinação contra o sarampo nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), de segunda a sexta-feira, de acordo com o calendário vacinal determinado pelo Ministério da Saúde.

Podem ser imunizadas crianças a partir dos 6 meses, sendo que a vacina não é válida para rotina; 12 meses é dada a primeira dose e aos 15 meses a segunda dose. Também podem se vacinar adolescentes sem registro de vacinação (administrar duas doses com intervalo mínimo de 30 dias); adultos de 20 a 29 anos e profissionais da saúde têm que tomar duas doses com intervalo mínimo de 30 dias entre elas. Pessoas nascidas a partir de 1960, têm que ter uma dose.

O último boletim da Secretaria de Saúde sobre o sarampo, divulgado na quinta-feira, 29/8, mostra que Osasco tem 661 notificações da doença, sendo 518 residentes na cidade. Desses casos, 287 continuam em investigação; 149 casos foram descartados e 82 confirmados.

O município registrou uma morte suspeita de sarampo de um bebê de 4 meses, que tinha antecedentes de problemas pulmonares, incluindo uso de antibióticos nas semanas antecedentes a possível infecção por sarampo. A Secretaria de Saúde realizou ação de bloqueio na região em que o bebê residia.

Vacinas contra o sarampo:

  • 6 meses – vacina não será válida para a rotina do calendário vacinal, devendo ser agendada uma nova dose aos 12 meses de idade, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.
  • 12 meses – 1ª dose válida para rotina
  • 15 meses – 2ª dose válida para rotina
  • Adolescentes – sem registro de vacinação, administrar duas doses com intervalo de 30 dias
  • Adolescentes – com esquema incompleto – administrar dose única
  • Adultos – 20 a 29 anos e profissionais da saúde – duas doses com intervalo mínimo de 30 dias entre as doses
  • Nascidos a partir de 1960, têm que ter uma dose

Prefeito entrega 26ª UBS de Cotia

 

Na tarde do dia 15/08, o prefeito Rogério Franco entregou a 26ª Unidade Básica de Saúde (UBS) de Cotia. O novo equipamento público fica no Jardim Petrópolis e vai oferecer atendimento com Ginecologista, Clínico Geral, Pediatra, coleta de exames, atendimento de pré-Natal, eletrocardiograma, além de vacinação. A unidade também realizará atividades de promoção à saúde.

          Com a entrega da nova UBS, os moradores do bairro, que até então eram atendidos na UBS Jardim Arco-Íris, passarão a ser atendidos no Jardim Petrópolis. O morador Celso Gaia comemorou a entrega da Unidade. “Esperávamos por esta unidade há muito tempo. Estou feliz que agora temos médicos bem perto de casa. Minha mulher faz uso contínuo de medicação e sempre tem que ir ao posto, agora ficou mais fácil porque moramos na rua de cima”, disse.

          O prefeito Rogério Franco lembrou que a entrega da UBS foi mais um projeto que estava previsto no pacote com mais de 200 ações, lançado em abril deste ano. “Esta entrega estava prevista no pacote de obras que lançamos e que vamos entregar ao longo dos próximos meses. Temos trabalhado muito para melhorar a vida da população, a qualidade dos serviços públicos e encurtar as distâncias entre o poder público e o cidadão”, disse Franco.

          Durante a inauguração, o prefeito esteve acompanhado de secretários municipais, vereadores, lideranças de bairro e da população. O prefeito também agradeceu ao engenheiro Luiz Quiozoto, da Novo Lar Incorporações, que foi parceira da administração na viabilização da nova UBS.

Centro de Especialidades terá UBS e mais de 80 consultórios

Impressionante! Essa pode ser uma reação de quem passa ou reside na região central, espera ônibus de transporte coletivo ou frequenta o bulevar e a Igreja São João Batista. Em rápido olhar para o alto, o munícipe nota a já adiantada estrutura do moderno prédio do Centro de Especialidades de Barueri. 

 As obras estão em construção na mesma área do antigo SAE (Serviço Atendimento Especializado) e laboratório, entre a avenida Henriqueta Mendes Guerra, rua Benedita Guerra Zendron e rua Santa Úrsula. A previsão de entrega é agosto de 2020.   

 O prédio novo está em execução pelo sistema de estrutura pré-moldada, com piso térreo e quatro pavimentos erguidos em terreno de 2.570 metros quadrados, com uma área construída de 6.266 metros quadrados.  

 O Centro de Especialidades terá recepção, UBS (Unidade Básica de Saúde) e mais de 80 consultórios, sendo 65 para várias especialidadesoito consultórios de odontologia, seis consultórios para outros atendimentos e consultórios de ginecologia e obstetrícia.  

 A unidade contará ainda com salas de vacina, medicação, coleta e curativos; auditório, cozinha (refeitório)estacionamento para funcionárioselevador e acessibilidade com sanitários adaptados (piso tátil).

Rogério Lins reúne-se com gestores de UBSs

Fotos: Sergio Gobatti

Saúde é prioridade em Osasco, prova disso são as constantes ações voltadas à pasta desde o início do ano. Após passar meio expediente na Secretaria de Saúde na última semana para avaliar soluções que tragam melhorias aos atendimentos, no sábado, 11/11, o prefeito de Osasco, Rogério Lins, reuniu-se com os gestores das Unidades Básicas de Saúde (UBS), no Auditório do Fundo Social de Solidariedade.

Ao lado do secretário de Saúde, José Carlos Vido, o prefeito explicou que esse tipo de reunião contribui para que ele e todos que estão à frente da Secretaria saibam quais são as reais necessidades nas unidades. “Saio daqui hoje abastecido com informações de quem participa do dia a dia das UBSs e somente com esse contato que saberemos como avançar ainda mais nos atendimentos à nossa população”, afirmou Lins.

Esse é o segundo grande encontro com funcionários da Saúde em menos de duas semanas. O primeiro aconteceu na Policlínica Zona Norte no fim de outrubro e reuniu médicos e funcionários de agendamento.

“Vocês são os olhos e ouvidos da Secretaria de Saúde e estão nas UBSs para fazerem gestão de pessoas, não apenas dos funcionários, mas também dos pacientes que querem e devem ter o melhor atendimento possível”, afirmou Vido aos gestores das unidades de saúde.