Editorial: topo

Vice-campeão brasileiro de motovelocidade foca em escola para pilotos em Barueri

Diego Viveiros vem treinando pilotos de Barueri, Alphaville e Aldeia da Serra

Atual vice-campeão brasileiro da categoria 600cc SuperSport, Diego Viveiros tem dividido seu tempo entre sua preparação para a pré-temporada do SuperBike 2021, e sua escola de pilotagem. Localizada na região de Barueri, a escola visa atender uma gama eclética de pilotos, desde amadores até profissionais.

“A escola é destinada às pessoas com ou sem experiência. É também para quem está buscando performance e segurança. Já demos aula para pessoas que nunca tinham andado de moto, assim como realizamos treinamentos para pilotos que estavam disputando algum campeonato”, explica Diego, que também é coordenador da categoria Escola do SuperBike Brasil.

Além de fazer com que os pilotos aprimorem suas habilidades, Viveiros reforça que existe uma preocupação com a segurança dos pilotos que correm em estradas. “O objetivo da escola é formar novos pilotos, ajudando no crescimento do esporte e, ao mesmo tempo, tirar as pessoas das ruas. As pessoas que andam com motos esportivas nas ruas, acelerando nas estradas, a ideia é trazê-las para dentro da pista e ensinar a andar com mais segurança, com a técnica correta, dentro de um ambiente controlado”, ressalta.

O piloto também acredita que a região metropolitana oeste da capital possa, futuramente, vir a se tornar uma potência nas competições. “Hoje, eu acredito que a região de Barueri, Alphaville e Aldeia da Serra estão muito boas. Toda terça-feira tem treino no Kartódromo da Aldeia da Serra, então já tem bastante gente participando. Quarta-feira a gente costuma ir para uma pista de motocross aqui perto da região, que usamos para complementar os treinos. Pode-se afirmar que o esporte está crescendo nessa região e que é possível colhermos bons frutos com isso”, concluiu. 

A oficina da equipe fica localizada na Av. Guilherme rohn, 460, e os treinos dos pilotos atualmente ocorrem às terças e quintas. A primeira etapa do SuperBike 2021 está prevista para acontecer em março, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. 

O SuperBike Brasil é o maior e mais disputado Campeonato de motovelocidade das Américas e figura hoje entre os 5 maiores do mundo. Referência no cenário nacional ele projeta os Campeões Nacionais de diversas Categorias.

Barueri e Osasco se consolidam no vôlei como referências esportivas no Brasil e em São Paulo

Fonte: Pixabay

O investimento em esporte no estado de São Paulo é algo tradicional e bastante conhecido, principalmente nos grandes times de futebol da capital. Entretanto, outras modalidades fora do centro também ganham alguma atenção. As regiões de Barueri e de Osasco, por exemplo, estão se consolidando como grandes referências no cenário do vôlei, principalmente, e também de outros esportes. Além disso, os paulistas estão de olho nos torneios de eSports.

A equipe Osasco Voleibol Clube é um dos maiores motivos de orgulho da cidade, principalmente pelo atual desempenho na Superliga Feminina de Vôlei. Na disputa pelo sexto título nacional, o time liderado por Luizomar de Moura encerrou 2020 com a segunda colocação na tabela. A vitória sobre o rival Pinheiros, por 3 sets a 1, consolidou o time como um dos favoritos ao título da temporada 2020-2021.

Contudo, não é apenas Osasco que conta com uma boa equipe de vôlei. O Barueri Volleyball Club também é uma equipe tradicional do estado e, apesar de nunca ter conquistado um título da Superliga, já conseguiu bons resultados no estado. Em 2019, por exemplo, o time foi campeão paulista justamente contra o Osasco. Na atual temporada da Superliga, a equipe comandada pelo experiente Zé Roberto fechou a última rodada do ano passado na 6ª posição, e com grandes chances de avançar para a fase final.

Essas duas cidades mostram que o estado paulista é mais que apenas os clubes de futebol, que costumam concentrar a maioria dos investimentos. Por exemplo, em novembro do ano passado, o osasquense João Carlos dos Santos Júnior chamou atenção pelo bom desempenho no Campeonato Brasileiro de Atletismo sub-20. O atleta é uma promessa para o futuro, e representa bem o incentivo da cidade aos mais variados esportes.

Das quadras para o virtual

Apesar do bom desempenho em esportes mais tradicionais, como o vôlei e o atletismo, as cidades paulistas não fecham as portas para algumas novidades. Um bom exemplo é o atual crescimento do eSports no Brasil, que  é o nome dado aos torneios oficiais de jogos eletrônicos. Em agosto do ano passado, a região de Barueri recebeu o Torneio eSports Oeste Barueri, que foi organizado pelo Oeste FC.

A competição reuniu jogadores do título Pro Evolution Soccer, que é um dos jogos mais populares de futebol virtual. Além de premiações para os vencedores, o evento também mostrou o potencial dos jogos digitais no mundo esportivo. Atualmente, vários times de elite estão criando equipes de eSports, pois a audiência desses torneios é crescente e mais interessante para as equipes com grande torcida.

O crescimento do entretenimento digital no Brasil explica um pouco do sucesso dos torneios oficiais de jogos eletrônicos. Por exemplo, os jogos de cassino online estão ficando cada vez mais interativos e, consequentemente, mais populares. As plataformas oferecem experiências próximas dos cassinos físicos, principalmente com o uso de streaming e também de temáticas diferentes para os jogos, seja na roleta, no blackjack ou até mesmo nas máquinas caça-niqueis virtuais. A mesma coisa acontece com os jogos de smartphones, que são desenvolvidos com temas diversificados e mais interativos. Atualmente, é possível jogar dominó, batalha naval ou então algum título de corrida com gráficos avançados e jogabilidade complexa. Ou seja, tem jogos para todos os estilos.

Futebol destoa

Seguindo o caminho contrário da capital, que costuma dar prioridade ao futebol, as cidades de Osasco e de Barueri não parecem contar com bom desempenho nos gramados. O Oeste FC, por exemplo, está disputando a Série B do Campeonato Brasileiro, mas deve encerrar a temporada atual na zona de rebaixamento. Assim, a equipe vai precisar disputar a Série C na próxima temporada.

A cidade de Barueri já conseguiu algum destaque em campo, principalmente no auge do Grêmio Barueri. Entretanto, após diversos problemas, o time acabou ficando inativo entre 2017 e 2018. A equipe retornou recentemente, mas deve demorar algum tempo para mostrar resultados positivos. Ou seja, apesar do bom desempenho em outros esportes, o futebol não parece ser o forte das duas regiões.

Barueri e Osasco são duas cidades importantes para o estado de São Paulo, principalmente se olharmos para os esportes. O desempenho que citamos no vôlei e no atletismo são apenas alguns exemplos, pois a cidade também conta com investimento em outras áreas, que vão desde a natação até o mountain bike. Apesar de não conseguirem os mesmos patrocínios que existem na capital, as duas cidades são exemplos de que mesmo com pouca estrutura é possível conseguir excelentes resultados.

Procura pela CNH Digital cresceu 70% no Estado de São Paulo em 2020

Documento eletrônico traz mais facilidade e agilidade; Valor jurídico é o mesmo da CNH física 

 

A Carteira Nacional de Habilitação Digital já faz parte da vida de 3.424.474 milhões de pessoas no Estado de São Paulo. Desse total, 70% fizeram o download do documento no ano de 2020, o que corresponde a 2.380.684 milhões de cidadãos. Os dados são do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito). 

A CNH Digital é uma versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e tem o mesmo valor jurídico da impressa, que continua sendo emitida aos condutores pelo Detran.SP. O documento em formato digital está disponível desde 2018 pelo órgão estadual de trânsito. 

Utilizar a habilitação de maneira eletrônica é fácil. A CNH é acessada por meio de um QR Code presente no documento físico e é disponibilizada por um aplicativo, o CDT (Carteira Digital de Trânsito), da Serpro (Empresa de Tecnologia da Informação do Governo Federal). Esse aplicativo está disponível nos principais sistemas operacionais dos telefones celulares e permite que o condutor gere a CNH sem precisar comparecer a uma unidade de atendimento do Detran.SP ou do Poupatempo. 

O código para baixar a CNH no aplicativo CDT é enviado no e-mail de cadastro do cidadão. Há também a opção de acesso pelo site do Poupatempo na aba “Serviços” (Desça até o ícone “CNH – Carteira Nacional de Habilitação” e clique em “Consultas e Acompanhamentos”. Em seguida, clique em “Consulta do código de segurança da CNH digital”). 

Os motoristas que estão com a habilitação vencida ou a vencer em 30 dias podem fazer o pedido de renovação da CNH, de forma online, pelo portal (www.poupatempo.sp.gov.br) ou aplicativo Poupatempo Digital. O condutor, no entanto, não deve ter qualquer tipo bloqueio no prontuário, como suspensão, por exemplo.  

Já para condutores com a habilitação emitida antes da nova tecnologia digital – sem o QRCODE- é preciso solicitar uma segunda via do documento para obter a versão online. A solicitação também pode ser feita pelo site ou aplicativo do Poupatempo. O valor da taxa é o mesmo da renovação. 

 

Confira o passo a passo para obter o documento digital 

  

1 – Instale o aplicativo “CDT – Carteira Digital de Trânsito” no seu smartphone. 

2 – Cadastro de usuário: 

– Uma vez instalado o aplicativo, abra e selecione: “Entrar com gov.br” 

– Na tela seguinte informe o CPF e selecione “Próxima”. (Tela do Gov.br) 

– Na próxima tela deverá ser informada a senha do usuário. Caso o usuário não possua conta no Gov.br, deverá criar uma conta. Após criar a conta, deve retornar ao aplicativo e clicar em “Entrar com gov.br”. 

3 – Baixar a CNH digital: 

Após o login, selecionar a opção “Habilitação”, em seguida selecionar “Toque aqui para adicionar a sua CNH”; 

Não estando habilitado, o usuário deve optar por um módulo de autenticação. São eles: “Validação pelo celular (Validação Facial); Certificado Digital (Portal de Serviços Denatran); Sem certificado digital (Validação de balcão do Detran). 

Ao escolher a validação facial o usuário deverá: 

– Informar o CEP à época da emissão da CNH Física; 

– Efetuar a leitura do QR Code; 

– Realizar a Validação Facial, atendendo às solicitações do aplicativo; 

– Ao final da validação facial, informar o número do telefone; 

– Pronto! Está disponibilizada a CNH digital em seu smartphone; 

Estudantes e professores já podem preencher os formulários do Passe Livre e Meia Tarifa 2021 do transporte metropolitano

O calendário das etapas necessárias para obter os benefícios está disponível no site da EMTU/SP

Nesta primeira semana de janeiro, estudantes e professores já podem preencher os formulários de requisição e revalidação do Passe Livre e Meia Tarifa 2021 no site da EMTU/SP (emtu.sp.gov.br).

O Passe Livre isenta alunos do ensino regular, técnico ou superior do pagamento da tarifa para o deslocamento intermunicipal entre a residência e a escola. Conforme prevê a legislação em vigor, o solicitante deve ter renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional. O estudante que não tiver direito à gratuidade total pode solicitar a Meia Tarifa, que concede desconto de 50% no pagamento da passagem. Já o professor pode requisitar a Meia Tarifa se residir em um município e lecionar em outro da mesma região metropolitana.

O primeiro passo é a instituição de ensino fazer o cadastramento prévio do aluno ou professor no site da EMTU/SP. Depois desse registro, o interessado precisa acessar a mesma página para preenchimento do formulário, envio de documentos e impressão do boleto no valor de R﹩ 23,45. A liberação do benefício dependerá da análise da documentação e do trajeto realizado.

É importante que o estudante leia atentamente o regulamento do Passe Escolar disponível no portal e verifique se possui todos os documentos exigidos pela legislação. No momento do pedido online a documentação já deve ter sido digitalizada e estar pronta para o envio. Se o processo for feito corretamente, o benefício é liberado em até 20 dias úteis, no caso de primeira solicitação.

Números – Foram emitidos pela EMTU/SP, no ano de 2020, cerca de 88,8 mil passes escolares nas cinco regiões metropolitanas do Estado (São Paulo, Baixada Santista, Campinas, Vale do Paraíba/Litoral Norte e Sorocaba), sendo 50,7 mil Passes Livres e 38,1 mil Meia Tarifas.

Ações sociais auxiliaram motoristas e comunidades carentes

As concessionárias CCR ViaOeste e CCR RodoAnel, por meio do Instituto CCR, promoveram ao longo de 2020 diversas iniciativas sociais, culturais e de saúde

 Mais de 107 mil kits de higiene e alimentação, incluindo marmitas, foram entregues aos caminhoneiros em 2020 pela CCR ViaOeste e CCR RodoAnel, como medidas de auxílio aos motoristas para enfrentar a pandemia do Coronavírus. Além desta, outras iniciativas foram promovidas ao longo do ano, como a distribuição de máscaras de tecidos em comunidades carentes e hospitais, doação de cobertores, vacinação de caminhoneiros contra a gripe e campanha de doação de sangue. Todas as atividades foram promovidas com orientação do Instituto CCR.

Os alimentos e produtos para higiene dos caminhoneiros, principalmente álcool gel e sabonete, foram distribuídos no Sistema Castello-Raposo e no trecho Oeste do Rodoanel em postos de serviço, bases do Sistema de Atendimento ao Usuário, Postos Gerais de Fiscalização (PGF) e na base fixa do Programa Estrada para a Saúde, localizado no km 54 da rodovia Castello Branco, em São Roque.

“Aliás, este programa foi um grande aliado do caminhoneiro neste momento tão difícil da pandemia. Através do Estrada para a Saúde foram promovidas orientações sobre higiene e saúde, foram entregues máscaras de tecido aos motoristas, aplicadas mais de 800 vacinas contra gripe (H1N1) e também foi oferecida consulta médica gratuita por meio de telemedicina”, destaca a coordenadora do programa, Daniele Rolim. Em 2020 foram realizados mais de 1,4 mil atendimentos e desde 2002, já passaram pela unidade mais de 53 mil caminhoneiros.

Além do auxílio direto aos motoristas, as CCR ViaOeste e CCR RodoAnel realizaram outras iniciativas que ajudaram as comunidades ao longo dos municípios que têm interface direta com a malha viária das duas concessionárias. Uma delas foi a doação de 34 mil máscaras de tecidos para entidades assistenciais, populações carentes, fundos sociais e secretarias de saúde de diversos municípios da Grande São Paulo e região de Sorocaba.

Através da CCR ViaOeste as doações foram realizadas para a comunidade carente Flamenguinho de Osasco, além dos Fundos Sociais e Secretarias de Saúde de Jandira, Itapevi, Sorocaba e São Roque. Também foram contempladas as seguintes ONGs e entidades assistenciais: Instituto Paraolímpico de Barueri, Tenda da Solidariedade de Jandira, Lar Mãe da Providência de São Roque, Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (Gpaci) de Sorocaba e Cooperativa Unindo Forças de Barueri. Já as doações da CCR RodoAnel foram destinadas para a Comunidade Santa Maria em Osasco, Fundos Sociais e Secretarias de Saúde de Embu das Artes, Carapicuíba, Cotia e Osasco.

“Outro papel importante desta iniciativa é o apoio às entidades que produziram as máscaras, como a Associação Cristã de Osasco e Movimento de Mulheres Negras (Momunes) de Sorocaba. É uma ação que auxiliou setores vulneráveis da sociedade e também proporcionou renda para as ONGs e famílias envolvidas na confecção das máscaras”, destaca Daniele.

As duas concessionárias também realizaram a doação de 5,6 mil cobertores novos para a Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo e promoveram campanhas de doação de sangue, que geraram mais de 150 bolsas de sangue graças ao ato de amor ao próximo realizado por profissionais das duas empresas. As doações foram realizadas nas unidades da Fundação Pró-Sangue de Barueri e Osasco e também na Associação Beneficente de Coleta de Sangue (Colsan) de Sorocaba.

 Projetos Cultuais

Em 2020, o Instituto CCR deu continuidade ao Projeto Caminhos para a Cidadania, mesmo que à distância. Ação socioeducacional tem como foco a segurança no trânsito e cidadania, e abrange alunos do 4º e 5º ano de rede municipal de ensino. Desde 2007 o programa já atendeu mais de 643 mil alunos e mais de 22 mil educadores em 400 escolas participantes. Atualmente 13 municípios abrangidos pelos sistemas sob concessão da CCR ViaOeste e CCR RodoAnel estão participando do projeto, com mais de 600 professores envolvidos.

Ao longo do ano passado foram produzidos novos conteúdos e modificados materiais já existentes no programa, e disponibilizados no site ou plataforma digital exclusiva para professores, coordenadores, alunos e familiares, incluindo capacitação técnica pedagógica, sugestões de brincadeiras, filmes e séries. Também há dicas de leitura e jogos digitais para as crianças, bem como material de apoio para coordenadores pedagógicos. Foram promovidos ainda cursos online para os professores sobre competências socioemocionais e meio ambiente no contexto do trânsito.

DOUTOR SATO TOMA POSSE COMO PREFEITO DE JANDIRA

Na data de hoje, dia 1º de Janeiro, ocorreu a cerimônia de posse do prefeito eleito de Jandira (SP), do vice-prefeito e dos vereadores. O evento, que teve a organização da Câmara Municipal de Vereadores e suporte da Prefeitura Municipal, foi restrito a um convidado por candidato eleito, mas em compensação houve transmissão ao vivo pelo YouTube e também pelo canal 31.2 da TV Multimídia. Ainda sobre o evento, este foi um momento que marcará a vida de todos os vitoriosos no pleito do último dia 15 de Novembro de 2020, em especial para o prefeito eleito Doutor Sato, um médico reconhecido e atuante há mais de três décadas, que estima-se ter participado de aproximadamente 15 mil cirurgias. Em sua história política Doutor Sato foi vereador por um mandato, de 2004 à 2008 e disputou mais 4 pleitos consecutivos para prefeito, sendo que neste último tornou-se Prefeito de Jandira com 23.586 votos, representando 45,73% dos votos válidos.

A cerimônia foi marcada por discursos que foram de encontro à harmonia dos poderes, em busca de uma ação conjunta para melhorar o bem-estar geral dos cidadãos jandirenses. Esta constatação pode ser observada na fala do vice-prefeito eleito, que destacou em seu discurso a importância do respeito e sinergia entre os poderes.

Em seu momento de destaque, a cerimônia trouxe o discurso do prefeito eleito, que, assim como a primeira dama, destacou o momento de pandemia que estamos vivendo. Para além da preocupação com a saúde, o Prefeito Doutor Sato teve o cuidado de cumprimentar as instituições e, por diversas vezes, elogiou o seu vice-prefeito, demonstrando uma forte consonância entre eles.

Por fim, após os agradecimentos à toda a população e, deixando claro seu comprometimento com a melhoria da qualidade de vida de todos os jandirenses, Doutor Sato afirmou: “Sei da importância dos vereadores e tenho certeza de que teremos uma câmara comprometida com os interesses da população, vamos trabalhar juntos com diálogo e respeito.” (Prefeito Doutor Sato)

Assim, finalizou-se a posse com um claro aceno, de todas as partes, com o compromisso de trabalhar juntos por uma Jandira melhor.

Primeira reunião de trabalho

Assim que finalizou a sessão de posse do novo prefeito, Doutor Sato se dirigiu para a prefeitura, onde realizou uma reunião de trabalho com os secretários nomeados.

O prefeito apresentou a equipe e pediu sinergia, para que os resultados sejam mais rápidos e efetivos. Durante a reunião, Doutor Sato também fez questão de reafirmar que todas as ações devem ser tomadas com a finalidade de melhorar a vida dos cidadãos jandirenses, que a equipe deve trabalhar de forma harmônica, honesta e justa.

Relação de secretários escolhidos pelo prefeito:

  • SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO E COMUNICAÇÃO
    Carlos Piteri (Piti)
  • SECRETARIA MUNICIPAL DA SEGURANÇA PÚBLICA
    Ricardo Antunes
  • SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE
    Wesley Teixeira
  • SECRETARIA MUNICIPAL DA ADMINISTRAÇÃO
    Rafael Magueta
  • SECRETARIA MUNICIPAL DAS FINANÇAS
    Osvaldino Chaves
  • SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL
    Miguel Santos
  • SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE
    Fabiano Dantas
  • SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO
    Deilson da Fonseca
  • SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS, TRÂNSITO E TRANSPORTES
    Silvio Soares
  • SECRETARIA MUNICIPAL HABITAÇÃO E PLANEJAMENTO
    Walter Martins
  • SECRETARIA MUNICIPAL DA RECEITA
    Manoel Domingues
  • SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA
    Eduardo Segantine
  • CHEFIA DE GABINETE
    Cláudio José

Região Metropolitana de São Paulo tem queda nas fatalidades de trânsito

 

Novos dados do Infosiga SP apontam redução de 13% em novembro. Pedestres registram mais de 40% de queda nos índices 

 

São Paulo, 18 de dezembro de 2020 – De acordo com os novos dados do Infosiga SP, sistema do Governo do Estado gerenciado pelo programa Respeito à Vida e Detran.SP, a região metropolitana de São Paulo registrou queda no número de acidentes e fatalidades de trânsito. Em novembro, houve 119 óbitos contra 137 no mesmo período do ano passado (-13,1%). Já com relação a acidentes com vítimas, que incluem ocorrências não fatais, houve aumento no mês: 6.470 acidentes em novembro deste ano contra 6.126 em 2019 (+6%).  No ano, a redução é de 11% nos óbitos (1.417 contra 1.590) e de 10% nos acidentes (59.151 contra 65.820). Entre pedestres, houve 42,9% menos fatalidades. 

Região Metropolitana de São Paulo
Fatalidades de trânsito em novembro
 

 

 

ÓBITOS 

 

Mês 

Acumulado 

Cidade 

nov/19 

nov/20 

Var
Nr.
 

Var
%
 

jan a nov
2019
 

jan a nov
2020
 

Var
Nr.
 

Var
%
 

São Paulo 

56 

59 

5,4 

793 

684 

-109 

-13,7 

Barueri 

-2 

-40,0 

30 

28 

-2 

-6,7 

Caieiras 

-1 

-100,0 

16 

19 

18,8 

Carapicuíba 

0,0 

23 

18 

-5 

-21,7 

Cotia 

300,0 

22 

22 

0,0 

Diadema 

-3 

-50,0 

41 

46 

12,2 

Embu das Artes 

-3 

-75,0 

28 

22 

-6 

-21,4 

Ferraz de Vasconcelos 

-1 

-100,0 

50,0 

Francisco Morato 

-1 

-100,0 

12 

50,0 

Franco da Rocha 

0,0 

19 

23 

21,1 

Guarulhos 

17 

13 

-4 

-23,5 

103 

106 

2,9 

Itapecerica da Serra 

-4 

-66,7 

20 

22 

10,0 

Itapevi 

-1 

-100,0 

13 

15 

15,4 

Itaquaquecetuba 

-3 

-75,0 

33 

28 

-5 

-15,2 

Jandira 

0,0 

200,0 

Mauá 

-2 

-66,7 

28 

19 

-9 

-32,1 

Mogi das Cruzes 

10 

150,0 

57 

61 

7,0 

Osasco 

50,0 

42 

39 

-3 

-7,1 

Poá 

0,0 

0,0 

Ribeirão Pires 

100,0 

20 

20 

0,0 

Santana de Parnaíba 

0,0 

11 

-2 

-18,2 

Santo André 

-5 

-83,3 

42 

31 

-11 

-26,2 

São Bernardo 

-2 

-40,0 

73 

50 

-23 

-31,5 

São Caetano do Sul 

-1 

-100,0 

10 

-8 

-80,0 

Suzano 

-1 

-100,0 

30 

25 

-5 

-16,7 

Taboão da Serra 

100,0 

18 

13 

-5 

-27,8 

Demais municípios 

6 

4 

-2 

-33,3 

103 

90 

-13 

-12,6 

Total Região 

137 

119 

-18 

-13,1 

1590 

1417 

-173 

-10,9 

 

Na região metropolitana da Capital, motociclistas seguem como grupo com maior número de vítimas fatais em novembro (46 contra 48 em 2019, queda de 4,2%). Pedestres estão em segundo lugar com 32 vítimas neste ano (56 em 2019, redução de 42,9%). Em seguida, estão os ocupantes de automóveis com 25 vítimas (24 em 2019, aumento de 4,2%) e ciclistas com 9 vítimas (7 em 2019, aumento de 28,6%). 

Homens representam 79,8% das vítimas, enquanto 42% das fatalidades envolveram jovens com idade entre 18 e 34 anos. Vias urbanas abrigaram 57,1% dos acidentes fatais em novembro, a maior parte atropelamentos (31,1%) e colisões entre veículos (28,6%). As ocorrências no mês estiveram concentradas no período noturno (56,3%) e nos finais de semana (55,5%). Condutores representam 52,1% das vítimas fatais de trânsito. 

Estado de SP 

As estatísticas do Estado foram fortemente influenciadas pelo acidente envolvendo ônibus e caminhão na cidade de Taguaí. Ao todo, a ocorrência vitimou 42 pessoas, elevando o número de fatalidades para 432 em novembro, aumento de 2,9% na comparação com o mesmo período de 2019 (420 vítimas fatais). Sem este acidente, o Estado teria uma redução de 7,1% nos índices. 

Em novembro foram registrados ainda 16.012 acidentes com vítimas (+3,6%). No acumulado do ano, a redução é de 8,5% nas fatalidades (4.514 contra 4.934 em 2019) e de 10,4% nos acidentes (149.714 contra 167.072). 

Meios de transporte
Estado de SP – Novembro 2020 

 



Perfil das ocorrências
 

 

Estado de SP – Novembro 2020 

 

 

 

 

 

 

 

 

         

 

Sobre o programa Respeito à Vida 

Programa do Governo do Estado de São Paulo, atua como articulador de ações com foco na redução de acidentes de trânsito. Gerido pela Secretaria de Governo por meio do Detran.SP, envolve ainda as secretarias de Comunicação, Educação, Segurança Pública, Saúde, Logística e Transportes, Transportes Metropolitanos, Desenvolvimento Regional, Desenvolvimento Econômico e Direitos da Pessoa com Deficiência. 

O Respeito à Vida também é responsável pela gestão do Infosiga SP, sistema pioneiro no Brasil, que publica mensalmente estatísticas sobre acidentes com vítimas de trânsito nos 645 municípios do Estado. O programa mobiliza a sociedade civil por meio de parcerias com empresas e associações do setor privado, além de entidades do terceiro setor. Em outra frente, promove convênios com municípios para a realização de intervenções de engenharia e ações de educação e fiscalização.  

 

Em dezembro, fatalidades de trânsito superam média anual

 

Levantamento do programa Respeito à Vida revela que acidentes aumentam em rodovias e dentro das cidades. Índice dobra nas cidades do Litoral e jovens são as principais vítimas 

 São Paulo, 10 de dezembro de 2020 – Novo estudo do Respeito à Vida, programa da Secretaria de Governo do Estado gerenciado pelo Detran.SP, mostra que acidentes e fatalidades de trânsito aumentam no mês de dezembro na comparação com a média dos demais meses. De acordo com as estatísticas do Infosiga SP, a elevação não se restringe às rodovias, e o índice chega a dobrar nas cidades do Litoral. 

“O Verão será diferente por conta da pandemia e a recomendação é de evitarmos aglomerações e viagens. No entanto, os números mostram que é importante se precaver”, destaca o diretor-presidente do Detran.SP, Ernesto Mascellani Neto. 

No ano passado, dezembro foi o mês com maior número de fatalidades de trânsito. Foram registradas 505 mortes em acidentes, número 12,6% superior à média dos demais meses do ano (449 óbitos). Em vias municipais, houve 250 vítimas e aumento de 12,5% na comparação com a média anual. Nas rodovias que cortam o Estado, o incremento é de 11,2% em dezembro, com registro de 230 óbitos. Em 25 ocorrências não foi possível identificar com precisão a jurisdição da via. 

Em 11 das 16 regiões administrativas do Estado houve aumento dos índices: Barretos (+11,5%), Baixada Santista (+7,4%), Central (+3,1%), São José do Rio Preto (+2,7%), Registro (+2,5%), Sorocaba (+1,8%), Bauru (+1,3%), Metropolitana de São Paulo (+1%), São José dos Campos (+0,8%), Araçatuba, (+0,5%) e Ribeirão Preto (+0,3%). As regiões com redução dos índices em dezembro são Franca (-2,4%), Itapeva (-2,4%), Presidente Prudente (-1,5%), Campinas (-0,7%) e Marília (-0,6%). 

Quando analisamos somente as cidades litorâneas do Estado, o cenário se mostra mais grave. Foram registrados 43 óbitos em dezembro, quase o dobro da média anual (22 óbitos), o que representa um aumento de 49,5%. “Infelizmente, ainda é comum atitudes irresponsáveis nesse período, como dirigir sob efeito de álcool e exceder os limites de velocidade, vitimando principalmente jovens”, explica a coordenadora do programa Respeito à Vida, Silvia Lisboa. 

Jovens e motos lideram 

O levantamento do programa Respeito à Vida também traça o perfil dos acidentes e das vítimas de trânsito em dezembro. Jovens com idade entre 18 e 34 anos representam 42% das vítimas, superando a média dos demais meses (33,6%). 

Motociclistas também lideram as estatísticas e representam 41% das vítimas fatais, índice superior à média anual desse grupo (35%). Na sequência, estão os ocupantes de automóveis (25% do total em dezembro), pedestres (19%), ciclistas (7%), caminhoneiros (3%) e passageiros de ônibus (2%). Cerca de 60% dos vítimas eram condutores de veículos e 81% do sexo masculino. 

As estatísticas do Infosiga SP mostram ainda que 49,5% dos acidentes fatais em dezembro ocorreram em vias urbanas, enquanto 45,5% das ocorrências foram em rodovias (em 5% dos casos não foi possível identificar com precisão a jurisdição da via). Os principais tipos de acidente são a colisão entre veículos (41% do total), atropelamentos (21%) e choque contra objetos fixos (16%). As ocorrências estão concentradas no período noturno (57%) e nos finais de semana (49%). 

Por conta da pandemia, o Detran.SP reforça a mensagem de que a população deve evitar viagens e aglomerações neste período. Enquanto a vacina não chega, a prevenção segue sendo a principal arma no combate à Covid 19. 

 Sobre o programa Respeito à Vida 

Programa do Governo do Estado de São Paulo, atua como articulador de ações com foco na redução de acidentes de trânsito. Gerido pela Secretaria de Governo por meio do Detran.SP, envolve ainda as secretarias de Comunicação, Educação, Segurança Pública, Saúde, Logística e Transportes, Transportes Metropolitanos, Desenvolvimento Regional, Desenvolvimento Econômico e Direitos da Pessoa com Deficiência. 

O Respeito à Vida também é responsável pela gestão do Infosiga SP, sistema pioneiro no Brasil, que publica mensalmente estatísticas sobre acidentes com vítimas de trânsito nos 645 municípios do Estado. O programa mobiliza a sociedade civil por meio de parcerias com empresas e associações do setor privado, além de entidades do terceiro setor. Em outra frente, promove convênios com municípios para a realização de intervenções de engenharia e ações de educação e fiscalização.  

Robôs de telepresença são usados em mais de 11 mil atendimentos a pacientes com Covid-19 no Hospital das Clínicas

Pixeon contribui com ampliação do programa e entrega cinco robôs nesta terça-feira (08) em oficialização de doação ao Instituto Central do HCMFUSP

São Paulo, dezembro de 2020. Desde março, o Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP está usando três robôs de telepresença para apoio a pacientes de Covid-19, que já realizaram mais de 11 mil atendimentos. Na triagem do ambulatório foram 10.560 atendimentos em nove meses (março a novembro). Já na enfermaria do hospital, 720 em três meses (abril a junho), e no pronto socorro 264 (maio e julho). Os robôs também foram usados na UTI e nas ações de entretenimento com o Palhaço Osório (Giba Rizzo).

Nesta terça-feira (08), foi oficializada a entrega de cinco robôs pela Pixeon, uma das maiores empresas brasileiras de tecnologia e inovação para saúde, em parceria com a Pluginbot, que viabilizou a usabilidade dos robôs dentro do HC. Os equipamentos permitirão que os médicos da unidade realizem atendimentos aos pacientes com Covid-19 usando recursos de telepresença, além da oportunidade de viabilizar soluções que permitam criar benefícios tangíveis nas experiências de uso médico, assistencial, hospitalar e paciente.

“Esperamos contribuir com a possibilidade de novos projetos inovadores na saúde, com tecnologia em benefício da vida e da segurança dos profissionais de saúde e acelerando a adoção de robôs no setor, em um movimento que perdure mesmo após a pandemia”, diz Armando Buchina, CEO da Pixeon. “Essa doação também reforça a nossa estratégia de oferecer a hospitais e clínicas tecnologias que geram uma jornada de saúde mais digital aos pacientes, sem deixar de lado o aspecto humano, tão importante em qualquer tratamento”, completa.

A PluginBot, que possui uma plataforma para gerenciamento e integração de múltiplos robôs, será a empresa responsável pela gestão dos equipamentos doados ao HC pela Pixeon. A partir de 09/12 eles estarão nas principais frentes de atendimento do hospital. Com segurança e distanciamento, os robôs permitem a assistência aos pacientes, melhorando a condição do atendimento e também a percepção dele em relação à proximidade, já que via robô a taxa efetiva de vistas aumenta, o que é benéfico, pois causa efeito psicológico favorável à recuperação.

Espírito de Natal ilumina trens e ônibus na capital regiões metropolitanas de São Paulo

Preservando a tradição, Secretaria dos Transportes Metropolitanos realiza ações no Metrô, CPTM e EMTU

São Paulo, 07 de dezembro de 2020 – Com a aproximação das festas de fim de ano, as cidades ganham decorações típicas e se enchem de luzes e cores. Os Transportes Metropolitanos também se prepararam para levar a todos o espírito natalino com ônibus e trens iluminados na Região Metropolitana de São Paulo, Campinas e Sorocaba. Ainda preparamos uma árvore de Natal feita com materiais reciclados do Metrô. Um presente para a cidade.

CPTM – Um trem iluminado vai circular nas linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade para celebrar o clima natalino. A composição segue enfeitada pelos trilhos durante todo o dia e a ação simboliza o desejo da CPTM de que todos tenham um 2021 excelente.

EMTU – Quatro ônibus iluminados circulam pela Região Metropolitana de Campinas levando as luzes do Natal para as ruas de Hortolândia, Sumaré, Campinas e Valinhos. Em Sorocaba também um veículo recebeu decoração especial e poderá ser visto pela cidade até o fim do mês. Na Região Metropolitana de São Paulo, um ônibus com luzes de led vai circular por Suzano, Itaquaquecetuba, Mogi e Poá. Todos estarão em circulação até 31/12.

Metrô – Os colaboradores do Metrô de São Paulo prepararam uma árvore de Natal diferente neste ano. Com 6 metros de altura e 3,5 metros de diâmetro, ela foi feita de materiais recicláveis de outras áreas do Metrô, como corrimãos de escada, luminárias e chapas de forro de estação. Alumínio, aço, acrílico, PVC, vinil e componentes eletrônicos (fitas de LED) estão entre os materiais que dão forma a essa obra. Exposta junto ao Centro de Controle Operacional (CCO), a árvore demorou 40 dias para ser montada e contou com a participação de 20 profissionais de várias áreas do Metrô.

ViaMobilidade – A ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás, iluminou dois trens com luzes em LED para circular em todas as estações, durante o horário de funcionamento. As composições estarão decoradas até 6 de janeiro, uma forma de tornar a viagem dos passageiros mais alegre nesta época de festa e virada de ano.

SERVIÇO

– EMTU
Local: Região Metropolitana de Campinas (Hortolândia, Sumaré, Campinas e Valinhos)
Data: 7 a 31/12

Local: Sorocaba
Data: 7 a 31/12

Local: Região Metropolitana de São Paulo – Suzano, Itaquaquecetuba, Mogi e Poá.
Data: 8 a 31/12

– CPTM
Trem iluminado com decoração natalina
Linhas: 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade

– Metrô
Árvore de Natal feita de materiais recicláveis usados no Metrô
Local: Centro de Controle Operacional (CCO)
Endereço: Rua Vergueiro, 1200 – Liberdade

– ViaMobilidade
Dois trens iluminados com fitas de LED
Local: As composições circulam por todo trecho da Linha 5-Lilás
Data: até 6 de janeiro

Secretaria dos Transportes Metropolitanos – A STM cuida diariamente (em tempos normais) do transporte de cerca de 10 milhões de passageiros que usam os ônibus gerenciados pela EMTU, além dos trens do Metrô, da CPTM e das linhas 4-Amarela e 5-Lilás, concedidas à iniciativa privada. A Estrada de Ferro Campos do Jordão, no interior do Estado, também é responsabilidade da STM, assim como o Parque Capivari, igualmente em Campos do Jordão e concedido à iniciativa privada.