Editorial: Teatro

“Pluft, o Fantasminha” vira radionovela pelas vozes das alunas de teatro da Secretaria de Cultura

Foto: Divulgação

As alunas do curso de Teatro Musical, das Oficinas de Artes da Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri, vão apresentar na próxima quinta-feira, (dia 22), às 19h, a leitura dramática ao vivo da peça “Pluft, o Fantasminha”, de Maria Clara Machado.  

A escritora e dramaturga Maria Clara Machado (1921-2001), que este ano faria 100 anos, é a artista homenageada da Secretaria de Cultura e Turismo.   

O diferencial desse espetáculo será a transformação do texto, originalmente escrito para teatro, em radionovela. A apresentação terá duração de 40 minutos, com sonoplastia e produção da professora da Oficina de Artes e diretora Nana Pequini. 

Desde março, o grupo está estudando a obra de Maria Clara Machado e fazendo ensaios on-line. A apresentação da radionovela contará com as alunas Yasmin Luz, Fernanda Mendonça, Thalita Rozendo, Bia Matos, Dulce Maria Placêncio e Bruna Vieira. A transmissão do espetáculo será feita nas mídias digitais da Cultura Barueri Oficial pelo Youtube e Facebook. 

Segundo Nana Pequini, ensinar teatro on-line em tempos de pandemia foi um aprendizado. “Os alunos ajudaram muito principalmente na adaptação à tecnologia, sempre dando uns toques sobre plataformas e recursos. Estudamos em 2020 a peça de Márcio Araújo ‘Cãofusão Gatônomica’, montamos personagem, estudamos as canções, analisamos cena por cena, mas este espetáculo não teria como montar on-line. Precisamos do teatro, precisamos estar juntos”, relembra Nana. 

Até que todos estejam imunizados contra a Covid-19, o recurso de se fazer leitura dramática on-line serve para que a maravilhosa roda do teatro não pare. E a proposta para isso tem sido as peças de Maria Clara Machado. 

 “Começamos com a mais famosa que estreou em 1955. Pluft, o Fantasminha é um marco na dramaturgia teatral infantil brasileira. A ideia de ver o mundo pelos olhos de um fantasma criança é bem instigante para elas. A identificação com Pluft, sua família, seus medos e sua história de superação prenderam as alunas que adoraram o texto e o escolheram para o primeiro trabalho. Foram 4 meses de ensaio superando as dificuldades do on-line. E com muito orgulho queremos mostrar nosso trabalho. Queremos a plateia, mesmo que de forma virtual”, finalizou a diretora. 

Praça das Artes: complexo cultural terá um Palco Aberto com apresentações artísticas populares

Praça das Artes de Barueri contará com um Palco Aberto onde ocorrerão intervenções artísticas da cultura popular

A Praça das Artes de Barueri, que está sendo construída pela Secretaria de Obras onde antes existiam o TMB (Teatro Municipal de Barueri) e o Ginásio de Esportes Sérgio Honda, no bairro Boa Vista, será uma importante referência na região e no Estado, por oferecer à população mais cultura em cursos e em várias manifestações artísticas.

No projeto arquitetônico, cuja obra está perto de ser finalizada, está previsto um Palco Aberto onde ocorrerão intervenções artísticas com apresentações de dança, música, teatro, circo, literatura e o que mais existir para aproximar as pessoas da cultura popular brasileira.

“As apresentações nesse Palco vão ser um elemento surpresa para as pessoas que estarão circulando internamente na Praça das Artes. Os visitantes, as mães aguardando o filho ou a filha em um dos cursos de artes, ou alguém esperando o início de um grande espetáculo no Teatro vão poder apreciar manifestações artísticas inusitadas e especialmente preparadas para a ocasião”, adianta o secretário de Cultura e Turismo, Jean Gaspar.

A estrutura do Palco Aberto foi estrategicamente desenhada pela equipe do arquiteto Ruy Ohtake, responsável pelo projeto. Nela, um grande vão em formato circular perpassa dois pavimentos do prédio de modo que os circulantes no primeiro e no segundo andares poderão assistir ao mesmo tempo as performances artísticas que vão acontecer no andar térreo da Praça.

Trata-se de um dos maiores empreendimentos já feitos por Barueri, conforme cita o secretário de Obras, Beto Piteri. Segundo ele, a obra é grande e os planos para ela são ainda maiores: “A expectativa é que Barueri seja um grande centro cultural para o Estado de São Paulo, esse é o nosso objetivo, porque a cultura faz parte da nossa história e um povo sem cultura tende ao esquecimento”.

Vários artistas

As intervenções artísticas no Palco Aberto poderão ocorrer todos os dias, principalmente nos finais de semana, abrindo oportunidades de expressão cultural para artistas da cidade, alunos dos cursos de artes e de outros convidados, informa Jean Gaspar.

“De repente, as pessoas vão ficar sabendo que haverá um sarau aberto, uma esquete teatral, a declamação de um poema ou ainda uma apresentação de balé. Estou muito entusiasmado com essas possibilidades”, destaca o secretário.

A Praça das Artes

A Praça das Artes é um complexo com vários equipamentos culturais em um único lugar. Além do Palco Aberto, contará com um teatro com capacidade para mais de 900 lugares, com fosso para orquestra de 50 músicos, iluminação acústica e som de última geração. Terá ainda pinacoteca, salas para aulas de teatro, dança, música e artes visuais, além de oficinas para cenários, figurinos e artesanato.

Abrigará ainda uma biblioteca de artes, área midiática e saguão de exposições para mostras de arte.

O prédio terá infraestrutura sustentável (água e energia), pavimento térreo, mezanino e mais quatro pavimentos em terreno de 12 mil m², com área construída de mais de 20 mil m² e estacionamento com cerca de 400 vagas. Haverá também área para acessibilidade, elevadores e rampas de acesso, restaurante, lanchonete e espaço criança com brinquedos interativos.

Monte Castelo apresenta: As quatro estações 30 anos.

Em homenagem ao aniversário do álbum de maior sucesso da Legião Urbana, banda Monte Castelo traz novo espetáculo especial para teatros.
Lançado em outubro de 1989, As Quatro Estações é o quarto álbum da Legião Urbana e por muitos o mais cultuado.

https://www.bilheteriaexpress.com.br/banda-monte-castelo-apresenta-as-quatro-estacoes-na-integra-em-osasco.html

Nas férias de janeiro, palhaça Carmela leva um “Dia de Praia” ao Teatro Arthur Azevedo

Entre os dias 11/01 e 02/02 (exceto 12/01), aos sábados e domingos, às 16h, a Cia. Circo Delas realiza temporada do espetáculo “Dia de Praia”, no Teatro Arthur Azevedo (Av. Paes de Barros, 955 – Mooca). A peça, voltada para todos os públicos, mescla as linguagens de teatro e circo em uma narrativa quase sem falas, utilizando-se de comicidade física, manipulação de objetos e equilibrismo para contar a divertida história de Carmela: uma palhaça que decide ir à praia para se divertir e relaxar, mas encontra dificuldade em lidar com o sol escaldante e manejar seu guarda-sol e sua cadeira para montar seu cantinho em meio a uma praia lotada.

A partir das trapalhadas e da imaginação da palhaça, “Dia de Praia” tece poética e divertida narrativa, discutindo a potência de transformação de erros e tropeços do dia-a-dia e a possibilidade de rir de si mesmo. “Carmela se dá liberdades e não finge costume. Faz o que quer, dança no meio da praia sozinha, por exemplo. Tem toda uma liberdade inspiradora em seu dia a dia. Minha pesquisa de comicidade é também sobre criar esses respiros para nossas ternuras, enxergar e amolecer a casca feita da dureza do mundo. Acredito na possibilidade da construção de  uma doçura cotidiana para nos conectarmos entre nós e com a potência do riso e do existir. Por isso, o espetáculo é para todas as idades, é para qualquer pessoa que queira redescobrir diversão naquelas coisas pequeninas e potentes do dia a dia, que sabe que estamos juntas nessa vida e precisamos compartilhar nosso lugar ao sol para todas brilharem.”, afirma Melina Marchetti palhaça e criadora do espetáculo.

Dia de Praia, é o solo da Palhaça Carmela (Melina Marchetti) com direção de Glaucy Fragoso (RJ). Estreou na Virada Cultural 2019; foi premiado com o “Troféu Destaque pela pesquisa na pesquisa da linguagem Palhaçaria” pelo Festival de Teatro de Sarapuí (FTS); contemplado pelo edital de Apoio a Criação Artística 2018 da Prefeitura de São Paulo e foi apresentado no Centro Cultural da Penha, Casa de Cultura Freguesia do Ó, CEU Heliópolis, CEU Butantã, Circo Social Enturmando, Tendal da Lapa, Centro de Memória do Circo, Galeria Olido, Instituto Pombas Urbanas, Centro de Pesquisa das Máscaras.

Sinopse

Carmela decide ir à praia para se divertir e relaxar, mas além da dificuldade de encontrar um local em meio a uma praia lotada, ainda precisa lidar com o sol escaldante e sua inabilidade de manejo para montar seu cantinho de relaxamento. Dia de Praia é o trabalho solo da palhaça Carmela (Melina Marchetti), onde a fisicalidade da atriz, d equilibrismo e a interação com objetos criam imagens e relações tecendo poética e divertida narrativa.

Sobre o grupo

A Cia. Teatral Circo Delas tem como eixo principal a pesquisa da arte da palhaçaria e a comicidade femininas, realizando apresentações em teatros, parques, escolas, praças e ruas desde 2015. O repertório da companhia é composto pelos espetáculos “Dia de Praia”, “O Baú”, “As Clássicas”, “Roda Delas“ (projeto de pesquisa permanente a partir de entradas clássicas da palhaçaria), além do número curto “O Bombom”, intervenções culturais e oficinas. Em 2018 a Cia. Teatral Circo Delas foi premiada com o Edital de Apoio a Criação Artística da Prefeitura de São Paulo, que resultou na montagem do espetáculo Dia de Praia.

A companhia também atua como parceira outros grupos: em 2017, integrou o Cortejo cênico musical do III Encontro Internacional de Mulheres Palhaças, em São Paulo; em 2018 Integrou o Cabaré de Palhaças do IV Encontro Internacional de Mulheres Palhaças; integra a equipe permanente de artistas convidados pela organização Palhaços Sem Fronteiras Brasil; participou do cabaré de palhaças “As Sacerdotisas do Riso” promovido pelo Instituto Cultural ESLIPA, no Rio de Janeiro. Também se apresentou no Festival de Palhaçaria Sul Mineiro; Festival de Teatro de Sarapuí onde foi premiada com o “Troféu Destaque pela pesquisa na Palhaçaria” e indicada a melhor maquiagem e melhor iluminação; Cabaré de Gala da Cia. Tramp em Jundiaí; Projeto Circo de Quebra; e realizou apresentações em Casas de Cultura, Sescs, Centros Culturais e espaços culturais autônomos do estado de São Paulo (Paideia Associação Cultural, Espaço Quixote – FUNSAI, Centro de Pesquisa da Máscara).

Sobre Melina Marchetti

Atriz com trajetória artística de mais de 15 anos, bacharel em Artes Cênicas graduada pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), é fundadora, atriz e palhaça da Cia. Teatral Circo Delas. Participou também de cursos e oficinas ministrados por Bete Gorgan, Fernando Sampaio (La Mínima), Tiche Vianna (Barracão Teatro – Princípio do Jogo das Máscaras, Máscara Neutra e Commédia del’Arte), Sue Morrinson (Canadá), Ésio Magalhães (Barracão Teatro), Heraldo Firmino (Doutores da Alegria), Luciana Viacava, Pepe Nuñez (Circo Dona Bilica), Aziz Gual (México), Ricardo Puccetti (Lume Teatro), Palhaço Biribinha, Thaís Ferrara (Doutores da Alegria), Angel Vianna, Andrea de Almeida, Lilian Morais (Eslipa – Grupo Off-SIna), Richard Riguetti (Eslipa – Grupo Off-SIna), Vivien Buckup, Andrea Simma (Théâtre du Solei e Ecolé Jacques Lecoq), Elias Cohen (Colombia) entre outros. Atuou em espetáculos dirigidos por Luiz Fernando Marques (Lubi), Matteo Bonfitto, Talita Cabral, Marcelo Lazzaratto, Marcio Tadeu, Heraldo Firmino, Verônica Fabrini, Maurício Perussi e Eliana Monteiro (Teatro da Vertigem). Recebeu o prêmio “Troféu Destaque pela pesquisa na Palhaçaria” no Festival de Teatro de Sarapuí. Atua como atriz também nas companhias Navega Jangada, Lona de Retalhos, integra o elenco do Cabaré das Palhaças do Teatro Mafalda Maflda, foi atriz convidada no Circo de Quebra, no Cabaré de Gala da Cia. Tramp, nos III e IV Encontro Internacional de Mulheres Palhaças de São Paulo e é membro da organização Palhaços Sem Fronteiras Brasil. Ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Sarapuí de 2019.

 Ficha Técnica

Atuação e Concepção: Melina Marchetti

Direção: Glaucy Fragoso

Figurino: Nagila Sanches

Cenário: Bira Nogueira

Dramaturgia: Melina Marchetti

Pesquisa musical: Glaucy Fragoso e Melina Marchetti

Edição Musical: Rodrigo Regis

Produção: Cia. Teatral Circo Delas

Assessoria de Imprensa e Agenciamento: Sem Paredes Cultural – Paula Simões

 Serviço

Espetáculo “Dia de Praia”

Data: 11 de janeiro à 2 de fevereiro, exceto dia 12, sábados e domingos

Horário: 16h

Local: Teatro Arthur Azevedo

Endereço: Av. Paes de Barros, 955 – Mooca, São Paulo – SP

Ingresso: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia)

Estacionamento: Sim, com vagas limitadas

Acessibilidade: Sim

Lugares: 70 lugares

Público: Livre

Duração: 55 minutos

Humorista Afonso Padilha se apresenta em Osasco/SP

Afonso Padilha e comediante, humorista e roteirista. Tem 3 especiais de comédia no seu canal do YouTube, um na Netflix mundial e atualmente está rodando com seu quarto show solo, ALMA DE POBRE, no qual fala sobre estigma social, usando histórias pessoais pra ilustrar o quando não importa o quanto você ganhe dinheiro continuará sendo pobre.

Espetáculo: Afonso Padilha em Alma de Pobre

Data: 12 de outubro, sábado às 20h30

Local: Teatro Aspro

Endereço: Rua Joaquim Dias de Oliveira, 22 – Vila dos Remédios

Valores: de R$ 35,00 a R$ 70,00

Vendas: BilheteriaExpress.com.br

Informações: 11 2093-3176

O Mágico de Oz encanta crianças e adultos

 mundo de Oz certamente sempre esteve no imaginário de crianças e adultos. Não por acaso se tornou um clássico. Primeiro pelas páginas do livro escrito por L. Frank Baum, depois no cinema e no teatro. Quem não conhece a versão cinematográfica de 1939, com Judy Garland, na época com 16 anos, no papel de Dorothy?

No domingo (dia 15), às 17h, a peça “O Mágico de Oz” será o grande destaque da Sala de Espetáculos, no Centro de Eventos. A peça conta a história de Dorothy que, depois de um tornado, vai parar com seu cachorro na fantástica Oz, onde tudo é colorido, bonito e mágico. Porém, o seu maior desejo é retornar para casa e para isso ela deve encontrar um mágico que lhe mostrará como realizar esse objetivo. Para chegar até ele, contudo, Dorothy, viverá uma aventura inesquecível através do caminho de tijolos amarelos.

O espetáculo que encanta crianças e adultos está com ingressos à venda pelo site www.bilheteriaexpress.com.br ou no local. A classificação é livre.

Serviço

O Mágico de Oz

Dia 15, às 17h

Centro de Eventos

Av. Pastor Davino dos Reis, 672, Vila Porto

Circo di SóLadies apresenta Choque-Rosa no SESC Parque Dom Pedro II

O Circo di SóLadies está em temporada no SESC Parque Dom Pedro II com uma Mostra de Repertório que vai até o dia 22 de setembro de 2019, com entrada gratuita. O grupo que é formado por palhaças feministas, apresenta quatro espetáculos diferentes e convida o público para refletir sobre questões de gênero, com muita criatividade e poesia. 

No dia 08 de Setembro, às 15h00, o grupo apresenta Choque-Rosa ou Com que Armas Lutamos? espetáculo criado a partir da pesquisa sobre a história de mulheres brasileiras e o impacto de seus feitos na sociedade, lidando com a violência gerada pelo machismo e o patriarcado. Utilizando a palhaçaria feminina, as artistas misturam técnicas circenses com a linguagem lúdica e cômica para refletir e alertar para igualdade de gênero, valorizando o protagonismo, o poder e a força da mulher.

Já no dia 15 de setembro, é a vez do espetáculo Estupendo Circo di SóLadies, que será apresentado também às 15h. Um espetáculo circense feito por mulheres palhaças que mistura cenas clássicas do circo tradicional, músicas, poesia e contos de fadas, alertando para igualdade de gênero e valorizando a potência da mulher. 

Encerrando a temporada, no dia 22 de setembro, às 15h, o Circo di SóLadies apresenta o seu novo espetáculo A Tenda. Um espetáculo que convida o público para uma viagem no tempo, chegando até a época em que o circo era predominantemente ocupado por homens. As palhaças resolvem subverter esse contexto para descobrir uma nova forma de rir, onde as mulheres valorizam o seu protagonismo e podem se divertir de forma genuína.

Com uma equipe formada apenas por mulheres, o Circo di SóLadies utiliza camadas simbólicas e surpreende o público por tratar de temas que geralmente são considerados complexos, com muita delicadeza e poesia. Através do riso, inspiram reflexões importantes sobre a potência da mulher, dialogando e envolvendo o público de todas as idades, divertindo crianças, jovens e adultos.

Um Circo feito por mulheres para todos os públicos

Idealizado por Lilyan Teles e Tatá Oliveira, o Circo di SóLadies surgiu em 2013 a partir de inquietações sobre a desigualdade de gênero e a percepção de que havia ainda um pequeno espaço dado à mulher tratando-se de comicidade e linguagem do palhaço. Em 2016, juntam-se a elas as artistas Kelly Lima e Verônica Mello, ampliando o repertório do grupo.

Feito por mulheres – palhaças, atrizes, musicistas, pesquisadoras e realizadoras – para todos os públicos, é um circo em que as artistas desenvolvem o repertório através do improviso e do jogo cênico com elementos fundamentais para a conexão e interação com o público, a conquista do estado da graça, do riso e da reflexão sobre o papel da mulher na sociedade.

Mais informações em: www.facebook.com/circodisoladies

Choque-Rosa ou Com que Armas Lutamos?

Augustina, Greice, Úrsula e Xamanga encaram mais um dia de mesmice dentro de casa: limpar, passar, cozinhar e… Peraí? Cadê a Maria?! Com o sumiço da amiga Maria, as quatro palhaças são obrigadas a se aventurar no tão temido FORA, um lugar que não foi feito para elas, onde mulher nenhuma pode se aventurar. Será? Duração: 50 minutos 

Quando: 08 de setembro de 2019 – Domingo – Horário: 15h00

Local: Tenda Múltiplo Uso

Estupendo Circo di SóLadies  

Após muito tempo trabalhando em diversos teatros e circos, cansadas dos mandos e desmandos dos patrões, duas palhaças decidem criar seu próprio circo e rodar pelo mundo. A adaptação de cenas clássicas do circo tradicional, música, poesia e interação com a plateia compõem as apresentações de “Estupendo Circo di SóLadies”, levando o universo feminino em sua trajetória cômica, para crianças, jovens e adultos. Duração: 50 minutos 

Quando: 15 de setembro de 2019 – Domingo – Horário: 15h00

Local: Tenda Múltiplo Uso

A Tenda

Três palhaças fogem de uma época onde o circo era dominado pelos homens e tentam criar uma nova forma de fazer rir. Essa viagem no tempo proporciona o encontro com outras mulheres. A Tenda é montado com a participação de outras mulheres que vão descobrindo suas potências. Duração: 50 minutos 

Quando: 22 de setembro de 2019 – Domingo – Horário: 15h00

Local: Tenda Arquibancada

Classificação: Livre – Entrada Gratuita – Sem retirada de ingressos

Onde: SESC Parque Dom Pedro II – Endereço: Praça São Vito, s/n – Brás, São Paulo – SP, 03007-030 – Telefone (11) 3111-7400

Gonzaguinha: O Eterno Aprendiz-O Musical chega em Osasco

No palco, o ator Rogério Silvestre dá vida ao personagem central, o próprio Gonzaguinha, interpretando um texto poético que passeia por momentos marcantes da vida do cantor e compositor carioca; como a infância no Morro de São Carlos (RJ), os primeiros passos na carreira artística, os embates com a ditadura militar e a relação conflituosa com o pai, o rei do Baião, Gonzagão.
O espetáculo é uma versão poética da vida e obra do cantor e compositor Gonzaguinha .
 
Gonzaguinha: O Eterno Aprendiz-O Musical chega em Osasco e seu show estará arrecadando brinquedos usados em bom estado ou novos para crianças e jovens carentes do Jd. Padroeira para o dia das crianças.
Leve 1 brinquedo novo ou usado em boas condições e pague o valor da meia entrada.
 
Não percam dia 5 de setembro às 21h Gonzaguinha: O Eterno Aprendiz-O Musical no Teatro Municipal Gloria Giglio
 
Ingressos à venda na Bilheteria do Teatro e no site: megabilheteria.com
 
Informações: (11) 999963356
Única apresentação. É para toda a família.

Teatro Aspro apresenta Stand UP “Nói Que é Pobre “

O Humorista Cleber Rosa leva para os palcos o grande sucesso da Internet, seu personagem que faz reclamações bem humoradas em vídeos no Facebook e YouTube. Hoje passando de 500 milhões de visualizações 
No show, as situações vividas nos vídeos são adaptadas para o público e o humorista conta as histórias vividas pelo “Pobre”, daí o nome do show.

    Na abertura do show temos o personagem que é muito querido de todos: Chico da Tiana. Um matuto que tem observações únicas sobre nosso dia a dia. Seus comentários são preciosos…

Usando textos simples e de fácil entendimento, Cleber Rosa conquistou um grande número de seguidores nas redes sociais, já que seus quadros não têm palavrões e nem piadas de duplo sentido, atingindo assim crianças, jovens, adultos e senhoras e senhores.
O tempo de show é de aproximadamente 90 minutos, a classificação do show é LIVRE, podendo receber pessoas de qualquer idade.

Não percam dia 31 de agosto às 20h Nói Que É Pobre do Canal Reclamação do Dia no Teatro Aspro em Osasco.

Ingressos à venda na Bilheteria do Teatro e no site: https://www.maisbilheteria.com.br

Serviço do show:

Stand UP “Nói Que é Pobre ” 

Duração: 90 minutos 

Censura: livre 

Direção e texto : Cleber Rosa 

Produção Executiva : Fabio Junio  F & J produções  e Canal reclamação do dia.Stand UP ” Noi que e pobre “

Barueri recebe apresentação teatral O Guardião da Agricultura

A cidade de Barueri recebe as apresentações da peça O Guardião da Agricultura, tratando de temas como consciência ambiental e agricultura. As apresentações acontecem às 14h, nas bibliotecas municipais João Galdino e Jair Honório e têm entrada gratuita.

Na peça O Guardião da Agricultura, somos apresentados ao personagem Xandinho, que está preocupado com a escassez de água que afeta diretamente as plantações agrícolas de seus pais e toda a comunidade onde vive. Junto com seus amigos, Xandinho vai descobrir a importância da alimentação saudável para crianças e adolescentes e como cuidar melhor dos recursos naturais que nos proveem esses alimentos.

Neste espetáculo, a criançada também vai aprender de forma lúdica e divertida as diversas questões ligadas à sustentabilidade, como energias renováveis, preservação do meio ambiente e consumo consciente. Ao final das atividades, também serão distribuídos livretos com informações e jogos relacionados aos temas das oficinas e apresentações, que reforçam os ensinamentos.

As apresentações O Guardião da Agricultura fazem parte do projeto Se Eu Pudesse Mudar o Mundo, uma ação da 3S Projetos por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com apoio da Secretaria de Cultura de Barueri e patrocínio da Cateno.

Serviço – O espetáculo O Guardião da Agricultura acontece em Barueri na quarta-feira (17), às 14h, na Biblioteca Municipal João Galdino (Rua Luísa Barbosa Silveira Bueno, 46, Jardim Silveira); e na quinta-feira (18), às 14h, na Biblioteca Municipal Jair Honório (Estrada dos Pinheiros, 185, Parque Viana). A entrada é gratuita e livre para todos os públicos.