Editorial: retoma aulas presenciais

Rede municipal de Osasco retoma aulas presenciais

Foto: Marcelo Deck 

Osasco retomou 100% das aulas presenciais (a ida da criança é facultativa) na rede municipal de ensino no dia 5/10. O retorno visa atender ao pedido de pais e responsáveis e acontece no momento de desaceleração da pandemia no município. Diferentemente das escolas estaduais, em que o ensino volta a ser obrigatório a partir de 18/10, na rede municipal as aulas permanecerão de forma híbrida. 

Após assinarem um termo de compromisso, os responsáveis que decidiram manter os filhos em casa receberam um kit de material pedagógico. As crianças contam ainda com os conteúdos disponibilizados na plataforma Estude em Casa  

(http://escolaemcasa.osasco.sp.gov.br/).  

As creches retomaram o funcionamento em período integral, assim como a EJA, no período noturno. Já EMEIs e EMEFs seguem com entradas e saídas dos estudantes escalonadas por séries e horários para evitar aglomeração. Às 7h entram os estudantes do 5º e 4º anos, às 7h30 os do 3º e 2º anos, e às 8h, os do 1º ano. 

Por conta do feriado da Padroeira do Brasil e do Dia das Crianças, em 12/10, e do Dia dos Professores, na sexta-feira, dia 15/10, as aulas contam com uma programação especial, com “Dia do Pijama” e “Festa da Fantasia”.  

O retorno 100% presencial acontece após todos os equipamentos escolares passarem por adaptação e receberem identidade visual sobre os cuidados de prevenção contra o coronavírus. Os professores e funcionários da educação escolar já estão vacinados com a segunda dose e os alunos mais ambientados com as medidas preventivas.  

Com escolas adaptadas, Osasco retoma aulas presenciais

Foto: Marcelo Deck

Após um ano e quatro meses, Osasco retomou na quarta-feira, 4/8, as aulas presenciais na rede municipal de ensino. Em março de 2020, os mais de 70 mil alunos tiveram que deixar de frequentar o ambiente escolar por conta da pandemia de corona vírus. Agora, com mais de 85% dos adultos com mais de 18 anos da cidade vacinados com ao menos uma dose, os alunos voltam às escolas, que inicialmente funcionarão com 50% da capacidade.

Todos os equipamentos escolares foram adaptados e receberam identidade visual sobre a importância do distanciamento social e o uso da máscara.

Com o secretário de Educação, Cláudio Piteri, o prefeito Rogério Lins esteve na EMEF General Antônio Sampaio, em Quitaúna, para acompanhar a chegada dos alunos do período da manhã.

Para evitar aglomerações, a entrada dos estudantes foi escalonada por séries e horários: às 7h entram os do 5º e 4º anos, às 7h30 os do 3º e 2º anos, e às 8h os do 1º ano. Além disso, o uso de máscara é obrigatório, bem como aferição de temperatura na portaria.

“Muitas crianças e os pais estavam ansiosos por esse dia. Estamos fazendo essa retomada com muita responsabilidade e planejamento. Em breve, 100% dos alunos estarão nas escolas, que é o ambiente que eles merecem”, disse o prefeito Rogério Lins.

Odete de Souza, mãe de Pietra, aluna do 2º ano, contou que a filha não via a hora de chegar esse dia: “minha filha estava muito ansiosa e ficou muito feliz quando soube que viria para a escola. Já estava na hora, porque as crianças não podiam mais ficar fora da sala de aula. A perda para eles foi muito grande”, avalia.

Nas escolas municipais, o retorno presencial acontece no momento em que todos os professores e funcionários da educação escolar já estão vacinados com a segunda dose. Além disso estão preparados para receber e orientar os alunos sobre os cuidados de prevenção à disseminação do novo corona vírus.