Editorial: proerd

650 alunos de sete escolas são formados pelo programa de combate às drogas Proerd

Aproximadamente 650 crianças, de seis escolas municipais de Jandira e do colégio particular Rui Barbosa, se formaram após passarem pela ação “Caindo na real”, do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), da Polícia Militar do Estado de São Paulo. A celebração contou com a presença do leão Daren, mascote do programa,
que fez a alegria dos fãs mirins, ao dançar e tirar fotos.

Os alunos do quinto ano do ensino fundamental passaram pelo programa educacional de combate à drogas no primeiro semestre deste ano letivo com os instrutores Davi e Dayane.

“Todo ano que participamos do projeto é uma surpresa. O feedback recebido dos pais e dos alunos é muito legal. Quando eles nos encontram na rua é só carinho que recebemos”, comenta o policial Davi.

Para a secretária Municipal de Educação, Ana Paula Correa Leite, “essa parceria é muito positiva porque é uma ação de cidadania. Nossas crianças crescem já sabendo o que há de ruim no uso de drogas”.

No segundo semestre deste ano mais alunos do quinto ano do ensino fundamental receberão, nas salas de aula, os instrutores do Proerd.
 
O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) é realizado por policiais voluntários da Polícia Militar do Estado de São Paulo, que após treinamento para ações no ambiente escolar, vão a colégios da rede pública e particular de ensino informar sobre os riscos do consumo de entorpecentes.
 
Desde sua criação, em 1993, dez milhões de crianças
de quatro a 12 anos foram instruídas pelo projeto de prevenção.

Prefeitura de Itapevi e Proerd formam 1,1 mil crianças no segundo semestre deste ano

Ao longo deste ano, 3,3 mil crianças foram instruídas no combate às drogas

Foto: Pedro Godoy/ Ex-Libris/ Secom PMI

O Ginásio de Esportes de Itapevi reuniu 2 mil pessoas nesta manhã de quinta-feira (23) durante a formatura do segundo semestre do Proerd (Programa Educacional de Resistências às Drogas), que capacitou 1,1 mil crianças de nove escolas da rede municipal de educação, do 5º ano do ensino fundamental e com idade média de 10 anos. A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura de Itapevi e a Polícia Militar do Estado de São Paulo.

O prefeito Igor Soares, que prestigiou o evento, fez questão de ressaltar a importância da iniciativa. “Este é um trabalho de excelência e cidadão com foco na saúde preventiva e na segurança das nossas crianças. É uma parceria muito sólida que contribui para que nossos jovens estejam conscientes sempre longe das drogas e expliquem para os adultos sobre os males que elas causam”, comentou.

Ele ainda lembrou que a Prefeitura está reformando 25 escolas da rede municipal, construirá em 2018 duas escolas de tempo integral e entregará os materiais e uniformes escolares no início do ano.

O major da PM Sérgio Cardim, que representou o comando do 20º BPM, batalhão responsável pela Polícia Militar em Itapevi, enalteceu o Proerd como programa com foco na aprendizagem sócio emocional. “Com a iniciativa visamos estimular nas crianças o autocontrole, a capacidade de identificação de riscos e consequências em relação às drogas, bem como reforçar o desejo de tomar decisões seguras e responsáveis de modo a comunicar-se de maneira confiante para que elas se mantenham longe das drogas”, avaliou.

Os estudantes que participaram da formação são das seguintes escolas: Cemeb Profª Floriza Nunes de Camargo (Jardim Rainha); Cemeb Prof. Benedicto Antônio dos Santos (Vila Dr. Cardoso); Cemeb Jornalista João Valério de Paula Neto (Amador Bueno); Cemeb Dimarães Antonio Sandei (Jardim Nova Itapevi), Cemeb Prof. Paulo Mariano de Arruda (Jardim Rainha); Cemeb Dr. Antônio Manuel de Oliveira (Parque Suburbano); Cemeb Cecília Meireles (Jardim Briquet); Cemeb Tarsila do Amaral (Vila Aurora); Cemeb Orlando Villas Boas (Jardim Nova Cotia).

De acordo com o comando do 20º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelas ações em Itapevi, no primeiro semestre deste ano, 2,2 mil crianças se formaram no Proerd.

Um dos instrutores do Proerd, o Cabo PM Daniel André Nascimento, reforçou a nova temática aplicada ao programa “Caindo na Real”, que tem como objetivo sedimentar a cultura da paz. “Existem as drogas lícitas que são comercializadas, como o cigarro e o álcool. Muitas crianças têm familiares que fazem uso excessivo delas e é a porta de entrada para o uso de drogas mais pesadas. Por isso, a nossa preocupação em informar, alertar e esclarecer sobre os risco, perigos e consequência do uso de qualquer tipo de droga”, explicou.

A estudante da Cemeb Dr. Antônio Manuel de Oliveira, Allana Nogueira Carvalho, 12, disse ter gostado muito do aprendizado. “Amei tudo o que aprendi. Vou dizer para minha família e meus vizinhos sobre todos os problemas das drogas. Cair nesta é uma tremenda furada”, resumiu. A mãe, Fabiana Nogueira, 36, também disse que o suporte de professores e da escola contribui na obtenção do conhecimento. “Os instrutores da polícia se dedicam nas explicações, mas os professores e todo ambiente escolar ajudam para que a criança assimile como forma de aprendizado a ser carregado para toda a vida”, analisou.

Sobre o Proerd

É uma ação desenvolvida há 25 anos pela Polícia Militar junto às crianças de todo Estado para coibir o uso de drogas e conscientizar sobre o perigo dos entorpecentes. Em Itapevi, a iniciativa existe há 20 anos e 44 mil crianças já receberam formação.

Os policiais são treinados e utilizam material próprio (livro do estudante, camiseta e diploma) para ensinar os jovens sobre a importância de se afastar dos problemas e superar desafios. Ao longo de seis meses, as crianças recebem orientações de instrutores da PM uma vez por semana durante cerca de uma hora sobre o Proerd.

O intuito da iniciativa é, sobretudo, encorajar as crianças, em idade escolar, a ampliar suas alternativas positivas para evitarem o uso de drogas e a prática da violência.

O Proerd oferece ainda estratégias para o desenvolvimento da competência social, noções de cidadania, habilidades de comunicação, autoestima, tomada de decisões, resolução de conflitos e objetivo de vida.






Proerd forma 1,1 mil crianças contra as drogas em Itapevi

Itapevi e Proerd promovem mais uma formatura de crianças com o objetivo de combater o problema das drogas. (Divulgação/PMI)

Iniciativa é fruto de parceria entre Prefeitura e Polícia Militar

Uma parceria entre a Prefeitura de Itapevi e a Polícia Militar do Estado de São Paulo promoveu, neste sábado (1), a formatura do primeiro semestre do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas). Formaram-se 1.100 crianças de 10 escolas da rede municipal de educação, do 5º ano e com idade média de 10 anos.

O evento aconteceu no Ginásio de Esportes de Itapevi, no Centro, e reuniu cerca de 2 mil pessoas, dentre elas professores, pais de alunos, autoridades da Polícia Militar (PM), da Prefeitura e da Câmara Municipal.

O Proerd é uma ação desenvolvida há 25 anos pela Polícia Militar junto às crianças de todo Estado para coibir o uso de drogas e conscientizar sobre o perigo dos entorpecentes. Em Itapevi, a iniciativa existe há 20 anos e 44 mil crianças já receberam formação.

Os policiais são treinados e utilizam material próprio (livro do estudante, camiseta e diploma) para ensinar os jovens sobre a importância de se afastar dos problemas e superar desafios.

O intuito da iniciativa é, sobretudo, encorajar as crianças, em idade escolar, a ampliar suas alternativas positivas para evitarem o uso de drogas e a prática da violência.

O Proerd oferece ainda estratégias para o desenvolvimento da competência social, noções de cidadania, habilidades de comunicação, autoestima, tomada de decisões, resolução de conflitos e objetivo de vida.

Os estudantes que participaram da formação são das seguintes escolas: Cemeb Prof. Irany Toledo de Moraes (Jardim Santa Rita); Cemeb Profª. Nádia Bernaudo (Cohab); Cemeb Antônio Gonçalves Dias (Vila Gióia); Escola Municipal Governador André Franco Montoro (Engenheiro Cardoso); Cemeb José Santos Novaes (Cohab); Cemeb Profº Edevaldo Caramez (Jardim Santa Rita); Cemeb Profº Paulo Freire (Vila Nova Itapevi); Cemeb Cândido Portinari (Cohab); Cemeb Profº Jossei Toda (Vila Santa Rita); e Cemeb Vinícius de Moraes (Jardim Itacolomi).

Mais alunos

A Secretaria de Educação e Cultura informa que no início de agosto começam a formar 1,4 mil novos estudantes do 5º ano da rede municipal ensino. A formatura está programada para acontecer no dia 23 de novembro, no Ginásio de Esportes, mesmo local da primeira turma.






PROERD forma 490 alunos de escolas municipais de Jandira

Autoridades de Jandira participaram da solenidade no Ginásio Central de Jandira. (Roberto Andrade/PMJ)

Ação é parceria entre Prefeitura e Polícia Militar e visa a prevenção às drogas e à violência

Com grande festa no Ginásio de Esportes Central, nesta terça-feira (13/06), 490 alunos de escolas municipais de Jandira participaram da cerimônia de formatura do curso PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), oferecido por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Jandira e a Polícia Militar.

O Proerd é um programa de educação preventiva ao uso de drogas e tem por objetivo evitar que crianças e adolescentes iniciem o seu uso. No período de março a junho, sob o comando de um instrutor do programa, as crianças desenvolveram diferentes tarefas que visaram estimular a autoestima, o controle de tensões e a civilidade. Na cerimônia de encerramento, os alunos, além de cantar e homenagear os professores e os formadores do programa, fizeram o juramento de ficar longe das drogas e da violência.

O curso, realizado nos últimos três meses, foi destinado a alunos das EMEB’s Demilson Soares Molica (Parque Santa Tereza), Dolores Garcia Paschoalin (Jardim Masé) e Moisés Cândido Vieira (Jardim Europa). A cerimônia de conclusão foi prestigiada pelo prefeito Paulo Barufi que destacou a importância do projeto.

“Investir em educação é o melhor caminho para se constituir uma sociedade mais segura e humana. Esse trabalho em parceria entre a Prefeitura e a Polícia Militar é realizado há anos e tem oferecido sempre bons resultados. Parabenizo aos profissionais envolvidos e tenho certeza de que muitos outros cursos PROERD serão realizados em Jandira”, disse o Prefeito Paulo Barufi, ao lado de autoridades municipais e da Polícia Militar.