Editorial: noticias de barueri

Após reavaliação, Barueri deve retornar aulas presenciais a partir de maio

Após uma reunião realizada na manhã desta terça-feira, dia 13, o prefeito Rubens Furlan reavaliou a possibilidade do retorno das aulas presenciais que estava previsto para o dia 19 de abril.

Segundo o prefeito, a iniciativa aconteceu após análise da opinião pública manifestada nas redes sociais.

“Se a população não deseja que as aulas retornem agora, não tem problema, nós vamos marcar uma outra data. Talvez 3 de maio, pra gente analisar. Nós estamos aqui pra fazer o que é certo. Reuni os profissionais da educação e eles me disseram que de fato não é o momento ideal pra ter o retorno das aulas, então cancelamos, não volta mais no dia 19, vamos botar mais 15 dias pra frente, dia 3 de maio, aí nós fazemos uma outra análise, antes mesmo de tomar a decisão. Se a situação for mais favorável do que essa, nós voltamos as aulas, se não for, nós esperamos um pouco mais”, declarou o prefeito em vídeo divulgado em suas redes sociais.

É importante salientar que quando as aulas presenciais retornarem, os pais que não se sentirem à vontade para enviar os filhos às escolas poderão contar com as aulas remotas, bem como todas as atividades garantidas, até o final da pandemia.

Furlan reforçou que nenhuma decisão tem sido tomada de forma irresponsável, uma vez que a segurança da população está sempre em primeiro lugar. “A minha preocupação sempre foi com o bem-estar social do nosso povo. As escolas estão equipadas pra receber com segurança as crianças, não tem nenhum tipo de irresponsabilidade numa decisão dessa”.

O secretário de Educação, Celso Furlan, garante que todas as providências estão sendo tomadas para um retorno tranquilo e seguro. “Estamos trabalhando para garantir que todos os professores e a equipe de profissionais das escolas, bem como as crianças e adolescentes, tenham segurança e a garantia do cumprimento dos protocolos sanitários”, disse o secretário.

Vacinação

Desde o sábado, dia 10 de abril, os professores com mais de 47 anos de idade começaram a ser vacinados (Saiba mais AQUI). Nos três dias de imunização, cerca de 1000 profissionais já haviam tomado a vacina contra a Covid 19. A partir das próximas semanas, novos grupos de profissionais também receberão a primeira dose.

Kit da Merenda

Independentemente do retorno às aulas presenciais, todos os estudantes da rede terão direito de receber o kit com os itens da merenda referente ao mês de abril. A entrega deve acontecer ainda nesta semana.

Transporte Escolar

De acordo com a Secretaria de Educação de Barueri, o Departamento de Transporte Escolar já está organizando tudo para atender aos estudantes que têm direito ao serviço assim que as aulas forem retomadas.

 

 

Suseli Honório – 13/04/2021

Crédito das Fotos: Suseli Honório / Secom

Em Barueri, o retorno das aulas presenciais está previsto para 19 de abril

Seguindo a fase vermelha do Plano São Paulo, desde segunda-feira, dia 12, retornaram as aulas presenciais nas maternais terceirizadas para 35% dos alunos matriculados.

O critério foi priorizar filhos de funcionários das áreas da saúde, segurança, educação, ações sociais, monoparentais e de vulnerabilidades social.

Já as aulas presenciais para os estudantes da rede municipal estão previstas para iniciar em no dia 19 de abril.

É importante salientar que os pais que não se sentirem à vontade para enviarem seus filhos para as escolas, terão as aulas remotas à disposição até o final da pandemia, bem como todas as atividades garantidas.

De acordo com o prefeito Rubens Furlan, o retorno é necessário para que os prejuízos com a aprendizagem sejam os mínimos possíveis. “Depois de um ano, estamos organizando o retorno das aulas presenciais. Os professores estão sendo vacinados e todos os equipamentos de segurança já estão nas escolas”, declarou em vídeo divulgado em suas redes sociais.

Para o secretário de Educação, Celso Furlan, todos os cuidados estão sendo tomados. “Estamos trabalhando para garantir que todos os professores e equipe de profissionais das escolas, bem como as crianças e adolescentes, tenham segurança e a garantia do cumprimento dos protocolos sanitários”, disse.

Vacinação de professores 

Começou no último sábado (dia 10) a campanha de vacinação de professores, conforme determinado pelo governo do Estado (saiba mais AQUI). Só neste final de semana já foram imunizados 776 profissionais da rede e 173 da Fieb. 

Kit da Merenda

Independentemente do retorno das aulas presenciais, todos os estudantes da rede terão direito de receberem o kit com os itens da merenda referente ao mês de abril. A entrega deve acontecer ainda nesta semana.

Transporte Escolar

De acordo com a Secretaria de Educação de Barueri, o Departamento de Transporte Escolar já está organizando tudo para atender a todos os estudantes que têm direito ao benefício.

Suseli Honório – 12/04/2021

Crédito das Fotos: Suseli Honório e Benjamim Sepulvida / Secom

Vacina Covid: Barueri começou a imunizar pessoas de 67 anos nesta segunda

A vacinação de pessoas com 67 anos contra a Covid-19 teve início a partir desta segunda-feira (dia 12) em Barueri.

O avanço da campanha à próxima faixa etária foi possibilitado graças à chegada de 1.700 doses da vacina AstraZeneca / Oxford, cuja entrega ocorreu neste sábado (dia 10).

Na última quinta-feira (dia 8), Barueri recebeu uma remessa contendo 5.620 doses da CoronaVac, mas a nota técnica determinava que 3.290 doses deveriam ser destinadas à segunda aplicação no público de 72 a 74 anos e o restante, 2.330 doses, ao início da imunização dos profissionais da Educação, conforme anunciado pelo governo estadual há alguns dias.

Como agendar:

– APP Saúde Barueri, disponível para download gratuito nas principais lojas de aplicativos;
– Call center, por meio do número (11) 4349-0600;

– Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência (em dias úteis);

– Portal da Saúde, CLICANDO AQUI.

Idosos acamados podem solicitar vacinação em domicílio por meio do e
mail agendavacinacovid@barueri.sp.gov.br.
A vacinação está ocorrendo em seis polos montados exclusivamente para essa campanha em locais estratégicos da cidade. O agendamento é necessário para que haja um maior controle da quantidade de público em cada polo, evitando aglomerações, garantir que se tenha vacina para atender a todos do público-alvo preconizado em cada etapa, além de colaborar também para que não ocorra desperdício de multidoses. A imunização está ocorrendo todos os dias da semana, inclusive fins de semana e feriados.

Importante estar ciente de que o município depende do envio de doses para dar seguimento à campanha e que o quantitativo enviado é destinados a primeira e segunda doses e outras situações que possam ocorrer mediante determinação estadual ou federal.

 Imunização de professores

Neste sábado (dia 10), começa também a imunização de professores. A data foi adiantada, pois era para iniciar na semana que vem. Saiba mais detalhes AQUI.


Vacina solidária

Quem for receber a primeira ou a segunda dose da vacina pode se engajar na campanha “Vacina Solidária”, de iniciativa da Secretaria de Comunicação de Barueri (Secom), que está arrecadando itens de higiene pessoal ou um quilo de alimento não perecível. Tudo o que for arrecadado será revertido para o Fundo Social de Solidariedade Estrela Guia, que coordena todas as ações em prol da população vulnerável de Barueri.

Para ver os boletins diários da Covid-19 de Barueri, bem como acompanhar o vacinômetro, CLIQUE AQUI.

Acompanhe o cronograma da vacinação até 12 de abril:
– 19/01 início da imunização do primeiro grupo prioritário
– 04/02 início da imunização 90 anos ou mais
– 10/02 início da imunização 85 – 89 anos
– 10/02 início da aplicação da 2ª dose nos primeiros vacinados
– 25/02 início da imunização 80 – 84 anos
– 02/03 início da imunização 79 anos
– 08/03 início da imunização 75 – 78 anos
– 14/03 início da imunização 74 anos
– 18/03 início da imunização 72 anos
– 24/03 início da imunização71 anos
– 25/03 início da imunização 69 – 70 anos
– 26/03 início da imunização 68 anos

– 01/03 retomada da imunização 68+ e início 2ª dose 75+

– 05/04 início da imunização das forças policiais (realizada pela Segurança Estadual)

– 08/04 início da 2ª dose 72 – 74 anos

– 10/04 início da imunização profissionais da Educação 47+ 

– 12/04 início da imunização 67+

Remessas de vacina entregues em Barueri até 10 de abril:

 

DATA DE CHEGADA 

VACINA 

QUANTIDADE 

19/01 

CoronaVac 

3.960 

26/01 

AstraZeneca / Oxford 

3.040 

03/02 

CoronaVac 

3.460 

10/02 

CoronaVac 

4.791 

26/02 

AstraZeneca / Oxford 

1.410 

28/02 

CoronaVac 

3.970 

05/03 

CoronaVac 

1.050 

07/03 

CoronaVac 

831 

12/03 

CoronaVac 

1.900 

18/03 

CoronaVac 

3.850 

24/03 

CoronaVac 

5.470 

01/04 

CoronaVac 

3.336 

08/04 

CoronaVac 

5.620 

10/04 

AstraZeneca / Oxford 

1.700 

 

Barueri iniciou vacinação dos profissionais da Educação no sábado

Assim como irá aconteceu em todo o Estado de São Paulo, Barueri também antecipou a vacinação dos profissionais da Educação para este sábado, dia 10, ao invés do dia 12, como determinado pelo governo anteriormente. Por conta do número limitado de vacinas, neste primeiro momento serão imunizados prioritariamente os professores.

No município, o polo principal de vacinação da categoria é o Centro de Aperfeiçoamento para Professores (CAP).

Além dos cerca de 2.500 profissionais das escolas da rede municipal e das maternais geridas pelas Organizações Sociais, também serão vacinados os funcionários das escolas particulares do ensino regular, além dos trabalhadores da rede estadual. A campanha orá avançar conforme a chegada das doses.

Já a FIEB (Fundação Instituto de Educação de Barueri) de Alphaville é polo de vacinação dos seus profissionais, bem como de escolas particulares de ensino médio localizadas no município.

Para que os profissionais possam ser vacinados, é necessário efetuar um cadastro no portal Vacina Já Educação e a partir daí esperar a validação e o código com data e horário de agendamento.

Público-alvo
Poderão ser imunizados apenas os profissionais com 47 anos ou mais que atuem nas escolas com funções como secretários, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, mediadores, merendeiras, monitores, cuidadores, diretores, vice-diretores, professores de todos os ciclos da educação básica, professores coordenadores pedagógicos, além de professores temporários.

Nesta primeira fase serão imunizados os profissionais maiores de 47 anos atuantes. A confirmação de agendamento será informada pela gestão de cada escola. O munícipio já recebeu para esta primeira fase, 2.330 doses.

O Centro de Aperfeiçoamento de Professores está localizado na Rua Cabo Pm José Maria Schiavelli, 205, Vila Porto – Barueri – SP

UBSs realizam mobilização coletiva aos fins de semana para adiantar consultas

Cerca de 2 mil vagas para consultas de clínica geral, ginecologia e pediatria estão sendo disponibilizadas em uma mobilização coletiva de final de semana realizada pela Secretaria de Saúde de Barueri por meio da Cabs (Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde). Além do atendimento médico, houve também coleta de exames laboratoriais e de Papanicolau.

A primeira ação ocorreu no último final de semana (dias 10 e 11), quando as Unidades Básicas de Saúde (UBS) Armando Gonçalves de Freitas (Parque Imperial), Hélio Berzaghi (Jardim Paulista) e Pedro Izzo (Jardim Esperança) abriram as portas aos pacientes agendados. Essas três unidades estão sendo referência para todas as UBSs do município durante essa ação, concentrando as consultas de todos os usuários da rede agendados.

“Nós sentimos a necessidade de ofertar mais consultas aos munícipes. Por conta da pandemia que estamos vivendo desde o ano passado, algumas consultas ficaram prejudicadas por conta do atendimento à Covid-19 na Unidade Básica, então resolvemos adiantar um quantitativo de consultas aos finais de semana para que os munícipes fossem atendidos a contento”, explica Regiane Bogusiak Vidic, da Cabs.

Quase 800 atendimentos realizados

Neste primeiro final de semana foram abertas 1.031 consultas, das quais 792 ocorreram. O aproveitamento total da ação foi de 76,82%.

Só no dia 10, quando foi aberta a UBS do Parque Imperial, foram ofertadas um total de 300 vagas. Dessas, 206 foram preenchidas, resultando em um aproveitamento de 68,67%. Já no domingo as três unidades abriram, ofertando juntas um total de 731 vagas. No final do dia, 582 atendimentos foram realizados, chegando a um aproveitamento de 80,16%.

Faltas

De acordo com Regiane, se houver adesão da população, mais mobilizações poderão ser realizadas. Mas para isso é necessário diminuir o absenteísmo (faltas às consultas). As ausências às consultas previamente agendadas causam um grande transtorno aos serviços, que poderiam disponibilizar as vagas a outros pacientes, além de prejuízos aos cofres públicos, já que a Prefeitura precisa garantir a oferta, custeando a mão de obra, a infraestrutura e os insumos necessários.

“Essas consultas foram programadas para esses dois finais de semana de abril, mas dependendo do resultado, se a população achar justo que continue dessa maneira e de fato comparecer, a gente pode pensar em prorrogar esse atendimento nos finais de semana”, declara.

Para o próximo final de semana (dias 17 e 18) serão disponibilizadas outras 918 vagas, aproximadamente, nas três modalidades mencionadas. Apesar da grande quantidade de consultas, os atendimentos estão priorizando todos os protocolos de distanciamento físico e medidas de higiene necessários para conter a contaminação da Covid-19.

Agendamento

Quem estiver precisando pode agendar a consulta pessoalmente em qualquer uma das UBSs da cidade, pelo APP Saúde Barueri, disponível para download gratuito nas principais lojas de aplicativos, e também no Portal da Saúde AQUI.

A UBS é a porta de entrada para os atendimentos médicos da rede municipal. É a partir da consulta com o clínico geral que são feitos encaminhamentos a especialistas e exames quando necessário.

_  _

Aliz Lambiazzi – 12/04/2021

Crédito das fotos: Lourivaldo Fio / Secom

Empodera Mulher promove formação de políticas públicas para público feminino de Barueri

A Secretaria da Mulher de Barueri realiza a segunda edição do curso on-line “Empodera Mulher”. O objetivo é promover a formação de políticas públicas e direitos humanos das mulheres, além de trabalhar o fortalecimento desse público, dando origem a mais multiplicadoras nos grupos de empoderamento feminino na cidade de Barueri.

O evento acontece no dia 14 de abril, a partir das 15h, por intermédio de videoconferência na plataforma Zoom. As interessadas devem efetuar as inscrições AQUI.

De acordo com a secretária da pasta, Giani Cristina, a participação do público feminino é de grande importância. “O real empoderamento só pode vir por intermédio do conhecimento sobre os mais diversos temas. O curso tem o propósito de levar muita informação atualizada sobre todas as matérias. Quem tem conhecimento, tem poder”, diz.

O Programa “Empodera Mulher” será dividido em quatro módulos, que abordarão temas diversificados, como Conceito de Patriarcado e Machismo; Masculinidade Tóxica; Violência de Gênero;

Empoderamento Feminino; Mercado de Trabalho; Mulheres na Política; dentre outros diversos assuntos importantes.

Será fornecido certificado para todas as mulheres que tiverem participação superior a 75% nas referidas atividades.

Campanha de vacinação contra a gripe começa dia 12 de abril

Começou nesta segunda-feira (dia 12) a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe).

 

Em Barueri as equipes já estão realizando imunização. Na quinta-feira (dia 8) o município recebeu do governo federal dez mil doses para iniciar a primeira fase da campanha. O público-alvo estimado na cidade é de 102.270 pessoas. A meta proposta pelo Ministério da Saúde é vacinar 90% dos grupos prioritários.

 

Para evitar aglomerações, tendo em vista que a vacinação contra a gripe ocorrerá simultaneamente à da Covid-19, o planejamento municipal contemplou como locais de imunização prédios públicos próximos às Unidades Básicas de Saúde (UBS).

 

As exceções são os postos Maria Magdalena Macedo, Raquel Sandrini Ruela e Júlio Lizart. Nesses casos, a imunização ocorrerá nas próprias UBSs.

 

Além disso, as orientações sobre uso de máscara, manutenção do distanciamento social e higienização das mãos com álcool em gel serão reforçadas.

 

A campanha, de acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, se dará em três etapas, até 9 de julho, para os seguintes grupos:

 

12 de abril a 10 de maio

Trabalhadores da Saúde, indígenas, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto) e crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (cinco anos, 11 meses e 29 dias).

 

11 de maio a 8 de junho

Idosos (60 anos ou mais) e professores das redes pública e privada.

 

9 de junho a 9 de julho

Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

 

É importante ressaltar que os professores, os profissionais das forças de segurança e salvamento e das Forças Armadas, os caminhoneiros, os trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, os trabalhadores portuários e os funcionários do sistema prisional deverão apresentar documento que comprove o exercício da atividade.

 

Já as pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar uma receita ou carta do médico que indique a condição clínica.

 

Vacina contra Covid-19 x vacina contra a gripe

Em nota, o Ministério da Saúde recomenda dar prioridade à vacina contra a Covid-19 e só depois tomar a vacina contra a gripe, respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre um imunizante e outro.

 

Pessoas com diagnóstico positivo para o novo coronavírus ou que tiveram a doença há menos de 28 dias devem adiar a imunização contra a gripe.

 

Confira abaixo os locais e horários de vacinação:

 

Região Leste

 – Polo de Vacinação Ginásio de Esportes Dalmo Martins Duarte – 7h30 às 18h

R. Padre Cícero Romão Batista, 155 – Parque Imperial

 

– Polo de Vacinação Ginásio de Esportes Manoel Tristão – 7h30 às 18h

R. Nova Aurora, 960 – Jardim Mutinga

 

– UBS Maria Magdalena Macedo – 7h30 às 16h30

R. do Desterro, 30 – Jardim Santa Cecília 

 

– Polo de Vacinação Centro de Eventos de Barueri  – 7h30 às 18h

Av. Sebastião Davino dos Reis, 672 – Jardim Tupanci 

 

– Biblioteca Municipal Luiz Fernandes  – 7h30 às 16h30

R. Rio Paraná, 240 – Nova Aldeinha/Aldeia 

 

 Região Oeste 

– Polo de Vacinação Ginásio de Esportes Francisco Pedro César – 7h30 às 18h

R. Mar Negro, 155 – Jardim Reginalice

 

– Biblioteca Municipal Salomão Cruz – 7h30 às 16h30

Av. Cachoeira, 74 – Vila Pindorama

 

– CRAS Jardim Belval – 7h30 às 16h30

R. Casemiro de Abreu, 329 – Jardim Belval 

 

– Arena de Barueri – 7h30 às 18h

Av. Pref. João Vila-Lobos Quero, 1.001 – Jardim Belval

 

– Complexo Esportivo Engenho Novo – 7h30 às 16h30

R. Marechal Deodoro, 235 – Engenho Novo

 

Região Sul

– UBS Raquel Sandrini Ruela  – 7h30 às 16h30

Av. Giovani Atilio Tolaini, 37 – Jardim Maria Helena

 

– UBS Júlio Lizart – 7h30 às 18h

R. Orinoco, 136 – Vale do Sol

 

– Ginásio de Esportes José Momi – 7h30 às 16h30

Av. Guimarães Rosa, 381 – Jardim Tupã

 

– Polo de Vacinação Ginásio de Esportes do Parque dos Camargos – 7h30 às 18h

Al. Antuérpia, 119 – Parque dos Camargos

Abandono de animais: do crime à adoção

O abandono de animais também é considerado maus-tratos e uma infração à Lei Federal 9.605/1998, artigo 32, e à Lei Municipal 2.588/2017, artigos 21 e 24. Este crime coloca em risco o bem-estar e a vida de cães e gatos em vias públicas. Os animais domésticos necessitam de alimentação, abrigo, acompanhamento veterinário, dentre outros cuidados, além de afeto. Sem a devida atenção, correm o risco de contrair doenças, sofrer incidentes envolvendo outros animais e até mesmo o ser humano.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que no Brasil existem mais de 30 milhões de animais abandonados, dos quais cerca de 20 milhões são cães e 10 milhões, gatos.

Para combater o abandono e trazer mais qualidade de vida aos pets desassistidos, Barueri criou o Centro de Proteção ao Animal Doméstico (Cepad), mantido pela Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema). Dividido em duas unidades, uma responsável pelo Resgate Animal, que atende animais de rua feridos, em perigo, muito doentes, que tenham dado cria ou que representem risco; e outra, pra onde vão quando se recuperam e passam a ser preparados para a adoção. O Centro cuida da esterilização, do abrigo, de todos os cuidados veterinários e até da socialização até que estejam prontos para ganhar uma nova família.

Modelo, esse serviço foi premiado internacionalmente pela World Animal Protection em 2020 (saiba mais aqui). Além do Resgate Animal e da adoção, que procura reverter a condição de abandono, há também o CED (Capturar, Esterilizar e Devolver) e as campanhas de castração, que acontecem a cada dois meses. Ambas são muito importantes para controlar a população canina e felina e trazer qualidade de vida para os mesmos, pois o procedimento evita que eles desenvolvam alguns tipos de câncer e outras doenças.

De acordo com a veterinária Camilla Panizza de Camargo, responsável pelo Cepad, a colaboração da população é valiosa. “Barueri é reconhecida por seu bom trabalho em relação ao bem-estar animal, tendo recebido o ano passado um prêmio internacional do World Animal Protection no quesito manejo e instalações de animais abrigados. O trabalho desenvolvido através de parceria com as protetoras de animais cadastradas no nosso departamento também resulta em maior número de animais assistidos, uma vez que as mesmas atuam como os nossos olhos nos bairros onde residem, oferecendo um primeiro contato com esses animais e nos acionando sempre que necessário”, destaca.

Ela ainda acrescenta que “muitos munícipes ainda desconhecem nosso serviço de atendimento e de orientação veterinária e acabam procurando as protetoras quando precisam de ajuda. Desse modo, são elas também grandes colaboradoras na divulgação dos nossos serviços e no apoio à população mais carente”, comenta a especialista.

Protetores de animais
Fora as ONGs e instituições que, por amor aos animais, dedicam seu tempo e seus recursos para salvar esses amigos de quatro patas do esquecimento, há os protetores de animais, como é o caso de Marcela Corrêa Bernardino, que realiza esse trabalho há aproximadamente oito anos. Para ela, a possibilidade de resgate, castração e o encontro de um novo lar para eles é muito gratificante, mas também é necessário que os tutores cuidem bem de seus bichinhos e se responsabilizem por suas vidas. Além disso, ela lembra que os protetores usam seus recursos para realizar esse trabalho, portanto, toda ajuda é bem-vinda.

“Nós protetores entendemos esse trabalho como uma missão, e nossa missão é tirar o animal do perigo, acolher, socializar, devolver a dignidade desse resgatado. O que seria dar dignidade ao animal? Proporcionar um lar sem perigo à vida e à saúde dele, garantir que não lhe falte alimentação e assistência veterinária e, principalmente, que todo e qualquer animal seja respeitado e amado”, argumenta Marcela.

A munícipe descreve como esse trabalho é feito. “Tiramos o animal do risco, fazemos todo acompanhamento veterinário, abrigamos em nossas casas, fazemos toda parte da socialização com pessoas e outros animais, castramos e quando temos todo o perfil do animal e a certeza de que ele está pronto, o colocamos para ser adotado. Tem pessoas que fazem doações, mas ainda são pouquíssimas, e toda e qualquer ajuda é sempre muito bem-vinda! Se você não pode adotar um animalzinho, adote um protetor”, comenta a ativista.

Quem quiser ajudar a protetora Marcela, basta entrar em contato pelos seguintes canais: (11) 98314-1854, via WhatsApp, ou pelo Instagram, no @mahbernardino.

Denuncie maus-tratos aos animais
Muitas ações configuram maus-tratos a um animal, não apenas atos físicos de violência. É o caso de:

–          Manter os pets em lugares anti-higiênicos ou em locais que impeçam sua respiração, movimento ou descanso;

–          Deixar o cão ou gato exposto ao sol por longos períodos de tempo, ou, ao contrário, sem qualquer tipo de iluminação;

–          Obrigar o pet a trabalhos excessivos, inclusive em competições que possam causar pânico, estresse ou esforço acentuado;

–          Golpear, mutilar ou ferir voluntariamente qualquer órgão do pet (com exceção do procedimento de castração);

–          Não providenciar assistência veterinária em casos de acidentes ou de doença;

–          Não garantir alimento e água para o pet.

Esse tipo de crime pode e deve ser denunciado.

As denúncias podem ser encaminhadas para o Centro Integrado de Monitoramento, da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (SSMU), através dos telefones de emergência 153 e (11) 4198-3205. No caso de dúvidas sobre animais abandonados e adoções, o telefone do CEPAD é (11) 4198-0819. Já o telefone do Resgate Animal é o (11) 4706-3953.

 

– – –

Com segurança, escolas abrem para entregar livros, jogos educativos e ovos de Páscoa

As unidades da rede de ensino municipal de Barueri amanheceram cheias de vida e enfeites. Respeitando todos os protocolos de segurança, receberam a visita de alunos e pais.

Os gestores escolares enfeitaram os locais para distribuição dos ovos de Páscoa, oportunidade em que também aproveitaram para entregar para as crianças livros, jogos educativos da Mind Lab e também matérias impressas para alunos sem conectividade.

Para receber a todos com atenção especial, havia bilhetes de boas-vindas e cartinhas de esperanças dizendo que tudo vai passar. “Muitos de nossos alunos fizeram questão de acompanhar os pais. Estavam com muita saudade da escola”, disse o diretor Carlos Bordin, da Emef Júlio Gomes Camisão.

A diretora da Emef Estevão Placêncio, Maria Lúcia Ricci, também estava feliz com a iniciativa. “Decoramos tudo com muito amor. É sempre uma alegria enorme preparar a escola para acolher a todos, principalmente nesses tempos difíceis. Nossas crianças e seus familiares merecem”, disse.

Ovos de Páscoa
No total serão entregues 70 mil ovos de Páscoa, distribuídos, inclusive, para alunos com intolerância à lactose ou açúcar, sendo esses ovos especiais.

As crianças internadas no HMB (Hospital Municipal de Barueri), bem como em algumas entidades assistenciais, também receberão os ovos de chocolate.

“Amor em melodia” é tema de música e de ação no HMB

Colaboradores se uniram para levar alento aos profissionais e aos pacientes dos andares isolados

Desde o início do ano, o Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran precisou fazer mais uma série de adaptações e melhorias para ampliar a capacidade de atendimento devido ao aumento de casos de Covid-19 no município.

Com a maior demanda e buscando reconhecer a colaboração dos profissionais da linha de frente neste momento, a diretoria da unidade propôs uma ação de humanização destinada a eles, acessível, rápida e fácil: uma cantoria nos andares críticos de internação de Covid-19. Na última quarta-feira (31/3), colaboradores de setores como Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), Plantão Administrativo, Radiologia, Qualidade, Serviço Social, entre outros, juntaram os talentos e a força de vontade para levar apoio, acolhimento e incentivo a esses funcionários que seguem no combate à pandemia. 

“Percebemos que uma ação de incentivo para melhorar o ambiente era necessária. Pensei que devíamos usar as ferramentas disponíveis: a voz e a vontade de ajudar. Para mim, a música transcende e a espiritualidade ajuda a curar. Juntei as duas coisas e achei a solução: vamos cantar! Vamos fazer musicoterapia!”, explica Vânia Zito, diretora de Atenção ao Paciente, que propôs músicas que falassem sobre o sagrado de cada um, independentemente da religião e que, inclusive, compôs a música “Amor em melodia” que também entrou no repertório.

Em vez de convidar músicos profissionais, devido ao risco de contaminação, a proposta incluiu a participação de quem já está diariamente no hospital: o próprio colaborador. E com todas as medidas de segurança, como Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) e fornecimento de álcool em gel, o grupo cantou nos corredores para levar um pouco de afago e alento ao ambiente. 

“A música também é uma forma de nos tratarmos, de resgatarmos a saúde mental, é um modo de acolher. Porque cada um tem um talento e esse talento pode ajudar a melhorar a vida do outro. O que um encarregado de serviços gerais faz, eu não faço. O que a enfermeira faz, eu também não faço”, comenta Zito, que considera todas as profissões do hospital essenciais para o bom funcionamento da unidade, principalmente no cenário atual. 

Além da alegria dos médicos e da equipe de enfermagem, a emoção dos pacientes foi muito impactante. Alguns cantaram, bateram palmas, levantaram as mãos e até choraram. “É revigorante e fortalecedor receber este tipo de homenagem e ajuda. Nós que estamos lutando diariamente pelos pacientes, lidando com a vida e a morte, precisamos de momentos assim, que enchem o coração de coragem e força”, agradece Paula Rodas, coordenadora da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. 

“A apresentação, por mais singela que tenha sido, trouxe um conforto aos que ouviram as melodias. Tenho certeza que naquele momento todos nós ficamos conectados e com a certeza de que não estamos sozinhos. Acredito que este gesto fez um bem imensurável aos pacientes e à equipe multiprofissional, humanizando a assistência em forma de música, para oferecer motivação e mostrar que estamos todos aqui juntos até o fim. Posso dizer que durante toda a melodia eu senti paz e uma forte vontade de continuar”, reconhece Rafael de Paula Bezerra, enfermeiro clínico do HMB. 

_ _ _

Janaina Barbedo, do HMB

Crédito das fotos: Janaina Barbedo / HMB