Editorial: meio ambiente

Meio Ambiente coleta mais 2 mil litros de óleo usado

Imagem: Divulgação

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, em parceria com a Secretaria de Educação, desenvolve o “Programa Biodiesel”, cujo objetivo é coletar óleo de cozinha usado para que seja descartado de forma correta.

O “Programa Biodiesel” é apresentado nas aulas de educação ambiental. O óleo de cozinha usado é transformado em biodiesel. A coleta era realizada pelas escolas, que participam de uma gincana, mobilizando os estudantes.

Com a pandemia, o programa sofreu uma adaptação. Como os alunos não estavam indo para a escola, a empresa responsável pela coleta passou a retirar o material na residência do munícipe, quando este juntar 25 litros. Até o dia 28/8 foram coletados 2.017 litros de óleo usado.

O programa está na sua 16ª edição e ocorre de 4 de maio até 16 de outubro de 2020. Ao final, as escolas participantes recebem certificado, sendo que as três primeiras colocadas, classificadas a partir da quantidade arrecadada de óleo, ganham prêmios.

Ranking das escolas participantes do programa:

Emef, EMEIEF, CEU E CEMEIEF Arrecadação

Emef José Verissimo de Matos 320

Emef Profª. Terezinha Martins Pereira 218

Emef Tobias Barreto do Menezes 110

Emef Prof. Manoel Barbosa de Souza 60

Emef Prof. João Larizzatti 50

Emef Prof. Darcy Ribeiro 50

Emef Marechal Bittencourt 50

Emef Dep. Alfredo Farhat 30

Creches

Recanto Alegre 25

Rosa Broseghini 25

Pedro Alves de Oliveira 20

Cemei – Emei

Cemei Carlos Fernandes Costa 100

Emei Yolanda Botaro Vicente 50

Cemei Senador José Ermírio de Moraes 25

Cemei Luzia Momi Sasso 20

Informações:
Recicle e colabore com a preservação do meio ambiente.
Para solicitar a retirada, agende pelos Whatsapps: (11) 97445-7241 ou (11) 98584-7428 ou pelo telefone (11) 4702-2411.

Apenas a empresa Preserva Recicla está autorizada a fazer a coleta. O óleo deve estar devidamente lacrado, de preferência em uma garrafa pet.

Idosos buscam contato com a natureza para superar efeitos da pandemia

Imagem: Freepik
Em meio a uma pandemia que restringiu muito a vida social principalmente dos idosos, o contato mais próximo com a natureza pode ajudar a aliviar o quotidiano de isolamento, além de colaborar no aspecto cognitivo das pessoas dessa faixa etária. Localizado próximo ao Parque Estadual do Jaraguá, a apenas 25 minutos do centro de São Paulo, o Residencial Club Leger vem utilizando um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica da Região Metropolitana paulista como cenário de um modelo mais humanizado para cuidar e acolher os hóspedes da terceira idade.

– Além de um ambiente tranquilo, saudável, bem estruturado, temos aqui a visita de animais que vivem no parque. É comum vermos pássaros, esquilos, quatis, micos em nossas áreas aberta. Essas visitas acabam sendo uma atração a mais em nossa casa, e acabam ajudando muito no período de hospedagem dos nossos residentes – explica Vinícius Neves, administrador do Residencial Club Leger.

As restrições impostas pelo Covid-19 obrigaram a diversas alterações internas dentro do Residencial. Os protocolos de segurança sanitária, desde o início, foram priorizados. Com isso, vieram as restrições de visitações, de atividades coletivas e maior cuidado quanto ao uso das áreas comuns. O resultado é que, desde o início da pandemia, o local não apresentou qualquer residente infectado.

– Estabelecemos um patamar bem rígido de cuidado, entendo que essa faixa etária era a que corria mais riscos em relação à Covid. Passamos a dar maior ênfase à Pet Terapia, jogos interativos, visitas virtuais e ao uso das áreas abertas individualizadas. A proximidade do parque, nos trouxe ainda a possibilidade de um contato maior com a fauna que temos em nossa vizinhança e agregamos isso ao nosso dia a dia – revela Neves.

Diante desse quadro, o Residencial passou a ser procurado por famílias em busca de maior segurança com os idosos. O fato de manter um nível de segurança altíssimo e contar com áreas abertas, próximas à natureza, atraiu novos residentes neste período de pandemia.

– O Residencial funciona de uma forma bem completa. Aqui, o idoso conta com atividades, mesmo neste momento de restrições, que exercitam a parte cognitiva e física. Nossa meta é melhorar a qualidade de vida dos nossos residentes – ressalta o administrador do Residencial Club Leger.

2ª etapa do curso de Horticultura e Jardinagem

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, realizará oficinas de Horticultura e Jardinagem no Parque Chico Mendes. O evento faz parte da programação do  Setembro Sustentável 2019 e será totalmente gratuito.

 

Os munícipes aprenderão tanto na teoria quanto na prática a realizar a preparação do solo e a formação de canteiros; produção de mudas e hortaliças; plantio, manejo e tratos culturais e controle de pragas e doenças.

 

Para se inscrever é fácil, basta acessar o link e preencher as informações:  encurtador.com.br/cfoS4

 

Para mais informações entre em contato pelo telefone 3652-9111 ou e-mail: dtea.sema@osasco.sp.gov.br.

 

SERVIÇO

Oficinas gratuitas de Horticultura e Jardinagem

Data: 27/9, das 8h às 13h

Local: Parque Chico Mendes. Rua Lázaro Suave, 15 – City Bussocaba, Osasco

Prefeitura promove Setembro Sustentável

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, realiza em setembro programação especial em comemoração ao Dia Mundial da Árvore, celebrado dia 21/9, o “Setembro Sustentável”, cujo slogan é “Cultive essa ideia, plante um futuro melhor”.

 

Estão previstas diversas atividades lúdicas ao longo do mês visando conscientizar agentes multiplicadores capazes de identificar os problemas socioambientais urbanos para buscarem a preservação dos recursos naturais.  

 

 

Confira (abaixo) a programação da 1º semana do Setembro Sustentável:

 

 

Programação

2/9 – Abertura do mês da árvore  

Palestra de Educação Ambiental a respeito da importância da arborização, plantio e benefícios da água

Horário: a partir das 9h
Local: Parque Santa Maria. Rua Eugênio Pacelli, 1030, Jd. Santa Maria

 

4/9 – Arboriza Osasco nos bairros (plantio)

Horário: a partir das 9h

Local 1: Jaguaribe: Rua Maria Julio Sindona

Local 2: Novo Osasco. Avenida Dr. Rafael Sant’Anna Carneiro, 81

 

4/9 – Arboriza Osasco nos bairros (plantio)

Horário: a partir das 14h

Local: Novo Osasco. Rua Valdemar Ramos da Silva

 

6/9 – Arboriza Osasco nos bairros (plantio)

Horário: a partir das 9h

Local 1: Bussocaba. Rua Boaventura Valério de Miranda, 100

Local2: Rua Conceição Siciliano, 26

 

6/9 – Arboriza Osasco nos bairros (plantio)

Horário: a partir das 14h

Local 1: CEU das Artes 1º de Maio. Rua Nelson Mandela, s/nº, Jd. Santa Maria

 

6/9 – Arboriza Osasco no Calçadão da Rua Antônio Agú – Doação de mudas

Horário: das 13h às 14h

A doação de mudas visa tornar Osasco uma cidade ainda mais arborizada.

 

 

Serviço

Setembro Sustentável – Secretaria do Meio Ambiente

De 2 a 30/9 – a partir das 9h

Em diversos pontos da cidade

A 1º semana inclui abertura oficial com palestra de Educação Ambiental no Parque Santa Maria, doação de mudas e ações do Arboriza Osasco

 

 

Sobre o Projeto Arboriza Osasco

 

O programa de arborização conta com subprojetos que permitem intensificar as atividades de plantio para aumentar as áreas verdes do município. A sistematização e o manejo do programa de arborização seguem padrões técnicos apropriados e substitui árvores debilitadas ou inadequadas, além de plantar em locais específicos que necessitam da arborização.  

Barueri é destaque em preservação ambiental

 

Barueri, mais uma vez, sai na frente quando se trata de preservação ambiental. O IPTU Verde, modalidade instituída através da lei municipal 2.607, de 2 de maio de 2018, incentiva a construção de imóveis sustentáveis. 

 

As construções devem apresentar características como sistema de captação de água da chuva, reuso dágua, aquecimento hidráulico e elétrico solar, utilização de energia eólica e de energia passiva, separação de resíduos sólidos e utilização de materiais sustentáveis. 

 

Em contrapartida, a legislação oferece isenção de até 17% no IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) para edificações que adotem duas ou mais destas medidas. 

 

Essa iniciativa vai ao encontro de compromissos assumidos pela municipalidade com programas como Município VerdeAzul, Cidades Sustentáveis e Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). 

 

A separação de resíduos sólidos é concedida exclusivamente para condomínios horizontais e verticais que, comprovadamente, destinem sua coleta para reciclagem e aproveitamento.  

 

Já no caso de energia passiva, são as edificações que possuem projeto arquitetônico em que sejam especificadas as contribuições efetivas para a economia de energia elétrica, decorrentes do aproveitamento de recursos naturais como luz solar e vento, tendo como consequência a diminuição de aparelhos mecânicos de climatização. 

 

Os pedidos para a concessão do IPTU Verde devem ser protocolados na área designada à Secretaria de Finanças, no setor Azul do Ganha Tempo até 30 de setembro de cada exercício fiscal.

 

Prefeitura de Itapevi planta 60 ipês no Corredor Oeste

Como parte das comemorações de 60 anos de Itapevi, o Corredor Oeste Metropolitano, no trecho entre o Centro e a Vila Dr. Cardoso, ganhou, nesta terça-feira (5), o plantio de 60 novas mudas de ipês das cores amarela, branca, roxa e rosa. Além de embelezar o município, a iniciativa tem como objetivo torná-lo mais arborizado e saudável. Esta é a ação de número nove de 60 programadas para as festividades itapevienses.

O plantio contou com a presença de servidores municipais, alunos da Associação de Pais e Amigos do Excepcionais (Apae) de Itapevi, além de representantes da Associação Cultural e Esportiva de Itapevi (Acei) e da Associação Comercial e Industrial de Itapevi (Acita).

A mudas plantadas fazem parte de compensações ambientais de moradores e de empresas que solicitaram ao longo do ano passado e deste à Prefeitura o corte de árvores. “Como contrapartida, todos são obrigados a fazerem doações de mudas. Portanto, este plantio acaba tendo custo zero para a administração”, explicou o secretário de Meio Ambiente e Defesa dos Animais, Paulo Rogiério de Almeida.

Até o final deste ano, a Prefeitura pretende plantar mais 200 novas mudas no Corredor Oeste, no trecho que começa abaixo do Viaduto José Novaes e vai até a divisa com Jandira. A meta é plantar 1 mil mudas neste ano em toda a cidade. Em 2017, a Prefeitura plantou 937 mudas. No ano passado foram 745. Neste ano, até o momento já foram plantadas 190 mudas.

Durante o plantio, o prefeito Igor Soares aproveitou a oportunidade para anunciar que, no dia 22 de março, será entregue a nova iluminação, a LED, em todo o Corredor, viaduto e passarelas. Ele também informou que, no dia 21 de fevereiro, a Prefeitura deverá inaugurar o segundo Eco Ponto da cidade, no Jardim Rosemary. A cidade já possui um na Cohab e, segundo prefeito, a cidade irá ganhar mais quatro que possibilitam o descarte de entulho até material eletrônico.

“Itapevi ganha não apenas em embelezamento, mas em qualidade de vida com espaços públicos arborizados e o meio ambiente bem cuidado”, destacou Igor.

Para a professora de educação especial da Apae que acompanhou o plantio, Ana Maria Ferreira Záccaro, a oportunidade é única para os alunos da instituição. “Ações que permitem o contato com a natureza são fundamentais para o desenvolvimento dos estudantes. Eles sentem-se mais animados, valorizados e parte desta etapa”, explicou. “Como moradora há muito tempo eu não via a cidade arborizada, verde e colorida. Vejo que há um resgate da identidade dos valores significativos da nossa cidade”, conclui.

Cerejeiras na Rodovia SP-029

A Prefeitura tem investido em área verde e colorida. Em setembro do ano passado, foram plantadas 110 mudas de cerejeiras da espécie Sakurá, na entrada da cidade, na Rodovia Cel. PM Nelson Tranchesi, na altura do km 35, no canteiro em frente ao CLI (Centro Logístico de Itapevi) em homenagem aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil. A ação aconteceu em parceria entre a ACEI (Associação Cultural e Esportiva de Itapevi) e a Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais de Itapevi.

No dia 19 de janeiro deste ano, a Prefeitura de Itapevi realizou o plantio de 60 mudas de cerejeiras também na SP-029, sentido Castello Branco. Ação fez parte do calendário de atividades em comemoração ao aniversário de 60 anos de Itapevi, que acontecem até março. Essa foi a ação de número quatro de 60 programadas para as festividades itapevienses.

As mudas foram doadas pela ACEI (Associação Cultural e Esportiva de Itapevi) e se juntaram às 110 cerejeiras plantadas também na entrada da cidade, com autorização do DER (Departamento de Estrada de Rodagem), órgão que administra a rodovia.






Prefeitura de Jandira inicia cadastro para Campanha de Castração e Bem Estar Animal

Os interessados em castrar gratuitamente seus animais de estimação (cães e gatos) devem fazer seu cadastro na Secretaria do Meio Ambiente, pessoalmente ou por telefone

A Prefeitura de Jandira, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, iniciou o cadastramento para os interessados em castrar gratuitamente seus animais de estimação (cães e gatos). As cirurgias serão realizadas por uma clínica veterinária contratada pela administração municipal e devem começar em novembro.

Serão realizadas 120 cirurgias por mês, em um Centro Cirúrgico instalado em um ônibus da empresa. O cadastro dos interessados será realizado das 08h às 14h, na Secretaria do Meio Ambiente, que fica dentro do Portal Ecológico de Jandira, na Rua Itaberaba, 05 – Bairro Velho Sanazar, ou pelo telefone 4618-5997.

Os proprietários dos animais devem levar comprovante de endereço, CPF e RG. A ordem de atendimento para as cirurgias de castração será por ordem de cadastro. Apenas serão atendidos os interessados que fizerem o pré-cadastro por telefone ou diretamente na Secretaria do Meio Ambiente.






Alunos da rede municipal aprendem sobre o meio ambiente em aulas práticas

Foto: Leonardo Barbosa

A Prefeitura de Osasco, por meio das secretarias de Educação e de Meio Ambiente, proporcionou para cerca de 90 alunos da EMEI Déscio Mendes Pereira uma aula prática sobre plantio de árvores, nas dependências do Parque dos Metalúrgicos, localizado na zona Sul da cidade.

Durante a ação, os estudantes plantaram 60 mudas de árvores das mais variadas, como palmeira, copaíba e cambuci.

Bruna Tico, educadora ambiental, comentou sobre o estímulo que esse projeto desperta nas crianças. “Todos os participantes aprendem sobre a importância de preservarmos a natureza. Sabemos que eles transmitirão a mensagem para os familiares, contribuindo, ainda mais com a preservação ambiental”.

O processo ensinado para os educandos seguiu a sequência: pegar a muda, tirar o plástico que está em volta da raiz, colocar dentro do berço (lugar aconchegante para que a planta cresça), cobrir com terra e regar. “Os alunos da unidade educacional poderão acompanhar o crescimento das mudas, já que a EMEI está localizada próxima ao Parque”, completou Bruna.

Ruth Vieira de Carvalho Godinho, diretora da EMEI Déscio Mendes Pereira, discorreu sobre a importância de trabalhar essa temática no ambiente escolar. “Na educação infantil o tema de preservação ambiental é essencial, pois esta ação contribui para que os educandos tenham um aprendizado prático e levem os conhecimentos adquiridos para toda a vida”, disse.






Tourinho reitera seu compromisso com as pessoas com deficiência e com o meio ambiente

Em entrevista à TV Câmara, o vereador Roberto Tourinho (PV), após fazer uma avaliação positiva do 1º semestre de 2017 do Legislativo feirense, reiterou seu compromisso com a promoção e proteção dos direitos das pessoas com deficiência, bem como com a defesa do meio ambiente.

“Minha avaliação é extremamente positiva. A Câmara se reuniu ordinariamente, uma grande quantidade de projetos foram  votados, requerimentos foram encaminhados aos Governos do Município, Estadual e Federal e  tivemos uma grande quantidade de indicações reivindicando melhorias para a cidade de Feira de Santana”, ressaltou.

O edil declarou que se sente realizado, uma vez que apresentou e obteve a aprovação de 14 projetos na 1ª etapa, do 1º período da 18ª legislatura.  “O que mostra o nosso compromisso para com a cidade de Feira de Santana, para com os nossos eleitores, aqueles que nos confiaram e nos reconduziram à Câmara”.

Em seguida, Tourinho fez questão de salientar que, ao longo de seus sete mandatos, tem tido um compromisso com a defesa dos direitos das pessoas com deficiência e com a preservação ambiental. Ele informou que é autor de vários projetos de lei com esta finalidade. “Eu, particularmente, penso que o papel do vereador é de fiscalizar, propor leis que tenham como objetivo principal a melhoria do nosso município”, disse o vereador, afirmando que, até o último dia do seu mandato, estará defendendo os legítimos interesses do povo de Feira de Santana.

Confira a entrevista completa do vereador Roberto Tourinho por meio do link: (https://www.youtube.com/watch?v=PdubtdFk9lc).