Editorial: Jornal em Barueri

Apadrinhamento Afetivo tem nova edição

Barueri terá a segunda edição do Programa de Apadrinhamento Afetivo. Iniciado em maio do ano passado, o apadrinhamento atende hoje oito adolescentes com 10 madrinhas e padrinhos.

Mas você sabe o que é o Apadrinhamento Afetivo? É um adulto que terá um compromisso ético e afetivo com a criança ou adolescente e deverá acompanhar de perto o processo de amadurecimento.

Esses jovens tiveram vínculos familiares e comunitários abalados de alguma forma, daí a importância da figura de um adulto de referência que promova um cuidado individualizado. Esse adulto terá a missão de acompanhar e encorajar os interesses e projetos de vida de seu afilhado, além de compartilhar suas conquistas.

Como está implantado

O Apadrinhamento Afetivo foi instituído em Barueri por meio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads) e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Ele está previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), no Plano de Direito a Convivência Familiar e Comunitária e nas Orientações Técnicas dos Serviços de Acolhimento para Crianças e Adolescentes.

O programa é apoiado pelo Tribunal de Justiça e pelo Ministério Público. A Sads conta com a assessoria do Instituto Fazendo História, que fará a seleção e qualificação dos padrinhos e das equipes técnicas. O Apadrinhamento consiste em proporcionar um padrinho ou madrinha a uma criança ou adolescente (10 a 17 anos) que está acolhida.

Segunda edição

Para ser um padrinho afetivo é preciso ter inicialmente vontade de ser uma referência na vida de seu afilhado, ter disponibilidade de tempo, participar de um processo de seleção e formação, ter no mínimo 25 anos, não estar no cadastro de adoção, não ter antecedentes criminais, residir em Barueri, na zona oeste de São Paulo ou em Jandira, Itapevi, Santana de Parnaíba ou Carapicuíba e ter a anuência da família concordando com o apadrinhamento.

As palestras iniciais acontecerão nas seguintes datas: dia 20 de agosto, das 19 às 20:45h; dia 26 de agosto, das 19 às 20h45; e no dia 29 de agosto, das 10 às 11h45. Os interessados em participar podem fazer sua inscrição no link: https://docs.google.com/forms/d/1pajQ8Po_39AyUn3pwzIVxVCAeJsI0Khr2Ro2Xzblebs/edit .

Quem é apadrinhado

Uma afilhada de 15 anos diz que muita coisa mudou em sua vida: “acho que todos deveriam participar, porque causa uma mudança na vida deles também, temos alguém para conversar e desabafar, para estar ao nosso lado nos momentos bons e ruins”.

Quer conhecer mais?

Vídeo sobre o Apadrinhamento Afetivo: https://vimeo.com/430010299/cc223af3a6 .

Site do Instituto Fazendo História: https://www.fazendohistoria.org.br/ .

HMB tem oportunidade de emprego para pessoas com deficiência

Além da alteração da rotina e da mudança de hábitos, a pandemia de Covid-19 gerou impacto em diversas áreas, inclusive na vida profissional de muitas pessoas com redução de salários e até mesmo desligamentos. Mesmo nesse cenário, o Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB) está com processo seletivo aberto para setores como Administração, Serviço Social, Ambulatório, Almoxarifado, Reabilitação, entre outros, para pessoas com deficiência. Os interessados podem acessar o site da unidade, http://hmbfm.spdmafiliadas.org.br/trabalhe-conosco-v2/, para verificar os requisitos de cada cargo e o Regulamento de Seleção e Contratação de Pessoal. 

Assim como são ofertadas vagas administrativas, para aprendizes, assistentes, auxiliares e recepcionistas, também há oportunidade para as áreas assistenciais, como enfermagem. “Percebemos maior adesão de candidatos com deficiência para essas funções, porém todas as vagas são abertas à participação em condições de igualdade. As candidaturas não se limitam apenas a essas vagas divulgadas como exclusivas para pessoas com deficiência”, esclarece Kátia Casagrande, analista de Gestão de Pessoas, responsável pelo recrutamento e seleção dos candidatos. 

Vale destacar que o HMB conta com uma política de Diversidade e Inclusão que prioriza a contratação de pessoas com deficiência com objetivo de tornar o ambiente mais acolhedor e promover convívio social com valorização das diferenças. “Toda diversidade enriquece e traz inovação ao ambiente de trabalho, reforça o respeito entre as pessoas e favorece o crescimento de todos. Muitas vezes, as empresas pressupõem que uma pessoa com deficiência não conseguirá executar essa ou aquela tarefa, porém quando damos a oportunidade e condições de trabalho, somos surpreendidos positivamente”, explica Kátia, que destaca a importância de mudar o foco da limitação para as competências que podem ser desenvolvidas pelo profissional.

No hospital, já existem exemplos de colaboradores que desenvolvem as funções com excelência e são exemplos de superação. Rodrigo Plati, 28 anos, tem deficiência visual bilateral próximo a cegueira e atua como telefonista da unidade. “Desde o começo fui super bem recebido e todos me tratam com igualdade e respeito. A equipe de Tecnologia da Informação (TI) disponibilizou um software de leitura de tela para o computador, possibilitando que eu exercesse todas as minhas atividades com autonomia. É muito satisfatório saber que contribuí para que o usuário resolvesse o seu problema”, comenta Plati.

Já Ketltyn Correa, 20 anos, possui paralisia motora e é auxiliar administrativo do setor de Recursos Humanos. “Faço parte de uma equipe maravilhosa que me dá condições de executar as tarefas sempre dentro dos meus limites. E o jeito com que todos me acolhem, me ajudam e se sensibilizam com a minha limitação faz com que eu me sinta totalmente igual, parte da equipe, e que não estou sozinha, independente das minhas dificuldades. De forma muito sensibilizada e com respeito, não ficam com pena de mim ou me tratam  de forma diferente, mas me dão total liberdade de pedir ajuda no momento que preciso de auxílio”, relata Correa, que enfatiza inclusive a atenção que recebe no refeitório quando oferecem ajuda para transportar a bandeja da refeição e evitar acidentes.

Novo Centro de Especialidades abre as portas ao público na próxima semana

Mais uma grande obra na área da Saúde está sendo entregue à população de Barueri. Trata-se do Centro de Especialidades Luiz Maria Barletta, construído na região centralentre a avenida Henriqueta Mendes Guerra e as ruas Benedita Guerra Zendon e Santa Úrsula, local onde antes ficava o laboratório e o SAE (Serviço de Atendimento Especializado). O equipamento deve abrir as portas à população já na próxima segunda-feira (dia 3 de agosto). 

Os mais de 6 mil metros quadrados de área construída passam a acolher o até então Ambulatório de Especialidades, ligado à Coordenadoria de Atenção Especializada à Saúde. Com espaço muito mais amplo – quase o triplo do Ambulatório -, infraestrutura completa e totalmente acessível, o novo Centro de Especialidades permitirá a ampliação de serviços médicos no município, já que agora conta com 66 salas só de consultório – 30 a mais do que no prédio atual -, além de área administrativa, auditório para atendimentos em grupo e eventos, estacionamento para funcionários, dentre outros. 

Nesta semana a equipe começou a fazer a mudança. Atualmente o serviço conta com 30 especialidades médicas, dentre adulto e infantil, cujas vagas são preenchidas mediante encaminhamento feito pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A nova estrutura permitirá a chegada de mais especialistas futuramente, além de um atendimento ainda melhor à população.  

Com um espaço físico maior não teremos problema de oferta de consultórios para atendimento médico, porque tivemos alguns problemas de contratação de mão-de-obra por não termos mais espaço, não termos consultórios em determinados horários”, explica a coordenadora da unidade, Juliana Pinto Pacheco.  

Feliz com o novo e melhorado espaço, Juliana aponta alguns diferenciais da nova estrutura. “Teremos uma sala a mais de oftalmologia, duas salas a mais de otorrino, uma sala muito maior de pequenos procedimentos, como biópsia e outros, teremos auditório para atendimentos em grupo, que não tínhamos, salas de pré e pós-consulta, medicação, tudo sendo feito dentro da legislação atual e com as devidas separações. É um centro médico modelo”, garante a coordenadora. 

Além do Centro de Especialidades, a obra também inclui a nova UBS Central – a 20ª do município – que entrará em funcionamento em breve. “É um orgulho e uma honra atender a mais um anseio da população barueriense de forma tão grandiosa, porque é isso que esse Centro de Especialidades representa. Ele reúne o que há de mais moderno e avançado e certamente marcará mais um grande salto na medicina especializada dessa cidade”, comemora o secretário de Saúde, Dionisio Alvarez Mateos Filho. 

História de uma saúde que não para de crescer…

O novo Centro de Especialidades é um bom retrato de como Barueri tem investido cada vez mais na saúde ao longo dos anos. Antes do Ambulatório de Especialidades havia o chamado CS1 (Centro de Saúde 1), que contava com algumas especialidades médicas distribuídas em módicas 12 salas de consultório. Era uma unidade mista, cujos serviços eram fornecidos parte pela Prefeitura e parte pelo Estado.  

Entre 1991 e 1993, com a construção do então Sameb (hoje Pronto-Socorro Central), o serviço passou a ser prestado no térreo do novo prédio, dando origem ao Ambulatório de Especialidadesgerido 100% pelo município e com maior oferta de especialistas que foram chegando gradualmenteCom o crescimento da demanda, em 2006 a Prefeitura construiu um prédio exclusivo para o Ambulatório, ao lado da Farmácia Municipal, que acolheu o serviço até agora, quando dá um novo salto ao transformar-se em um centro de atendimento especializado ofertando à população um atendimento médico cada vez mais digno e completo, que cresce junto com sua cidade. 

Ação da Saúde leva autoteste de HIV à população vulnerável

Uma ação conjunta das equipes do Programa IST / Aids e da Diretoria de Saúde Mental, através do Consultório na Rua, buscou aproximar pessoas em situação de rua com alguma dependência química do autoteste de HIV.

 

Os profissionais foram à praça do Engenho Novo e arredores na terça-feira (dia 21) e, juntamente com o autoteste, deram todas as explicações necessárias sobre esse dispositivo de prevenção disponível à população vulnerável na rede de saúde por meio do CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento).

 

“A equipe do Consultório na Rua, que já faz visita a essas pessoas, inicialmente levou a proposta para eles para que pudessem entender e decidir se gostariam de realizar o autoteste para HIV ou não. Uma vez construída a proposta fomos ao território para seguir com a abordagem de realização do teste. No local reunimos as pessoas e explicamos o que era o teste e os possíveis resultados e asseguramos que, em caso positivo, a pessoa seria encaminhada para o CTA a fim de esclarecer o diagnóstico, pois o autoteste é um mecanismo de triagem”, esclarece Reinildo Souza, coordenador do Programa IST/Aids.

 

Reinildo frisa que, antes da concretização da ação, a terapeuta ocupacional Aline Souza Beraldo e o educador social Levy José da Silva, ambos do Consultório na Rua e que atuam diretamente na construção da aproximação com essas pessoas, passaram por um treinamento com o objetivo de familiarizarem-se com o teste e, dessa forma, conseguir orientar essa população com ainda mais propriedade, além de levar a estratégia a outros territórios.

 

Estabelecer vínculo com as pessoas mais vulneráveis, aproximando-as do serviço de IST/AIDS e disponibilizando os protocolos clínicos existentes para atenção à saúde é o principal objetivo dessa iniciativa. “O autoteste faz parte do rol de estratégias da Prevenção Combinada do HIV, que é o leque de opções de prevenção que podem ser adotadas de acordo com o comportamento sexual de cada um”, explica Reinildo.

 

Autoteste para quem precisa

Desde o início da pandemia, com a diminuição do fluxo no CTA, a equipe começou a disponibilizar o autoteste para manter o cuidado e a proteção da população em situação de maior vulnerabilidade (saiba mais AQUI). Ele não serve para fins diagnósticos, apenas indica, em caso positivo, se a pessoa deve procurar o serviço de saúde para um maior aprofundamento.

Area doa totens de álcool em gel para o Ganha Tempo

Com a retomada dos atendimentos presenciais com agendamento nesse período de pandemia, o Ganha Tempo Municipal precisou fazer várias adaptações para garantir a segurança de usuários e funcionários.

Buscando colaborar com o município nesse processo, a Area (Associação Residencial e Empresarial Alphaville) doou cinco totens de álcool em gel com acionamento por pedal ao equipamento.

Os totens já estão instalados em diferentes pontos do Ganha Tempo e até mesmo caracterizados com o logotipo do órgão. Acionados por pedal, permitem que a pessoa usufrua do produto sem precisar tocar a superfície com as mãos, aumentando a segurança.

Para o presidente da Area, Geraldo José Michelotti, desde sua fundação, em 1080, a Associação atua em parceria com a Prefeitura de Barueri e com a segurança pública e, conforme afirma, “contribuindo para que Alphaville tenha sempre mais qualidade de vida, atraindo boas empresas, empregos, impostos e benefícios indiretos a todos”.

Luiz Carlos de Souza – o Luizinho -, administrador do Ganha Tempo, corrobora a afirmação. “Tanto a Area como outras empresas são muito parceiras da Prefeitura e isso é algo muito importante para nós. Eles consideraram a fluidez que existe aqui no Ganha Tempo e decidiram colaborar e essa doação foi de grande valia”, garante Luizinho.

O reconhecimento da importância do serviço prestado pelo Ganha Tempo foi o que motivou a doação. “O Ganha Tempo presta um serviço de altíssima qualidade aos baruerienses e a Area entendeu que devia colaborar com a doação de cinco totens para a higienização com álcool em gel dos cidadãos que ali são atendidos”, justifica Michelotti. Para o presidente, a solidariedade torna-se ainda mais relevante em momentos como esse que o mundo atravessa.

Alinhada com a comunidade local, a Area também doou totens do mesmo tipo que os do Ganha Tempo a outros locais de circulação popular, como os que foram colocados junto aos elevadores da Galeria Yojiro Takaoka e também da passarela na alameda Rio Negro.

Remodelação na avenida Sebastião Davino e rua da Prata fica pronta nos próximos dias

A remodelação viária no trecho entre a avenida Sebastião Davino dos Reis e a rua da Prata, localizado na Vila Porto, que tem como um dos objetivos diminuir as rotatórias, está com 98% de suas obras concluídas e será entregue já nos próximos dias.

A obra modificou o trecho entre o Centro de Diagnósticos até o posto de gasolina localizado próximo à rotatória Sebastião Davino dos Reis, deixando todo o trecho mais retilíneo para auxiliar na fluidez do trânsito.

Todo o trecho foi recapeado na última semana. Também houve a mudança de alguns postes ao longo da via e dos pontos de ônibus. A obra segue na construção do novo passeio e na implementação do paisagismo, que deixará todo o trecho mais harmonioso.

Com a execução da obra de alargamento e de melhorias na malha viária, o objetivo é assegurar mais organização e comodidade na via e proporcionar aos munícipes melhores condições de acessibilidade, mobilidade urbana, segurança e fluidez ao tráfego.

Programa Meu Futuro em EAD abrirá inscrições para 13ª fase

Mesmo durante a quarentena o Programa Meu Futuro, criado e mantido pela Secretaria de Indústria, Comércio e Trabalho de Barueri (SICT), deu continuidade à oferta de cursos de qualificação profissional gratuitos, no formato Educação a Distância (EAD). O projeto está chegando à sua 13ª fase e novas inscrições serão abertas nos dias 24, 25 e 26 de julho por meio da página do Programa no Facebook.

A inscrição não tem custos e será realizada eletronicamente, mas o candidato precisa cumprir alguns pré-requisitos para ter sua matrícula aprovada, como ter 18 anos ou mais, ser morador de Barueri, possuir o Cadastro Cidadão junto ao Ganha Tempo (atualizado), além de ter concluído o Ensino Médio e/ou o Fundamental, conforme a necessidade de cada curso. No momento da inscrição é necessário informar um e-mail e número de telefone válidos, caso contrário será automaticamente desclassificado.

É muito importante ficar atento à página do Programa no Facebook, pois é o local onde serão divulgadas as informações referentes aos cursos, a lista de aprovados e demais detalhes. O link para inscrição será colocado nessa página a partir do dia 24 (sexta-feira) e ficará disponível até o último dia de inscrição (domingo, 26).

Essa fase disponibilizará um total de 660 vagas, distribuídas entre 11 cursos. Serão contemplados aqueles que preencherem todos os requisitos primeiro; após esgotadas as vagas, será criada uma lista de espera para uma possível segunda chamada.

 

11 opções em cursos

As opções de cursos e suas respectivas cargas horárias são:

– NR10 – Segurança em Instalações e Serviços (carga horária: 40h);

– Assistente Administrativo (carga horária: 100h);

– Assistente de Departamento Pessoal (carga horária: 100h);

– Assistente de Recursos Humanos (carga horária: 100h);

– Auxiliar de logística (carga horária: 100h);

– Gestão de Qualidade (carga horária: 100h);

– Técnicas de Oratória (carga horária: 100h);

– Liderança e Coaching (carga horária: 100h);

– Portaria e Recepção (carga horária: 100h);

– Técnicas de Segurança do Trabalho (carga horária: 100h);

– Cuidador (carga horária: 100h);

As aulas, que ocorrerão em plataforma on-line apresentada aos alunos aprovados via e-mail, têm previsão de início em 10 de agosto e de encerramento em 8 de setembro, exceto para o curso de NR10, que deverá terminar no dia 28 de agosto.

Cestas com itens da merenda são distribuídas pela quarta vez

A Prefeitura de Barueri, por intermédio da Secretaria de Educação, iniciou na quarta-feira (dia 15) a entrega da quarta remessa dos itens da merenda para todos os alunos das escolas municipais, em razão da suspensão das aulas presenciais devido à pandemia do novo coronavírus. A distribuição vai até o dia 30 de julho. 

 Assim como aconteceu nos meses anteriores e com toda a segurança que o momento exige, a entrega é realizada nas unidades escolaresconforme calendário de cada escola, a partir das 8 horas. 

 A Secretaria de Educação reforça os cuidados de higiene e distanciamento, em consonância às recomendações da Organização Mundial da Saúde e das autoridades municipais, para que seja evitada a propagação da Covid-19. 

 Na impossibilidade dos pais ou responsável retirar os itens da merenda, outra pessoa poderá comparecer levando um documento de identificação do aluno.  

Confira no portal de Barueri a relação de entrega para todas as escolas da rede.  

Está em curso campanha de vacinação contra o sarampo até dia 31 de agosto

Acompanhando a Secretaria de Estado da Saúde, Barueri iniciou na quarta-feira (dia 15) a campanha de intensificação da vacinação contra o sarampo, cujo encerramento está previsto para 31 de agosto de 2020. Trata-se da imunização por meio da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba.

As doses estão disponíveis em todas as 18 salas de vacina do município e são destinadas a pessoas de seis meses de vida a 49 anos, seguindo as seguintes determinações:

 – crianças de seis meses a um ano de idade tomam a dose zero, que não é contabilizada no Calendário Nacional de Imunizações, mas é recomendada devido a circulação do vírus;

 – pessoas de 1 a 29 anos que ainda não tomaram as duas doses previstas no Calendário Nacional;

 – pessoas de 30 a 49 anos que não estiverem com as doses em dia. Nessa faixa etária é necessário que a pessoa tenha tomado ao menos uma dose da tríplice viral.

É necessário apresentar a carteira de vacinação nos postos de saúde para que o profissional avalie a necessidade ou não da aplicação.

Não devem tomar a vacina bebês menores de seis meses, pessoas imunodeprimidas e gestantes. É importante que o responsável informe se a criança tem alergia à proteína lactoalbumina, presente no leite de vaca, para que seja aplicada vacina sem esse componente.

Estão sendo adotados todos os protocolos sanitários nas salas de vacina para conter a disseminação do novo coronavírus. Isso inclui uso obrigatório de máscaras, distanciamento de dois metros entre uma pessoa e outra e disponibilização de álcool em gel 70%, dentre outras medidas.

Salas de vacina em Barueri

Em Barueri algumas salas de vacina já retornaram às suas Unidades Básicas de Saúde, enquanto outras permanecem em prédios públicos próximos às UBSs. A vacinação está ocorrendo de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, nos seguintes locais:

 

UBS

LOCAL DE VACINAÇÃO

ENDEREÇO

UBS Amaro José de Souza

Na própria UBS

R. Petrolina, 178 – Jd. Mutinga

UBS Armando Gonçalves de Freitas

Ginásio de Esportes Dalmo Martins Duarte

R. Padre Cícero Romão, 384 – Pq. Imperial

UBS Maria Magdalena Macedo

Maternal Maria de Menezes Bezerra

R. Petrolina, 710 – Jd. Mutinga

UBS Benedito de Oliveira Crudo

EMEF Raposo Tavares

Rua Silveira, 15 – V. Boa Vista

UBS José Francisco Caiaba

Biblioteca Luiz Fernandes

R. Rio Paraná, 240 – Nova Aldeinha / Aldeia

UBS João de Siqueira

Na própria UBS

R. Canal da Mancha, 259 – Jd. Reginalice

UBS Pastor José Roberto Rossi

EMEI Complexo Educacional Prof. Carlos Osmarinho

R. das Margaridas, 182 – Jd. Flórida

UBS Dra. Elizabeth Izilda Duleba

EMEF Elizabeth Parminondi Romero

R. Iepe, 11 – Jd. Graziela

UBS Hermelino Liberato Filho

CRAS Jd. Belval

R. Casemiro de Abreu, 239 – Jd. Belval

UBS Pedro Izzo

Biblioteca Municipal Salomão Cruz

Av. Cachoeira – V. Pindorama

UBS Dra. Kátia Kohler (antiga UBS Maria de Lourdes Hernandez Matos)

Na própria UBS

R. Maria de Fátima, 591 – Engenho Novo

UBS Raquel Sandrini Ruela

EMEF Francisco Zacarioto

R. Ipanema, 420 – Jd. Maria Helena

UBS Maria Francisca de Melo

EMEF Mario Joaquim

Estrada dos Pinheiros, 193 – Pq. Viana

UBS Hélio Berzaghi

EMEI Marly Teixeira de Almeida

Av. Marginal Direita, 45 – Jd. Paulista

UBS Vince Nemeth

EMEF Prof. Dalva Fogaça

Av. Brigadeiro Manoel Rodrigues Jordão, 1127 – Jd. Silveira

UBS Edini Cavalcante Consoli

Na própria UBS

R. João Cabral de Melo Neto, 66 – Jd. Tupã

UBS Dr. Adauto Ribeiro

EMM Ilda Martins Holanda da Silva

R. Regina, 279 – Pq. dos Camargos

UBS Julio Lizart

EMEIEF Benedito Adherbal Farbo

R. Orinoco, 153 – Vale do Sol

Conheça a Ouvidoria de Barueri e seus canais de atendimento

A Ouvidora de Barueri faz parte da Secretaria de Relações Institucionais (SRI) e durante a quarentena o trabalho não parou. A instituição é uma das mais completas do segmento e conta com 10 canais de atendimento.

Os contatos podem ser feitos pelo telefone 0800-77-00-123, WhatsApp 98690-7628, além das páginas no Facebook e Instagram, no e-mail ouvidoria@barueri.sp.gov.br, pelo portal de Barueri, nos apps Barueri e Alô Barueri, pessoalmente ou nos formulários disponíveis nos órgãos municipais.

A equipe engajada e qualificada recebe diariamente demandas com reclamações, sugestões, dúvidas, denúncias e elogios. Todo atendimento prestado gera um número de protocolo. O munícipe tem uma resposta em até 15 dias úteis, porém cerca de 52% das demandas são respondidas em até cinco dias úteis, são mais de 1.000 atendimentos mensais.

A Ouvidoria tem por missão ser os ouvidos da população e ser uma ponte entre as secretarias. “Nós nunca deixamos o munícipe sem resposta”, comenta o ouvidor Alexandre Santos.

APP Alô Barueri

Alexandre ressalta que dois grandes diferenciais da Ouvidoria são esses 10 canais de atendimento e o App Alô Barueri. Esse aplicativo permite que o munícipe consiga de forma prática um atendimento segmentado e ainda tem um assistente virtual, que simula atendimento humano 24 horas por dia e sete dias por semana.

O endereço da Ouvidoria de Barueri é rua Guilhermina Carril Loureiro, 60, Centro.