Editorial: Itapevi

Prefeitura lança campanha para microchipar animais de rua em Itapevi

A Prefeitura de Itapevi deu início, à Campanha de Microchipagem de Cães e Gatos de Itapevi. A ação é voltada apenas a animais em condições de maus-tratos, feridos ou adoentados que estejam nas vias públicas do município. O lançamento foi realizado no Canil da Prefeitura, na Vila Gióia.

Com a campanha, a Prefeitura pretende microchipar até 200 animais só neste ano. O procedimento custa R$ 14 por cabeça para a administração municipal. Os cães e gatos microchipados serão levados às feiras de adoção promovidas pela administração municipal.

A iniciativa ajudará a controlar a população de cães e gatos abandonados, além de ajudá-los a encontrar um novo lar. “Caso alguém adote o animal abandonado e o devolva às ruas, conseguiremos identificar o crime cometido e punir o responsável”, diz secretário de Meio Ambiente e Defesa dos Animais, Paulo Rogiério de Almeida.  

Em casos de abandono e maus-tratos, o dono do animal pode pagar até R$ 3 mil de multa.

A meta da Prefeitura é de que, em até 5 anos, todos os animais do município – sejam eles domésticos ou de rua – já estejam cadastrados com a microchipagem. Cerca de 29 mil cães e gatos vivem em Itapevi, dos quais 8,7 mil, aproximadamente 30%, estão nas ruas do município, segundo estimativa da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais. 

“Queremos conscientizar a população para a importância de cuidar dos bichinhos, sejam eles domésticos ou de rua”, diz o prefeito Igor Soares. “Itapevi é uma cidade que respeita os animais”, afirma. 

Como funciona a microchipagem?

Não há contraindicação veterinária ao procedimento. A aplicação do microchip não exige procedimento anestésico e não causa nenhum tipo de dano ao animal. É recomendável, porém, que a implantação do dispositivo seja realizada após o processo de vermifugação, vacinação e castração dos animais.

“A aplicação é uma injeção subcutânea e o chip tem o tamanho de um grão de arroz. A grande vantagem do procedimento é a identificação mais precisa e apurada do animal. Uma vez aplicado, é para a vida toda, sem a necessidade de troca ou de realização de nova inserção”, afirma Marcelo Gabriel, médico veterinário do Canil da Prefeitura.

No microchip, podem ser inseridas informações como nome, sexo, condição clínica e idade dos bichinhos, além de dados do proprietário, como endereço e telefone. Todo esse material, acessível por meio de um site especializado, pode ser lido por uma máquina que escaneia o microchip no corpo do animal.  

Concluído o procedimento, caso o animal se perca de seu dono, qualquer clínica particular pode localizá-lo desde que possua um aparelho para escanear o dispositivo nos pets.

Como denunciar maus-tratos

Para denunciar situações de maus-tratos a animais domésticos ou silvestres, basta ligar para 0800-6006428, serviço de Disque Denúncia Animal da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

Também é possível entrar em contato com a Secretaria do Meio Ambiente e Defesa dos Animais pelo telefone (11) 4205-0862 e pelo e-mail bemestardoanimal.smada@gmail.com.  

As denúncias também podem ser realizadas diretamente na pasta, que fica na Rua Heloisa Hideko Koba, 21, Vila Nova Itapevi , de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.  Aos finais de semana, a GCM (Guarda Civil Municipal) de Itapevi pode ser acionada pelos telefones 153 e 199. 

O resgate e recolhimento de animais silvestres venenosos e peçonhentos como cobra, escorpião, aranha e morcego são realizados pelo Departamento de Controle de Zoonoses (DCZ). O contato pode ser feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelos números (11) 4773-2785 e (11) 4774-5387.

Prefeitura abre registro de candidaturas para o Conselho Tutelar

Foi iniciado nesta segunda-feira (6) o processo de registro de candidaturas para concorrer a cinco vagas no Conselho Tutelar de Itapevi. A ação está sendo realizada pela Prefeitura de Itapevi e pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Itapevi (CMDCA). As inscrições para a disputa podem ser feitas até o dia 4 de junho.

Quem quiser concorrer, deve registrar a candidatura na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Rua Escolástica Chaluppe, 154 – Centro), de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

Os candidatos ao Conselho Tutelar de Itapevi precisam ser maiores de 21 anos, com reconhecida idoneidade moral, residir no município há um ano ou mais, possuir ensino médio completo e ter experiência comprovada de pelo menos dois anos em áreas relacionadas à criança e ao adolescente.

Após a análise da documentação, de caráter eliminatório, os candidatos preliminarmente registrados terão de assistir a uma palestra preparatória. Em seguida, prestar um exame escrito, com redação e avaliação psicológica, e uma prova de habilidade em conhecimentos específicos de informática.

Uma vez aprovada a candidatura, os participantes disputarão cinco vagas, com mandatos de quatro anos (2020 a 2023) cada. Eles terão remuneração de R$2.634,00, além de direitos previdenciários, 13º salário e férias.

A eleição será realizada no dia 6 de outubro, das 8h às 17h, em locais que ainda serão definidos pelo CMDCA.  A posse dos eleitos acontece no dia 10 de janeiro de 2020. O procedimento também foi publicado na edição 628 do Diário Oficial do município.

Documentação exigida

No ato da inscrição da candidatura, é preciso apresentar os documentos abaixo em duas vias: os originais, que serão usadas para verificação; e as cópias (autenticadas, quando especificado), que deverão ser entregues em envelopes e ficarão retidas.

–  Certidão de antecedentes criminais original, podendo utilizar a certidão emitida por meio eletrônico

– Cópia autenticada do RG;

– Cópia autenticada do CPF;

– Cópia autenticada de comprovante de conclusão do ensino médio;

– Cópia autenticada de comprovante de residência por período igual ou superior a um ano, anteriores a data de publicação da resolução sobre o processo eleitoral;

– Título de eleitor comprovando ser eleitor no município, acompanhado de comprovante de votação nas duas últimas eleições anteriores ao pleito, ou na falta dos comprovantes, declaração expedida pelo cartório eleitoral comprovando estar em dia com as obrigações eleitorais;

– Comprovante de estar em dia com as obrigações do serviço militar;

– Uma fotografia 3×4 recente e uma fotografia 5×7 para uso na urna eletrônica

– Comprovação de atuação profissional de, no mínimo, dois anos no atendimento à criança e adolescente, atestado por documento oficial que confirme a modalidade (atendimento direto ou defesa e proteção dos direitos). A atuação voluntária também será aceita pelo mesmo período ou maior, ficando tanto a atuação profissional como a atuação voluntária passível de ser comprovada a qualquer tempo pelo CMDCA.

Sobre o Conselho

O Conselho Tutelar é um órgão municipal, permanente e autônomo, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente definidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Em Itapevi, o órgão funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Rua Francisca Ferreira de Carvalho, 350, no Jardim Nova Itapevi. O telefone para contato é o (11) 4142-1180. O plantão noturno é atendido pela GCM (199), que redireciona o caso para o conselheiro plantonista.

Os membros do Conselho Tutelar exercem suas atividades em regime de dedicação integral e ininterrupta, mediante escala de plantão e presença na sede, com funcionamento do conselho 24 horas por dia, sete dias por semana, inclusive sábados, domingos e feriados, sem o pagamento de horas extras, adicionais, ou compensações de qualquer forma, valendo sempre a escala de plantão a ser elaborada pelo Conselho Tutelar, não gerando nenhum vínculo empregatício entre o Conselheiro e a Municipalidade.

Estudantes da rede municipal têm vivência com indígenas da etnia Kariri-Xocó

Cerca de 700 alunos do Cemeb Carlos Drummond de Andrade, no Jardim Rainha, participaram do Projeto Cultura Indígena 2019, que promoveu o contato dos estudantes com parte da comunidade indígena da etnia Kariri Xocó.

Durante o encontro, o grupo liderado pelo cacique Kayrrá apresentou diversos rituais de dança e vivências com o objetivo de mostrar para as crianças os costumes e tradições da aldeia situada no estado de Alagoas, na divisa com Sergipe.

Entre os rituais apresentados, um do destaque foi o Toré, uma dança sagrada realizada pelos Kariri-Xocó para pedir proteção e permissão da natureza para o consumo dos alimentos.

Danças para garantir boa colheita e caça também foram apresentadas, além de exposição de artefatos indígenas utilizados no dia a dia da comunidade.

Projeto

Iniciado em 2018, o projeto foi criado pelos professores do Cemeb Carlos Drummond de Andrade sob a coordenação da educadora Elisangela Zuccari, com objetivo de trabalhar de maneira mais aprofundada as datas comemorativas inseridas no calendário pedagógico.

“Queríamos abordar essas datas de forma realmente educativa. E a partir de uma ampla pesquisa, decidimos trazer para os nossos alunos experiências mais enriquecedoras”, disse Elisangela.

Para tanto, os educadores criaram, no ano passado, a Semana da Cultura Indígena, para celebrar o Dia do Índio (19 de abril), com atividades multidisciplinares, por meio de jogos apresentados nas aulas de educação física e temas de culinária, cultura e linguagem de tribos brasileiras trabalhados em sala de aula, além de uma exposição com artefatos indígenas.

Kariri-Xocó

Os Kariris-Xocós são um grupo indígena que habita na margem esquerda do Rio São Francisco, nos limites do município de Porto Real do Colégio, no estado de Alagoas, mais precisamente na Área Indígena Kariri-Xocó. 

Atualmente, cerca de 1500 pessoas integram a comunidade.

O cacique Kayrrá coordena o Projeto Sambeyyé-Baxó, que nos meses de abril e agosto, promove encontros com comunidades não-indígenas divulgando a cultura dos kariris-xocós.

Escolas públicas de Itapevi e Carapicuíba recebem oficinas culturais de fotografia

A fotografia transforma as pessoas e permite que enxerguem o mundo com mais sensibilidade, unindo arte e educação na mesma ferramenta. Buscando ampliar a percepção dos jovens, o Ministério da Cidadania e Instituto CCR levam o projeto FotoArte, da ONG ImageMagica, para estudantes de escolas públicas. Com patrocínio da CCR ViaOeste e CCR RodoAnel, concessionárias fiscalizadas pela ARTESP, o projeto passará por Itapevi e Carapicuíba em abril, nas escolas Prof. Irany Toledo Moraes e Miguel Costa Júnior.

Durante as oficinas, educadores da organização ensinam técnicas de fotografia para os participantes e os desafiam a utilizá-la forma crítica e reflexiva. A etapa teórica da aula acontecerá dentro de um caminhão especialmente adaptado, que simula o interior de uma câmera fotográfica. Em seguida, os jovens fotografam, legendam e expõem suas criações na própria escola.

Sergio Ribeiro, gestor de Comunicação e Relações Institucionais da CCR ViaOeste e CCR RodoAnel, explica a importância de contribuir com o desenvolvimento social das cidades atendidas pelas rodovias. “Ao aprender a observar, o jovem descobre maneiras mais relevantes de atuar em sua própria realidade. Nosso propósito é criar caminhos para que desenvolvam a Cultura e a Cidadania”, reforça o gestor.

Além de ensinar técnicas fotográficas, o projeto FotoArte tem como principal objetivo mudar a forma com que as pessoas se relacionam com essa ferramenta, percebendo o poder que ela tem de transmitir mensagens relevantes e mudar realidades.

“O impacto do projeto nas escolas é incrível. No momento da exposição, os alunos percebem o quanto é importante a mensagem que eles passaram por suas fotografias, a importância do que eles pensam e o valor da opinião deles dentro da escola”, conta Andreza Portela, coordenadora do núcleo educacional da ImageMagica.

Uma imersão imagética

O mergulho no universo das imagens acontece do início ao fim das oficinas. Os estudantes terão contato com a história da fotografia e dicas de como usar a ferramenta no dia a dia. Depois, entrarão na câmara escura, ambiente instalado no caminhão que simula o interior de uma máquina fotográfica gigante. Ali, eles conseguem ver, ao vivo, a imagem de fora do caminhão sendo projetada exatamente como acontece dentro das câmeras fotográficas, que é o mesmo dos nossos olhos.

Botando a mão na massa

Com todo esse novo conhecimento em mãos e um celular disponibilizado para a oficina, cada participante vai fotografar o tema “O que representa o futuro para você”. Eles utilizarão o aplicativo Camino, desenvolvido pela ImageMagica, e também produzirão uma legenda sobre o tema. As imagens são impressas e entregues aos novos fotógrafos.

Aprendizado para os professores

As oficinas do FotoArte também serão direcionadas para os professores das escolas, que serão capacitados com conteúdo exclusivo. O objetivo é incentivar o uso da fotografia como ferramenta de ensino dentro da sala de aula para suas próprias disciplinas.

Ideias para o mundo

Ao final das oficinas, o material produzido pelos alunos será exposto em formato de lambe-lambe ou varal. A ideia é incentivar a visitação da comunidade, aumentando o impacto das fotografias e das mensagens criadas.

Serviço

Itapevi

Escola: C.E.M.E.B. Prof. Irany Toledo Moraes

Datas: 24 e 26 de abril de 2019

Endereço: Rua Alcides Cotrim,117, Jd. Santa Rita, Itapevi/SP

Carapicuíba

Escola: EMEF Miguel Costa Júnior

Datas: 29 e 30 de abril de 2019

Endereço: Estrada Egílio Vitorello, 2132, Jardim Maria Beatriz, Carapicuíba/SP

ImageMagica

Fundada pelo fotógrafo André François, a ImageMagica tem como missão promover o desenvolvimento de pessoas utilizando a fotografia como ferramenta de transformação e empoderamento.

A ONG desenvolve ações nas áreas de educação, saúde e cultura, atuando em diferentes causas. Com a convicção de que a transformação começa pelo olhar, a ImageMagica estimula as pessoas a perceberem mais atentamente seu entorno e, com essa reflexão, mudar a si próprias e o ambiente onde vivem. Desde 1995, já foram mais de 370 mil olhares transformados com projetos realizados em 15 países.

Site: www.imagemagica.org

Redes Sociais: www.facebook.com/imagemagicapage / www.instagram.com/imagemagica

Instituto CCR

Completando 5 anos em 2019, o Instituto CCR é uma entidade privada sem fins lucrativos que nasceu com o objetivo de estruturar a gestão de projetos de Responsabilidade Social apoiados há mais de 15 anos pelo Grupo CCR. Por meio do Instituto CCR são viabilizados projetos com recursos próprios da companhia e oriundos de leis de incentivo, com foco prioritário em quatro áreas: Cultura e Esporte; Educação e Cidadania; Meio Ambiente e Segurança Viária; Saúde e Qualidade de Vida. Comprometido com o desenvolvimento sustentável, socioeconômico e cultural nas regiões onde atua, o Grupo CCR se orgulha de ter levado cerca de 600 projetos para mais de 150 cidades no Brasil e no exterior, que, desde 2003, já beneficiaram 10,7 milhões de pessoas com investimentos de R$ 291 milhões em projetos estruturados.

Saiba mais em www.institutoccr.com.br

Sobre a CCR ViaOeste

A CCR ViaOeste é responsável pela administração do Sistema Castello-Raposo e gerencia 168,62 quilômetros de rodovias, compreendendo as Rodovias Castello Branco (SP-280), de Osasco a Itu; Raposo Tavares (SP-270), de Cotia a Araçoiaba da Serra; Senador José Ermírio de Moraes (SP-075), de Sorocaba a Itu e Dr. Celso Charuri (SP-091/270), em Sorocaba. Foi a sexta concessionária a integrar o Grupo CCR.

Sobre o Grupo CCR Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina. Dividida em quatro núcleos de negócio, CCR Rodovias SP, CCR Rodovias BR, CCR Mobilidade e CCR Aeroportos, a empresa detém concessões nos principais modais em operação no País. Pioneira no segmento de concessões de rodovias no Brasil, a companhia é hoje uma das cinco maiores do mundo e atua com dez concessionárias de rodovias pelo país, CCR NovaDutra, CCR ViaLagos, CCR RodoNorte, CCR AutoBAn, CCR ViaOeste, CCR RodoAnel, CCR SPVias, Renovias, ViaRio e CCR MSVia, totalizando 3.265 quilômetros concedidos em São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Paraná. No seu portfólio constam as rodovias consideradas melhores e mais seguras por anos consecutivos nos rankings especializados, tendo conquistado importantes índices de redução de acidentes fatais. Em transporte de passageiros, com a conquista, no início de 2018, da concessão das Linha 5 – Lilás do metrô de São Paulo e do monotrilho da linha 17 – Ouro, o grupo consolida sua atuação no segmento, gerindo importantes empresas responsáveis por mais fluidez, segurança e conforto em grandes vias urbanas. São elas: ViaQuatro, VLTCarioca, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, com negócios nas capitais paulista, fluminense e baiana, respectivamente. Já em concessões aeroportuárias, o Grupo CCR tem atuação internacional, com participação nos aeroportos de Quito (Equador), San José (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport, responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Em 2015, adquiriu a TAS (Total Airport Services), empresa norte-americana prestadora de serviços aeroportuários. Além do compromisso com a elaboração de projetos de infraestrutura para o País, a CCR também está atenta ao desenvolvimento sustentável das comunidades em que atua e aos seus 13 mil colaboradores. Nesse sentido, a empresa se tornou, em 2011, signatária do Pacto Global da ONU e, consequentemente, assumiu os compromissos nele firmados. A empresa também segue, pelo sétimo ano consecutivo, na carteira do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) da B3 e possui o Instituto CCR por meio do qual promove projetos sociais, culturais, ambientais e esportivos nas regiões onde atua levando desenvolvimento social para milhares de pessoas. Com mais de 20 anos de trajetória, possui o reconhecimento dos mercados nacional e internacional em função de sua trajetória de sucesso e da adoção constante das mais rígidas regras de governança corporativa que pautam sua atuação e estão reunidas no Programa de Integridade e Conformidade da companhia.

Escola do Parlamento de Itapevi abre inscrições para curso de mídias sociais

Gerenciamento, produção de conteúdo, monitoramento, métricas, interação dos canais e técnica de persuasão, são alguns dos temas que serão abordados no curso, gratuito, de Comunicação Digital no Setor Público, promovido pela Escola do Parlamento Dr. Osmar de Souza, nos dias 18 e 21 de março, em Itapevi.

Ministrado pela consultora digital Juliana Fratini, o curso apresentará em dois dias conteúdo teórico e prático sobre as tendências do mercado digital e conceitos que podem ser aplicados na área pública.

Destinado a servidores públicos, profissionais de comunicação e estudantes de comunicação, o curso será ministrado na Câmara Municipal de Itapevi, nos dias 18 e 21 de março, sempre das 13 às 17 horas. A escola emitirá certificado aos participantes que atenderem a carga horária. A inscrição pode ser feita no site: www.camaraitapevi.sp.gov.br/escola, até o dia 10 de março. 

Sorriso Móvel realiza 35,7 mil atendimentos da rede de ensino de Itapevi

Deste total, 632 crianças foram encaminhadas para atendimento especializado e 71 passaram por cirurgia

O Sorriso Móvel, programa criado pela Prefeitura de Itapevi, realizou 35.760 atendimentos odontológicos em alunos matriculados na rede pública de ensino, em 2018. Deste total, 26.524 crianças foram atendidas na rede municipal e 9.236 estudantes na rede estadual.

Os alunos foram atendidos na unidade móvel odontológica, que percorreu as escolas durante o período letivo, e passaram por serviços de limpeza e curativos em pequenas cáries e também receberam orientações sobre higiene bucal, escovação e alimentação saudável.

Foram encaminhadas para atendimento nas unidades básicas de saúde 632 crianças que precisaram de atendimento especializado. Destes casos, 71 crianças passaram por cirurgia de freio labial e lingual, que afetam muitas vezes a fala, comprometendo a dicção e o aprendizado.  As cirurgias foram realizadas no Centro de Reabilitação de Itapevi, na Cohab.

Criado em junho de 2017, o programa atendeu, naquele ano, cerca de 18 mil crianças das escolas da rede municipal de ensino. Em maio do ano seguinte, o atendimento foi ampliado para atender os alunos dos 6º e 7º anos matriculados na rede estadual de ensino.

Sorriso Especial

Em março de 2018, a Prefeitura inaugurou o Sorriso Especial, exclusivo para pessoas com deficiência, no Centro de Reabilitação de Itapevi (Avenida Pedro Paulino, 1180 – Cohab II). Em nove meses de funcionamento, a unidade atendeu 867 consultas agendadas, realizou 378 restaurações em dentes cariados e 198 limpezas com raspagem. A unidade foi responsável ainda por 241 cirurgias de extrações dentárias.

Sorriso Mulher

No mesmo ano, a Prefeitura também lançou o Sorriso Mulher, serviço de saúde preventiva que funciona no Centro de Referência da Mulher (av. José Michelotti, 194, Cidade Saúde) e prioriza o atendimento de gestantes, bebês de 0 a 4 anos e mulheres vítimas de violência. O espaço realiza ainda exames pré-natais odontológicos. Desde o início das suas atividades, a unidade atendeu 268 mulheres e crianças e realizou 899 procedimentos. 

Igor Soares entrega 81 novos uniformes aos profissionais do SAMU

O prefeito Igor Soares entregou, nesta quarta-feira (20), 81 novos uniformes aos profissionais do SAMU Regional Oeste (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) – unidade com sede em Itapevi. A solenidade de entrega aconteceu na sede da administração municipal, na Vila Nova Itapevi.

“Os profissionais do SAMU merecem toda dignidade e respeito. Por isso, as entregas dos uniformes garantirão melhor qualidade no atendimento médico-hospitalar dos nossos cidadãos”, destacou o prefeito.

As peças, consideradas EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), foram entregues a condutores, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e telefonistas do SAMU. O uniforme é composto por um macacão com faixas reflexivas (iluminação noturna para evitar acidentes de trânsito) e bolsos para guardar equipamentos e medicamentos, além de capa de chuva, camiseta e bota. Os telefonistas receberam apenas o colete. Todas as peças têm tarjetas com identificação pessoal bordadas.

Os materiais são térmicos e a durabilidade das peças é de aproximadamente dois anos. “Os novos uniformes atendem especificações técnicas do Ministério da Saúde, protegendo o socorrista e assegurando um atendimento de qualidade à população”, resumiu a secretária de Saúde, Luiza Nasi.

“O uniforme anterior era de algodão, costumava rasgar e desfiava dependendo da ocorrência. Este novo material confeccionado em tecido rip stop é mais resistente ao rasgo. A matéria-prima é a mesma contida em muitas fardas militares, além de ser impermeável, nos protegendo das chuvas e outras intempéries. Esse novo uniforme é ainda uma verdadeira barreira biológica porque não permite a nossa contaminação em atendimento médico na rua junto ao paciente quando há sangue envolvido”, destacou a coordenadora geral do SAMU Regional Oeste, Juliana Petrin.

Os itens foram comprados ainda no final do segundo semestre do ano passado por meio de licitação e adquiridos com recursos municipais. O investimento foi de cerca de R$ 60 mil. As peças chegaram no início de fevereiro deste ano.  

Atendimento do SAMU

O Serviço (Avenida José Michelotti, 400 – Cidade Saúde) funciona 24 horas. O telefone para emergência é 192 e o atendimento administrativo é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelos telefones 4143-8200 ou 4143-8203.

O SAMU está qualificado para atender chamados de urgência, como infarto agudo do miocárdio, queda de altura de mais de três metros, acidente de trânsito, tentativa de suicídio, gestante em trabalho de parto, engasgo, crises convulsivas, parada cardiorrespiratória, acidentes de transito, vítimas de ferimento por arma branca ou por arma de fogo, dentre outros.

O SAMU Regional Oeste, no qual Itapevi é a sede do consórcio, abrange seis cidades: Itapevi, Cotia, Pirapora, Vargem Grande Paulista, Jandira, Carapicuíba.

Vereadora Mariza defende ampliação de CEMEB

A vereadora Mariza (PSL) apresentou indicação que pede a ampliação do número de salas do Centro Municipal de Educação Básica (CEMEB) Cecília Meireles, Jardim Briquet. O documento foi aprovado na última terça-feira (19).

Na justificativa, a vereadora destacou que essa é uma solicitação dos pais de alunos. “Com a construção de mais salas de possibilitará atender um maior número de crianças do Jardim Briquet e bairros próximos”, disse Mariza.

A indicação será encaminhada para conhecimento e adoção de medidas pela secretaria municipal da educação.

Vereador busca reforma de escola municipal

O vereador pesselista, Thiaquinho (PSL) retomou o pedido de reforma do Centro Municipal de Educação Básica (CEMEB) Drª Zilda Arns Neumann, no Jardim São Carlos. O pedido foi reapresentado por meio da Indicação 532/2019, aprovada na última sessão legislativa (19).

“A reforma do CEMEB é um pedido antigo dos moradores do bairro e pais de alunos, que buscam mais segurança e melhores instalações para alunos e professores”, frisou o parlamentar. 

Vereador Renatinho reivindicada arborização no Dona Elvira

Tendo como objetivo devolver o equilíbrio ecológico do meio ambiente e contribuir para a qualidade de vida da população em áreas urbanas de Itapevi, o vereador Renatinho (DC) apresentou indicação solicitando arborização das margens do Rio Barueri Mirim, Jardim Dona Elvira. O pedido apresentado por meio da indicação 531/2019, foi aprovado na última terça-feira (19).

Segundo o parlamentar, o plantio de árvores trará a longo prazo um ganho importante na qualidade de vida das pessoas no bairro e cidade, além de melhorias no paisagismo.

“A arborização urbana abrange toda cobertura vegetal de porte arbóreo existente nas cidades e que pode ocupar as áreas livres particulares ou públicas e potencialmente coletivas (pátios de universidades, escolas e igrejas, por exemplo, que tem seu acesso de alguma forma controlado), além de acompanhar o sistema viário”, completou Renatinho.

A indicação será encaminhada para conhecimento da prefeitura de Itapevi, para realização de estudos.