Editorial: Idoso

Jogos interativos ajudam na fisioterapia e sociabilidade de idosos

Um tratamento que alia cuidados fisioterápicos em idosos, com diversão e muitas brincadeiras. O uso de jogos interativos, ou “gameterapia”, ganha cada vez mais espaço em clínicas e espaços dedicados à terceira idade. Segundo Vanessa Tamborelli Frakas, fisioterapeuta do Residencial Club Leger, localizado em São Paulo, o uso de jogos interativos possibilita trabalhar o equilíbrio, o condicionamento físico, aeróbica e a estimulação cognitiva.

– Os jogos produzem movimentos semelhantes ao que fazemos dentro da fisioterapia convencional e abrange pacientes que fazem fisioterapia ortopédica, neurológica entre outras – destaca Vanessa.

Ela aponta que a utilização do videogame na reabilitação faz com que os idosos tenham mais motivação. A cada ponto conquistado ou fase superada, o idoso consegue visualizar de forma muito interativa e rápida, fazendo com que as terapias se tornem mais lúdicas e leves.

– Isso ajuda a humanizar o tratamento, muitas vezes doloroso e exaustivo, além de possibilitar acessibilidade para pacientes com deficiência. Muitos movimentos que o paciente, às vezes, não consegue mais realizar, através do jogo consegue vivenciar novamente aquela atividade ou movimento há muito tempo não executado – afirma a fisioterapeuta.

Vanessa explica que alguns estudos científicos mostram que os games ajudam, tanto em adultos quanto em idosos, no aumento das atividades do hipocampo (responsável pela memória), córtex pré-frontal dorsolateral (que controla o planejamento, a tomada de decisões e a inibição) e cerebelo (responsável por atuar no controle e no equilíbrio motor).

Ela acrescenta que a escolha dos jogos a serem utilizados dependerá dos objetivos que o terapeuta estabelece para cada paciente.

– Os principais consoles utilizados e mais acessíveis são WII e o X- Box, porém temos outros tipos e há também a possibilidade de desenvolvimento de jogos para programas específicos de reabilitação, porém o custo é mais elevado – explica.

O gerente executivo do Residencial Clube Leger, Vinícius Neves, ressalta que este tipo de atividade é difundida nos principais centros de tratamentos de idosos nos EUA.

– Muitas instituições norte-americanas mantêm uma grade fixa com este tipo de programação. Vamos fazer o mesmo aqui no Residencial Leger, acontecendo, neste primeiro momento, às quartas. Além dos aspectos clínicos, temos uma ótima resposta em termos de socialização e do senso de competitividade saudável que ajuda a ativar a autoestima – relata Neves.

Vanessa alerta que a uso dos jogos tem de ser colocado dentro de um planejamento visando os objetivos traçados e observando os bons resultados que possam gerar.

– Mesmo divertidos, os movimentos, quando mal executados, podem até agravar a situação. Além disso é muito importante ressaltar que a os jogos não substituem a fisioterapia convencional, mas complementa o tratamento.

Centro de Convivência do Idoso terá programação especial no final de setembro

Realizadas pela Prefeitura de Itapevi, atividades integram Semana do Idoso

Prefeitura programa atividades físicas, de beleza, dança e palestras para idosos (Divulgação PMI)

O Centro de Convivência do Idoso de Itapevi terá uma série de atividades especiais no final de setembro. As ações integram a Semana do Idoso, que será realizada pela Prefeitura de Itapevi os dias 25 e 29 deste mês com o objetivo de valorizar a população de terceira idade no município.

 

A programação prevê atividades como ginástica, alongamento, capoterapia (terapia alternativa na qual se utiliza elemento da capoeira adaptada para pessoas sem o hábito de prática de atividade física ou esportiva), dança, serviços de beleza (corte de cabelo, tintura, escova, hidratação e manicure). Haverá ainda campeonatos de truco e dominó, além de palestras motivacionais.

 

“Nosso objetivo é lembrá-los sobre a importância dos cuidados e da valorização deles perante à sociedade”, diz Elaine Freitas, secretária de Desenvolvimento Social, Defesa da Cidadania e da Mulher de Itapevi. “Em nossas ações, buscaremos salientar a importância da Melhor Idade e de sua integração em comunidade, com saúde digna e qualidade de vida”, afirmou.

 

Também haverá ações no Dia Nacional do Idoso, comemorado em 27 de setembro. Nele, a Prefeitura realizará uma série de palestras motivacionais em parceria  a Câmara Municipal.  A abertura dos trabalhos será feita às 8h30 pelo presidente da Casa, vereador Anderson Cavanha (Bruxão do Táxi).

 

Às 9h, será realizada uma palestra sobre os “Desafios ao Cuidado do Idoso”. Em seguida, às 10h, o assunto abordado será “Saúde e Qualidade de Vida do Idoso”. Finalmente, às 11h, o tema será “Família e Sociedade”. As atividades acontecem no plenário da Câmara (Rua Arnaldo Sérgio Cordeiro das Neves, 80 – Vila Nova Itapevi).

 

Para mais informações sobre as palestras e inscrições, o telefone para contato é 4141-4472 (Ramal 222). O e-mail é escoladoparlamento@camaraitapevi.sp.gov.br. As vagas são limitadas e o plenário tem capacidade para 200 pessoas.

 

Confira a programação completa da Semana do Idoso:

 

Dia 25/09 (Segunda-feira)

Caminhada dos Idosos

Ponto de Encontro e Saída: Ita Shopping (Centro)

Ponto de chegada: Praça 18 de fevereiro

Horário: 9h

Evento: Com a chegada na Praça 18 de Fevereiro, haverá uma atividade de alongamento, ginástica e capoterapia

 

Dia 26/09 (Terça-feira)

Beleza do Idoso

Local: CCI

Horário: Das 9h às 15h

Evento: corte/ tintura/ escova/ hidratação/ manicure

 

Dia 27

Horário: 8h30 – Abertura com o presidente da Câmara Municipal

9h – Palestra Desafios ao Cuidado do Idoso

10h – Palestra Saúde e Qualidade de Vida do Idoso

11h – Palestra Família e Sociedade

Local: Plenário da Câmara Municipal (Rua Arnaldo Sérgio Cordeiro das Neves, 80 – Vila Nova Itapevi)

 

Dia 28/09 (Quinta-feira)

Caia na Dança

Local: CCI

Horário: Das 13h30 às 16h40

Evento contará com DJ

 

Dia 29/09 (Sexta-feira)

Campeonato de Truco e Dominó Misto

Local: CCI

Horário: Das 13h às 16h30






GCM de Osasco localiza mulher desaparecida com Alzheimer

Idosa é mãe da Secretária de Assistência e Promoção Social de Osasco
GCM_Osasco-Sensibilidade é mais uma das palavras incorporadas à realidade e às posturas práticas da Guarda da Civil Municipal de Osasco (GCM). Na manhã desta quinta-feira (26), membros da corporação localizaram a aposentada Vilda Praxedes Silva, de 70 anos, moradora do Jardim Jaguaribe, que sofre de Alzheimer e caminhava nas mediações do Viaduto Metálico, no Centro da cidade. A senhora é mãe da Secretária de Assistência e Promoção Social de Osasco (SAPS), Solange Cristina Silva.

“Estou muito agradecida a todos os GCMs e a Secontru [Secretaria de Segurança e Controle Urbano] pelo trabalho realizado. Reencontrar um parente querido que sofre de Alzheimer é trazer de novo um sopro de vida, esperança e alívio, ainda mais pelo fato de ser uma mãe. Todos da família ficamos muito desesperados e em momento algum nos valemos da nossa autoridade ou posição para localizar alguém, embora estivéssemos muito aflitos. Não sabíamos se ela [Dona Vilda] estava bem, passando frio, fome, sede e precisando de amparo. Conversei com os GCMs depois que a encontraram e eles não faziam ideia que a pessoa que localizaram era minha mãe, mas pela sensibilidade deles percebemos que estão prontos a ajudar qualquer pessoa, independente de quem seja. Eles atuam por amor, responsabilidade e comprometimento”, declarou Solange, que estava ao lado do secretário da Secontru, André Santiago, no instante do reencontro com a mãe.

“O preparo da nossa corporação é para todas as situações do cotidiano, sobretudo com foco no policiamento comunitário. Esta não é uma ocorrência recorrente ou comum, mas nosso olhar e atendimento humanizado ajudam a transformar a GCM de Osasco em uma das corporações de segurança mais qualificadas e mais bem reconhecidas do Brasil”, declarou Santiago, que agradeceu e parabenizou os GCMs pelo trabalho.

Entenda o caso

Segundo os GCMs Antonio Mattos e Jaqueline Peranzi, que atuaram diretamente na ocorrência, o efetivo foi acionado por volta das 8h15 desta quinta-feira (26) pela Central de Gerenciamento de Comunicação da GCM (CGCOM), localizada no Paço Municipal. As equipes receberam informações de que uma senhora utilizando calça jeans preta e blusa listrada estava desaparecida desde às 21h de ontem (25). A idosa disse aos familiares que sairia para realizar compras em um mercado próximo de casa e voltaria em breve.

De acordo com os familiares, eles não permitiram a saída da senhora porque sabiam da gravidade da sua doença, mas minutos após o diálogo com ela, mesmo alertando-a sobre o perigo de sair sozinha não mais a localizaram em casa. A partir de então, ligaram para a Polícia Militar (PM) informando sobre o desaparecimento, já que não encontraram-na pelos prováveis caminhos que ela faria até o mercado.

No dia seguinte, no período da manhã, informados pelo CGCOM, que atua integrada ao sistema da PM, os GCMs que atuavam no Paço decidiram fazer algumas buscas na imediação da Prefeitura. O GCM Mattos decidiu caminhar até o Viaduto Metálico para averiguar a informação de uma senhora com as descrições físicas e as características das roupas utilizadas pela desaparecida. “Eu me aproximei e sabendo de uma provável doença degenerativa perguntei basicamente qual era o nome da senhora. Imediatamente ela me informou seu nome completo e exato. Não tive dúvidas de que havíamos encontrado-a. Então, a convidei para tomar um café na Prefeitura e utilizar o banheiro, considerando que ela estava muito tempo fora de casa”, revelou.

De acordo com os GCMs, ao chegarem ao Paço, Dona Vilda teve a pressão aferida pela equipe médica, foi medicada e utilizou o banheiro. Ela apresentava pressão alta em virtude do longo período sem tomar medicação controlada da doença. “Mesmo sendo trazida ao Paço, Dona Vilda nos disse que havia tomado café na igreja Nossa Senhora. Ela disse que não precisávamos ficar preocupados com ela porque a filha estava trabalhando, mas logo a encontraria voltando para casa. Percebemos que ela estava um pouco confusa e precisando de ajuda. Deste modo, não deixamos ela sozinha um minuto sequer, nem mesmo quando foi ao banheiro porque ficamos preocupados com uma eventual escapada dela”, declarou a GCM Peranzi.

Já mais tranquilizados com a situação, os familiares foram acionados e encontraram Dona Vilda, que passa bem. Para surpresa do efetivo, apenas no instante do reencontro descobriram que Dona Vilda é mãe da secretária de Assistência e Promoção Social de Osasco. “Antes de qualquer posição profissional ou social, procuramos fazer o bem ao ser humano. Cuidar do outro é essencial para nós. Todos da corporação colocam-se no lugar dos familiares e imaginamos se fossem nossos pais e mães perdidos ou acometidos por uma doença dessa natureza. Ficaríamos seguramente preocupados. Então, nos sentimos muito felizes, mais sossegados e lisonjeados em promover a gentileza e o reencontro seguro”, finalizou Mattos.

Ricardo Datrino
Agência SECOM de Notícias