Editorial: hospital geral de carapicuíba

Hospital Geral de Carapicuíba vai passar por certificação da ONA

O HGC (Hospital Geral de Carapicuíba) vai passar nos dias 14 e 15 de março por um processo para nova acreditação de qualidade e segurança atestado pela ONA (Organização Nacional de Acreditação), entidade não governamental que certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil.

O objetivo do HGC é manter o certificado em Acreditado Pleno ONA Nível 2, título já obtido em 2018. Ele envolve o acompanhamento das barreiras de segurança definidas, dos principais processos desenhados e dos protocolos implantados. A partir da visita e a manutenção do Nível 2, o HCG poderá traçar a meta para o Nível 3, que é a excelência em gestão.

Os critérios que são avaliados dizem respeito à segurança do paciente, não apenas com enfoque na assistência, mas em todas as áreas, como apoio, suprimentos, infraestrutura, logísticas, alta administração.

O processo de certificação é feito por meio de algumas etapas, que incluem: visita de diagnóstico, onde a empresa de acreditação realiza a auditoria e indica qual o nível de acreditação a instituição pode preitear e visita de acreditação, que é a auditoria onde será indicado o nível de acreditação. Após a acreditação, é feita a visita de manutenção a cada 9 meses, além da visita de recertificação, onde pode ocorrer indicação de upgrade para um nível superior.

O enfermeiro responsável pela qualidade do HCG, Eliézer Amós da Silva, explica que a acreditação é uma ferramenta da qualidade. “Sendo assim, é um processo de auditoria em que seremos apontados para trazermos melhorias constantes. Os benefícios para a instituição são a qualidade assistencial para os pacientes e a sua segurança. Os benefícios para os colaboradores são conhecimentos e melhora da qualidade profissional”, afirma.

Silva ressalta que todo o processo de acreditação é feito por iniciativa do próprio hospital. “O governo não exige e não oferece esse tipo de certificação. Porém, para o HGC, esse tipo de procedimento é importante para garantir melhorias constantes em seus processos”, completa.

A primeira acreditação pela qual o HCG passou foi em 2011, ocasião em que recebeu a certificação em Nível 1, com upgrade em 2013 para nível 2. Em 2014, o processo de acreditação foi paralisado, sendo retomado em 2018. Em maio do ano passado, o HCG foi certificado novamente com o ONA Nível 2.

O HGC (Hospital Geral de Carapicuíba) vai passar nos dias 14 e 15 de março por um processo para nova acreditação de qualidade e segurança atestado pela ONA (Organização Nacional de Acreditação), entidade não governamental que certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil.

O objetivo do HGC é manter o certificado em Acreditado Pleno ONA Nível 2, título já obtido em 2018. Ele envolve o acompanhamento das barreiras de segurança definidas, dos principais processos desenhados e dos protocolos implantados. A partir da visita e a manutenção do Nível 2, o HGC poderá traçar a meta para o Nível 3, que é a excelência em gestão.

Os critérios que são avaliados dizem respeito à segurança do paciente, não apenas com enfoque na assistência, mas em todas as áreas, como apoio, suprimentos, infraestrutura, logísticas, alta administração.

O processo de certificação é feito por meio de algumas etapas, que incluem visita de diagnóstico, onde a empresa de acreditação realiza a auditoria e indica qual o nível de acreditação a instituição pode preitear e visita de acreditação, que é a auditoria onde será indicado o nível de acreditação. Após a acreditação, é feita a visita de manutenção a cada nove meses, além da visita de recertificação, onde pode ocorrer indicação de “upgrade” para um nível superior.

O enfermeiro responsável pela qualidade do HGC, Eliézer Amós da Silva, explica que a acreditação é uma ferramenta da qualidade. “Sendo assim, é um processo de auditoria em que seremos apontados para trazermos melhorias constantes. Os benefícios para a instituição são a qualidade assistencial para os pacientes e a sua segurança. Os benefícios para os colaboradores são conhecimentos e melhora da qualidade profissional”, afirma.

Silva ressalta que todo o processo de acreditação é feito por iniciativa do próprio hospital. “O governo não exige e não oferece esse tipo de certificação. Porém, para o HGC, esse tipo de procedimento é importante para garantir melhorias constantes em seus processos”, completa.

A primeira acreditação pela qual o HGC passou foi em 2011, ocasião em que recebeu a certificação em Nível 1, com “upgrade” em 2013 para nível 2. Em 2014, o processo de acreditação foi paralisado, sendo retomado em 2018. Em maio do ano passado, o HGC foi certificado novamente com o ONA Nível 2.

Com emenda de Marcos Neves, Hospital Geral de Carapicuíba adquire novos equipamentos

Na segunda-feira (13/06), o deputado estadual Marcos Neves (PV) esteve no Hospital Geral de Carapicuíba (HGC), visitando as instalações que receberam novos equipamentos, adquiridos por meio de sua emenda parlamentar no valor de R$ 500 mil.4.1_marcosneves
Já estão em funcionamento os seguintes equipamentos: incubadora de transporte, cinco bombas de infusão seringa, quatro monitores multiparamétricos, quatro aparelhos de fototerapia de LED, dois perfuradores pneumáticos, aparelho de anestesia e camas elétricas hospitalares. Nos próximos dias, o hospital também receberá dois aparelhos de raios-X, sendo um fixo e outro portátil.
O deputado Marcos Neves aproveitou a ocasião para conversar com o diretor geral da Cruzada Bandeirante São Camilo, Dr. Alex Marques, com a diretora técnica do HGC Dra. Maria Paula e a assessora de direção Alessandra Guarnieri sobre a importância dos novos equipamentos no atendimento à população.
“O HGC é referência no atendimento hospitalar. Os novos aparelhos vão ajudar a ampliar o número de pacientes atendidos, principalmente os moradores de Carapicuíba”, afirmou Marcos Neves.
O Hospital Geral de Carapicuíba conta com 241 leitos, sendo 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de adultos, 13 leitos de UTI Neonatológica e 6 de UTI Pediátrica. Conta com pronto-socorro referenciado, Centro de Parto Humanizado, Serviço de Hemodiálise e Ambulatório de Especialidades Médicas.