Editorial: GRB

Equipes profissionais sediadas em Barueri serão referência e incentivo para crianças

Na noite da terça-feira, 17, foi de festa para o esporte de Barueri. Foram apresentados os times de futebol e de vôlei do Oeste e do Hinode. A ideia é fazer com que os jovens das escolinhas de esportes da cidade tenham uma referência para chegar até o time profissional.

A participação do município nessa parceria acontece com o empréstimo de próprios públicos para treinamento e jogos dos times, como a Arena Barueri e o Ginásio Poliesportivo José Corrêa. É importante ressaltar que nem o Oeste/Barueri, time de futebol que vai disputar o Campeonato Paulista da série A2 e o Brasileirão série B, e nem o Hinode/Barueri, que vai jogar a Superliga de Vôlei Feminino também da série B, vão usar dinheiro público.

O Oeste no ano passado já vinha utilizando Barueri como sede. Já o Hinode/Barueri é um sonho antigo do multicampeão treinador pela seleção brasileira masculina e feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, morador da cidade. Ele montou uma equipe no ano passado para disputar a “Taça de Prata” com recursos próprios, e com jogadoras que acreditaram no seu sonho. O início promissor deu acesso para a equipe disputar a Superliga B.

“Está é a cidade que eu escolhi para viver e onde grande parte da minha família vive. Então esse sonho é porque eu vivo aqui e porque aqui é também um celeiro de grandes jogadoras. Para você ter uma ideia, a seleção brasileira sub-19 tem quatro de quatorze jogadoras aqui da cidade. Vamos utilizar as escolinhas e montar grandes times”, disse José Roberto Guimarães.

O prefeito de Barueri, Rubens Furlan, ressaltou a importância de a cidade voltar a ter equipes de competição. “As crianças tem os seus ídolos e todo esse trabalho vai envolvendo elas de uma maneira tão importante que elas devem seguir esse caminho saudável. Vamos incentivá-las a irem ao ginásio e também ao estádio para acompanhar os times. Barueri vai bombar em 2017”, resumiu o prefeito que encerrou dizendo que os times não são apenas de Barueri, mas sim de toda a região oeste da Grande São Paulo.

10ª Copa Barueri de Judô supera expectativa e atraiu um grande número de atletas

IMG_8376

A já tradicional 10ª Copa Barueri de Judô aconteceu no domingo, 13, e superou as expectativas atraindo a participação de aproximadamente 420 atletas representando 18 academias do estado de São Paulo.

Apesar da baixa temperatura, os atletas seguiram firmes e fizeram excelentes apresentações. Alunos e atletas da Escola de Esportes do GRB somaram cerca de 120 crianças e adolescentes. Para suportarem o frio, as crianças do GRB fizeram exercícios especiais de aquecimento antes das lutas.

CONVIDADOS ILUSTRES – Fizeram parte da mesa diretora, dois atletas ilustres do Judô brasileiro, o campeão olímpico Henrique Guimarães, que recebeu das mãos do gestor do GRB, Adão Rodrigues Filho, uma placa homenageando o judoca pelas grandes conquistas para o Brasil. O judoca integrante da Seleção Brasileira de Judô, Felipe Costa também prestigiou o evento. Ele já integrou a equipe de atletas do GRB e durante o evento fez questão de doar uma camiseta da Seleção de Judô autografada por todos os judocas da seleção para ser sorteada entre os participantes da Copa Barueri de Judô.

O evento foi organizado pelo gerente da modalidade, Douglas Montel e o gestor do GRB Adão Rodrigues Filho, em seu pronunciamento na abertura do evento, fez questão de agradecer a presença dos atletas e do grande público que lotou as arquibancadas do Ginásio Sérgio Honda, apesar do frio que fazia na manhã de domingo.

O Judô é uma das primeiras modalidades esportivas implantadas pelo GRB

image001

Em Barueri o judô é uma das modalidades mais tradicionais. Foi implantada nas Escolas de Esportes do GRB no ano de 1982 e até hoje é frequentada por crianças e adolescentes de todos os bairros.

O Judô é uma arte marcial de origem japonesa e foi criada pelo mestre Jigoro Kano. Amodalidade esta alicerçada em três grandes princípios filosóficos: JU = suavidade, SEIRYOKU-ZEN-YO = máxima eficiência com mínimo esforço e JITA-KYOEI = prosperidade e benefícios mútuos, além de pertencer ao quadro de modalidades Olímpicas COB (Comitê Olímpico Brasileiro) na qual é a modalidade com o maior numero de medalhas olímpicas para o Brasil.

Diferentemente do que possa supor a ideia do mestre Kano não era somente formar guerreiros ou campeões, sendo uma restrita parte da modalidade, mas desenvolver integralmente o ser humano – transformando assim – o Judô em uma ferramenta de educação que viabilizasse aos alunos aprendizagens significativas, não exclusivamente no campo esportivo ou motor, mas cognitivo, sócio afetivo, moral e cultural, estimulando a competência de relacionar-se bem socialmente, aprimorando os saberes e habilidades para formação de cidadãos participativos, proativos, autônomos e principalmente capazes de melhorar o mundo em que vivem.

HÁ VAGAS – Atualmente a modalidade conta com 580 alunos frequentando as aulas em seus diversos núcleos. Ainda há vagas para crianças e jovens interessados em praticar a arte marcial.

Atualmente são dez núcleos espalhados por toda a cidade. Para se matricular basta apresentar os seguintes documentos: 1 foto 3×4, Cartão Barueri e atestado médico. Para efetuar a matrícula, os pais ou responsáveis devem preencher e assinar as fichas de inscrições. Para mais informações e inscrições, ligue para 4199-1700.

EM BARUERI – De acordo com o professor do GRB, Douglas Montel, a modalidade é considerada como uma importante feramente da educação integral, gerando grandes benéficos ao praticante: Equilíbrio mental, reforço do caráter e da moral, diminuição do estresse, colabora com a sociabilização, fortalecimento da auto-confiança, aumento da capacidade de concentração, desenvolve habilidades motoras, desenvolvimento da disciplina e respeito e melhora o condicionamento físico”, explicou o professor que é formado em educação física e é o 4º Dan pela Confederação Brasileira de Judô. Ainda integram a equipe de competentes profissionais atletas do Judô, os professores Ewerton Ribeiro e Shileyde Epifanio.

Recentemente a UNESCO, braço das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura declarou o judô como o esporte indicado para a formação inicial de crianças e jovens de 04 á 21 anos.

Aulão de Zumba

image001

A Secretaria de Esportes, em parceria com a Secretaria de Cultura de Barueri e o GRB também estará participando com atividades em prol da Campanha do Agasalho.

A equipe do projeto Ativa Geral realiza grande evento com muita dança e solidariedade no dia 15 de junho, no Centro Cultural de Barueri.

Academia de Artes Marciais do GRB também participa do Dia do Desafio

13310632_1099328146775041_9135985224942480888_n 2

Durante esta quinta-feira, 25,  os alunos e professores das modalidades Judô, Kung Fu e Karatê também participaram das atividades relacionadas ao Dia do Desafio, que é celebrado anualmente na última quarta-feira do mês de maio.

 O principal objetivo da data é motivar à população  a prátiva de atividades físicas, seja para melhorar a saúde física como também mental.  As aulas foram monitoradas pelos professores: Evandro Santos (Judô), Andrew Rodrigues (Karatê), Roberto Tadeu (Kung Fu), Douglas Montel (Judô) e Shileidy Epifânio (Judô)

Yoga para mães e filhos marcaram atividades da Semana do Bebê no Parque Ecológico de Barueri

IMG_20160515_160323

No domingo, 15, aconteceu o Encontro Especial para Gestantes, Mamães e Bebes, que integrou o projeto Semana do Bebê. O evento aconteceu no Parque Ecológico de Barueri.

Dentro da extensa programação que envolveu diversas secretarias,  aconteceu também  a atividade Matroginástica e Yoga para mamães e bebês, uma programação que é uma parceria entre a Secretaria de Esportes e GRB.

De acordo com a professora do GRB, Vânia Costa, “o yoga  mãe e bebê é uma prática imbuída de amor.  Através desta experiência, mãe e bebê conhecem-se  melhor, aprimorando a comunicação mútua. O movimento e o contato físico são uma rica estimulação a ser oferecida ao bebê. Por meio do yoga, cria-se uma base de bem-estar e contribui-se a um estado de satisfação”, explicou.

Além das atividades de Yoga, as mamães presentes no Parque Ecológico de Barueri também participaram de uma série de outros eventos realizados em parceria entre as Secretarias de Meio Ambiente e Cultura.

Ginástica Artística do GRB faz bonito em evento em Americana

?

alunas das Escolas de Esportes de Ginástica Artística do GRB participaram no sábado, 7de  maio, da II Etapa do Troféu Liga de Ginástica Artística, no   Ginásio  Municipal do Centro Cívico, na cidade de Americana.

O evento – contou ainda – com a presença de ginastas de  clubes e prefeituras de todo o estado de São Paulo.

Nas provas, o GRB esteve representado por 22 alunas  com idades entre 06 e 09 anos, divididas entre as categorias “Iniciante” e “Intermediário”. No final do evento todas as crianças receberam medalhas de participação.

Talento e disciplina fizeram de Rodrigo e Andrew uma dupla imbatível no kata

Karatê03

Um saiu do Parque dos Camargos, o outro, do Belval. Eles se encontraram no karatê e hoje são hexacampeoões brasileiros de kata, uma modalidade do esporte. Agora, Andrew Rodrigo e Rodrigo Arita preparam-se para representar o Brasil no campeonato sul-americano que será disputado em agosto, no Chile.

A relação de ambos com o esporte tem suas coincidências. Os dois queriam ser jogadores de futebol mas, logo cedo, aos sete anos, se identificaram com as artes marciais. Rodrigo começou pelo judô, na escolinha da prefeitura, mas teve problemas com os métodos do professor e aos 11 anos mudou para o karatê. Andrew entrou numa academia particular já diretamente no karatê, até transferir-se para o Grêmio Recreativo Barueri (GRB), também aos 11.

 

“Meu pai sempre me deu muita força, mas não gostava muito do judô”, conta Rodrigo. “Por isso, me apoiou quando troquei de esporte.” Andrew, por sua vez, pensou em fazer capoeira, mas desistiu. No karatê, os pequenos alunos logo começaram a competir, e em pouco tempo chamaram a atenção dos instrutores.

Viraram atletas, venceram competições e, com o tempo, acabaram se tornando professores da escolinha do GRB, sob a orientação do sensei Ruy Koike, de quem se tornaram discípulos e amigos. Rodrigo tinha 23 anos, Andrew, 18.

Hoje, dão aulas para crianças, adolescentes e adultos de todas as idades nas diversas unidades do clube. “Temos uma aluna de 65 anos”, conta Rodrigo, com um misto de satisfação e orgulho.

Mas as aulas não interromperam a trajetória de atletas da dupla. Eles se especializaram na arte do kata, uma variação em que o competidor faz uma demonstração de sua técnica sem lutar. “É um exercício mental e físico onde você usa todo seu conhecimento para simular uma luta”, explica Andrew. “Como se estivéssemos enfrentando um oponente imaginário.” Diante de um corpo de juízes, eles são avaliados pelos movimentos, expressões e golpes.

O kata pode ser individual ou coletivo, praticado por três atletas que devem ter sincronia perfeita. Aí, Andrew e Rodrigo são imbatíveis. Em 1º de maio, junto com o colega Marcel Raimo, de Bauru, eles se tornaram hexacampeões brasileiros da modalidade.

Com o título, vão representar o país pela quarta vez no sul-americano, no Chile. Antes, competiram no Peru, Paraguai e no Brasil, conseguindo dois vice-campeonatos continentais. Também disputaram um mundial no Japão. Além disso, Andrew tem o bicampeonato brasileiro individual.

Quando falam do esporte que adotaram, os dois mudam de tom. A sobriedade e certa timidez que demonstram quando explicam detalhes do treinamento e das competições dão lugar ao entusiasmo. Eles não querem mais falar apenas da técnica, mas de valores como foco, disciplina e lealdade. E como isso muda a vida das pessoas.

Nesse ponto, eles têm a mesma sintonia que precisam demonstrar no tatame. “Ser atleta é uma circunstância, de cada 100 alunos, um vai conseguir”, afirma Andrew. “Mas o karatê é mais do que competir, é um processo contínuo, para toda a vida, que não termina quando uma etapa é concluída”, diz Rodrigo. “E a pessoa pode deixar de praticar, mas vai levar junto tudo o que viveu e aprendeu aqui”, emenda Andrew.

E não faltaram foco e dedicação para a dupla. Os dois se formaram em Educação Física e Rodrigo tem pós-graduação em treinamento e preparação física.

Já Andrew se aperfeiçoa em acupuntura. E brinca: “É assim, ele maltrata o aluno e manda pra eu cuidar.” É brincadeira, claro, mas seria mais uma demonstração da sincronia entre os dois.

 

Escolas de Esportes de Futsal do GRB ainda tem vagas para crianças e adolescentes

IMG_5571

As Escolas de Esportes do GRB atualmente oferecem 15 diferentes modalidades esportivas para crianças e adolescentes de todos os bairros de Barueri.

A modalidade Futsal, por exemplo, atualmente conta com 1830 alunos e de acordo com  o gestor do GRB, Adão Rodrigues, a meta é chegar até o final do ano com um total aproximado de 2520 alunos.

As aulas acontecem nos ginásios de esportes e os alunos são orientados por professores capacitados e comprometidos com o projeto de formar cidadãos e incentivar à prática esportiva, além do acompanhamento do desenvolvimento, agilidade e reflexo dos alunos.

Além das aulas rotineiras práticas, os alunos recebem ainda ensinamentos sobre fundamentos da modalidade. Os inscritos na modalidade das Escolas de Esportes do GRB participam ainda dos concorridos festivais internos e externos, eventos que despertam muito interesse de todos os participantes.

Ainda há vagas para os interessados em frequentar a modalidade que atualmente oferece aulas totalmente gratuitas nos seguintes núcleos: ginásios esportivos do Jardim Maria Helena, Jardim Mutinga, Parque dos Camargos, Parque Imperial, Aldeia de Barueri, Engenho Novo, Jardim Belval, Parque Viana, Jardim Reginalice, Jardim Silveira, Jardim Tupã e Jardim Tupancy. As aulas também são ministradas nos Centros Comunitários do Parque dos Camargos, Engenho Novo, Jardim Paraíso, Centro Esportivo do Engenho Novo e Emef  Elizabeth Parminondi.

O QUE É PRECISO PARA MATRÍCULA – As aulas são gratuitas e para fazer a inscrição basta comparecer ao centro esportivo mais próximo da sua residência, com os seguintes documentos: 1 foto 3×4, atestado médico atual, Cartão Barueri e fotocópia do RG ou da Certidão de Nascimento. Mais informações pelos telefones: 4199-1700 ou 4163-4131.

Torneio de lutas marciais reúne mais de 1000 alunos do GRB

d

No próximo dia 19 de março, acontece no Ginásio Poliesportivo José Corrêa o 4º Torneio Integração de Lutas Marciais.

Na oportunidade, cerca de 1000 alunos do GRB participarão do evento que participam das Escolas de Esportes das modalidades, Karatê, Judô, Kung Fu e Taekwondô.

O Torneio é uma parceria entre o GRB  e a Secretaria de Esportes e ao longo de todos os anos, além dos alunos de lutas, reúne centenas de expectadores entre pais, autoridades do município e amantes das lutas marciais.

Além das lutas entre os diversos núcleos espalhados por todos os bairros do município de Barueri, o evento contará ainda com bonitas apresentações que marcarão a abertura da festividade.

A grande festa esportiva acontece no Ginásio José Corrêa a partir das 9h30 e a entrada é franca.