Editorial: gcm

GCM acaba com festa clandestina e prende 2 suspeitos por roubo em escola

Foto: Arquivo GCM

Na noite de domingo, 13/6, a Guarda Municipal de Osasco (ROMU) recebeu denúncias pela Central de Operações Integradas (COI) sobre uma festa que ocorria na Avenida João Ventura dos Santos, no Jardim Baronesa, onde flagrou um estabelecimento que promovia um evento com a presença de mais de 100 pessoas.

No local, as equipes informaram as pessoas sobre o risco de aglomeração durante a pandemia da covid-19 e as dispersaram. O estabelecimento foi lacrado.

Na quinta-feira. 10/6, a Equipe da Ronda Escolar conseguiu deter dois adolescentes em fragrante por roubo a uma EMEI no Jardim Conceição. Os garotos estavam com uma enceradeira tentando fazer a venda. Levados à delegacia foram adotadas as providências administrativas.

GCM de Osasco apreende oito motos irregulares

No dia 1º/1, a Guarda Civil Municipal, vinculada à Secretaria de Segurança e Controle Urbano, realizou a operação especial Saturação, retirando das ruas, oito motocicletas irregulares e um paredão de som.

Em patrulhamento pela Avenida Eurico da Cruz, Rua Pardinho, Avenida Passaredo foram realizadas intervenções com a dispersão de aglomerações, que somavam, em média, a aglomeração de 1.800 pessoas. Na zona Sul, a intervenção ocorreu nas avenidas Nelson Mandela e dos Trabalhadores. Também houve a apreensão de uma motocicleta na Rua César Ladeira.

Dando continuidade aos trabalhos, no domingo, 3/1, a Guarda Municipal apreendeu um carro com som irregular no Novo Osasco. O proprietário desligou o som, mas teve o veículo apreendido, sendo orientado a comparecer ao Demutran, para resolver as pendências.

No Jardim Conceição, a equipe de ROMU se deparou com um condutor de motocicleta fazendo malabarismo. Os GCMs abordaram o rapaz, que teve a motocicleta apreendida.

Na Rua Batista de Azevedo, os guardas tiveram de conter populares, que seguravam um indivíduo que havia praticado roubo no transporte coletivo, subtraindo vários celulares e uma quantia em dinheiro do cobrador. Detido, ele foi conduzido ao Hospital Municipal Antônio Giglio e em seguida ao plantão policial. O indivíduo estava em liberdade provisória da “saidinha de Natal”.

GCM de Jandira prende indivíduo que cultivava pés de maconha

Ação ocorreu no bairro Jardim São João durante patrulhamento pela área

Uma equipe da Guarda Civil Municipal de Jandira em patrulhamento pela cidade, prendeu, na tarde da segunda-feira, 28, um indivíduo que cultivava 36 pés de maconha em sua residência no Jardim São João.

Os agentes se depararam com um jovem em atitude suspeita, condição que gerou a abordagem, momento em que o indivíduo confessou que cultivava diversos pés de maconha no quintal de sua residência. Com a autorização da mãe do rapaz, a equipe fez a busca e encontrou diversos vasos contendo a planta.

Com o flagrante, o jovem foi conduzido à delegacia onde ficou à disposição das autoridades.

Fim de ano

Para oferecer mais segurança e tranquilidade à população, neste período de festas de fim de ano, a GCM vem reforçando o patrulhamento pelas ruas da cidade, tanto na região central, como nos demais bairros.

Texto: Luan Brito

Fotos: GCM/Secretaria de Segurança

GCM prende condenado com arma

Imagem: Divulgação

Equipe da Guarda Civil Municipal, vinculada à Secretaria de Segurança e Controle Urbano da Prefeitura de Osasco, em patrulhamento pela Vila dos Remédios na madrugada de sexta, 11/9, deteve um condenado da Justiça, portando uma pistola calibre 380.

Os GCMs foram alertados por populares sobre o ocupando de um veículo HB20, que estaria apontando a arma para pedestres. O suspeito tentou escapar da abordagem, mas foi perseguido e detido.

Na delegacia constatou-se que o suspeito já havia sido condenado anteriormente por outros crimes. Ele permaneceu à disposição da Justiça. A arma foi apreendida. 

Emoção e homenagem marcam cerimônia de formação de 30 novos GCMs em Jandira

Imagem: Paulo Sérgio Mack

Evento ocorreu no último sábado, 8, na Área de lazer do Trabalhador

A Prefeitura de Jandira, através da Secretaria Municipal de Segurança Pública, promoveu no último sábado (5) cerimônia de formatura de novos 30 guardas municipais.

Realizado na manhã do último sábado, na Área de lazer do Trabalhador (tablado), contou com a presença de familiares e autoridades dos municípios de Jandira, Guaíra e Porto Ferreira, que vieram prestigiar a formatura dos 30 GCMs. Ao todo se formaram 15 GCMs de Jandira, 9 de Guaíra e 6 de Porto Ferreira.

Participaram do evento o secretário de Habitação e Planejamento Fernando Ranzatti, os secretários de Segurança de Jandira Eliseu Gomes de Oliveira, e também os comandantes das GCMs de Porto Ferreira, Adilson Santos de Souza, de Guaíra Esmeraldo Palhares Alves, e também de Jandira Joylton Catai.

O curso de formação de GCM, durou cerca 8, meses, e os alunos tiveram as mais variadas aulas como noções de direito penal, meio ambiente, CDC, tiro, direitos humanos, dentre os demais temas abordados e ministrados por especialistas da GCM de Jandira nas 842 horas de curso.

Em suas falas, os representantes das cidades de Guaíra e Porto Ferreira, fizeram questão de enobrecer o trabalho feito com seus GCMs, e deixam claro que a Guarda Municipal de Jandira é referência no Brasil, no tocante a formação e por isso escolheram enviar seus alunos para que pudessem se formar com qualidade, para assim ir às ruas preparados para prestar o melhor serviço à população.

Ao final do evento, os alunos prestaram diversas homenagens aos seus comandantes, professores e instrutores, que por 8 meses passaram conhecimento e prepararam para atuar nas ruas.

A GCM de Jandira é hoje referência nacional na formação e atualização de guardas, e anualmente oferece o curso PATAMO (Patrulhamento Tático Motorizado), esse  muito concorrido. 

Guarda Civil Municipal recebe kit de proteção contra o coronavírus

Para evitar a proliferação do coronavírus o Ministério da Saúde recomenda: “Se puder, fique em casa”. E é exatamente o que a Prefeitura de Carapicuíba fez com diversos funcionários que podem fazer home office. Mas entre alguns setores da cidade, existe um que segue nas ruas: a segurança. Por isso, já foram disponibilizados equipamentos de proteção para estes profissionais.

O kit entregue pela Prefeitura tem máscara, luva e álcool para higienização. A ação tem como objetivo dar melhores condições de trabalho aos guardas que estão trabalhando todos os dias nas ruas de Carapicuíba.

“Nós valorizamos cada profissional que segue trabalhando nas ruas, arriscando a sua vida para atender a população. Sabemos que o momento é difícil, mas o comprometimento de cada servidor faz a diferença. Em nome da Guarda, agradeço a cada um que continua nas ruas, garantindo os serviços essenciais aos moradores”, afirma o prefeito Marcos Neves.   

Bebê de sete meses que se engasgou com papinha é salvo por GCM de Cotia

Há quase duas semanas, Simone Silvério Acácio e o marido, Jefferson Soares dos Reis, do bairro Quinta dos Angicos, viram o mundo desmoronar e ser reconstruído. O que seria um almoço da família, se tornou um pesadelo quando a bebê de 7 meses se engasgou com a papinha e chegou a desfalecer. Saíram em busca de socorro com os vizinhos, tentaram desengasgá-la, sem sucesso. A caminho do hospital, pararam na base da GCM, há poucos metros de casa, entregaram a filha nos braços do GCM Antônio da Silva, conhecido como Malvadeza – um apelido inapropriado neste caso.

O GCM Malvadeza conta que quando avistou o carro e o desespero da mulher pensou se tratar de um assalto, sequestro. “Mas era pior”, definiu. “Quando ela me entregou a bebê já roxa, desfalecida, sem batimento cardíaco dei início à manobra [Heimlich]. Meu pensamento era pedindo a Deus para a criança voltar a respirar”, lembrou Malvadeza.

Naquele cenário de desespero a mãe lembra que os minutos se transformaram em horas. “Tudo aconteceu num intervalo de cinco minutos, mas pareceu um dia inteiro pra mim [sic]”, descreveu. Fazendo a manobra o GCM sentiu em seu braço as primeiras batidas do coração da criança. A garotinha voltou a respirar. “Quando eu a virei, ela vomitou e abriu os olhos comecei a chorar”, emocionou-se Malvadeza. “Somos treinados para proteger a sociedade, salvar vidas, mas nada se compara a salva uma vida desta maneira”, completou.

A garotinha foi levada para o Hospital Regional de Cotia e depois para o Hospital São Francisco. Neste último, passou por diversos exames, ficou um dia na UTI e, para alívio da família, não teve sequelas. “A minha vida recomeçou naquele momento”, disse Simone. “Agradeço muito aos meus vizinhos Ricardo e Sandra que me ajudaram, aos guardas e, em especial, ao GCM Malvadeza. Ele foi um anjo que Deus colocou nas nossas vidas”, concluiu a mãe.

O prefeito Rogério Franco comentou o caso e disse que os GCM’s são preparados para lidar com situações de salvamento e que foi uma felicidade saber que o GCM Malvadeza teve sucesso neste atendimento. “Parabéns ao GCM pelo procedimento assertivo, pelo controle emocional para lidar com a situação. Estamos muito felizes em saber que o final foi um sucesso e a criança está bem”, disse o chefe do Executivo.

 

De frente com a morte

          Em abril deste ano, em um dia de folga, o GCM Antônio da Silva, o Malvadeza, estava em sua moto quando foi abordado por criminosos a bordo de duas outras motos. Eles anunciaram o assalto. Houve troca de tiros e o GCM ficou de frente com a morte quando foi alvejado pelas costas. Na ocorrência, um dos assaltantes também foi baleado.

          Os dias que se sucederam foi de luta pela vida e por sua recuperação. Um dia na UTI, sete dias internados e meses de recuperação. Voltou à corporação recentemente. Ainda afastado das ruas, Malvadeza se dedica a trabalhos internos na corporação. “Nossa vida é uma balança, vamos do céu ao inferno e, depois de tudo que vivi, tive a oportunidade de ajudar a salvar esta vida [da bebê Mônica]. Não dá para descrever”, disse o GCM.

GCM Osasco ajuda em parto e conhece o bebê dia depois

Um convite muito especial foi feito a uma equipe de patrulhamento da ROMU da região do Veloso, prestou atendimento a uma gestante em trabalho de parto. O esposo da gestante pediu ajuda, e de imediato a guarnição deu toda a assistência até chegarem ao hospital.

Dias depois, a mesma equipe, em patrulhamento pelo bairro, foi avistada pelo pai da criança e o mesmo convidou os agentes para conhecerem a recém-nascida.

Outro caso semelhante de socorro à gestante ocorreu no sábado, 15/6. Desta vez com as equipes da ROMO (motocicletas) e de Patrulhamento de Área, no Jardim D’Abril, que em ronda pelo bairro socorreram uma moradora da Rua da Fraternidade. Ela tem deficiência e estava com muito sangramento. Os agentes atenderam o chamado e transportaram a moradora até a Maternidade Amador Aguiar. 

Guarda Civil prende traficante no Jardim Nova Coimbra

Nesta semana, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Cotia prendeu um homem acusado de tráfico de drogas no bairro Jardim Nova Coimbra. A prisão aconteceu na rua dos Canários. Com a presença da GCM, o homem ainda tentou esconder as drogas que estavam em seu poder, mas foram localizadas pelos agentes de segurança.

Ao avistar a viatura, em patrulhamento pelo bairro, o homem jogou uma bolsa preta que estava em seu poder e uma sacola plástica. O suspeito ainda tentou fugir do local, mas foi alcançado e abordado. Na revista foi encontrado apenas R$ 5 em espécie. Ao fazerem a varredura no local em que ele havia dispensado as sacolas, a GCM encontrou 23 pedras de crack e 11 papelotes de cocaína.

O homem recebeu voz de prisão e confessou que vendida drogas no local há três dias. O caso foi registado na Delegacia de Cotia.

GCM prende homem acusado de estupro de vulnerável

Durante um patrulhamento pela região da Quinta dos Anjicos, na tarde de domingo (6/1), a Guarda Civil Municipal de Cotia atendeu a uma ocorrência de populares agredindo um homem. Ao abordar as pessoas, a GCM constatou se tratar de moradores revoltados com E.G.A, de 54 anos de idade, acusado de molestar uma garotinha de seis anos de idade. O homem precisou de atendimento médico e acabou preso.

De acordo com o Boletim de Ocorrência lavrado na Delegacia de Cotia, E.G.A vai responder por estupro de vulnerável. Testemunhas contaram à GCM e à Polícia que o acusado foi flagrado por R.A.S, 28 anos, no momento em que pedia para a criança acariciar o seu corpo e, por fim, retirou o órgão genital para fora da calça e colocou a mão da menina.

A GCM agiu rápido e impediu a fuga do acusado, que chegou a tentar se evadir do local. A ocorrência foi atendida pela ROMU.