Editorial: fundo social

Fundo Social de Santana de Parnaíba realiza workshop sobre técnicas capilares para mulheres

A área da beleza é muito procurada por aqueles que querem se especializar e buscar as inovações do ramo. E com o intuito de auxiliá-los nesta formação, Santana de Parnaíba oferece diversos cursos e palestras de qualificação profissional, como na semana passada, em que dezenas de pessoas participaram do workshop sobre técnicas capilares para loiras, na Secretaria da Mulher.

Foram 45 munícipes, profissionais ou não, que conheceram um pouco mais sobre as diversas técnicas como: balaiagem, colorimetria, iluminação, luzes, mechas, entre outras, com o especialista em design capilar Levy Leme do SP Hair.

Informações sobre cursos do Fundo Social e da Secretaria da Mulher na Rua Topazio, 65 no Jardim Parnaíba. ou pelo telefone Informações 4154-6248.

Fundo Social de Osasco assina acordos de parceria com Governo do Estado

Foto Ana Paula Andrade

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Osasco, Aline Lins, acompanhada da vice-prefeita, Ana Maria Rossi, assinou no sábado, 16/9, em evento realizado pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado (FUSSESP), na cidade de São Vicente/SP, duas importantes parcerias com o Governo Estadual. Trata-se dos Programas: “Padaria Artesanal”, que qualifica profissionais para a produção de 10 tipos de pães e a “Escola de Beleza”, cuja formação são para Maquiador e Assistente de Cabeleireiro.

 

O evento de assinatura de convênios aconteceu na Sede da Igreja Batista Peniel, no bairro de Catiopã, e contou com a presença da primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, que reforçou essa iniciativa, que já beneficiou mais de 172 mil pessoas desde a criação do programa, em 2011.

 

Os cursos são voltados para pessoas acima de 16 anos e que estejam desempregadas, e visam capacitar os participantes nos ofícios específicos para que consigam obter renda e, assim, melhorar as condições de vida dos mesmos, possibilitando-os recomeçar em uma nova profissão e até mesmo retornar ao mercado de trabalho.

 

Na ocasião, foram assinados 285 convênios e protocolos de intenções entre o Fundo Social e 64 municípios das regiões de Itapeva, Registro, Santos e Grande São Paulo.

 

Além de Osasco, os municípios que serão beneficiados com os convênios e protocolos de intenções são: Apiaí, Arujá, Barra do Chapéu, Barra do Turvo, Bertioga, Biritiba Mirim, Caieiras, Cajamar, Cajati, Cananéia, Carapicuiba, Cotia, Cubatão, Diadema, Eldorado, Embu das Artes, Embu Guaçu, Ferraz De Vasconcelos, Francisco Morato, Franco da Rocha, Guararema, Guarujá, Guarulhos, Iguape, Ilha Comprida, Iporanga, Itanhaém, Itaóca, Itapecerica da Serra, Itapevi, Itapirapuã Paulista, Itaquaquecetuba, Itariri, Jacupiranga, Jandira, Juquiá, Juquitiba, Mauá, Miracatu, Mogi das Cruzes, Pariquera-Açu, Pedro de Toledo, Peruíbe, Pirapora do Bom Jesus, Poá, Praia Grande, Registro, Ribeira, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Salesópolis, Santa Izabel, Santana de Parnaíba, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano Do Sul, São Lourenço da Serra, São Vicente, Sete Barras, Suzano, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista.






Fundo Social de Barueri projeta ações para sensibilizar a cidade

Conselheiras do Fundo Social de Barueri (Divulgação/Secom-Barueri)

O Fundo Social de Solidariedade de Barueri tem novas conselheiras. Elas foram empossadas e já participaram da primeira reunião de trabalho no dia 20 de fevereiro, na sede da Secretaria de Promoção Social. Ao todo são 10 conselheiras, sendo cinco do Poder Público e cinco representantes da sociedade civil.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Sônia Furlan, conduziu o encontro e falou da importância do Fundo Social no município. Segundo ela, a função do Fundo Social é “envolver pessoas e mobilizar a comunidade”.

“O governo tem ações bem definidas e ao Fundo Social compete atuar em conjunto, com atenção maior às questões que fogem da esfera governamental”, afirmou. “Trabalhamos só com doações e, com este conselho formado, podemos canalizar verbas e doações para nossos projetos.”

A presidente frisou o quanto é importante haver o envolvimento da sociedade: “sem isso, a cidade fica fria. Temos que mobilizá-la, sensibilizá-la. Primeiro vamos fazer, mostrar, ganhar credibilidade e depois que ganharmos confiança, os parceiros chegarão”.

Ações

Sobre os projetos, Sônia falou de animais abandonados, Campanha do Agasalho e aniversário da cidade. Contou que, de forma voluntária, está engajada em atender os moradores de rua e que, no dia 18 de fevereiro, realizou ação com eles e outros voluntários.

Quanto aos cursos oferecidos pelo Fundo Social de Solidariedade, a presidente detalhou algumas mudanças como a transferência dos Núcleos de Moda do Jardim Reginalice e do Silveira para o prédio da Promoção Social. Os do Parque Imperial e Vale do Sol continuam atendendo nos mesmos endereços.

Conselheiras

As conselheiras do Fundo Social de Solidariedade são escolhidas para um mandato de dois anos, podendo ser reconduzidas por mais dois. A composição do Fundo Social de Solidariedade de Barueri 2017-2018 está assim constituída:

Presidente – Sônia Dias Furlan

Vice-Presidente – Valeria Fugii Conceição Rodrigues de Barros

Secretária – Adriana da Silveira Bueno Molina

Tesoureira – Roseli da Rocha Silva

Membro – Fabíola Sarcinella Talassi de Carvalho

Membro – Liamara Reis Vasconselhos

Membro – Marilene Freitas Carreira

Membro – Regiane Strobillius

Membro – Roberta Juliana Branca Furlan

Membro – Rosemeire Regina Ribeiro Castro






Prefeitura quer ampliar ação do Fundo Social para alavancar desenvolvimento humano de Jandira

Primeira-dama de Jandira, Márcia Barufi, participa de encontro com Lu Alckmin, presidente do Fundo Social do Estado

“Queremos fortalecer o Fundo Social de Solidariedade, como forma de ampliar o acesso a ações voltadas à geração de renda e ao desenvolvimento humano de Jandira”, destacou a primeira-dama e diretora de Políticas para a Mulher e Igualdade Racial de Jandira, Márcia Barufi. Na última quinta-feira (16), a gestora participou de um encontro com a primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, que também responde pela direção do Fundo Social de Solidariedade do Estado.

O encontro, que contou com a participação das representantes dos 39 municípios que compõem a Região Metropolitana de São Paulo, serviu para mostrar os projetos da Escola de Qualificação Profissional e da Horta Educativa, mantidos pelo Estado. Também teve como objetivo apresentar as novidades para 2017, como as novas parcerias que podem ser firmadas entre os municípios e o Fundo Social de Solidariedade do Estado nas áreas de Moda, Beleza, Construção Civil e Padaria Artesanal.

A reunião serviu ainda para troca de experiências entre as gestoras dos fundos sociais municipais, sendo que muitas dessas cidades ainda não contam com o departamento ou funcionam de forma precária. “Nestes encontros, temos a oportunidade de falar sobre o que podemos fazer juntos. Esperamos que estes projetos qualifiquem e melhorem a vida da população de todo o Estado”, afirmou Lu Alckmin.

Ainda durante o encontro, a primeira-dama de Jandira convidou Lu Alckmin a conhecer as ações sociais do município, bem como as necessidades encontradas no desenvolvimento de políticas públicas voltadas à população. “Nossa cidade necessita de uma atuação efetiva do Fundo Social, sempre em consonância com as várias secretarias vinculadas ao desenvolvimento humano. Vamos avançar muito nas políticas de qualficação profissional e a participação do Fundo é imprescindível”, concluiu Márcia Barufi.