Editorial: escolar

Vistoria do transporte escolar deve ser feita até dia 31

Os motoristas que atuam no transporte escolar em Cotia precisam fazer a vistoria do veículo até o dia 31 de julho para retomar as atividades no segundo semestre. A exigência está prevista na Lei Municipal 1553/2009, que regulamenta este tipo de transporte no município.
A vistoria é realizada pela Secretaria de Transportes e Trânsito (Settrans) sempre no período que antecede o início de um semestre. Em janeiro deste ano, todos os veículos do transporte escolar também tiveram que passar por vistoria para início das atividades em fevereiro.
Durante a vistoria, a Settrans inspeciona o funcionamento de lanternas, faróis, luz de freio, setas, condições dos pneus e cinto de segurança, entre outros itens obrigatórios para o transporte dos estudantes.
De acordo com a secretaria, até o final do mês, 300 veículos do transporte escolar da cidade devem passar pela vistoria, que acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. O agendamento deve ser feito diretamente com a Settrans pelo telefone 4703-4965.

Boas práticas de diretores da região de Guarulhos concorrem ao prêmio Gestão Escolar

Edição 2017 do concurso foi lançado nesta sexta-feira (12); peça estrelada por alunos da rede estadual foi encenada em evento na capital

Diretores das mais de 174 escolas estaduais da região de Guarulhos já podem se inscrever no prêmio Gestão Escolar, promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). O lançamento da edição 2017 foi nesta sexta-feira (12) durante a feira Bett Educar, na capital paulista. A peça “Danielle: Para que serve a Utopia?”, estrelada por estudantes do Ensino Médio, da Escola Estadual Prof. Antônio José Leite participou da abertura do evento.

Em quase 20 anos, mais de 34 mil escolas públicas brasileiras responsáveis por criar, mobilizar e colocar em prática projetos inovadores em prol da qualidade do ensino disputaram o prêmio. Assim como nas edições anteriores, a inscrição é online (www.premiogestaoescolar.com.br) e aberta a unidades de ensino regular Fundamental e Médio. O prazo de inscrições segue até 14 de agosto.

Plano de ação e autoavaliação

Para participar do prêmio, os candidatos devem enviar um plano de ação sobre os trabalhos desenvolvidos nas escolas. Além disso, em conjunto com professores, famílias e estudantes, os diretores são convidados a elaborar uma autoavaliação. O documento é composto por quatro dimensões: planejamento e ações pedagógicas, resultados educacionais, gestão participativa, gestão da infraestrutura: recursos e serviços.

Foi exatamente o que fez Maria Elizabete Fernandes de Oliveira, diretora da E.E. Antonio Kassawara Katutok, no munícipio de Gabriel Monteiro (região de Birigui). A unidade foi vencedora da etapa estadual e uma das cinco finalistas gerais da edição 2015 com o projeto de sustentabilidade. Na escola, alunos e professores criaram juntos um sistema integrado que inclui captação de água, bosque, horta e compostagem.