Editorial: Ensino

Professores de Barueri recebem chromebooks e iniciam formação do Google For Education

O ano letivo iniciou com muita inovação para os professores da rede de ensino de Barueri. Nesta semana começou a formação para o uso da plataforma Google For Education. 

Com a orientação dos profissionais da Colaborativa, consultoria em tecnologia educacional, as capacitações iniciaram na terça-feira (dia 5) com os professores de Informática da rede. Na próxima semana será a vez dos demais professores passarem pela formação, somando cerca de 2.500 docentes participantes, que na oportunidade, também recebem os chromebooks. 

As aberturas das aulas foram realizadas pela diretora do Departamento de Apoio Pedagógico, Isabel Biondi, e pelo coordenador do Departamento de Tecnologia da Secretaria de Educação, Ricardo Nascimento. Ambos falaram sobre a alegria de ver um projeto tão importante para a Educação de Barueri sendo concretizado. 

 
De acordo com a professora de Informática Adriana de Farias, a novidade está animando os professores. “Estamos prontos para utilizar todos os recursos do Google For Education. Percebi nesses dias de formação, que os estudantes não serão apenas receptores de informação, mas também atores ativos em sua construção”, comentou. 

Para o professor Danilo Ferreira, a formação está sendo muito importante para a implementação do projeto. “Tenho acompanhado as capacitações e notei que o trabalho tem sido muito eficiente. Conversei com vários professores de informática e todos gostaram muito do primeiro dia de formação”, contou. 

Jovens do Ensino Médio da rede estadual paulista podem participar de experiência no Senado Federal

Autores das melhores redações selecionadas no Projeto Jovem Senador terão a oportunidade de ir para Brasília; inscrições seguem até 18 de agosto    

 

Os estudantes do Ensino Médio da rede estadual de ensino paulista podem ir à Brasília e vivenciar o trabalho realizado no Senado Federal. Neste ano, o Projeto Jovem Senador selecionará as melhores redações com o tema “Brasil plural: para falar de intolerância”. As inscrições vão até 18 de agosto. Mais informações estão disponíveis no sitehttp://www12.senado.leg.br/jovemsenador.

O programa, que visa estimular jovens e adolescentes a refletirem sobre política, democracia e cidadania, é dividido em três etapas. Na primeira etapa, os alunos deverão escrever textos de 20 a 30 linhas sobre a temática proposta. Após isso, cada escola irá eleger a redação que vai representar a unidade de ensino e encaminhá-la para a Secretaria da Educação do Estado até a data de encerramento das inscrições.

Já na segunda etapa, caberá à Educação Estadual selecionar três redações para encaminhar à Secretaria de Relações Públicas do Senado Federal até 22 de setembro. E na terceira etapa, a comissão julgadora do Senado Federal classificará os melhores textos de alunos de todo o país.

Os vencedores ganharão uma viagem para Brasília, entre os meses de novembro e dezembro, onde terão a experiência de elaborar proposições legislativas e apresentar os projetos de leis em reuniões que simulam os trabalhos do Senado Federal.

As propostas aprovadas pelos jovens senadores serão encaminhadas à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa como sugestões legislativas, e inclusive poderão tramitar no Congresso Nacional caso sejam validadas.






Concluintes do Ensino Médio têm até dia 10 para se inscrever no vestibular da Univesp

Há vagas para cursos superior EAD de Engenharias de Produção e Computação e Licenciaturas de Pedagogia e Matemática; prova será em 23 de julho

Ex-alunos da rede estadual que já concluíram o Ensino Médio – regular ou EJA – têm até a próxima segunda-feira (10) para se inscrever no vestibular da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). São 10 mil vagas nos cursos de Engenharia de Produção, Engenharia da Computação, Licenciatura de Pedagogia e Licenciatura de Matemática. O cadastro deve ser feito exclusivamente no endereço www.vestibularunivesp.com.br e o valor da taxa é de R$ 48. A prova será aplicada no dia 23 de julho.

A Univesp é vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação e oferece cursos gratuitos a distância (EAD). Nessa modalidade os horários são flexíveis e o aluno não precisa frequentar diariamente um dos 83 polos distribuídos pelo Estado. No entanto, estão previstos encontros presenciais obrigatórios, assim como as provas.

Para auxiliar o percurso formativo do estudante, a Universidade dispõem de equipes de tutores especializados para cada graduação. Além disso, são agendados fóruns e plantões de dúvidas. Os cursos de Engenharia têm carga horária total de 5 mil horas e os de Licenciatura, 3,2 mil. O material didático estará disponível na própria plataforma de aprendizagem, sem custo para o aluno.

Notas do ENEM

O candidato que prestou o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) poderá utilizar a nota obtida na prova objetiva para o cálculo do vestibular. Para isso, deve preencher na ficha de inscrição, no item “nº de inscrição do ENEM”, o número referência atribuído pelo MEC e optar pelo resultado de apenas  um dos anos – 2014 ou 2015 ou 2016.






Educação recebe até sexta inscrições para 3.750 vagas de cursos técnicos a distância

Podem concorrer alunos matriculados na rede estadual nas 1ª e 2ª séries do Ensino Médio; há oportunidades em 32 municípios paulistas

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e o Instituto Federal Sul de Minas (IFSULDEMINAS) recebem até sexta-feira (7) as inscrições para o MedioTec – modalidade a distância. O programa oferece dupla formação – regular e técnica – a alunos da rede estadual matriculados nas 1ª e 2ª séries do Ensino Médio. São 3.750 vagas em 32 municípios, incluindo capital e região metropolitana. O cadastro é online no endereço sed.educacao.sp.gov.br.

São 10 opções de cursos: Logística, Química, Qualidade, Redes de Computadores,Telecomunicações, Vendas, Informática, Agronegócio, Análises Química e Mecânica. A oferta varia de acordo com a região. Na versão EaD, o programa tem duração total de mil a 1,2 mil horas, sendo 20% delas presenciais ministradas em escolas da própria rede estadual. As aulas têm início previsto para 14 de agosto.

Seleção e bolsa auxílio

A Secretaria da Educação e o Instituto Federal do Sul de Minas estabeleceram três critérios de seleção e classificação: candidatos beneficiários de programas sociais, rendimento em Língua Portuguesa e Matemática na 1ª e 2ª séries do Ensino Médio em 2017 (1º bimestre); e frequência.

Alunos que cursaram o Ensino Fundamental – Anos Finais (6º ao 9º ano ou 5ª a 8ª série) integralmente em rede pública também terão preferência no preenchimento das vagas. O regulamento completo também está disponível no Portal da Educação (www.educacao.sp.gov.br).

Município Curso Vagas
Araçatuba Técnico em Logística 50
Técnico em Informática 50
Araçariguama Técnico em Química 50
Técnico em Análises Químicas 50
Técnico em Mecânica 50
Técnico em Qualidade 50
Artur Nogueira Técnico em Química 50
Avanhandava Técnico em Redes de Computadores 50
Técnico em Qualidade 50
Técnico em Informática 50
Técnico em Análises Químicas 50
Técnico em Logística 50
Bariri Técnico em Telecomunicações 50
Técnico em Redes de Computadores 50
Técnico em Informática 50
Técnico em Agronegócio 50
Técnico em Logística 50
Barueri Técnico em Química 50
Técnico em Análises Químicas 50
Técnico em Mecânica 50
Técnico em Qualidade 50
Cajamar Técnico em Química 50
Técnico em Análises Químicas 50
Técnico em Mecânica 50
Técnico em Qualidade 50
Carapicuíba Técnico em Informática 50
Colômbia Técnico em Análises Químicas 50
Cotia Técnico em Qualidade 50
Diadema Técnico em Química 50
Técnico em Qualidade 50
Técnico em Logística 50
Técnico em Mecânica 50
Técnico em Redes de Computadores 50
Dois Córregos Técnico em Análises Químicas 50
Técnico em Química 50
Guarulhos Técnico em Mecânica 50
Iepê Técnico em Qualidade 50
Técnico em Agronegócio 50
Indaiatuba Técnico em Informática 50
Técnico em Logística 50
Itapecerica da Serra Técnico em Química 50
Técnico em Análises Químicas 50
Técnico em Mecânica 50
Técnico em Qualidade 50
Itapeva Técnico em Qualidade 50
Técnico em Mecânica 50
Jundiaí Técnico em Vendas 50
Leme Técnico em Agronegócio 50
Limeira Técnico em Química 50
Técnico em Análises Químicas 50
Técnico em Qualidade 50
Lins Técnico em Agronegócio 50
Mauá Técnico em Mecânica 50
Narandiba Técnico em Análises Químicas 50
Técnico em Agronegócio 50
Paraguaçu Paulista Técnico em Qualidade 50
Técnico em Agronegócio 50
Técnico em Análises Químicas 50
Ribeirão Pires Técnico em Mecânica 50
Santa Isabel Técnico em Química 50
Técnico em Análises Químicas 50
Técnico em Mecânica 50
Técnico em Qualidade 50
Santos Técnico em Redes de Computadores 50
São Bernardo do Campo Técnico em Qualidade 50
Técnico em Mecânica 50
Técnico em Mecânica 50
Técnico em Química 50
São Paulo Técnico em Vendas 50
Técnico em Informática 50
Técnico em Mecânica 50
Técnico em Logística 50
Suzano Técnico em Informática 50
Taciba Técnico em Agronegócio 50
Valparaíso Técnico em Logística 50

 






Escolas da rede municipal de ensino redescobrem a história de Carapicuíba

No próximo domingo, 26, Carapicuíba completa 52 anos de emancipação político-administrativa, e a rede municipal de ensino embarca na história da cidade. A criançada de toda a rede  está envolvida no projeto Redescobrindo nossa História. Trata-se de um mergulho no passado, revisitando os principais fatos históricos, que resultam em trabalhos escolares. Já os estudantes das quintas séries estão numa maratona de roteiro histórico. Nos dias 21 e 22, 140 estudantes visitaram locais como o Parque da Aldeia, Helipark, Parque Planalto, Shopping Carapicuíba, Estrada da Fazendinha, Santa da Pedra (Vila Iza), Educandário Santa Terezinha, Parque Gabriel Chucre e a Cohab, além da avenida Inocêncio Seráfico.

“Muito importante que os estudantes tenham contato com nossa história”, avalia o prefeito Marcos Neves, “pois ajuda na formação de um cidadão crítico e consciente de seu papel na sociedade local”.

A GÊNESE – O aldeamento de Carapicuíba foi fundado por Anchieta, em meados de 1580. Época de muitos conflitos, principalmente com os bandeirantes, interessados na captura de índios para utilizar como mão de obra escrava.

Em 1854 o Barão de Iguape comprou as terras e deu-lhe o nome de Fazenda Carapicuíba. Com a chegada da Estrada de Ferro Sorocabana, em 1875, o vilarejo conheceu um tímido aceno de progresso. A primeira estação só foi construída em 1921, a Estação Sylviania. Um desvio foi feito para atender o abatedouro de gado instalado no quilômetro 21. O gado ficava confinado no conhecido por Campo da Boiada, hoje Parque dos Paturis. Os funcionários do abatedouro e da ferrovia se instalaram no pequeno vilarejo, que começou a crescer. Em 1923, a Fazenda Carapicuíba foi vendida a Delfino Cerqueira, que contratou uma empresa para lotear e abrir ruas.

Em 1926, se instalava no jovem município a Fiação Sulamericana, com a Vila Operária. A estação Antonio João foi construída para atender a demanda dos funcionários dessa empresa. A estação Santa Terezinha foi construída para atender o Educandário Santa Terezinha, que na época abrigava filhos de hansenianos.

Em 26 de março de 1965, Carapicuíba se emancipa de Barueri.






Diretor da Apeoesp consegue reabertura de 13 salas de aula na região

Flaudio e Diretora Regional de Ensino

Iniciativa do Professor Flaudio beneficiou as cidades de Itapevi e Jandira

 

Diretor estadual da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), Professor Flaudio recebeu na manhã da segunda-feira (20) a confirmação da Dirigente Regional de Ensino, professora Keise Cristina Portela dos Santos, de que 13 salas de aula serão reabertas na região, sendo oito em Jandira e cinco em Itapevi.

Segundo Flaudio, as mobilizações começaram em fevereiro. “No decorrer do mês passado, fui procurado por alunos, dentre eles o Leonel, professores e o ex-vereador Zezinho, de Jandira, que denunciavam a falta de vagas nas escolas destas duas cidades. Procuramos a Dirigente Regional de Ensino de Itapevi que criou uma força-tarefa para solucionar o problema. Mais uma vitória para a educação da nossa região”, destacou o professor.

 

Divulgação

Professor Flaudio em eventos nas cidades de Itapevi e Jandira e em reunião com Dirigente Regional de Ensino para garantir reabertura de salas de aulas






Agentes de saúde e gestores escolares de Itapevi recebem capacitação em saúde bucal

Capacitação integra preparativos para o lançamento do Programa de Prevenção à Saúde Bucal (Divulgação PMI)

Em parceria com a Colgate, ação integra preparativos para o lançamento do Programa de Prevenção à Saúde Bucal

A Prefeitura de Itapevi realizou na manhã da sexta-feira (17) um curso de capacitação em saúde bucal para 98 agentes comunitários de saúde e 40 diretores da rede municipal de ensino.

A ação integra os preparativos para o lançamento do Programa de Prevenção à Saúde Bucal, que será implantado pela Secretaria de Saúde e Bem Estar nas próximas semanas em parceria com a Colgate.

Os agentes e educadores foram treinados por Luis Furini, cirurgião dentista e coordenador da Colgate, que ensinou sobre a importância da higiene bucal para prevenir diversas doenças. O curso teve duração de três horas.

“Os agentes comunitários de saúde e os educadores são os profissionais que mais têm contato direto com a população e isso faz com que eles sejam multiplicadores naturais do nosso programa”, disse a secretária de Saúde e Bem Estar, Dra. Luiza Nasi.

Os participantes receberam bolsas de trabalho compostas por escovas de dentes, cremes dentais, sabonetes antibacterianos, além de folhetos ilustrativos e manual de orientação.

A Prefeitura de Itapevi recebeu ainda 20 mil kits que serão distribuídos aos alunos da rede municipal de ensino. Todos os materiais foram doados pela Colgate.

“Um sorriso saudável melhora a autoestima das pessoas e isso é muito importante em qualquer situação”, explicou a secretária de Educação e Cultura, Virgínia Soares.

 

Programa

O Programa de Prevenção à Saúde Bucal será implantado pela Prefeitura de Itapevi nas próximas semanas nas escolas da rede municipal de ensino. Em uma parceria com as secretarias de Educação e Cultura e Saúde e Bem Estar, dentistas das unidades básicas de saúde farão palestras nas escolas sobre o tema e distribuirão os kits doados pela Colgate.

O programa tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da correta higiene bucal na prevenção de doenças perigosas como a endocardite bacteriana (infecção causada por bactérias bucais que entram no sistema sanguíneo e que atingem diretamente o coração), que podem levar à morte.