Editorial: ensino fundamental

Ideb 2019: SP lidera nos anos finais do ensino fundamental e retoma crescimento nas outras etapas

Estado registrou a maior evolução da história no ensino médio 

Dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019 divulgados nesta terça-feira (15) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do Ministério da Educação, apontam que a rede estadual de São Paulo teve o melhor resultado do Brasil nos anos finais do ensino fundamental e voltou a crescer nas outras etapas do ensino.  

No ensino médio, a rede estadual de São Paulo registrou o maior crescimento de sua história. Nos anos iniciais do ensino fundamental, se for avaliada a rede pública conjuntamente entre escolas estaduais e municipais, São Paulo também apresenta o melhor resultado do país.  

Ensino médio 

O maior desempenho foi notado no ensino médio, que saltou de 3,8 no último Ideb, em 2017, para 4,3 em 2019, registrando o maior crescimento da história das escolas estaduais neste ciclo de ensino.  

Após retroceder em 2017, a rede estadual cresce 0,5 no ensino médio em 2019 e permanece em 5º lugar no ranking entre os estados.  

“Estou muito feliz com o crescimento do ensino médio do Brasil. Sonho com um país que continue avançando. O crescimento de São Paulo é muito importante, estamos nos movendo dentro da nossa própria comparação, ainda mais se levarmos em conta o tamanho da nossa rede”, afirmou o secretário Rossieli Soares.  

Ensino fundamental 

Nos anos finais do ensino fundamental, São Paulo recebeu pontuação de 5,2 – antes tinha 4,8. O desempenho foi o melhor da história de São Paulo e de todas as outras redes estaduais do Brasil.  

 O Ideb 2019 também apontou evolução nos anos iniciais do ensino fundamental que já era bem avaliado. Saltou de 6,5 para 6,6 pontos. Vale lembrar que nesta etapa do ensino, São Paulo possui 631 mil alunos e tem a maior rede estadual de anos iniciais do país.  

O desempenho nesta etapa faz com que a rede estadual de São Paulo ocupe o segundo lugar entre as demais redes estaduais, fica atrás apenas do Paraná que possui 0,5% dos alunos matriculados em São Paulo.   

Como é calculado 

O Ideb é o principal indicador da qualidade dos sistemas educacionais brasileiro. Ele é calculado com base nas médias da Prova Brasil e fluxos de aprovação, reprovação e abandono extraídos do Censo Escolar. 

Impacto da pandemia 

Rossieli Soares reforçou que a tendência de crescimento apresentada pelo Ideb 2019 pode não se manter nos próximos anos por conta da pandemia do coronavírus enfrentada atualmente.  

“Precisamos fazer essa reflexão enquanto sociedade sobre o que está acontecendo. A pandemia trouxe aumento do desemprego e há um consequente risco de evasão escolar. Temos muitos esforços para garantir a aprendizagem neste período, mas o desafio está posto e é fundamental que a gente reflita”, diz Soares.  

O secretário lembrou que São Paulo implementou estratégias para garantir o ensino mediado por tecnologia com o Centro de Mídias SP e aulas via aplicativos e canais de TV. O Estado ainda construiu e aprovou o currículo paulista em implantação em 628 municípios, criou 53 escolas de Programa de Ensino Integral (PEI), realizou programa de recuperação de aprendizagem e formação de professores. 

Educação de Osasco avança e atinge 6.3 no IDEB

Imagem: Divulgação

A educação na rede municipal de Osasco obteve nota 6,3 no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), divulgado na terça-feira, 15/9, pelo Ministério da Educação. Essa é a maior nota obtida pelo município e apresenta o avanço na educação municipal. Em 2013, o município registrou a nota 5,2. Em 2015, chegou a 5,9, em 2017 alcançou a nota 6,1 e, agora, atingiu 6,3, referente à avaliação dos primeiros anos do Ensino Fundamental.

O IDEB é um indicador de desempenho da educação brasileira divulgado a cada dois anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), autarquia do Ministério da Educação (MEC). O índice foi criado pelo governo federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas.

A Educação é um dos pilares da administração pública. Em menos de quatro anos foram construídas e entregues 10 novas creches. Além disso, a Fito zona Sul passou por reformas e reestruturação para abrigar o “Mundo da Criança”. O mesmo acontecerá com a Fito zona Norte, onde as obras estão em fase final para acolher o “Mundo da Criança”.

O diferencial do Mundo da Criança na Fito zona Norte será sua capacidade para abrigar 1,3 mil alunos, transformando-se na maior creche do país. Os investimentos em Educação também envolvem a distribuição de uniformes de verão e de inverno, inclusive, para os alunos matriculados em creches; distribuição de kits de material escolar; disponibilização de transporte escolar para alunos com deficiência, e a valorização dos profissionais, por meio do Plano de Carreira do Magistério.

Mesmo com as aulas suspensas por conta da pandemia do coronavírus, a Prefeitura disponibilizou a plataforma “Estude em casa”, que oferece farto e variado material para os alunos continuarem a se atualizando. Para atender alunos com dificuldades de acesso à internet, a Prefeitura imprime e distribui o Caderno de Atividades.

A assistência aos alunos nesse período de pandemia ainda contou com distribuição de cestas básicas, considerando que a merenda é a principal refeição de muitos alunos. Posteriormente as cestas foram substituídas pelo Cartão “Merenda em Casa”, com crédito de R$ 70 mensais por aluno, para que as famílias adquiram os produtos que costumeiramente consomem.

Em Osasco, as aulas presenciais serão retomadas em 2021, atendendo aos anseios de pais e responsáveis, para evitar a exposição das crianças durante o período de pandemia. A medida também dá mais tranquilidade aos professores e demais funcionários das unidades de ensino.

Prefeito Elvis Cezar entrega a 17ª unidade de ensino em Santana de Parnaíba dos últimos 7 anos

Imagem: Marcio Koch/Fabiano Martins

Prefeito Elvis Cezar observa os ambientes do Colégio Chácara das Garças

Com o Colégio Chácara das Garças, a prefeitura alcança a marca de quase 10 mil vagas geradas nos ensinos infantil, fundamental e médio

Na última quinta-feira (10), o Prefeito de Santana de Parnaíba Elvis Cezar realizou a entrega do Colégio Municipal Chácara das Garças, que é a 17º unidade escolar da cidade. A cerimônia contou com a presença de representantes do legislativo e executivo municipal.

O evento foi transmitido de forma online, na página oficial do prefeito, para evitar aglomeração no local. Quem esteve presente pôde conhecer as instalações do novo colégio, destinados a educação infantil e fundamental que funcionará em período integral e conta com um ginásio de esporte, berçários, 9 salas de ensino fundamental, um laboratório e uma biblioteca.

Os moradores presentes ficaram satisfeitos e agradecidos com a construção e a infraestrutura que foi entregue.

Visivelmente emocionada, Erika Oliveira elogiou a estrutura do colégio: “Ninguém dava nada por esse bairro e ver essa escola pronta, colégio de primeiro mundo. Estou muito orgulhosa em saber que meu bebê vai ter um berçário de primeiro mundo”, comentou a moradora do bairro.

 O prefeito Elvis Cezar ressaltou sobre a qualidade e as estruturas do novo Colégio e a importância de ter um ginásio dentro da escola para atender a população aos finais de semana.

“Estamos investindo muito nesse bairro, construímos uma UBS, esse colégio, colocamos iluminação de Led por todo o bairro para trazer mais segurança para os moradores, e nos próximos meses, vamos pavimentar todo o bairro”, ressaltou o prefeito.

Prefeito Elvis Cezar inaugura novo colégio do Sítio do Rosário com capacidade para 900 alunos do Ensino Fundamental

Imagem: Mario Koch/Fabiano Martins

O Novo Holmes Villar é o 16º dos 27 colégios que serão entregues pela gestão do prefeito Elvis Cezar

Já foram inaugurados 16 colégios nos últimos 7 anos gerando mais de 9 mil vagas, além da implantação de aulas de robótica, do centro de línguas e projetos como o MindLab, Conect e o Parnaíba Idiomas

     Dando continuidade nos investimentos em educação, na última terça-feira (25) o Prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar, inaugurou o Novo Colégio Holmes Villar, que terá capacidade para 900 alunos do Ensino Fundamental e atenderá os alunos em período integral a partir do ano que vem.

Durante a cerimônia, transmitida pelas redes sociais, o chefe do executivo municipal falou sobre a inauguração do 16º colégio de sua gestão: “Hoje nossa cidade ganha mais um colégio de primeiro mundo, com estrutura completa para atender com dignidade os alunos daqui do Sítio do Rosário. E é assim, apostando na educação, que vamos construir a grande Santana de Parnaíba do futuro!”, disse.

Localizado no bairro Sítio do Rosário o colégio conta com mais 3.600 m², além de uma estrutura moderna para favorecer a aprendizagem com 15 salas de aula, 50 vagas de estacionamento, diretoria, vice-diretoria, coordenação, secretaria, sala de professores, cozinha, lavanderia, culinária, grêmio e banheiros.

      Moradora do bairro, Priscila Lacerda falou da felicidade de conhecer de perto o novo colégio: “Para a gente é muito gratificante como moradora, como mãe. É maravilhoso é amplo, é um colégio em que eles vão ter oportunidade de ter uma quadra, vão poder ter uma aula de informática”, falou a mãe do Allan, aluno da rede municipal e que estudará no novo colégio assim que as aulas retornarem.

       Rosana Rocha, Diretora do C.M. Holmes Villar, fez um comparativo do antigo colégio em relação a nova unidade de ensino do bairro: .“A gente pensa no antigo Holmes, onde tínhamos 3 salas e vir para um espaço como esse, com 12 salas a mais, com laboratório com biblioteca, com ginásio de esportes, isso é mais do que um sonho para mim e para os alunos” , alegra-se.

Os alunos também contarão com um ginásio poliesportivo, que terá vestiários e uma estrutura profissional que poderá ser utilizado pela comunidade no contraturno das aulas para realização de atividades esportivas.

A prefeitura tem 11 novos colégios em fase final das obras, além de ampliações em diversas unidades da região que estão previstas para serem entregues até o final de 2020.

Osasco entrega prêmio Diretor Nota 10

Imagem: Marcelo Deck

Dar valor a quem merece ser valorizado. A máxima faz juz ao trabalho de gestores de escolas municipais de Osasco, que na quarta-feira, 12/8, receberam o Prêmio Diretor Nota 10. A cerimônia simbólica aconteceu no auditório da Secretaria de Educação e contou com as presenças do prefeito Rogério Lins, da vice-prefeita, Ana Maria Rossi, do secretário de Educação José Toste Borges, da adjunta Izilda Aparecida Orlando da Silva, e da vereadora Ana Paula Rossi.

Ao todo foram premiados dez diretores de escolas municipais, sendo cinco da Educação Infantil (1º ao 5º ano) e cinco do Fundamental (1º ao 5º). Uma das exigências do concurso era que projetos desenvolvidos pelos gestores envolvessem a comunidade escolar, professores, alunos e seus familiares.

Esta é a primeira edição do concurso, cujo processo de inscrições e elaboração dos projetos se iniciou em 2019. A premiação deveria ocorrer em março deste ano, mas os planos foram adiados em razão da pandemia do coronavírus. Para que não houvesse aglomerações, somente os premiados participaram do evento.

Rogério Lins parabenizou a todos pela participação no concurso, que visa incentivar novas práticas de ensino, valorizar e premiar o trabalho dos gestores. “Além dos professores, os gestores também precisam ser valorizados porque sempre fazem um algo a mais em benefício das escolas e dos alunos. Servir educando é uma das tarefas mais nobres do serviço público”, disse.

A Secretaria de Educação, segundo Toste, estuda criar no ano que vem uma premiação para os profissionais de apoio das escolas. “Uma premiação pode ser importante, mas o principal é a valorização dos profissionais. É o que estamos fazendo em nossa cidade”, comentou o secretário.

Na abertura da cerimônia foi feito um minuto de silêncio em memória da diretora Maria Cláudia Fischer, 49 anos, falecida na terça-feira, 11/8, vítima da covid-19. Ela atuava na Cemei Zaira Collino Odália (Cidade das Flores) e foi servidora pública por 28 anos.

Confira abaixo a lista dos premiados:

Categoria Educação Infantil

5° Lugar:

Projeto: Educação e Saúde – Uma Parceria que Gera Frutos

Autora: Diretora Margarete Maria Hilário Alcova Barreto

Unidade Educacional: CEMEI Elide Alves Dória

4º Lugar

Projeto: Escola, Família e Comunidade “Parceria que transforma”

Autora: Diretora Patrícia Fernanda Leite dos Santos

Unidade Educacional: CEMEI Nelly Grizi Oliva

3º Lugar

Projeto vencedor: A revitalização escolar e seu Impacto Pedagógico

Autora: Diretora Camila Trindade

Unidade Educacional: CEMEI Senador José Ermírio de Moraes

2º Lugar

Projeto vencedor: Bertoni no Nordeste

Autora: Diretora Marciana Berenice Barros Novelo

Unidade Educacional: EMEI Professora Maria Bertoni Fiorita

1º Lugar

Projeto vencedor: “Um olhar cuidadoso para cada parte resulta na satisfação do todo”

Autora: Diretora Cibeli do Carmo Castello

Unidade Educacional: CEMEI Professor Alípio Pereira dos Santos

Categoria Ensino Fundamental

5º Lugar

Projeto vencedor: “O Aquário na Escola como Ferramenta de Aprendizagem Interdisciplinar”

Autora: Diretora Cecilia Aparecida dos Santos Monteiro

Unidade Educacional: CEMEIEF Professor Alípio da Silva Lavoura

4º Lugar

Projeto vencedor: Compartilhando Livros – A importância do acesso à Leitura

Autora: Diretora Andrea dos Santos

Unidade Educacional: EMEIEF Professor Valter de Oliveira Ferreira

3º Lugar

Projeto vencedor: Comunidade Participativa Derrubando Muros e Construindo Laços

Autora: Diretora Alessandra Cristina Guetti de Oliveira

Unidade Educacional: EMEF Tobias Barreto de Menezes

2º Lugar

Projeto vencedor: Além das janelas da escola: O sonho de fazer diferente

Autora: Diretora Sara Ianella

Unidade Educacional: EMEF General Antônio de Sampaio

1º lugar

Projeto vencedor: Participação, Autonomia e Responsabilidade: Consciência e Cidadania.

Autora: Diretora Luisinha Placca Ferraz

Unidade Educacional: EMEF Professor Luciano Felício Biondo