Editorial: cotia

Programa de Educação no Trânsito encerra atividades do ano

Iniciativa implantada pelo prefeito Rogério Franco percorreu dezenas de escolas levando informações sobre segurança no trânsito a milhares de estudantes

Foto: Vagner Santos

A Prefeitura de Cotia encerrou as atividades deste ano do Programa Permanente de Educação para o Trânsito realizado em escolas. A unidade escolar a recebeu a última atividade de 2017 foi a E.M Campininha, que fica no bairro Campininha, na quinta-feira (23/11). Centenas de crianças acompanharam palestras com agentes de trânsito da Secretaria de Transportes e Trânsito (Settrans), participaram de um circuito educativo com semáforos, faixa de pedestre, placas de sinalização e receberam material ilustrativo com informações sobre segurança no trânsito.

Ao longo do ano, o programa passou por diversas escolas levando conscientização e informação para milhares de alunos. “Nossos agentes falam sobre o assunto de maneira lúdica, um bate-papo descontraído em que as crianças podem esclarecer dúvidas e até contar suas experiências”, disse o secretário da Settrans, Joaquim Brechó.

O programa também levou atividades para condomínios e, por meio de parceria com a Secretaria de Educação, realizou diversas atividades na Semana Nacional do Trânsito, em setembro. “Fazemos o melhor balanço possível das ações do programa. Vamos continuar em 2018 com este trabalho educativo fundamental para formarmos futuros motoristas, pedestres, ciclistas e motociclistas mais conscientes e responsáveis de seu papel. Agradecemos ao prefeito Rogério Franco, entusiasta do projeto, por nos garantir ferramentas para construirmos este belo trabalho”, salientou Brechó.

O Programa Permanente de Educação para o Trânsito foi instituído pelo Decreto 8272 de fevereiro de 2017. No documento, assinado pelo prefeito Rogério Franco, está previsto que a Prefeitura desenvolverá ações educativas destinadas a aprimorar o tráfego nas vias públicas, envolvendo pedestres, passageiros, ciclistas, motociclistas, motoristas.

Curso de gerenciamento de estresse ajuda familiares e cuidadores de especiais

Prefeitura de Cotia faz parceria com especialista em psicologia transpessoal para ensinar as pessoas a alcançarem o equilíbrio emocional

Fotos: Vagner Santos

Por meio de uma parceria com o Instituto Visão Futuro, a Prefeitura de Cotia promove o curso “Gerenciamento do estresse e equilíbrio emocional” para cuidadores, profissionais da saúde, familiares e educadores de pessoas com deficiência. O curso começou nesta quarta-feira (22/11) e está sendo ministrado por Susan Andrews, psicóloga e antropóloga formada pela Universidade de Harvard e doutora em Psicologia Transpessoal pela Universidade de Greenwich.

O curso terá quatro encontros e a Psicóloga vai ensinar os participantes a usarem a respiração, a automassagem e o relaxamento em favor do gerenciamento de estresse. “Lidar com pessoas deficientes é uma das situações mais estressantes e o estresse causa problemas de saúde. Nosso objetivo é fortalecer essas pessoas para gerenciarem o estresse, saberem que não estão só. Falaremos em nossos encontros sobre como gerenciar o estresse e alcançar maior controle emocional”, disse Susan.

No primeiro encontro, o curso foi ministrado, no período da manhã para algumas mães, esposas, irmãs, cuidadoras, professoras de pessoas com deficiências e, à tarde, foi a vez de profissionais da atenção básica da rede municipal. “Estudos mostram que 90% das doenças estão relacionadas ao estresse e que profissionais da saúde vivenciam o dobro de estresse em comparação com outras profissões”, destacou a psicóloga.

Na abertura, Susan passou a palavra às convidadas. Ao narrarem suas experiências e tarefas diárias nos cuidados de seus filhos, marido, alunos, provocaram grandes emoções. “Deus me confiou um filho especial, eu reclamava muito e hoje aprendo com meu filho Arthur, de 15 anos, que, com tantas limitações, me passa alegria”, desabafou Lene. Lucinete, mãe de um adolescente com paralisia cerebral disse encontrar no sorrido do filho forças para lutar. “Ele é sorridente e isso me estimula a enfrentar muito preconceito e pouca aceitação”, disse.

Juliana, mãe de um menino especial de oito anos de idade, pensou em desistir. “Ele foi planejado e eu perguntava ‘por quê’? Eu não enxergava esse lado da vida, de pessoas deficientes, como muitos não enxergam, mas hoje agradeço a oportunidade e por trazerem conhecimento para nós”, disse.

Para o primeiro dia de curso, Susan trouxe exercícios de respiração ao som de músicas relaxantes, proferiu palavras de apoio e preparou as participantes para a aula de relaxamento da próxima semana.

O curso foi viabilizado pelas Secretarias de Saúde e Gestão Estratégica e Inovação, sob o comando dos secretários Magno Sauter e Raphael Camargo. A secretária adjunta de Saúde, Ângela Maluf, que tem vasta experiência com o trabalho sociopedagógico com pessoas deficientes, participou das atividades. “O poder público precisa pensar nas mães dos especiais, elas cuidam de bebês de 30, 40 anos. É uma enorme satisfação trazermos uma especialista como a doutora Susan para nos ensinar mais”, disse Ângela.

“Cotia inova, mas desta vez não tem a ver com tecnologia, mas com conhecimento milenar de medicina integrativa que trata mente e corpo de forma única. Queremos ampliar este projeto, pois este tipo de evento impacta na vida de vocês”, ressaltou Raphael Camargo.

Inscrições abertas para workshop de escrita criativa

Iniciativa é da Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer. Aulas acontecerão nas bibliotecas municipais Carlos Drummond de Andrade e Batista Cepelos

Foto: Vagner Santos

Estão abertas as inscrições para o Workshop “Contando Histórias: A Magia do Cinema e da Escrita” oferecido pela Prefeitura de Cotia, por meio da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer. O curso será dividido em três módulos e, ao final, os alunos produzirão curtas-metragens completos.

O primeiro módulo apresenta ao aluno técnicas para análise crítica de um determinado tema, debatendo sobre o assunto e organizando ideias para uma redação dissertativa; ensinará como escrever uma história para literatura e cinema através da técnica do Arco do Personagem (processo de transformação do protagonista dentro de uma história) e, por fim preparará os participantes para analisar trechos de filmes como: 127 horas, Feitiço do Tempo, Os Fantasmas se Divertem, entre outros.

No primeiro módulo serão quatro encontros, sempre às terças-feiras, das 8h às 11h, alternando entre as bibliotecas municipais Carlos Drummond de Andrade, em Caucaia do Alto e Batista Cepelos, situada no Jardim Nomura.

Estão abertas 35 vagas em cada biblioteca e as inscrições devem ser realizadas no próprio local. É preciso apresentar documentos pessoais e doar 1kg de alimento não perecível que será revertido ao Fundo Social de Solidariedade de Cotia (FSSC). As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de chegada.

O segundo e o terceiro módulos do workshop acontecerão a partir de 2018.

 

Workshop “Contando Histórias: A Magia do Cinema e da Escrita”

21/11 – Biblioteca Carlos Drummond de Andrade (Avenida Roque Celestino Pires, 954, Centro – Caucaia do Alto) – Telefone: 4612-3065

28/11 – Biblioteca Batista Cepelos (Avenida Professor Manoel José Pedroso, 1.247, Jardim Nomura) – Telefone: 4616-4565

05/12 – Biblioteca Carlos Drummond de Andrade

12/12 – Biblioteca Batista Cepelos

Estudantes de Cotia serão ‘agentes mirins’ contra o Aedes

Primeira escola a receber a iniciativa foi a EM Malvina de Castro, no Jardim Rosemary, bairro que recebe um mutirão, no sábado (18/11)

Foto: Vagner Santos

As Secretarias de Saúde e de Educação de Cotia firmaram uma parceria que vai conceder o título simbólico de Agentes Mirins contra o Aedes a estudantes da rede municipal. A primeira escola a receber orientações sobre o combate ao mosquito vetor de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya, além da Febre Amarela urbana, foi a E.M. Malvina de Castro, no bairro Jardim Rosemary –  divisa com Itapevi e que será também o primeiro bairro a receber o Mutirão contra o Aedes, neste sábado (18/11).

A engenheira ambiental, Páscoa Bichiato, coordenadora da Vigilância Ambiental de Cotia, esteve na escola nos dias 16 e 17/11 e conversou com todos os alunos sobre a importância das ações de prevenção e combate aos criadouros do mosquito. A coordenadora esclareceu dúvidas dos estudantes e, num bate-papo bastante descontraído, passou informações sobre como cada um pode fazer a sua parte para vencer o mosquito. “O grande vilão é o mosquito, se não tiver mosquito, não temos estas doenças. Então, cabe a todos nós, inclusive às crianças, impedir que eles nasçam”, disse Bichiato.

Durante a conversa com os alunos, a coordenadora pediu aos estudantes que conversem sobre o assunto com seus pais e familiares. Alguns alunos, como a pequena Yasmin, demonstraram bastante preocupação em relação ao mosquito. “Dengue é uma doença que o mosquito traz para a gente e ele nasce na água, a gente não pode deixar água parada”, disse. “Não é só Dengue, tem a Zika e Chikungunya”, completou o colega Silas.

O combate ao Aedes será abordado em sala de aula, sob orientação dos professores que apresentarão os resultados dos projetos desenvolvidos. Ao final, receberão o certificado de Agentes Mirins contra o Aedes agypti.

Prefeitura de Cotia volta a notificar o Consórcio São Lourenço

Prefeito Rogério Franco recebeu os responsáveis pela obra para cobrar imediatas melhorias na Estrada das Pitas

Na tarde de sexta-feira (10/11), a Prefeitura de Cotia voltou a notificar o Consórcio Construtor São Lourenço (CCSL) – responsável pela construção do Sistema Produtor São Lourenço, da Sabesp, devido aos estragos causados na Estrada das Pitas, na Chácara Roselândia. Após uma fiscalização ao local, a Secretaria de Obras constatou que o Consórcio estava ferindo o direito de ir e vir dos moradores daquela região, já que a via estava intrafegável.

Uma reunião foi convocada pela prefeitura, com a presença do prefeito Rogério Franco, do Promotor de Justiça Ricardo Navarro, de uma comissão de moradores da Estrada das Pitas, representantes da Sabesp e do CCSL. O Secretário de Governo, José Lopes, engenheiros da Secretaria de Obras e o vereador Celso Itiki também participaram da reunião.

Durante a reunião, o Ministério Público determinou que, em caráter imediato, o CCSL precisava criar uma alternativa trafegável, para veículos e pedestres e, até sexta-feira (17/11), tem que entregar a estrada totalmente recuperada. “A prefeitura enviará uma equipe técnica ao local para verificar a condição da estrada e, estando tudo certo, o assunto está encerrado, não estando, o Ministério Público deverá ser informado para tomar as providências”, disse o promotor Ricardo Navarro que não descartou, inclusive, a abertura de uma ação civil pública contra o Consórcio.

Com a notificação entregue ao CCSL, durante a reunião, chega a oito, o número de autuações por conta dos estragos causados nas estradas por onde passam as obras da Sabesp e impacto causado na vida dos moradores. “Entendemos ser uma importante obra de abastecimento de água para toda a Região Metropolitana, mas a sua execução não pode atrapalhar tanto a vida dos moradores. Cria uma situação complicada para o poder público e para os moradores”, disse o prefeito Rogério Franco.

Ele salientou que a prefeitura não está inerte aos transtornos causados pela obra, tem cobrado e autuado o Consórcio e, para isso, tem contado com o apoio do Ministério Público. “Peço desculpas à população pelos transtornos e garanto que estamos trabalhando para resolver esta questão”, afirmou o prefeito.

De acordo com Eudóxio Pontes, engenheiro de produção do CCSL, ainda esta semana, as intervenções da obra do Sistema Produtor São Lourenço, na Estrada das Pitas, estarão finalizadas.

Alguns moradores chegaram a dizer que a Estrada das Pitas tem recebido um tráfego maior de caminhões, nos últimos meses. O motivo seriam as obras de um condomínio residencial naquela região e, por isso, a condição da estrada pode ficar ruim, especialmente em dias de chuva. Tanto a Promotoria como a prefeitura foram contundentes em afirmar que, caso este fluxo de veículos prejudique a trafegabilidade na estrada, os responsáveis serão acionados e as medidas legais serão tomadas.

Baile Havaiano agita Movimenta Cotia

Fotos: Vagner Santos

O clima havaiano tomou conta do Movimenta Cotia na tarde de sexta-feira (10/11). O tradicional baile da Terceira Idade, realizado todas as primeiras sextas-feiras do mês, trouxe como tema para novembro: Havaí.

O local contou com uma linda decoração, mesa com frutas, música ao vivo, lanches, distribuição de colares havaianos e a grande maioria dos convidados entrou no clima do tema e lançou mão de roupas floridas.

“Sinto-me muito bem aqui, encontro amigos, danço, converso, faço questão de participar”, disse José Campos, que frequenta há três anos os bailes. “Moro em Cotia, mas também vou aos bailes para idosos em outras cidades próximas. Da para perceber que eu realmente gosto, né?”, completou sorrindo.

Mas não é apenas o seu José que participa de outros bailes pela região. Maria José da Silva, moradora da vizinha Vargem Grande Paulista, conta que adora participar das festas em Cotia. “Adoro os bailes daqui, as pessoas são tão animadas, a música é boa e a decoração é sempre muito linda. Somos sempre muito bem recepcionados”, avaliou.

O próximo baile está previsto, excepcionalmente, para o dia 15 de dezembro, a partir das 14h, no Movimenta Cotia, localizado na Rua Senador Feijó, 110.

Judocas de Cotia conquistam 22 medalhas na Copa Jandira

No domingo (29/10), equipe sênior masculina participa do Torneio Beneméritos do Judô no Brasil, no Clube Atlético Juventus

Fotos: divulgação

A equipe de judô da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer de Cotia tem sido destaque a cada nova competição que participa. A última delas aconteceu no último final de semana quando 27 atletas representaram Cotia na Copa Jandira de Judô, no domingo (22/10), e conquistaram 22 medalhas. Participaram da competição cerca de, 300 atletas das cidades de Cotia, Salto, Cesário Lange, Itapecerica da Serra, Osasco, São Paulo, Tatuí, Caieiras e Jandira.

Ao todo, Cotia conquistou sete medalhas de ouro com os atletas, Daniel Santana (sub – 11), Renan Reis (sub – 15), Jaqueline Souza (adulto), Thiago Silva (adulto), Luís Félix (adulto), Lawrence Luna Jr (adulto) e Renato Florio (adulto).

Os judocas Beatriz Magalhães (sub – 11), Emily Magalhães (sub – 13), Lucas Russi (sub – 15), Luan Andrade (sub – 18), Jéssica Rodrigues (adulto), Bruno Branco (adulto), Caio de Moura (adulto) e Lawrence Luna Jr (absoluto), conquistaram medalhas de prata.

As sete medalhas de bronze foram trazidas pelos atletas, Roberto Oliveira Jr (sub – 11), Gustavo Palomares (sub – 13), Carlos Cortez (sub – 13), Paulo Hara (sub – 15), Letícia Ribeiro (adulto), Enzo Storti (adulto) e Luís Félix (absoluto).

“Levamos alguns alunos da academia que nunca haviam participado de uma competição da Federação Paulista de Judô, e para uma primeira experiência nós tivemos um excelente desempenho. Fazia algum tempo que não levávamos tantos atletas assim e nem disputávamos essas primeiras colocações, praticamente todos levaram medalha.” disse orgulhoso o professor Marcus Agostinho.

Já no próximo domingo (29/10), a equipe sênior masculina da secretaria tem competição. Os judocas entram no tatame para disputar o Torneio Beneméritos do Judô no Brasil, uma tradicional competição por equipes do Estado, realizada no Clube Atlético Juventus, no bairro da Mooca em São Paulo.

Campeonato Brasileiro de Veteranos

No sábado (21/10), o judoca cotiano Ewerton Ribeiro, participou do Campeonato Brasileiro de Veteranos, em Itapecerica da Serra, evento que reuniu atletas com idade superior a 30 anos de todo o país.

Lutando pela categoria M1 – 30 a 34 anos, +100 kg, Ewerton conquistou a medalha de bronze na competição. “Levar uma medalha no nível de um Brasileiro, é sempre algo difícil, mas de grande importância para a cidade, ficamos muito orgulhosos”, disse o professor Marcus Agostinho.

Rogério Franco prestigia a festa da Padroeira de Cotia

Milhares de pessoas passaram pela Praça da Matriz durante os quatro dias de festividade que contou com apresentação da Orquestra Bachiana e show com Rio Negro e Solimões

 

Depois de dias de programação religiosa em comemoração à Nossa Senhora do Monte Serrate (8/09), Padroeira de Cotia, que envolveram novenas, missas, capelinhas, entre outras, milhares de pessoas passaram pela Praça da Matriz, em frente à Paróquia Nossa Senhora do Monte Serrate, entre os dias 7 e 10 de setembro, para prestigiar a programação festiva da festa que contou com apresentação da Orquestra Bachiana Filarmônica Sesi SP, sob a regência do maestro João Carlos Martins, no dia 8 e, se encerrou com um show da dupla sertaneja Rio Negro e Solimões, no domingo (10).

“Fico feliz e que quero parabenizar por mais um ano comemorando a Padroeira de nossa cidade. Uma festa importante para Cotia, tamanha a grandeza de Nossa Senhora do Monte Serrate para a história do município. A cidade merece uma festa deste porte com shows importantes, a chegada da romaria. É uma festa que nos alegra e alegra a população de Cotia”, disse o prefeito Rogério Franco durante o encerramento da festa.

A programação festiva foi organizada pela Paróquia Nossa Senhora do Monte Serrate (Igreja Matriz), sob a coordenação do pároco padre Mauro Ferreira, com apoio da Prefeitura de Cotia, através da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer. No dia 7, aconteceu o Dia da Família na Praça, teve ainda passeio ciclístico, campeonato de skate, apresentações de artes marciais, brinquedos para as crianças, além de apresentações de bandas católicas. “Foi uma festa muito boa. Foi bonito ver a união da nossa paróquia com outras paróquias, mas sobre tudo ver o empenho de nossos membros das pastorais que se mostraram incansáveis para preparar esta linda festa nesses quatro dias”, comemorou o padre Mauro.

No dia 9, a população participou de um Super Bingo na Praça, em prol dos projetos da paróquia, no dia 10, acompanhou a chegada dos Romeiros de Cotia que receberam a benção do padre Mauro antes da Santa Missa que antecedeu ao show final com Rio Negro e Solimões.

Leda, de 20 anos, mora no Jardim Leonor e foi acompanhada dos pais José e Maria para o show da dupla Rio Negro e Solimões. A família se juntou aos milhares de pessoas que prestigiaram a festa. “Somos muito fãs deles e ela [Leda] ficou muito feliz de poder vê-los de tão pertinho”, disse Maria, que ficou o tempo todo ao lado da cadeira de rodas da filha enquanto ela cantava todas as músicas durante o show.

Sete judocas de Cotia chegam à Final do Paulista Sênior

 

Atletas entram no tatame para defender Cotia no dia 16 de setembro, no EC Pinheiros

 

No dia 16 de setembro, Cotia estará representada por sete atletas do Judô no Campeonato Paulista Sênior Fase Final. As lutas acontecerão no EC Pinheiros. O Paulista Sênior é o principal evento estadual da temporada e vale pontuação para o ranking nacional da categoria, além de definir os atletas participantes do Campeonato Brasileiro (Top 27 do ranking) e figurar como seletiva para a Seleção Brasileira da próxima temporada, que contará com os Top 8.

De acordo com a Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer, a última classificação de judocas cotianos no Campeonato Paulista Sênior foi em 2015, com o atleta Ewerton Ribeiro, que terminou a competição em terceiro lugar garantindo a medalha de bronze.

Entram nos tatames os atletas Thiago Silva, pela categoria 55kg; Luís Félix, categoria 81kg; Lawrence Luna Jr, 90kg; Renato Florio, +100 kg; Pietro Stefanelli, que também lutará na categoria +100 kg; Alessandra Rocha, -63 kg e, Jaqueline Souza, -70 kg.

Na última semana, os atletas Jaqueline Souza e Luís Félix participaram dos Jogos Universitários do Estado de São Paulo (JUESP), no Complexo Ibirapuera. Os atletas não subiram ao pódio, mas ficaram entre os cinco melhores do Estado em suas categorias. “Considerando o nível elevado da competição, foi um resultado bastante positivo”, avaliou a Secretaria de Esportes.

Em um mês, Prefeitura de Cotia beneficia 1.000 pessoas com cursos gratuitos

Aulas de panificação e confeitaria aconteceram em parceria com o Sindipan, através da Carreta do Sampapão, durante o mês de agosto

 

Durante todo o mês de agosto, foram realizados 16 cursos na carreta do Sampapão, uma parceria da Prefeitura de Cotia com o Sindicato das Panificadoras (Sindipan), instalada ao lado da Prefeitura.  Foram 22 dias de cursos, dois períodos de aulas (manhã e tarde), 25 alunos por turma, beneficiando pouco mais de 1.000 alunos, todos receberam certificados de conclusão.

Foram cursos direcionados para panificação e confeitaria, com o objetivo de aprimorar as habilidades daqueles que já trabalham no ramo, autônomos e interessados em ingressar em uma nova profissão. “Os cursos tiveram grande procura e vamos continuar buscando parcerias para trazer mais cursos gratuitos para a população”, comentou o prefeito Rogério Franco.

Entre os cursos oferecidos estiveram: Técnicas para melhorias do pão Francês, salgados fritos, pães doces, decoração de bolos com bicos, e outros.

Esta foi a primeira vez que a cidade recebeu a escola móvel do Sampapão, que disponibilizou toda a estrutura para a realização dos cursos práticos, capacitando e gerando novas oportunidades de renda para os moradores de Cotia.