Editorial: Carapicuíba

Indústria elabora pauta para reuniões com o ministro da Economia

Foto: Divulgação

Defesa do setor no contexto da reforma tributária, competitividade,
Refis e medidas necessárias à retomada do crescimento exige união dos
empresários e das suas entidades de classe.

  Rafael Cervone, vice-presidente da Federação e Centro das Indústrias
do Estado de São Paulo (FIESP/CIESP), anunciou hoje (1/07) um
cronograma de trabalho com o ministro Paulo Guedes, da Economia, e a
equipe da pasta, para equalizar a defasagem de competitividade da
indústria nacional. Ele deu a informação em reunião virtual com
industriais de Barueri, Carapicuíba, Jandira, Itapevi, Pirapora do Bom
Jesus, Osasco, Santana de Parnaíba, Araçariguama, Cotia, Embu, São
Roque, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista.

  Essa questão do Custo Brasil é prioritária, afirmou Cervone,
argumentando que “produzir e operar no País supera em R﹩ 1,5 trilhão
por ano, o equivalente a cerca de 22% do nosso PIB, a média das
nações da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento
Econômico)”. É o que demonstra estudo realizado pelo Boston Consulting
Group, do qual participaram diversas entidades de classe.

  Cervone, que é candidato à presidência do CIESP nas eleições da
próxima segunda-feira (5/07), também apresentou aos empresários a
plataforma de trabalho da Chapa 2, pela qual concorre, intitulada 5G:
Gente; Gestão; Governança com Responsabilidade Social e Ambiental
(ESG);Globalização; e Gosto intitulada de 5G, numa analogia com a nova
tecnologia que revolucionará o ambiente de negócios. Salientando que a
pandemia acelerou o processo de transformações da economia e do
surgimento de soluções disruptivas, acentuou que “nossa entidade tem a
missão de apoiar as empresas nesse processo, contribuindo para o
aumento da produtividade e competitividade do setor”.

  Defesa da indústria

  O empresário Fábio Starace Fonseca, de Osasco, comentando o
estabelecimento do cronograma de trabalho com o Ministério da Economia,
perguntou sobre as perspectivas de que a interação com o poder
público reverta-se, em termos práticos, no aumento da competitividade
da indústria. Cervone respondeu que já tem sido realizado trabalho
forte nesse sentido, que será ampliado e incansável. “Estamos
demonstrando às autoridades, com dados concretos, que nosso setor não
pode pagar um terço dos impostos no País, representando hoje apenas
10,8% do PIB”.

  Um dos estudos já entregues demonstra que só os países que elevaram
a participação da indústria no PIB acima de 20% conseguiram aumentar
o patamar de renda da população. “Precisamos e vamos fazer muita
pressão no Congresso Nacional para reverter o aumento do Imposto de
Renda recém-anunciado, bem como para evitar que a nova Contribuição
Social sobre Movimentação de Bens e Serviços (CBS) seja de 12%. Já
encaminhados aos presidentes da Câmara e do Senado, assim como ao
Ministério da Economia, um detalhado trabalho, mostrando que o ponto de
equilíbrio é de 8,3%”, disse Cervone. E destacou: “Também estamos
demonstrando a todos que cada 1% de carga tributária reduz em 0,5% a
produtividade industrial”.

  Cervone lembrou que um exemplo de resultados práticos da mobilização
das entidades de classe foi a vitória, que teve forte participação da
FIESP e do CIESP, na retirada do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins,
uma longa batalha. “Do mesmo modo, ficamos felizes ao receber a
informação do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), em live
que realizamos com ele na quarta-feira (30/06), de que o projeto do novo
Refiz, de autoria dele, abrange o período pré-pandêmico, no qual a
economia brasileira já enfrentava forte retração”.

  Quando presidiu o Sinditêxtil-SP (Sindicato das Indústrias de
Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo), relatou Cervone, o setor
conseguiu reduzir a alíquota do ICMS de 12% para 7%. “Com isso, a
receita total desse imposto no setor cresceu 8%. Mostramos isso ao
governo paulista à época, provando que carga tributária menor aumenta
a produção e a base arrecadatória, conforme estamos discutindo neste
exato momento com autoridades do Executivo e do Congresso Nacional”,
revelou, informando sobre outra frente atual de luta: “Apresentamos
denúncia na Receita Federal e no Ministério da Economia sobre a
sonegação que ocorre hoje com empresas informais utilizadoras de
maquininhas de cobrança, que não passam pelo sistema bancário.
Trata-se de uso da tecnologia a favor do crime”.

  Força e representatividade setorial

  O empresário Sérgio Marchesi, de Osasco, observou ser importante a
presença frequente do presidente do CIESP nas ações e eventos da
entidade em todo o Estado, para ampliar cada vez mais a força da
representatividade. Nesse sentido, Cervone lembrou ter sido conselheiro
e diretor da Regional de Santa Bárbara d´Oeste, sua cidade, sentindo
na prática essa necessidade. Por isso, frisou, “faremos reuniões
itinerantes sistemáticas. A entidade foi muito eficiente até aqui, mas
precisamos construir juntos um novo modelo adequado às transformações
do Brasil e do mundo, o que somente será possível com o fortalecimento
das regionais e participação de todos”.

  Cervone reiterou o significado da força institucional e de
representatividade da indústria, ao responder questão sobre logística
apontada pelo empresário Moacyr Felix, de Barueri, que fez referência
à anunciada expansão da Rodovia Castello Branco. “Isso será
importante para a indústria da região e do Estado, mas ainda
precisamos avançar bastante nos transportes e fretes, que têm peso
relevante nos nossos custos”, ponderou o dirigente, dando um exemplo do
setor têxtil e de confecção: “Hoje, é mais barato trazer para São
Paulo um fardo de algodão do Egito do que da Bahia”.

  Considerando todos os desafios a serem enfrentados pela indústria,
neste momento decisivo de reformas tributária e administrativa,
votação do Refis, redução do Custo Brasil e políticas eficientes
para a retomada econômica, Cervone enfatizou o significado da unidade
da indústria, fortalecendo sua representatividade e força de
negociação com o poder público.

  Tal sinergia está presente na composição feita, a pedido das bases
empresariais, para as eleições de segunda-feira (5/07): a Chapa 2 do
CIESP tem Rafael Cervone como presidente e Josué Gomes, primeiro-vice.
Na chapa única da FIESP, as posições invertem-se. Está garantida,
assim, a união e coesão das entidades na defesa do setor.

  Cervone ressaltou, também, que a Chapa 2 do CIESP tem
representatividade nos 42 departamentos regionais. Conta com número
expressivo de mulheres e jovens empreendedores e 52% dos seus membros
não têm qualquer participação na atual gestão, num processo
equilibrado de renovação. Dentre todos os integrantes, 78% são do
Interior. Há, ainda, a presença de empresários de todos os segmentos
e portes de indústrias.

Auxílio emergencial: nova parcela do benefício começa a ser paga nesta segunda-feira

Começa nesta segunda-feira (18) o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 criado pelo governo devido à crise causada pela pandemia do coronavírus. Os primeiros a receber serão os beneficiários do Bolsa Família cujo Número de Identificação Social (NIS) é terminado em 1, conforme calendário divulgado na última sexta (15).

Na quarta (20), começa o pagamento para trabalhadores que estão no Cadastro Único e que não recebem o Bolsa Família, conforme o mês de nascimento (veja abaixo). O calendário divulgado é válido apenas para aqueles que receberam a primeira parcela até 30 de abril.

No primeiro momento, o dinheiro estará disponível apenas em poupança social digital da Caixa, para movimentações digitais: pagamento de contas, de boletos e para realização de compras por meio de cartão de débito virtual. Os saques em espécie para este público poderão ser feitos a partir de 30 de maio — também conforme o mês de nascimento.

Veja o calendário completo:
Beneficiários do Bolsa Família:

Dia 18 de maio – NIS terminado em 1
Dia 19 de maio – NIS terminado em 2
Dia 20 de maio – NIS terminado em 3
Dia 21 de maio – NIS terminado em 4
Dia 22 de maio – NIS terminado em 5
Dia 25 de maio – NIS terminado em 6
Dia 26 de maio – NIS terminado em 7
Dia 27 de maio – NIS terminado em 8
Dia 28 de maio – NIS terminado em 9
Dia 29 de maio – NIS terminado em 0
Depósito em poupança social digital da Caixa:

Dia 20 – nascidos em janeiro e fevereiro
Dia 21 – nascidos em março e abril
Dia 22 – nascidos em maio e junho
Dia 23 – nascidos em julho e agosto
Dia 25 – nascidos em setembro e outubro
Dia 26 – nascidos em novembro e dezembro
Saques e transferência da poupança social:

30 de maio – nascidos em janeiro
1º de junho – nascidos em fevereiro
2 de junho – nascidos em março
3 de junho – nascidos em abril
4 de junho – nascidos em maio
5 de junho – nascidos em junho
6 de junho – nascidos em julho
8 de junho – nascidos em agosto
9 de junho – nascidos em setembro
10 de junho – nascidos em outubro
12 de junho – nascidos em novembro
13 de junho – nascidos em dezembro
A primeira parcela
Na última sexta-feira, a Caixa Econômica Federal divulgou que mais 8,3 milhões de trabalhadores tiveram seu pedido ao auxílio emergencial aprovados pela Dataprev e devem receber a primeira parcela do benefício entre os dias 19 e 29 de maio. No total, serão disponibilizados mais R$ 5,3 bilhões nas contas indicadas no momento da inscrição.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o pagamento será feito de acordo com o mês de nascimento e em dias diferentes dos depósitos da segunda parcela, para evitar filas nas agências.

Fonte: Gaucha ZH

Prefeitura de Carapicuíba distribui mais 4 mil cestas básicas da segunda fase do “Alimento Solidário”

A Prefeitura de Carapicuíba vai distribuir na próxima semana mais de 4 mil cestas básicas para as famílias cadastradas no CadÚnico, com renda por pessoa mensal de R$ 90 a R$ 212. As cestas fazem parte da pareceria do município com o Governo do Estado de São Paulo. Esta é a segunda fase do Projeto Alimento Solidário. Na primeira etapa foram distribuídas cerca de 20 mil cestas para famílias do Cadastro Único com renda per capita de até R$ 89.

A cesta de alimento foi elaborada em parceria com a nutricionista chefe do Hospital Israelita Albert Einstein, Luci Uzelin, e contém 7 fontes de proteínas diferentes (feijão, leite em pó, sardinha, linguiça e ervilha), além de outros produtos para a alimentação de uma família com quatro pessoas por um mês.

O que é o projeto Alimento Solidário?

O projeto visa garantir a segurança alimentar da população em extrema pobreza do Estado durante a pandemia do coronavírus.

Qual o período de entrega da segunda fase?

Dias 4, 5, 6 e 7 de maio, das 8h às 17h.

Quais são os locais para a retirada das cestas?

Polo I – Inac – Av. Dante Carraro, 333 – Ariston

Polo II – Escola Municipal Noemy Silveira Rudolfer – Peruíbe, 20 – Jd. Santa Brígida

*Confira o nome da lista de cada polo no site da Prefeitura (www.carapicuiba.sp.gov.br)

Quem poderá retirar a cesta de alimento?

O titular do cadastro com a documentação necessária. Caso a pessoa seja idosa ou do grupo de risco do coronavírus deve indicar alguém da família, maior de 18 anos, com os documentos originais do titular para a retirada do benefício.

Quais documentos devem ser apresentados?

Documento original com foto (RG, CNH ou Carteira de Trabalho) e o Número de Identificação Social (NIS).

Atenção! Documentos digitais não serão aceitos.

Decreto torna obrigatório o uso de máscaras em Carapicuíba

Com a publicação do Decreto 4994/2020, fica obrigatório o uso de máscaras de proteção facial em Carapicuíba. A medida visa conter a disseminação do coronavírus e garantir a proteção à vida e à saúde da população.

Segundo o texto do Decreto é obrigatório o uso de máscaras em todo serviço de transporte público ou privado. Já os estabelecimentos comerciais deverão seguir uma série de medidas de contenção, o que inclui disponibilizar álcool em gel, exigir e fornecer máscaras de proteção facial, entre outras.

Trata-se de uma segunda mobilização envolvendo máscaras de proteção facial. Em 27 de abril, o decreto 4993 tratou da recomendação do uso de máscaras. E a prefeitura deu largada numa grande distribuição de máscaras.

As equipes de distribuição já estiveram no Terminal Rodoferroviário, agências bancárias, casas lotéricas, PS da Vila Dirce e no comércio das principais avenidas. Já foram distribuídas cerca de 40 mil máscaras. A meta da prefeitura é distribuir 100 mil.

O grande volume de máscaras se deve a uma soma de forças, com doações da iniciativa privada,  como Consigas, Supermercado Tenda, Atacadão, Supermercado Bem Bom, Supermercado Chama, Supermercado Yoneta, Supermercado Barbosa, Sindicato dos Funcionários de Carapicuíba, Sibele Autopeças, Alumibel e Farmácia Central, além do apoio de costureiras voluntárias da Secretaria de Assistência Social, e do Centro de Economia Solidária, da Secretaria de Trabalho. “Contamos com o apoio de todos nessa fase de pandemia”, comenta o prefeito Marcos Neves, “é preciso seguir as recomendações de saúde. Nosso objetivo é salvar vidas”, finaliza.

Guarda Civil Municipal de Carapicuíba interrompe campeonato de futebol na Cohab

Competição estava infringindo a quarentena estabelecida pelo Decreto nº 4.981 de 21 março de 2020

A Prefeitura de Carapicuíba, Governo do Estado e Organização Mundial da Saúde orientam: fique em casa. Só assim será possível conter o avanço do coronavírus. No entanto, algumas pessoas ainda insistem em desrespeitar o decreto de quarentena. Foi o que aconteceu no último domingo, 3, no qual a Guarda Civil Municipal (GCM) interrompeu um campeonato de futebol que estava acontecendo na rua Bom Jesus do Amparo, na Cohab 5.

Por volta das 15 horas a GCM recebeu uma denúncia anônima sobre a realização da competição com cerca de 200 pessoas, o que é extremamente perigoso em tempos de pandemia do novo coronavírus.

O problema é muito sério. No último boletim divulgado na segunda-feira, 5, informamos que já são 188 casos confirmados em nossa cidade e 26 óbitos pela doença.

Voltamos a ressaltar: todo tipo de comércio não essencial, como bares, tabacarias, baladas e cafés devem ser fechados. Além disso está proibido a realização de festas, bailes funks e outros eventos que possam causar aglomerações. Ao todo a Guarda Civil Municipal já fechou cerca de 600 estabelecimentos desde o início da quarentena.

Contamos com a colaboração de todos para que possamos passar por este momento o mais rápido possível. Caso saiba de algum comércio não essencial que esteja aberto, o munícipe deve entrar em contato com a guarda pelo telefone: 4183-5229 ou Polícia Militar: 190.

Câmara de Carapicuíba realiza primeira sessão parcialmente remota de sua história

Medida foi adotada para proteger vereadores e funcionários da Covid 19.

A Câmara Municipal de Carapicuíba, de forma inédita em sua história, realizou, nessa terça-feira (28), a primeira Sessão Ordinária parcialmente remota. A medida, de acordo com o presidente Guto Carapicuíba (Pode), serviu para dar sequência aos trabalhos em meio à pandemia do Corona Vírus, sempre preservando a vida dos vereadores e funcionários da Casa. Utilizando o mesmo sistema online, nesta quinta-feira (30), também será realizada uma Sessão Extraordinária às 10h.

Drive Thru de vacinação contra a gripe acontece em Carapicuíba para o público-alvo das três etapas da campanha

A vacinação sem sair do carro acontece do dia 4 a 8 de maio.

Após a conquista do percentual de 99% de idosos vacinados contra a gripe na primeira etapa da campanha, a Prefeitura de Carapicuíba realiza mais uma edição do Drive Thru de vacinação contra a gripe, desta vez na Av. Antônio Faustino (próximo à Praça da Árvore), do dia 4/5 a 8/5, das 9 às 16 horas.

 A terceira etapa da campanha, que começaria a partir de 9/5, foi antecipada para o dia 4/5. Desta forma, o público-alvo das três etapas poderá ser beneficiado com a vacinação sem sair do carro, além de também poder se vacinar nas Unidades Básicas de Saúde.

As doses são destinadas a pessoas com doenças crônicas, profissionais das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, povos indígenas, sistema prisional, pessoas com deficiência, professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, mães no pós-parto (apresentar certidão de nascimento do filho) e pessoas acima de 55 anos. O Dia D acontece dia 9 de maio nas UBS’s, para o público-alvo de todas as etapas.

No caso de doentes crônicos é necessário levar o laudo médico, ou receituário do medicamento para a doença. As doenças crônicas estão disponíveis no site da Prefeitura: http://twixar.me/9qCT

Além do Drive Thru, a população também pode receber as doses nas Unidades Básicas de Saúde – exceto USF Vila Dirce – de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas, mediante RG, cartão SUS e carteira de vacinação.  É importante lembrar que a vacina para influenza protege apenas contra a gripe (inclusive o H1N1).

Vacinação de Rotina

A vacinação de rotina, para crianças; jovens e adultos, que devem constar na Carteira de Vacinação desde o nascimento, estão sendo aplicadas nas Unidades Básicas de Saúde. São vacinas como a BCG, tétano, hepatites, meningite, pentavalente, entre outras. As doses são aplicadas de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas.

Prefeitura de Carapicuíba desenvolve atividades para crianças durante o período de suspensão de aulas

A criançada tem muito o que fazer em casa durante o período de suspensão de aulas. É o que garante a equipe da Secretaria de Educação da prefeitura de Carapicuíba, que elaborou apostilas com atividades adequadas a cada faixa etária. “São atividades que asseguram o desenvolvimento de habilidades previstas no decorrer do ano letivo, desenvolvendo uma sequência didática”, comenta a supervisora Rosemeire Santos. Além do conteúdo pedagógico, as atividades reforçam a interação. “Os pais são orientados a participarem das atividades com as crianças”, enfatiza.

As crianças da pré-escola receberão apostilas com atividades para pintar, cantar, ouvir, escrever e contar. Para a criançada do Ensino Fundamental, as apostilas são diferentes para cada ano (1º ao 5º), com interpretação de texto e atividades interdisciplinares elaboradas pelos coordenadores pedagógicos.

Após o recebimento das apostilas, os pais deverão auxiliar seus filhos na execução das atividades. “Esse procedimento será realizado durante todo o período em que durar a suspensão das aulas, para que nossos alunos não percam o desenvolvimento previsto em planejamento”, assegura Lilian Braga, titular da pasta.