Editorial: Barueri

Com prédios próprios e completos, CAPS de Barueri estão de casa nova

Há 19 anos, quando nasceu o primeiro Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) em Barueri – o segundo do Estado de São Paulo -, a equipe de Saúde Mental que encabeçou essa empreitada nem conseguia imaginar que um dia desfrutaria de uma infraestrutura tão completa quanto a que foi entregue na sexta-feira (dia 31 de maio) pela Prefeitura Municipal. O complexo que abriga as três unidades fica na Rua José Maria Balieiro, no Centro Comercial.  

Um gostoso clima de festa invadiu as novas instalações dos três CAPS: o Infantojuvenil – Trilha; o Adulto – Estação; e o AD – Álcool e Outras Drogas, quando os prédios foram abertos pela primeira vez aos seus usuários. Em celebração à entrega das novas instalações, houve apresentações culturais diversas, rodas de conversa e exposições artísticas. 

 Após grandes investimentos da Prefeitura de Barueri, agora cada um dos três CAPS possui prédio próprio com uma infraestrutura completa. Os três contam com ambientes para recepção e acolhimento, salas de atendimento, oficinas de arte, enfermarias, salas de observação e medicação, salões de convivência, cozinha, refeitório, áreas de convívio externas e setores de administração, dentre outros.  

 No CAPS AD – Álcool e Drogas a estrutura é maior, comportando dois andares, já que o local também abriga o serviço de Hospitalidade Noturna. O prédio conta com oficina de culinária, sala para terapia ocupacional e sala multimídia.  

 O paciente Daniel, que frequenta o CAPS Adulto há 16 anos, fez questão de discursar na ocasião. “Quero agradecer muito pelo espaço que deixaram pra nós, todos estamos felizesfaz 16 anos que eu estou nesse tratamento, eu participo da oficina de brigadeiros, e o lugar aqui é muito bom, agradeço a Deus”, disse durante a celebração.  

 Ampliando cada vez mais 

Conforme explica a diretora de Saúde Mental de Barueri, Ana Paula Briguet, o CAPS é um projeto do governo federal, mas são as prefeituras que acabam custeando as maiores necessidades dos equipamentos. Atualmente, os três CAPS do município realizam cerca de 1.800 atendimentos ao mês e agora entram para o pequeno grupo dos que possuem sedes próprias.  

 Participando ativamente da construção dessa rede de saúde mental em Barueri desde o início, Ana Paula atribui tais conquistas à força dos trabalhadores e também ao olhar da gestão nesse momento para a área. “Estamos em um momento com muitas ampliações como nunca teve antes. Hoje temos uma rede dos três CAPS, da Residência Terapêutica, Consultório na Rua, equipes mais ampliadas na Atenção Básica. A gente teve um aumento muito grande da estrutura de saúde mental no município”, garante a coordenadora. 

 Em termos de região, da Rota dos Bandeirantes, a estrutura que a gente tem hoje está muito em consonância com o que é preconizado. Toda a construção seguiu o manual preconizado pelo Ministério da Saúde, garantindo todos os espaços que são ideais para as ações que a gente realiza. Agora a gente tem a estrutura necessária para desenvolver esse trabalho e eu acho que isso é de uma preciosidade imensa. Estamos garantindo, enquanto gestores, espaços adequados para o desenvolvimento das nossas ações, e em termos de região a nossa rede está do começo ao fim, e ainda temos perspectiva de mais ampliação”, comemora Ana.

Inscrições para o Festival de Música de Barueri já estão abertas

Chegou o momento dos compositores e intérpretes mostrarem o seu talento e ainda concorrerem a prêmios em dinheiro. Já estão abertas as inscrições para o tradicional Festival de Música Popular Brasileira de Barueri – Femupo, que reúne artistas de todo o Brasil. O Femupo será realizado nos dias 25, 26 e 27 de outubro no Parque Municipal Dom José.

As inscrições para o Femupo são gratuitas e poderão ser realizadas até o dia 1 de agosto na Secretaria de Cultura e Turismo ou pelos Correios. “O objetivo do Femupo é incentivar e ampliar um importante espaço aberto aos compositores e intérpretes da música popular brasileira de todos os gêneros, além de aprimorar e desenvolver a cultura musical e descobrir novos talentos. O nosso Festival é uma das maiores premiações na área, isso mostra o quanto valorizamos a Cultura. Todos os anos o público recebe um espetáculo musical de qualidade”, ressaltou Jean Gaspar, secretário de Cultura e Turismo.

Categorias

O Femupo se divide em duas categorias: “Prata da Casa”, somente para moradores de Barueri (o inscrito deverá comprovar residência); e “Livre” – para os não residentes. Cada participante poderá inscrever duas canções, que devem ser inéditas e originais, ou seja, que não tenham sido gravadas em áudios comerciais, nem editadas ou divulgadas publicamente em rádio e televisão.

Todas as músicas inscritas passarão por um processo de seleção preliminar. No final, serão premiadas quatro músicas na categoria “Prata da Casa” e outras cinco na “Livre”. O melhor intérprete também receberá um prêmio, assim como a canção que tiver a maior aclamação popular. Os prêmios somam R$ 69 mil.

Serviço

Confira o regulamento completo em www.barueri.sp.gov.br

Secretaria de Cultura e Turismo,

Avenida 26 de Março, 173, Centro de Barueri

CEP: 06401-050

Barueri lança Selo Social Empresa Amiga da Mulher

Com o objetivo de incentivar as empresas na contratação e valorização da mulher no mercado de trabalhoa Prefeitura de Barueri criou o Selo Social Empresa Amiga da Mulher. De acordo com o decreto 8.956/19, a condecoração certifica que a empresa está preocupada em garantir, sobretudo, a igualdade de gênero em seu quadro de funcionários. 

 O lançamento aconteceu na sexta-feira (31 de junho) em Alphaville, nas instalações do Mackenzie, em evento realizado pela Associação Brasileira de Recursos Humanos – Alphaville Business Club. Após palestras que abordaram temas que vão ao encontro de políticas públicas aplicadas pela Secretaria da Mulher deBaruericomo a importância da valorização da diversidade, a secretária da MulherGiani Cristina de Souza, apresentou o selo e a sua importância social para os diretores de recursos humanos e empresários presentes 

 “A gente até consegue inserir essa mulher no mercado de trabalho, porém é preciso investir em políticas internas para que as mulheres disputem cargos de liderança. Muitas mulheres que têm a qualificação não conseguem alcançar uma posição de destaque por falta de incentivo e oportunidade”, destacou a secretária 

  A empresa interessada em conquistar o Selo pode se cadastrar na Secretaria da Mulher. É necessário desenvolver ou apoiar projetos voltados para o atendimento dos “Princípios de Empoderamento das Mulheres”, ou então, capacitar e empregar mulheres enquadradas em situação de vulnerabilidade social, em especial as vítimas de violência. 

Junho Vermelho: Barueri incentiva a doação de sangue

Doar sangue é um gesto de amor e solidariedade que deve ser praticado o ano todo, mas no mês de junho o incentivo é ainda mais veemente devido ao Junho Vermelho. Em Barueri tal campanha foi instituída por meio da lei municipal 2.499, de 9 de março de 2017, passando a integrar o calendário oficial de datas e eventos da cidade. 

 Com o tema “Seja do tipo que ajuda – Junho Vermelho. Doe Sangue. Doe Sempre”, a Prefeitura de Barueri espera sensibilizar cada vez mais a população para o ato de doar e salvar vidas 

 O município mantém um hemocentro, ligado à Fundação Pró-Sangue (FPS), que fica dentro do Hospital Municipal de Barueri (HMB), localizado na Rua Ângela Mirella, 354 – Vila Dom José / Boa Vista. O local funciona de segunda a sexta-feira das 8 às 16h.  

 Nível crítico 

No site da Pró-Sangue (www.prosangue.sp.gov.br), Fundação ligada à Secretaria de Estado da Saúde responsável pelo fornecimento de sangue, hemocomponentes e serviços hemoterápicos no estado de São Paulo, é divulgada posição de estoque dos bancos de sangue em tempo real. Até o final de maio, os tipos O+, O-, B+, B- e A- estavam em nível crítico.  

 O sangue coletado pela FPS atende cerca de 100 instituições públicas da rede estadual de saúde. Isso corresponde a 32% do sangue consumido em toda a Região Metropolitana de São Paulo. Atender a todos que precisam é um desafio, já que se trata de iniciativa voluntária e no Brasil não se criou ainda, infelizmente, uma cultura de doação rotineira de sangue. 

 Requisitos 

Dentre os requisitos básicos para doar sangue estão: 

– Estar em boas condições de saúde; 

– Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos precisam preencher formulários específicos); 

– Pesar no mínimo 50kg; 

– Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas); 

– Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação); 

– Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).  

Comissão internacional da Khan Academy elogia avanços tecnológicos na educação de Barueri

uma comitiva da Khan Academy, dos EUA e América Latina, esteve na Emef Margarida Maciel, no Vale do Sol. Eles puderam ver de perto os trabalhos e a grande evolução tecnológica que tem colocado a educação de Barueri como uma das referências em todo o Brasil.  

 Os visitantes ficaram impressionados com a desenvoltura dos alunos, organização da escola e emprenho dos professores e gestores. Ressaltaram a importância do Departamento de Tecnologia da Secretaria de Educação, que está possibilitando a implementação de internet a instalação de equipamentos de ponta como lousas digitais, chromebooks e óculos virtuais para todas as escolas da rede de ensino de Barueri. 

 Para a CEO da Khan AcademyGinny Lee, ver estudantes de uma escola pública tão empenhados com a questão da aprendizagem é muito gratificante. “Meus olhos se enchem de alegria ao presenciar tantas boas práticas demonstradas aqui nesta escola de Barueri”, comentou. 

 A coordenadora de Educação Infantil de Barueri, Janete do Valle, falou sobre os ganhos que os investimentos em tecnologia têm resultado para o bem da aprendizagem. “A ampliação do uso da plataforma Khan Academy para todas as escolas do Ensino Fundamental, os investimentos no programa Google For Education têm sido um marco na história da educação de Barueri”, explicou. 

 A supervisora Márcia Maria Pereira, que trabalha com a plataforma desde o ano de 2014, também falou sobre os avanços educacionais. Barueri tem o privilégio de sair na frente com os mais avançados recursos tecnológicos. A iniciativa é muito importante para a boa aprendizagem dos nossos alunos”, avaliou. 

 Para recepcionar os visitantes, os alunos que integram o projeto “Sou mais Margarida Maciel” apresentaram um bonito recital de poesia, além de interpretarem belas canções que emocionaram a todos. A regência foi do professor Ricardo César da Silva. 

 Rodas de conversa aconteceram ao longo de toda a manhã, oportunidade em que, divididos em grupos, os educadores da plataforma Khan Academy puderam fazer perguntas aos gestores de Barueri sobre detalhes da implantação das ferramentas tecnológicas. 

 Khan Academy 

A Khan Academy é uma iniciativa que disponibiliza recursos multimídia gratuitos que ajudam na aprendizagem escolar. A plataforma atua com a ajuda de vídeos e jogosoferecendo mais de 300 mil atividades.  

 As aulas são elaboradas de acordo com as habilidades que o aluno domina e as que precisa aprimorar. Assim, auxiliam no reforço de temas abordados em sala de aula e também introduzem noções de ciências, computação, história e economia. 

 Atualmente a plataforma é usada em 45 escolas da rede de ensino de Barueri. São 252 turmas que estão engajadas e demonstrando alto rendimento. 

Câmara de Barueri cria programa de conscientização contra álcool e drogas

Durante sessão ordinária realizada no Plenário da Câmara Municipal de Barueri aprovou o Projeto de lei 040/2019, que institui a Semana de Prevenção ao Uso de Álcool e outras Drogas.

A iniciativa, de autoria do vereador Sílvio Macedo (DC), passa a fazer parte do calendário oficial de eventos do município e deve ser realizada anualmente na semana de 26 de junho. “Sempre tive preocupação com esse tema. Presenciei de perto o desespero e a ruína de várias famílias que vivenciaram o problema da dependência. Nós queremos soluções para conscientizar e fazer com que todos se atentem a essa doença tão grave com consequências devastadoras”, afirmou.

O objetivo é a promoção de ações conjuntas entre o poder público e a sociedade organizada para prevenção da dependência química. Parcerias com associações, entidades e setores privados devem fortalecer as campanhas educativas, inclusive nas escolas. O projeto segue agora para sanção do Poder Executivo.
       Prevenção
De acordo com especialistas, é muito difícil convencer alguém a não fazer algo que lhe dê prazer; drogas e álcool, antes de qualquer outra coisa, oferecem prazer imediato, e por causarem dependência física, psicológica e síndrome de abstinência são de difícil tratamento. As ações preventivas devem ser planejadas e direcionadas para o desenvolvimento humano, o incentivo à educação, à prática de esportes, à cultura, ao lazer e a socialização do conhecimento sobre drogas.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) considera que a dependência em drogas lícitas ou ilícitas é uma doença. O uso indevido de substâncias como álcool, cigarro, crack e cocaína é um problema de saúde pública de ordem internacional que preocupa nações do mundo inteiro, pois afeta valores culturais, sociais, econômicos e políticos.

O alcoolismo é uma doença crônica, com aspectos comportamentais e socioeconômicos, caracterizada pelo consumo compulsivo reconhecida predisposição genética para a dependência, outros fatores podem estar associados: ansiedade, angústia, insegurança, fácil acesso ao álcool e condições culturais.

Musical infantil gratuito “Da Cabeça aos Pés, Sem Pé Nem Cabeça” chega a Barueri no dia 2

No dia 2 de junho (domingo), a diversão e o aprendizado estão garantidos para as crianças em Barueri. O musical infantil “Da Cabeça aos Pés, Sem Pé Nem Cabeça” chega ao teatro do Centro de Eventos com apresentação gratuita, às 16h.  

 A peça aborda, de forma divertida, lúdica e educativa, a importância da alimentação saudável e dos bons hábitos de higiene pessoal para as crianças. Por intermédio da Secretaria de Cultura e Turismo, patrocinado pelo Ministério da Cidadania e pelo Instituto CCR, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, o espetáculo está há 21 anos no circuito cultural. Os ingressos já podem ser retirados das 9 às 16h, no Centro de Eventos de Barueri. 

Produzida pela Cia Teatro de Risco, a história gira em torno de Henrique, um garoto que adoece por resistir aos apelos da zelosa mãe para que coma legumes, verduras, frutas, mastigue bem, lave as mãos, escove os dentes e tome banho. Contada e cantada pelos personagens, do Médico, do Dentista, dos Nutricionistas e do Professor, mostra o combate dos soldados (leucócitos) contra os vírus, enquanto o protagonista sofre com uma gripe fortíssima e tosse em estado febril. Entram em cena os vilões Inféctor, o Tártaro, a Placa Bacteriana, mas se apresentam também o Estômago e os Nutritivos. A comédia provoca a interação e a torcida das crianças e conta ainda com a participação, em off, da Sopa de Legumes, do Esqueleto, do Cérebro e o Pulmão.  

O espetáculo tem cerca de uma hora de duração e mais de 20 personagens. Já foi assistido por mais de 500 mil estudantes, além do público espontâneo. Autora e atriz: Marisa Ratcov. Direção e produção artística: Luiz Carlos Ribeiro.  

Serviço 

Dia 02 de junho (domingo): às 16h 

Local: Centro de Eventos de Barueri 

Entrada: Gratuita  

Endereço: Av. Sebastião Davino dos Reis, 672Jardim Tupanci 

Telefone: (11) 4168-6114 

Praça reconstruída no Belval tem mais opções de lazer para os frequentadores

Será aberta oficialmente nesta sexta-feira (dia 31) a nova praça do Jardim Belval, reconstruída pela Prefeitura de Barueri, na avenida engenheiro Oscar Kesselring, com mais opções de lazer para os frequentadores. 

 Uma série de atrações está programada para a estreia da praça de lazer. Haverá praça de alimentação com food trucks, educação ambiental, Ouvidoria Itinerante, educação para trânsito e, a partir de 16 horas, apresentações musicais e esportivas. 

 A praça fica em terreno com área de 7 mil metros quadrados. Recebeu equipamentos como espaço para academia, pista de caminhada, bicicletário, pergolados, playground, incluindo escorregadores, mesa de jogos (tênis de mesa), lixeiras, paisagismo com plantio de árvores, bancos e estacionamento. 

 “Faltava lazer para as crianças. Agora tem brinquedos e outros equipamentos, e a gente acaba fazendo atividades com elas. Que as pessoas tenham mais zelo, pois é muito bom ter uma área como essa”, destacou Elaine Aparecida Lemes, moradora do Belval há 3 anos.  

 Outras áreas de lazer 

Falta pouco para a Prefeitura finalizar as obras de reforma da praça da avenida Henrique Gonçalves Baptista, no Jardim Itaqui. Na avenida Exército Brasileiro está sendo construída a área de lazer do Jardim Audir (Bairro Silveira).  

 Neste ano, a Prefeitura entregou a Praça Darci Fortunato Novais da Vila Porto/Jardim dos Camargos (Bairro Boa Vista). Concluiu as obras de reforma da Praça Major Álvaro Fontes, no Engenho Novo; e finaliza também as áreas de lazer da Aldeia de Barueri, Jardim do Líbano, Jardim Paulista e Jardim São Pedro.

Certificação qualifica ainda mais gestão do Ipresb

Fotos: Allisson Roberto

Mais uma boa notícia para os segurados no Ipresb (Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Barueri). Além da construção da nova sede, a entidade conquistou uma importante certificação que comprova seu compromisso com a transparência e a segurança. 
 
Ipresb aderiu ao “Programa de Certificação Institucional e Modernização da Gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios” – Pró-Gestão RPPS. Instituída pelo Ministério da Previdência Social, a certificação reconhece a excelência da gestão aplicada no Ipresb pelos seus administradores, visando melhorar a qualidade da transparência dos regimes próprios.  
 
“Foi feito um diagnóstico de como estava a situação do Instituto, analisamos o que já estava de acordo com as exigências e o que precisava ser alterado. Os diretores foram implementando as ações e as informações foram repassadas para a certificadora”, explica a procuradora previdenciária do Ipresb, Isabela Giosa Sanino. 

 

Mais transparência  
Com o Pró-Gestão todas as informações foram consolidadas e estruturadas para garantir ainda mais transparência ao segurado. O servidor pode acompanhar todas as ações pelo site www.ipresb.gov.com.br.   

  

Além da transparência e da melhoria operacional, outro benefício foi na área de investimentos. A resolução 4.692de 2018, do Conselho Monetário Nacional alterou os percentuais definidos pela resolução 3.922 de 2010, permitindo que, dependendo do nível da certificação, a entidade tenha acesso a um percentual maior de aplicação em determinados tipos de investimentos.   

 

“A resolução 3.922 determina que institutos de previdência apliquem, no máximo, 30% do seu patrimônio em determinado tipo de fundo de ação. Alguém que se certifica no Nível I poderá aplicar até 35%. O Ipresb se certificou no Nível II e poderá aplicar até 40%”, frisou Lucas Silva Viana, controlador interno. 

  

adesão ao Pró-Gestão, que passou a exigir a certificação para manter a qualidade de investidor profissional, permite que o instituto participe de investimentos mais rentáveis. Isso reflete também para o segurado, já que permite que a gestão de investimentos consiga resultados melhores de rentabilidade.  

  

“A certificação veio para reconhecer as boas práticas e trouxe principalmente transparência, segurança e bons resultados em termos de governança, sempre buscando melhorar a gestão para o segurado”, classifica o presidente do Ipresb, Tatuo Okamoto. Ele ressaltou ainda que “nos últimos anos, o Instituto vem atingindo a meta atuarial; vem, também, sendo superavitário na execução do orçamento, fazendo o patrimônio da autarquia aumentar regularmente”.  

 

Dos 164 regimes próprios que fizeram adesão ao programa, o Ipresb foi o 21º a alcançar a certificação. Além disso, o Instituto foi o quarto RPPS a conseguir a certificação no menor prazo entre a data da adesão e a da certificação (aproximadamente 5 meses).

Fabricando Arte revela talentos na Emeief Enéias Raimundo

Foto: Suseli Honório 

Considerado um dos projetos mais inovadores da arte e educação do país, o Fabricando Arte foi implantado na Emeief Enéias Raimundo, no Bairro dos Altos, e está revelando muitos talentos e amantes das artes. 

 Iniciado na escola desde o início do ano letivo, a iniciativa é uma parceria com a empresa Embracon e tem o objetivo de promover a cidadania e incentivar a cultura para adolescentes, por meio da arte-educação. 

 Na Emeief Enéias Raimundo, o projeto atende cerca de 25 alunos entre 12 e 17 anos de idade. As aulas contam com arte educadores especializados que ministram aulas sobre técnica de pintura em tela história da arte, além de abordarem temas transversais como ética, cidadania e meio ambiente. 

 Temos ensinando as técnicas trabalhando o talento de cada aluno. A pintura desenvolve a coordenação motora a paciência e faz com que eles fiquem muito mais felizes e realizados”, comentou a professora Dalvanir Costa. 

 Em 2019 o tema trabalhado pelos alunos é “Porque sonhar não tem limites”. Ao longo do ano, os alunos produzem telas e gravuras que participarão de exposições nas escolas e na sede do patrocinador.  

 Além de estimular a criatividade e despertar talentos para as artes plásticas, o projeto tem promovido o intercâmbio cultural, expondo obras de artistas brasileiros no World Awareness Children’s Museum, de Nova York, nos Estados Unidos, local de origem das pinturas dos artistas estrangeiros que poderão ser vistas durante a exposição.   

 De acordo com o estudante Bruno Tavares, do 8º ano, o projeto tem sido muito importante. “Eu já gostava de artes e, com o projeto, eu pude aprimorar minhas técnicas. Seguindo o tema que fala do sonhou, eu vi uma oportunidade para melhorar a minha arte”, contou. 

 O aluno Fernando Fatile também está feliz em participar do projeto. “Adoro as aulas. Sempre tive interesse por arte e, a partir de agora, aprendi muito sobre texturas, movimentos de pinceis e combinações de cores. Estou adorando produzir os quadros. 

 O diretor Fernando de Abreu acrescentou que estas aulas nos contraturnos faz com que os alunos se sintam pertencentes à escola. “Projetos como este têm possibilitado muito a interação e a aprendizagem dos nossos jovens”, comentou o diretor.