Editorial: atletas

Atletas de Jandira são convocados para seletiva do Campeonato Brasileiro de Judô

Os judocas Felipe Ishimaru e Diógenes Ferreira irão representar a cidade de Jandira, em seletiva que iniciará no próximo final de semana.

Depois de ser vice-campeão do Campeonato Paulista por Faixa 2021, o judoca/Sensei Felipe Ishimaru, se prepara para representar a cidade de Jandira na seletiva para o Campeonato Brasileiro de Judô, que será no próximo sábado, dia 06.

Além do Sensei Felipe, a cidade de Jandira também será representada, pelo judoca/Sensei Diógenes Ferreira.

A convocação para participar da seletiva do Campeonato Brasileiro de Judô, é feita em ocasião dos resultados alcançados pelos judocas no último ano.

O Sensei Felipe Ishimaru representará a cidade na categoria para atletas faixas-pretas em Judô com mais de 100 quilos. Já o Sensei Diógenes irá competir na categoria para atletas com menos de 100 quilos.

A Diretoria de Esporte de Jandira parabeniza seus atletas pela convocação e deseja que tanto o Sensei Felipe, quanto o Sensei Diógenes, consigam trazer esta importante vaga no Campeonato Brasileiro de Judô.

Questionado sobre a seletiva, o Sensei Felipe afirmou:

“Minha expectativa é grande. Não será uma competição fácil, darei o meu melhor. Quero agradecer  a Diretoria de Esporte, na pessoa do Diretor Abílio Kousmin, agradeço a Prefeitura de Jandira, que vêm dando apoio para nós irmos às competições, e ao Prefeito Doutor Sato, que além de Prefeito é um grande Judoca” explanou Sensei Felipe. 

Por fim, o Sensei  Diógenes Ferreira também afirmou que:

“É uma honra poder lutar na Seletiva para o Campeonato Brasileiro Sênior, onde são poucos atletas que conseguiram vaga. Será uma competição muito forte onde 99% dos atletas da minha categoria foram ou são seleção brasileira. Me sinto preparado e focado para esta competição, estamos treinando bastante.” declarou o Sensei Diógenes.

A Prefeitura de Jandira está na torcida por esses dois atletas que irão representar a cidade nessa seletiva tão importante.

Natação de Osasco se destaca no Campeonato de Inverno de Bauru

Foto: Arquivo SEREL/PMO 

A equipe de natação de Osasco participou do Campeonato Paulista de Inverno 2021, realizado em Bauru, interior de São Paulo, entre os dias 14 e 18/7. O evento foi organizado pela Federação Aquática Paulista (FAP). Os atletas osasquenses conquistaram cinco medalhas, sendo quatro de ouro.  

A equipe infantil, representada pelos atletas Letícia, Maria Clara, Mariane e Matheus disputaram na categoria Mirim 2.  

Maria Clara Prado Araújo foi pódio nos 50 metros peito e a primeira colocada nos 50 metros borboleta na mesma categoria.  

Matheus Pereira de Sá Canassa, com apenas 10 anos, é o primeiro do ranking brasileiro na categoria mirim (masculino). Ele conquistou ouro nos 50 metros costas e ouro nos 50 metros borboleta.  

Letícia disputou 50 metros costas e ficou com a segunda colocação. Nos 100 metros livres conquistou o sexto lugar. Mariane de Castro Gonçalves nadou os 50 metros peito e conseguiu o nono lugar e décima posição nos 50 metros livre.  

A equipe estava acompanhada pela delegação osasquense, coordenada pelo técnico Denis Lorenzo.  

“Agradeço aos técnicos Denis Lorenzo, Leandro Quedas Caminha e Arnaldo Vecchi Cabanas pelo trabalho que vem sendo realizado com a equipe de natação de Osasco. Os atletas têm demostrado cada vez mais rendimento e conquistado muitas vitórias, deixam suas marcas por onde passam. Parabéns a todos!”, destacou o secretário de Esporte, Rodolfo Rodrigues Cara.  

Atletas de Badminton de Osasco são convocados para o Pan-Americano

Foto: Arquivo Serel

Os irmãos e atletas de Badminton Joaquim, João e Pedro Mendonça foram convocados para o Pan-Americano Júnior 2021, que será realizado entre os dias 15 e 23 de julho na cidade de Acapulco, México. João e Pedro são comtemplados pelo bolsa atleta da Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Esporte, Recreação e Lazer.

O Badminton é um esporte dinâmico praticado por dois ou quatro jogadores, semelhante ao tênis, está dividido por uma rede, usa raquetes, mas se diferencia pela peteca e regras.

Os atletas treinam há 4 anos na Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Osasco (Acenbo) com Filipe Toledo e competem em categorias diferentes: João tem 16 anos e está na categoria sub-17; Pedro, 17 anos, na categoria sub-19, e Joaquim, 13, no sub-15.

São bons meninos, habilidosos e dedicados. Atualmente estão entre os melhores do país na categoria Júnior. Sem dúvida serão grandes jogadores do Brasil, com um futuro muito promissor. Atualmente já demonstram excelentes resultados e exemplos”, relatou o treinador Filipe Toledo.

Saber que os três atletas foram convocados para representar a equipe brasileira nas competições individual e por equipes em suas respectivas categorias é motivo de orgulho. Parabéns aos pais e ao técnico. Mesmo com todas as dificuldades impostas pela pandemia, nossos jovens atletas se destacaram”, disse o secretário de Esporte, Rodolfo Rodrigues Cara.

Enxadristas osasquenses se destacam em várias competições

Foto: Arquivo Serel

No último sábado, 26/06, aconteceu a etapa do Circuito Vale-Paraibano online, destinada a crianças de até dez anos de idade. A competição realizou cinco rodadas e o osasquense Henrique Muniz, enxadrista contemplado pelo bolsa atleta da Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Esporte, Recreação e Lazer (Serel), foi o vencedor da disputa.

O osasquense participou de mais duas competições no domingo, a etapa torre do Circuito Xeque & Mate online se consagrando vencedor ao ganhar as seis partidas. Na mesma competição, ele já havia ganhado as etapas anteriores: peão, bispo e cavalo. Além disso, conquistou o 2º lugar na categoria sub-11, no IRT Rápido XXII Circuito Vale-Paraibano, competição realizada presencialmente, com 63 enxadristas na cidade de São José dos Campos, São Paulo.

Outros quatro enxadristas osasquenses também participaram do torneio: Gabriela Usui e Gabrielly Brito, que foram respectivamente 3ª e 2ª colocadas da categoria feminina; Vitor Carvalho que ganhou 15 pontos de rating e, Ramon Santana, que somou 4.5 pontos (4 vitórias, 1 empate e 1 derrota) e ficou em 6º na classificação geral. Todos integram o programa bolsa atleta da Serel.

No próximo mês Henrique Muniz, Vitor Carvalho e Ramon Santana participarão do Campeonato Pan-Americano, que será realizado em Florianópolis. Julia Alboredo, também representante osasquense, Mestre Fide, e atual vice-campeã brasileira feminina irá para a Copa do Mundo da Fide, que será realizada em Sochi, na Rússia.

Todas as conquistas são fruto dos treinamentos realizados pelos professores e mestres da Escola de Xadrez França Garcia, de Osasco. Atualmente temos treino online de iniciante até avançado, e abriremos mais turmas”, relatou o secretário de Esporte Recreação e Lazer, Rodolfo Rodrigues Cara.

Em Barueri, atletas contam com acompanhamento de fisioterapia esportiva

Serviço é direcionado a atletas de alto desempenho

Focada em auxiliar na recuperação e na prevenção de lesões ligadas à pratica do esporte, a Fisioterapia Esportiva torna-se indispensável na rotina de treinos e competições dos atletas das diversas modalidades. Pensando nisso, a Prefeitura de Barueri, por meio da Secretaria de Esportes e o Programa Barueri Esporte Forte, oferece mais este auxílio aos esportistas que compõem as Equipes de Competição.

É isso mesmo! Através de acompanhamento profissional permanente, os atletas recebem todo o suporte clínico necessário, passando por uma equipe multidisciplinar, desde a avaliação médica inicial ao atendimento direcionado do fisioterapeuta.

“A prática esportiva nos Núcleos de Formação faz com que o atleta eleve seu corpo ao limite, muitas vezes acarretando lesões, havendo assim uma quebra do ciclo físico programado para a temporada. O papel da fisioterapia esportiva é devolver o atleta recuperado para este ciclo programado, para os treinos e para as competições, além do trabalho em minimizar o máximo possível os riscos de lesões”, explica Jader Morais, fisioterapeuta do Programa.

Vale ressaltar que a fisioterapia esportiva é diferente da fisioterapia ortopédica convencional. Enquanto uma recupera e reabilita pacientes lesionados, a outra reabilita atletas de elevado desempenho esportivo.

Segundo Jader, dentro dos fluxos de atendimento há uma visão particular da fisioterapia para cada modalidade desportiva, respeitando a biomecânica distinta para cada uma delas, o que torna a reabilitação do atleta e o seu retorno à performance pré-lesão mais ágeis.

“O esporte se faz presente na vida do atleta em forma de sonho, já a lesão chega ao esportista rompendo todos os aspectos desse sonho, desde os físicos aos emocionais. Um atleta lesionado perde ‘o brilho no olhar’, e é isso que os atletas do Barueri Esporte Forte ganham com o atendimento de fisioterapia: o ‘direito’ de ter seus olhos brilhando!”, finaliza Jader.

Secretaria de Esportes entrega abrigos esportivos a atletas de futsal

Secretaria de Esportes vai entregar 549 abrigos esportivos ao todo

Nesta quinta-feira, dia 17, o secretário de Esportes Tom Moisés conduziu no Ginásio Poliesportivo José Corrêa uma entrega de abrigos esportivos para as equipes Sub-15 e Sub-17 de futsal do Barueri Esporte Forte.

Os professores das diversas modalidades e profissionais de educação física, grandes responsáveis pela formação de atletas e de cidadãos de Barueri, foram homenageados pelo orador, aplaudidos e convidados a ocupar lugar de destaque junto aos depoentes.

Foram anunciados também na cerimônia os professores Márcio Cavalcanti e Raphael Ferreira, da Universidade Mackenzie. Eles visitaram a Câmara Municipal de Barueri com o objetivo de viabilizar a implantação na cidade de uma clínica jurídica, muito importante na formação de futuros advogados.

O Barueri Esporte Forte, que recentemente distribuiu calçados a todos os atletas das equipes de competição, entregou nessa ocasião 30 unidades de confortáveis abrigos esportivos em microfibra nas cores azul e preta, compostos de calça e jaqueta.

Estão previstas mais três entregas para as outras categorias do futsal. O Barueri Esporte Forte, entretanto, possui 12 modalidades de competição e deverá distribuir antes da chegada do inverno um total de 549 abrigos.

“A Prefeitura de Barueri oferece toda a condição necessária para a melhor formação esportiva dos alunos, como ginásios e campos bem cuidados, materiais esportivos, uniformes, tênis e agora com o início do frio, entregamos agasalhos novos. Queremos formar atletas e, mais do que isso, formar cidadãos e pessoas do bem. Ressaltando que o mais importante de toda essa estrutura são as pessoas, os profissionais e os professores envolvidos”, declarou Tom Moisés.

Barueri Esporte Forte realiza testagem quinzenal de Covid-19 em atletas de competição

Barueri Esporte Forte realiza 1.266 testes rápidos de Covid mensalmente

Mesmo sem qualquer perspectiva de retorno de competições, as equipes do Barueri Esporte Forte permanecem em treinamento. Os dirigentes têm consciência de que se houver interrupção, pode haver prejuízo ao trabalho que vem sendo executado há vários anos.

É preciso agir com responsabilidade, entretanto. A Secretaria de Esportes de Barueri acompanha as recomendações do governo do Estado de São Paulo quando são decretadas as fases de restrição em razão da pandemia de Covid-19.

De dezembro de 2020 para cá, todos os atletas das 12 modalidades de competição têm aferidas suas temperaturas corporais logo na entrada dos polos de treinamento e passam quinzenalmente pelos testes rápidos de detecção da Covid-19.

“Os resultados ficam prontos em cerca de 10 minutos”, informa Davi Prado, médico esportivo da Secretaria de Saúde de Barueri. Se houver qualquer alteração, há a notificação, o isolamento imediato do atleta e a prescrição do tratamento.

As equipes de saúde, formadas por um médico do esporte e um fisioterapeuta,  percorrem os diversos ginásios, centros de treinamento e academias de Barueri para a realização dos testes.

“Realizamos em média 549 testes rápidos em atletas e 93 em servidores, quinzenalmente. São cerca de 1.266 exames todos os meses”, declara Roberto Camargo, coordenador geral do Departamento de Modalidades da Secretaria de Esportes de Barueri.

Barueri Esporte Forte promove atividades sociais com atletas de diversas modalidades

Atividades ocorrem mensalmente com atletas do Barueri Esporte Forte

Desde dezembro do ano passado, uma assistente social e uma auxiliar percorrem os ginásios onde os atletas do Barueri Esporte Forte, ligado à Secretaria de Esportes de Barueri, recebem treinamento para promover atividades diferenciadas.

A assistente social Cláudia Melo e a auxiliar Bruna Oliveira reúnem os atletas todos os meses e promovem uma discussão sobre um tema da atualidade (“Racismo”, “Direitos e Deveres do Cidadão”, “Vida e Carreira”, “Pandemia de Covid-19” etc).

Após o debate, os atletas são divididos em grupos e fazem exercícios sobre os temas recém-discutidos. As orientadoras procuram fazer com que os jovens transportem os conhecimentos para o seu universo.

A preservação dos próprios públicos (escolas, ginásios, bibliotecas etc), bem como o bom uso dos uniformes recebidos são ensinados: “é importante que eles aprendam que o que é público – e de todos e não de ninguém” -, salienta Cláudia.

Ela ainda alerta: “nossa atividade não é uma palestra, trata-se de uma metodologia ativa a partir de uma roda de conversa”. As profissionais também procuram deixar os jovens à vontade para detectar eventuais violações sofridas  e avaliar as razões de desistências.

Se houver necessidade, elas vão às casas desses jovens para uma entrevista com os pais ou responsáveis. As atividades são promovidas mesmo na Academia de Ginástica, onde a idade das atletas é menor.]

A assistente social percebeu que muitos temas ainda não são familiares aos jovens, daí a importância da discussão. “Nas atividades sobre racismo, por exemplo, eles aprenderam a identificar as mínimas manifestações (inclusive verbais) dessa prática nociva”, arrematou.

Atletas mirins conquistam medalhas de ouro

Atletas mirins osasquenses da equipe União Taishan participaram da 4ª Copa Kids de Kung Fu, realizada  pela Federação Paulista de Kung Fu, em Campinas. O evento contou com participação de aproximadamente 200 atletas, com idade entre 6 e 12 anos.

Três atletas da Academia Municipal de Artes Marciais da professora Pamela Ramazzotti Gomes conquistaram medalha de ouro em diversas categorias. Além disso, outros cinco atletas osasquenses da modalidade também conquistaram ouro, totalizando 8 medalhas.

“Agradeço especificamente o apoio técnico do professor Alan Silva Barboza, ao prefeito Rogério Lins e ao secretário de Esporte, Carmônio Bastos, por todo o apoio e reconhecimento”, disse Pamela Ramazzotti. 

 

Sete judocas de Cotia chegam à Final do Paulista Sênior

 

Atletas entram no tatame para defender Cotia no dia 16 de setembro, no EC Pinheiros

 

No dia 16 de setembro, Cotia estará representada por sete atletas do Judô no Campeonato Paulista Sênior Fase Final. As lutas acontecerão no EC Pinheiros. O Paulista Sênior é o principal evento estadual da temporada e vale pontuação para o ranking nacional da categoria, além de definir os atletas participantes do Campeonato Brasileiro (Top 27 do ranking) e figurar como seletiva para a Seleção Brasileira da próxima temporada, que contará com os Top 8.

De acordo com a Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer, a última classificação de judocas cotianos no Campeonato Paulista Sênior foi em 2015, com o atleta Ewerton Ribeiro, que terminou a competição em terceiro lugar garantindo a medalha de bronze.

Entram nos tatames os atletas Thiago Silva, pela categoria 55kg; Luís Félix, categoria 81kg; Lawrence Luna Jr, 90kg; Renato Florio, +100 kg; Pietro Stefanelli, que também lutará na categoria +100 kg; Alessandra Rocha, -63 kg e, Jaqueline Souza, -70 kg.

Na última semana, os atletas Jaqueline Souza e Luís Félix participaram dos Jogos Universitários do Estado de São Paulo (JUESP), no Complexo Ibirapuera. Os atletas não subiram ao pódio, mas ficaram entre os cinco melhores do Estado em suas categorias. “Considerando o nível elevado da competição, foi um resultado bastante positivo”, avaliou a Secretaria de Esportes.