SADS realiza formatura de dezenas de cursos

O CAP foi o palco da cerimônia de formatura do Empório Mães Cuidadoras e também dos cursos de geração de renda, oferecidos pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SADS), em parceria com o Fundo Social de Solidariedade deBarueri Estrela Guia 

 Empório Mães Cuidadoras começou em maio de 2017 e ofereceu cursos de chocolateria, confeitaria, panificação e gestão empreendedora. Foi encerrado em junho de 2019, mas ainda contará com acompanhamento de 4 meses, portanto, até novembro deste ano. O programa começou de um sonho: mães de crianças com deficiências queriam trabalhar, mas precisavam cuidar de seus filhos. Quando pediram ajuda à presidente do Fundo Social, Sônia Furlan, a gastronomia surgiu como oportunidade.  

Em sua fala, a presidente do Fundo relatou que o programa passou por diversas adaptações, “por conta das dificuldades que as mães enfrentavam”, mas que “todas as secretarias abriram as portas e agora será lançada a segunda edição do Empório Mães Cuidadoras”.   

Geração de renda 

De fevereiro a junho deste ano, a SADS ofereceu diversos cursos de geração de renda, nas áreas de estética (estética facial e corporal, designer de sobrancelha, manicure/pedicure e unha em gel, barbeiro, maquiagem e beleza afro); informática (design gráfico e informática básica); artesanato (patchwork,  bijuteria, scrapbook para festas e boneca em tecido ) e gastronomia (páscoa vintage, garçom  e forno e fogão).  

Quase duzentas pessoas estudaram de fevereiro a junho deste ano na sede da SADS. Para Abigail Queiroz Pereira, formanda do artesanato, o curso serviu para “aprender e descobrir nosso potencial”.  Já Cristiane Aparecida Borges, aluna de estética, agradeceu a oportunidade de fazer um curso gratuito: “vocês mudaram minha vida”.  

Para Adriana Bueno Molina, secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, a história de cada aluno é importante. “Quando vemos que um projeto dá certo, é muito gratificante, e a Sônia não sonha somente, ela realiza.”  

A presidente do Fundo lembrou que a situação do país é difícil e que há muito desemprego. “Por isso, queremos oferecer capacitação gratuita, mas que tenha a chance de colocá-los no mercado de trabalho”, ressaltou.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.