Prefeitura de Barueri convoca cidadãos a serem voluntários na luta contra a dengue

O calor intenso e o alto volume de chuvas têm deixado os profissionais de saúde muito preocupados. O quadro é perigosamente favorável ao aumento significativo de criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como dengue, Zika, Chikungunya e febre amarela.

Como a colaboração de todos é fundamental, especialmente por parte da população, já que 80% dos focos estão dentro das residências, a Prefeitura de Barueri está convidando seus moradores a serem voluntários na luta contra a dengue junto a suas comunidades.

Os interessados devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima e preencher uma inscrição, onde informarão nome completo, telefone e endereço. A esses voluntários serão dadas todas as orientações necessárias e entregues materiais informativos para uma abordagem eficaz. A ideia é que cada voluntário fiscalize a rua onde mora e dialogue com vizinhos e conhecidos sobre a importância da ajuda de todos na eliminação de possíveis criadouros do mosquito dentro de suas casas e arredores.

Convite formal

No dia 26 de fevereiro, o prefeito de Barueri, Rubens Furlan, fez um apelo em suas redes sociais para que todos entrem nessa luta. “Estamos aqui para intensificar a campanha da dengue. Precisamos de todos os senhores, todas as senhoras. Seria até importante que cada rua da nossa cidade fizesse uma equipe responsável para eliminar tudo que possa ser criadouro de dengue. Vamos vencer o mosquito da dengue, ele é muito pequeno para ganhar de nós. Eu conto com vocês”, conclamou Furlan.

Nos dias 26 e 27, a Secretaria de Saúde de Barueri reuniu todas as unidades da rede de saúde para divulgar o projeto e pedir que o convite seja plenamente distribuído à população.

“A gente precisa de pessoas que interajam com a sua comunidade, com seus grupos”, ressaltou a coordenadora da Vigilância em Saúde, Rosana Ambrogini. Ela explicou que a abordagem é pacífica e amistosa e que esses voluntários serão multiplicadores das orientações dadas pelos órgãos de saúde para eliminação de focos: a melhor maneira de controlar a ação do mosquito, que pode até ser mortal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.