Osvaldo Verginio é assassinado em Osasco com seis tiros

 

O Secretário de Transportes e Mobilidade Urbana de Osasco, Osvaldo Vergínio, foi assassinado no início da madrugada desta quinta-feira, 20.
Segundo as primeiras informações, Osvaldo Vergínio deu entrada na UPA Jd. Conceição com 6 perfurações, sendo 5 no tórax, causadas por arma de fogo.

Investigadores do 5º DP de Osasco disseram que o secretário tinha saído de uma confraternização e estava em um carro com seu motorista e a esposa dele. Ao estacionar o carro, um outro veículo parou ao lado, um homem com uma touca saiu disparando em Vergínio e fugiu. O homem estaria portando uma pistola com um silenciador. Vergínio estava armardo, mas não conseguiu reagir. O motorista que estava com ele chegou a pegar a arma do secretário e disparar para fora do carro.

Osvaldo Verginio da Silva nasceu em 6 de maio de 1963, em Pirapozinho – SP.

Em 1977, Osvaldo Verginio veio para a capital paulista e iniciou seu trabalho no comércio, trabalhando como vendedor.

Após 4 anos, ingressou na Polícia Militar do Estado. Formado em Direito, iniciou sua carreira política por intermédio de seu pai, que em 1992 se candidatou a vereador em Osasco.

Vivendo de perto a política na companhia do pai, logo se interessou pelo assunto e desenvolveu diversos trabalhos sociais no bairro do Jardim Novo Osasco e adjacências.

Em 2000, candidatou-se a vereador em Osasco e obteve 2.575 votos. Com essa votação foi suplente e assumiu em 2004.

Nas eleições de 2004, se candidatou novamente e com 4.175 votos se elegeu vereador. Já no seu primeiro mandato como vereador assumiu a Presidência da Câmara (gestão 2007/2008). Continuou trabalhando pelo social e desenvolvendo projetos de grande relevância. Logo que assumiu a Presidência da Câmara, implantou a TV Câmara Osasco.

Nas eleições de 2008, foi eleito o vereador mais votado da historia da Região Oeste, com 10.001 votos. Como resultado dessa votação expressiva, Verginio foi reeleito para a Presidência da Câmara.

Em 2010, Osvaldo concorreu à eleição pleiteando uma cadeira de deputado na Assembleia Legislativa, tendo obtido 64.242 votos. Assumiu o cargo em 3 de janeiro de 2013.

Em 2012 e 2016 foi candidato a prefeito de Osasco.

Assumiu a pasta de Transportes e Mobilidade Urbana de Osasco em meados de 2018.

Osvaldo deixa a esposa, Andrea Cristina Capriotti Maier e o filho, Kaique Guilherme Capriotti Maier.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.