Osasco realiza encontro com mulheres e acolhe Lúcia França, Renata Abreu e Aline Lins

Rogério Lins, Aline Lins, Lúcia França e Renata Abreu recebem o carinho do publico feminino que compareceu no encontro em Osasco

 

Na ultima semana de setembro, a cidade de Osasco recebeu o encontro um dos maiores encontros de empoderamento de mulheres que contou com a presença de Renata Abreu (PODEMOS), Aline Lins, primeira dama de Osasco, Lúcia França, primeira dama do Estado de São Paulo, e Elsa Oliveira, secretária de Assistência Social e presidente do Podemos Mulher, além do prefeito Rogério Lins.

Com o tema “Lugar de mulher é onde ela quiser”, o evento foi realizado embaixo do viaduto metálico no centro de Osasco e reuniu lideranças femininas de diversas organizações e segmentos e também grande publico feminino da cidade de Osasco.

Para abrir o evento, o prefeito Rogério Lins, falou da importância das mulheres em seu governo e destacou que tem conduzido o seu mandato ciente do compromisso firmado com as cidadãs de Osasco que na maioria dos casos é quem chefia o lar.

Já a primeira dama, Aline Lins, destacou a importância e a garra da mulher na luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres e falou que somente a união, organização e troca de experiencias entre as mulheres é que poderão contribuir e favorecer a construção de uma sociedade melhor e mais justa.

Lúcia França, esposa do governador de São Paulo, Márcio França, discursou sobre a árdua, porém gratificante caminhada ao lado do seu marido pelo Estado de São Paulo, nesse período eleitoral e diante de cada encontro e evento ela tem notado o como tem crescido a participação das mulheres na busca por uma sociedade melhor, “Tenho visto os encontros cheio de mulheres, e o mais gratificante, são mulheres com garra, determinação e força de vontade. Isso tem me deixado muito feliz e alegre e tenho certeza que dessa forma iremos vencer todas as barreiras e alcançarmos uma sociedade mais justa e digna” concluiu Lúcia França.

Para a  deputada federal Renata Abreu, as políticas públicas para mulheres são melhor pensadas e elaboradas por mulheres, desde questões relacionadas à família, à infância, no cuidado de crianças (como creches) até transporte, saúde ou trabalho. Mulher é também mais sensível aos problemas da corrupção, menos corruptível e mais preocupada com o futuro do país, com as próximas gerações, pontuou Renata.

Ainda para Renata são várias lutas pela frente, como a recém promulgação da lei que tornou crime, com pena de prisão, a importunação sexual em locais públicos, deixando de ser mera contravenção episódios como ocorridos nos últimos tempos de mulheres serem molestadas em transportes públicos.

Renata também conseguiu que profissionais de saúde registrem nos prontuários médicos casos de violência contra a mulher, para fins de estatística, prevenção e apuração da infração penal (aprovado na Câmara e aguardando aprovação no Senado).

Outra bandeira é pela ampliação da licença maternidade em casos de recém-nascidos que precisam de atendimento especial de saúde, além do direito de faltar ao trabalho das avós no nascimento de netos sob sua dependência econômica.

Após a fala de todas, incluindo algumas candidatas ao cargo de deputada estadual, as organizadoras seguiram para outras agendas para dar encaminhamento em algumas soluções pontuais de Osasco e região.

 

Tenho visto os encontros cheio de mulheres, e o mais gratificante, são mulheres com garra, determinação e força discursou Lúcia França

 

Para Renata são várias lutas pela frente, como a recém promulgação da lei que tornou crime, com pena de prisão, a importunação sexual

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*