Obras nas rodovias seguem em andamento na região metropolitana de São Paulo, mesmo com a pandemia

Imagem: Pixabay
Modernização de 212,75 kms de estradas gera 1.018 empregos e traz benefícios aos municípios lindeiros da região

O Governo de São Paulo manteve o cronograma de obras de infraestrutura nas rodovias da região metropolitana de São Paulo mesmo diante de um cenário pandêmico. Os trabalhos realizados pela Secretaria Estadual de Logística e Transportes (SLT), por meio do DER – Departamento de Estradas de Rodagem e pelas concessionárias, sob fiscalização da ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo, não foram paralisados sequer nos meses de quarentena mais intensa (março e abril).

Atualmente, na região metropolitana de São Paulo são 09 intervenções em andamento, totalizando R﹩ 418,7 milhões de reais em investimentos com a modernização de 212,75 quilômetros de estradas. No Estado, são 132 obras com 1.500 quilômetros de vias em modernização que receberam investimentos de R﹩ 5,3 bilhões, geraram 13 mil empregos diretos e indiretos e beneficiarão 155 cidades com as futuras melhorias.

Duplicação de rodovias, faixas adicionais, marginais, novas pistas e recapeamentos de trechos existentes são alguns dos serviços que estão sendo realizados. As obras, além de beneficiar diretamente na mobilidade de quem viaja pelas rodovias que cortam os municípios da Grande São Paulo, contribui na geração de postos de trabalho. Somente para a região, foram mais de 1.018 novos empregos.

O secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, explica que manter obras de infraestrutura é fundamental para a retomada do crescimento econômico e o desenvolvimento regional. “Em todo o estado estamos atualmente com 132 obras em andamento, totalizando 1.500 quilômetros de rodovias. Em tempos de dificuldades, não podemos parar. Essas obras geram milhares de empregos. Além disso, o modal rodoviário é o principal meio de escoamento e abastecimento da população. O crescimento da infraestrutura paulista fortalece a retomada da economia do Estado e do País”.

“As rodovias da região metropolitana são importantes ligações da capital paulista ao litoral e interior do Estado e, com o resultado das obras, temos certeza que os usuários poderão contar com viagens ainda mais seguras e confortáveis”, afirma Milton Persoli, diretor-geral da ARTESP. “Estamos alinhados com todas as concessionárias para que, apesar da pandemia, consigamos seguir com nossa programação, com todos os cuidados necessários para preservar a saúde dos profissionais que atuam nas frentes de trabalho.”

Principais obras em andamento na região:

ARTESP

SP 021

Municípios: Carapicuíba, Osasco

Implantação de Marginal – km 19+700 ao 24+400 – ambos os sentidos (Padroeira – Raposo)

Investimento: R﹩ 57,2 milhões

Início: 01/06/2010

Previsão de término: 31/05/2021

SP 021

Municípios: Carapicuíba, Osasco

Faixa Adicional do km 15+500 ao 19+700 – Interna

Investimento: R﹩ 20,5 milhões

Início: 17/09/2012

Previsão de término: 31/05/2022

SP 021

Municípios: Barueri, Carapicuíba, Cotia, Embu, Osasco, Santana de Parnaíba, São Paulo

Pavimento Rígido – Intervenções ao longo da concessão – Ano 13

Investimento: R﹩ 1,1 milhão

Início: 01/06/2020

Previsão de término: 31/05/2021

SP 021

Municípios: Embu, Itapecerica da Serra

Pavimento Asfáltico – 1ª Intervenção Pista Externa e Interna km 30+000 ao km 43+200 – Trecho Sul

Investimento: R﹩ 18,1 milhões

Início: 02/12/2019

Previsão de término: 01/12/2020

SP 021

Município: São Paulo

Pavimento Asfáltico – 1ª Intervenção Pista Externa e Interna km 51+000 ao km 63+200 – Trecho Sul

Investimento: R﹩ 16,8 milhões

Início: 11/06/2019

Previsão de término: 11/11/2020

DER

SP 250

Duplicação e melhorias no trecho entre o Km 48,7 e o Km 62,6 com total de 13,9 km

Municípios: Vargem Grande Paulista, Cotia e Ibiúna

Investimento: R﹩ 115,1 milhões

Início: Janeiro de 2018

Previsão de término: Dezembro de 2020

SP 250

Duplicação e melhorias na via dividido em dois lotes

Lote 1

Duplicação e melhorias na via, incluindo a elaboração do projeto executivo de duas passarelas, Do Km 45,2 ao Km 48,7

Município: Vargem Grande Paulista

Investimento: R﹩ 25,1 milhões

Início: Setembro de 2018

Previsão de término: Dezembro de 2020

Lote 2

Duplicação e melhorias na via, incluindo a elaboração do projeto executivo de duas passarelas, alargamento de uma ponte e de dois muros de contenção, do Km 62,6 ao Km 69,58

Município: Ibiúna

Investimento: R﹩ 41,9 milhões

Início: Setembro de 2018

Previsão de término: Dezembro de 2020

SP 031

Municípios: São Bernardo do Campo, Santo André, Ribeirão Pires e Suzano

Recuperação da pista e das rotatórias do Km 33,1 ao 70,3

Investimento: R﹩ 19 milhões

Início: junho de 2019

Previsão de término: setembro de 2020

SP 088

Municípios: Arujá e Mogi das Cruzes

Melhorias entre o Km 32 e o 33,3 e duplicação e melhorias no trecho entre o Km 33,3 e o 39,4, além de quatro passarelas nos Kms 33,54; 35,23; 37,97 e 38,81

Investimento: R﹩ 103,9 milhões

Início: janeiro de 2018

Previsão de término: dezembro de 2020

Sobre a ARTESP

A ARTESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – regula o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo há mais de 20 anos. Sob sua gerência, estão 20 concessionárias, que atuam em 10,8 mil quilômetros de rodovias, o que representa quase 31% da malha estadual, abrangendo 283 municípios.

A Agência também fiscaliza o Transporte Intermunicipal de Passageiros, exceto nas Regiões Metropolitanas de São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Litoral Norte. Dentre as ações, realiza auditoria de frota, garagem e instalações, ações fiscais na operação das linhas regulares, nos terminais rodoviários e nas rodovias. Além disso, a ARTESP é responsável pela regulação da concessão de cinco aeroportos regionais.