Menino de 12 anos brasileiro é premiado em campeonato de Breaking na Europa e sonha com Olimpíadas de Paris em 2024

No último dia 25, Yeshua Rebello (12) conhecido como B-Boy Eagle, irmão da B-Girl Angel (9), que recentemente foi a primeira criança finalista do Prêmio Sabotage, feito pela Câmara Municipal de São Paulo, ambos moradores da cidade de Itanhaém, embarcou para a Europa junto com seu coach B-Boy Dunda (Eder Devesa), para representar o Brasil em grande campeonato de Dança em Braga e, depois, em Porto, em Portugal. Logo em Braga, o menino disputou com mais de 50 crianças selecionadas do mundo inteiro, levando o Brasil para a final, sendo depois premiado. Conseguir viajar não foi fácil, conta ele: “Pedimos, mas não tivemos nenhum apoio da Prefeitura da nossa cidade! Todos os esforços e sacrifícios vieram de pessoas que acompanham a nossa trajetória, de Deus, da minha família e de grandes parceiros de mídia que sempre registraram na imprensa a nossa caminhada. Na semana anterior à minha viagem fui entrevistado pelo Bom Dia SP e pela A Tribuna, que ainda destacou a frase “Por mais Apoio”, que é exatamente o que a nova geração de dançarinos e atletas precisam. Eu e minha irmã fomos selecionados no ano passado, porém, não conseguimos o valor para ir os dois. Então, fizemos uma Vakinha na internet, que ajudou, pessoas que nem conhecíamos contribuíram, mas mesmo assim não alcançou o valor necessário. Então, meus pais venderam o único carro que usam para trabalhar, para pagar a viagem”, relata.Eagle dança desde os 3 anos de idade, seus primeiros passos foram no Sapateado, conheceu o Breaking bem pequeno ainda e nele se encontrou! O mesmo aconteceu com sua irmã, que hoje também se destaca nos melhores eventos de Breaking do país. Pequeno no tamanho, mas grande no talento e na dança, B-Boy Eagle se destacou em Braga e agradou o público e a banca de jurados do campeonato, formado por russos e espanhóis, que destacaram acima de tudo o estilo diferente de dança do menino brasileiro! Foi a primeira vez que Eagle saiu do Brasil para competir em outro país e aprendeu muito com a experiência. Garante que logo pretende voltar aos palcos europeus. Ele sonha alto e também comemora a possibilidade do Breaking virar uma modalidade olímpica. Ainda acrescenta: “Poder subir num pódio como atleta olímpico é uma conquista, um sonho, acho que no futuro teremos B-Boys cada vez mais preocupados com a saúde e comprometidos em levar uma vida saudável. Agora, esquecer as ruas jamais! Eu gosto dos grandes eventos e das rodas nas ruas onde nos divertimos muito!”
No Brasil, o garoto já participou dos eventos de Breaking de grande expressão, destaque para: Rival vs Rival, Master Crew, Breaking Combate, Quando as Ruas Chamam (Brasília), World B-Boy Classic, Tattoo Experience, Cidade vs Cidade, São Vicente Festival, Break SP Battle, The King Of The Night, Battle Force na Streetopia da Nike, Cypher Battle in Shangai, Battle in the Cypher, entre outros. Nos próximos meses já está em sua programação participar de mais alguns eventos em São Paulo. Declara a mãe do menino: “Ensinamos sempre aos nossos filhos ter foco e determinação! E ter sonhos! B-Boy Eagle é uma criança surpreendente, dedicado e persistente na dança, ele sabe onde quer chegar, sabe que tudo vem por meio do esforço, da dedicação e algumas vezes até do sofrimento! É um dançarino acima de tudo! E isso abre um leque de infinitos movimentos, não fica preso na mesmice. Faria tudo novamente pelo meu filho, foi para fora e representou muito bem o nosso país. Creio que seja o início de muitas vitórias, temos muito orgulho desse pequeno grande homem. Eagle significa águia e sempre falo: Voa Eagle, voa!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.