HMB realiza palestras sobre a saúde do homem

Urologista falou sobre a importância de manter os exames em dia

Infecções sexualmente transmissíveis e câncer de próstata foram os temas abordados

Para encerrar a programação do Novembro Azul, nesta terça-feira (30/11), o Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB) promoveu uma palestra sobre a saúde do homem e o câncer de próstata. O evento foi exposto por Jair Pedralli Junior, coordenador de urologia do HMB, e contou com a participação do secretário de saúde do município, Dionísio Alvarez Mateos Filho. 

Pedralli começou o tema com destaque para a importância do urologista além do câncer de próstata, já que esse profissional também é responsável por analisar cálculos urinários, problemas hormonais, disfunção erétil, incontinência urinária, doenças do trato genito-urinário, entre outros. 

Com relação a próstata, o urologista explicou que as duas funções principais do órgão são a produção de espermatozóides e a continência urinária, e que as doenças mais frequentes são hiperplasia benigna, prostatite e câncer de próstata. “O câncer de próstata é o segundo câncer mais comum em homens, ficando atrás apenas do câncer de pele. E o diagnóstico precoce é fundamental para o tratamento, visto que representa 90% de chance de cura, porque quando a doença apresenta sintomas, em 95% dos casos o estágio já é avançado”, comenta Jair.

O diagnóstico é baseado em três pilares: história clínica, exame de Antígeno Prostático Específico (PSA) e toque retal, que são complementares e precisam ser feitos conjuntamente. “A campanha do Novembro Azul é uma forma de incentivo para que o homem cuide da própria saúde e diminua o preconceito. Ainda existe muita resistência ao exame de toque retal, mas esse exame, que dura de três a cinco segundos, é fundamental para o diagnóstico”, esclarece o urologista, que recomenda o toque retal a partir dos 45 anos para todos os homens, e 40 anos para homens com histórico familiar de câncer de próstata. 

O câncer não pode ser prevenido, mas alguns fatores de risco podem e devem ser considerados para diminuir as chances de surgimento da doença, como a prática de atividades físicas e o controle de uma alimentação balanceada, especialmente com redução do consumo de gordura animal. 

A abertura do Novembro Azul no HMB foi na sexta-feira (12/11) com a temática “Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST)”, apresentada pelo  urologista Gustavo Carneiro.