Ex-aluno de projeto pedagógico musical de Barueri é selecionado para orquestra chilena

O projeto de Música e Artes ao Ar Livre tem rendido, cada vez mais, ótimos frutos e gratas surpresas. O projeto foi implantado no ano de 2017 na Secretaria de Educação e vem despertando talento em centenas de alunos. 

Uma excelente novidade é a bela história do ex-aluno Anariki Martins, da turma de 2017, então estudante da Emef Jorge Augusto, do bairro Engenho Novo. Incentivado pelos pais e professores, ele integrou a primeira turma do projeto e na época optou pelo violino.  

De acordo com o professor Marcos Lima, o interesse e o talento do jovem estudante pela música o fizeram optar também por um novo instrumento: o violoncelo. “Desde o início do curso ele demonstrou ser um excelente aluno, interessado pela música e muito disciplinado. Sempre foi um ótimo exemplo para todos os colegas”, conta o professor. 

A dedicação e o amor pela música renderam ao estudante o convite para integrar a orquestra Liceu 7, tradicional instituição musical de Santiago, no Chile. Na orquestra chilena, ele está tocando violoncelo e disse estar muito feliz com a nova oportunidade de realizar o seu maior sonho que é viver pela música.  

Recentemente, Anariki visitou os professores e amigos do projeto Música e Artes ao Ar Livre e, muito empolgado e agradecido, contou que o programa mudou a sua vida. 

“Participar do projeto da Secretaria de Educação foi uma experiência única na minha vida. Me sinto privilegiado por ter passado pela primeira turma. Além de ter desenvolvido minha capacidade musical, perdi a timidez por sempre estar cercado de pessoas agradáveis e gentis. É um projeto lindo que traz tantos jovens para o mundo da música”, disse o jovem músico. 

Para o secretário de Educação e idealizador do projeto, Celso Furlan, histórias como estas fazem valer a pena todo o empenho e esforço para implantar ações como esta. “Que muitos outros alunos da nossa rede possam despertar interesse pela música, assim como obter os excelentes resultados que a música traz ao aprendizado como um todo”, afirma o secretário. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.