Estudantes de Cotia serão ‘agentes mirins’ contra o Aedes

Primeira escola a receber a iniciativa foi a EM Malvina de Castro, no Jardim Rosemary, bairro que recebe um mutirão, no sábado (18/11)

Foto: Vagner Santos

As Secretarias de Saúde e de Educação de Cotia firmaram uma parceria que vai conceder o título simbólico de Agentes Mirins contra o Aedes a estudantes da rede municipal. A primeira escola a receber orientações sobre o combate ao mosquito vetor de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya, além da Febre Amarela urbana, foi a E.M. Malvina de Castro, no bairro Jardim Rosemary –  divisa com Itapevi e que será também o primeiro bairro a receber o Mutirão contra o Aedes, neste sábado (18/11).

A engenheira ambiental, Páscoa Bichiato, coordenadora da Vigilância Ambiental de Cotia, esteve na escola nos dias 16 e 17/11 e conversou com todos os alunos sobre a importância das ações de prevenção e combate aos criadouros do mosquito. A coordenadora esclareceu dúvidas dos estudantes e, num bate-papo bastante descontraído, passou informações sobre como cada um pode fazer a sua parte para vencer o mosquito. “O grande vilão é o mosquito, se não tiver mosquito, não temos estas doenças. Então, cabe a todos nós, inclusive às crianças, impedir que eles nasçam”, disse Bichiato.

Durante a conversa com os alunos, a coordenadora pediu aos estudantes que conversem sobre o assunto com seus pais e familiares. Alguns alunos, como a pequena Yasmin, demonstraram bastante preocupação em relação ao mosquito. “Dengue é uma doença que o mosquito traz para a gente e ele nasce na água, a gente não pode deixar água parada”, disse. “Não é só Dengue, tem a Zika e Chikungunya”, completou o colega Silas.

O combate ao Aedes será abordado em sala de aula, sob orientação dos professores que apresentarão os resultados dos projetos desenvolvidos. Ao final, receberão o certificado de Agentes Mirins contra o Aedes agypti.