Elanco potencializa contratação de negros para equilibrar quadro de colaboradores

São Paulo, novembro de 2020 – Criado no Brasil em 2003, o Dia da Consciência Negra foi instituído feriado em algumas regiões do país em 2011 para promover uma reflexão e mostrar a necessidade de trazer à tona questões raciais, na busca por uma sociedade mais justa. O debate sobre o racismo não é novo, mas tem ganhado cada vez mais força na comunidade e, consequentemente, nas empresas, que passaram a entender a importância da diversidade e da inclusão.

Para que essa inclusão de fato aconteça, se faz necessário adotar algumas iniciativas. A admissão de mais pessoas negras pode ser um dos primeiros passos à diversidade. Dentro dessa lógica, não basta contratar, mas é necessário também garantir que essas pessoas tenham equidade de oportunidades em sua trajetória profissional. Uma pesquisa realizada pelo site de contratações Vagas.com, divulgada em setembro, revela que apenas 3,4% dos trabalhadores negros atuantes no Brasil estão em posições de gerência.

Esse dado é altamente contrastante com o fato que negros representam a maioria da população brasileira (55%), de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) do IBGE. Segundo o mesmo levantamento do Vagas.com, pessoas negras ocupam apenas 0,7% dos cargos de diretoria. Assim, as estatísticas comprovam a importância da adoção de iniciativas com a finalidade de priorizar a contratação desse público, ou por programas de estágios, de trainees ou mesmo garantindo a participação de candidatos negros em entrevistas para preencher vagas.

A partir dessa mesma preocupação, a Elanco Saúde Animal tem aplicado procedimentos inclusivos em sua seleção de candidatos, com a finalidade de potencializar ainda mais a contratação de negros e, dessa forma, equilibrar o seu quadro de colaboradores. Entre setembro e outubro, tornou pública a informação de que a empresa priorizaria a contratação de negros por meio do seu Programa de Estágio 2020.

O programa foi realizado em parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) e abriu vagas a universitários negros ou com deficiência dos cursos de Administração, Farmácia, Química, Engenharia, Comunicação, Marketing, Relações Internacionais e Medicina Veterinária. Os candidatos aprovados recebem uma bolsa auxílio de R$ 2.300,00, subsídio para os cursos de idioma, no valor de R$ 122,04, vale-refeição, vale-transporte, plano de saúde e odontológico, além de Gympass, auxílio farmácia e outras vantagens.

“A Elanco segue seu comprometimento com a promoção da diversidade e de uma cultura inclusiva”, destaca Isis Pasian, líder do Comitê de Diversidade da empresa. “Estamos em uma jornada, temos áreas que estamos mais avançados, como na diversidade de gênero, e outras áreas ainda precisam de muita atenção e iremos atuar nelas passo a passo. Nesse momento estamos focados em aumentar o número de colaboradores negros”, complementa.

GRANDE NÚMERO DE CURRÍCULOS
Finalizado nesse mês, o programa de estágio contabilizou 383 inscritos autodeclarados pretos ou pardos. O grande volume de inscrições sensibilizou o comitê, que pretende intensificar ainda mais as iniciativas para equilibrar o quadro de funcionários da companhia.

“Cada um dos projetos que criamos é resultado de um trabalho primoroso que envolve censo de funcionários, planejamento e estratégias de ação. Precisamos ir além da contratação diversa e trazer um ambiente inclusivo para que o novo funcionário se sinta acolhido e tenha oportunidades reais de crescimento. Não é um caminho fácil, mas estamos dispostos a seguir em frente”, completa Isis.

DIVERSIDADE DE GÊNERO
A estratégia da Elanco de reduzir a disparidade racial vai na mesma linha adotada há alguns anos pela empresa para incentivar a diversidade de gênero. As medidas aplicadas pelo Departamento de Recursos Humanos fizeram com que em 2019 houvesse 49.2% das posições de liderança preenchidas por mulheres, dentro de um contingente geral composto por 51,5% por mulheres.

Com esses números, a Elanco se tornou referência nacional em diversidade de gênero, tornando realidade a política de valorização da diversidade aplicada de ponta a ponta numa companhia com essa premissa de governança corporativa. Com essa postura, a Elanco Brasil está alinhada com o desejo de muitos profissionais atuantes no mercado de trabalho.

De acordo com um estudo da consultoria Bain & Company em parceria com a rede social LinkedIn anunciada em julho de 2019, criar um ambiente de trabalho inclusivo e que ofereça chances iguais de crescimento profissional deveria ser uma das cinco prioridades das empresas, na opinião de 82% das mulheres e de 66% dos homens que trabalham nelas.

SOBRE A ELANCO SAÚDE ANIMAL
Elanco é uma empresa global de saúde animal que desenvolve produtos e serviços para prevenir e tratar doenças em animais domésticos e de produção em mais de 90 países. Fundada em 1954, a companhia acredita na inovação como forma de melhorar a saúde dos animais, beneficiar seus clientes e promover uma cultura inclusiva e voltada a causas sustentáveis. A Elanco é guiada por sua visão de “Alimento e companheirismo enriquecendo a vida”, sempre buscando promover a saúde dos animais, de seus tutores e do planeta em que vivemos.