Combate à exploração sexual é tema de evento em Cotia

Nesta quinta-feira (18), Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Prefeitura de Cotia realizou o 1º Encontro Municipal de Ação de Combate à Violência e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.  O encontro, organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, ocorreu no Espaço Movimenta Cotia, e visa dar luz a este problema sério e delicado, já que, em muitos casos, envolve pessoas próximas às vítimas.

Representando a titular da pasta, Mara Franco, o secretário-adjunto Luis Roberto Mastromauro, falou sobre a importância do debate entre poder público, autoridades policiais e a sociedade. “O abuso sexual de crianças e adolescentes é assunto recorrente nos noticiários, está presente nas casas, nas escolas, em todos os lugares, por isso é importante falarmos sobre ele para conscientizar, prevenir e combater este crime”, disse.

Entre os palestrantes esteve Paul Gottfried Ledergerber, vice-presidente do Conselho Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente (CMDCA) e presidente da Instituição Criança Feliz, Manoela de Oliveira Lainetti, psicóloga e mestre em psicologia Social pela PUC/SP, Antônio Rivaldo Brasil de Lima, psicólogo do Centro de Referência às Vítimas de Violência do Instituto Sedes Sapientiae, e Osmar de Souza Khill, pedagogo e guarda civil municipal de Cotia responsável pelo Projeto Educando.

Sobre o Dia Nacional de Enfrentamento à Exploração Sexual

O dia 18 de maio foi escolhido como Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes porque nesta data, em 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Uma garota de oito anos de idade que foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade.

O objetivo da campanha é mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.