Com Márcio França, hospitais filantrópicos terão financiamento subsidiado pelo governo do estado

A construção do Hospital Auxiliar de Suzano está em fase final, mas ainda não tem data para entrega do prédio. A informação é de que deve ser concluído até o final do 1° semestre deste ano. As obras, que estão atrasadas há mais de dois anos, tem valor orçado em R$ 34,2 milhões. Essas informações foram divulgadas na manhã de ontem, pela administradora do prédio, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).
Junto à entrega desse novo anexo, o valor vai contar com a construção de um centro de diagnóstico e a reforma do antigo do Hospital Auxiliar de Suzano. Quando for entregue, o novo estabelecimento terá 120 leitos, sendo 12 destinados ao setor ambulatorial, denominado Hospital Dia. Além disso, haverá dez leitos semi-intensivos e três leitos pós-cirúrgicos.
Até o momento, se sabe que o serviço de apoio Diagnóstico e Terapêutico será equipado com ressonância nuclear, magnética, tomografia, mamografia, raio-x, ecocardiograma, entre outros equipamentos para diagnósticos.
Em uma das últimas reuniões com os prefeitos do Alto Tietê, em outubro de 2017, o presidente do Consórcio de Desenvolvimento de Municípios do Alto Tietê (Condemat) e prefeito de Suzano Rodrigo Ashiuchi (PR), informou que o hospital não teria um pronto-socorro para o público geral da cidade e da região, e que os exames laboratoriais já estariam sendo feitos pelo hospital até o final de março deste ano.
O jornal Dat questionou o HC sobre quem será os beneficiados pelo novo hospital em Suzano, mas eles ainda não têm um público-alvo destinado. “Essas informações nós ainda não temos, mas nos próximos dias iremos nos pronunciar”, explicou. E sobre se os exames já estavam sendo feitos na unidade, eles não souberam responder.
Lembrando que em 2013, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) veio até Suzano e afirmou que a construção e reforma teriam prazo de 15 meses, mas por diversos problemas técnicos e climáticos, o hospital não foi entregue à população até o momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.