Variedades

GRUPO ESPARRAMA ESTREIA NOVO ESPETÁCULO NO TEATRO ALFA

Após cativar a todos com o teatro na janela, Grupo Esparrama retorna aos palcos com o espetáculo FIM? De forma divertida, o grupo leva o público para uma passagem pelo fim do mundo e convida as crianças para um novo recomeço.

sissyeiko_fim-98

Foto: Sissy Eiko

ESPARRAMA PROPÕE REFLEXÕES SOBRE O COMPORTAMENTO DOS HUMANOS EM ‘FIM?’

No dia 01 de outubro, o Grupo Esparrama formado por Iarlei Rangel, Kleber Brianez, Ligia Campos, Luciana Gandelini e Rani Guerra, estreia sua mais nova montagem no Teatro Alfa e convida o público para uma passagem pelo fim do mundo, onde só sobraram duas baratas e dois palhaços. Com o sugestivo nome “FIM?” o grupo propõe importantes reflexões sobre os comportamentos da sociedade contemporânea e questiona: afinal, para onde e de que forma nós, os humanos, estamos caminhando?

Em um cenário de destruição, duas baratas festejam o fim do mundo, pois agora o mundo é só delas. Mas de repente, se deparam com dois seres atrapalhados e esquisitos que acreditam que poderão plantar a semente do novo recomeço: dois palhaços. Irritadas com a presença destes seres, elas passam a executar planos mirabolantes e colocar divertidas armadilhas para que assim eles entendam que não tem mais jeito, que o mundo agora é das baratas. De forma leve e divertida, estes palhaços irão percorrer cenários de guerras, desastres, catástrofes provocadas pelos seres humanos e convidarão as crianças para encontrar uma forma de reavivar tudo o que foi perdido.

FIM? é um espetáculo que trata das diversas perspectivas sobre o fim do mundo. Por um viés ecológico, trata da necessidade de recuperar a natureza, da necessidade de pensarmos formas de consumo consciente e sustentável. E trata também do fim do mundo decorrente da falta do encontro do ser humano com o seu outro. Do fim do mundo que acontece pela falta de diálogo, pela ausência de afetos, pela falta de empatia com a dor do outro. Assim como no espetáculo, onde os dois palhaços buscam um local para plantar essa semente do recomeço, o Grupo Esparrama entende que as crianças e o seu território infantil, são um terreno fértil para também plantar sua semente. Com a interação das baratas, com estes dois palhaços, o grupo pretende instigar e provocar o público, propondo que as pessoas se percebam e tentem imaginar-se no lugar do outro, estimulando uma reflexão sobre o momento em que estamos vivendo, como tratamos o nosso planeta, buscando uma convivência mais afetuosa e humana, como cidadãos do mundo.

“Escolhemos falar com as crianças por que sabemos que elas ainda se deixam afetar, ainda se espantam diante das novidades (sejam boas ou ruins). Queremos continuar falando para as crianças, pois temos esperança de que elas possam emprestar seu olhar inquieto para os adultos. Queremos que elas repitam perguntas que pareçam ingênuas, de tão óbvias que são. Queremos que estas questões sejam repetidas por elas, na esperança que um dia os adultos as ouçam de verdade.”, comenta o diretor do espetáculo Iarlei Rangel.

O Grupo Esparrama ganhou notoriedade por trazer arte para o Minhocão e é um dos grandes responsáveis por dar cara nova a esta região do centro de São Paulo. Esparramando cores, arte e muito bom humor, o grupo cativou a população local e atraiu os olhares de pessoas de diversos lugares, que passaram a incrementar seus domingos de lazer, participando as atividades propostas pelo Esparrama.  Após a explosão do teatro na janela, forma como carinhosamente a população apelidou o projeto onde o grupo apresenta um espetáculo de teatro a partir da janela de um apartamento, localizado em frente ao Minhocão, o Grupo Esparrama volta para falar do fim do mundo, mas mantém sua pesquisa com elementos e importantes reflexões sobre a cidade.

Criado em 2012, o Grupo Esparrama, tem como base de sua pesquisa o estudo do palhaço e das estruturas cômicas em suas variadas expressões nas artes cênicas (rua, palco convencional, intervenções, etc.). Com o projeto de teatro na janela, que surgiu em 2013, atraiu os olhares da crítica especializada, da imprensa nacional, internacional e ganhou notoriedade. Com o projeto ainda sendo realizado de forma independente, foi contemplado com importantes prêmios do teatro: Prêmio FEMSA de Teatro Infantil e Jovem (Categoria Revelação – pela direção – e Prêmio Crystal Eco de Sustentabilidade) e o Prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro, na categoria Melhor Ocupação de Espaço.

Em 2014 o grupo foi contemplado com o programa Rumos Itaú Cultural e em janeiro de 2015 deu início ao projeto Janelas do Minhocão, que contou com importantes ações de ocupação, como uma temporada com artistas convidados (Esparrama Amigos pela Janela), uma temporada do primeiro espetáculo (Esparrama pela Janela), ciclos de debates no Minhocão sobre arte e cidade e culminou com a criação de seu segundo espetáculo “Minhoca na Cabeça”, chegando a reunir 1200 pessoas em uma única apresentação. Para esse espetáculo o grupo contou com os atores convidados Gabi Zanola, Renato Ribeiro e Vinicius Ramos, integrantes da Trupe DuNavô. Ainda em 2015, na segunda edição do Prêmio Zé Renato, foi contemplado e realizou temporadas de seus dois espetáculos feitos especialmente para o Minhocão: Esparrama pela Janela e Minhoca na Cabeça.

Com um publico participativo desde o seu surgimento, o grupo tem em suas redes sociais um ambiente de troca e conversa com seus seguidores, aproximando as pessoas e proporcionando uma vivência para além dos limites de sua janela física. Por isso, em 2016, o grupo resolveu experimentar outra forma de comunicação, através de um canal oficial no youtube. Em parceria com a produtora Bruta Flor Filmes, o Grupo Esparrama lançou o videoclipe “Bem-te-vi”, gravado com um dos personagens mais carismáticos da janela: A Pomba Cantora.  Além de uma gama de pessoas muito diferentes, o grupo contou com um time de convidados de peso! Entre eles, a cartunista Laerte, o ator Ailton Graça, a atriz Bete Dorgam, os palhaços Raul Figueiredo e Ronaldo Aguiar, Gazi Zanola, Renato Ribeiro, Gis Pereira e Vinicius Ramos, da Trupe Dunavô, entre muitos outros membros de coletivos e grupos parceiros. A Pomba Cantora é um boneco produzido pelo cenógrafo e diretor de arte Jaime Pinheiro, que tem uma história de longa data com o Grupo Esparrama, já que foi o grande responsável pela confecção do principal marco do projeto do Minhocão: a janela azul. Além de ter produzido o boneco Jardineiro, personagem do espetáculo Esparrama pela Janela.

Recentemente o grupo foi contemplado pelo mais importante programa de apoio ao teatro da cidade, o Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, para dar continuidade à pesquisa de intervenção urbana a partir de sua janela. Agora o Grupo Esparrama se prepara para estrear seu novo espetáculo e questiona o público: Será o FIM?

Ótima oportunidade de conhecer o trabalho deste grupo que já faz parte do cotidiano da cidade. Mais informações e a programação completa, você encontra na página: facebook.com/esparrama

FICHA TÉCNICA

Direção: Iarlei Rangel. Assistente de Direção: Lígia Campos. Elenco: Kleber Bianez e Rani Guerra. Cenógrafa, Figurinista e Aderecista: Marcela Donato. Iluminação: Tulio Pezoni. Dramaturgia e Trilha Sonora: Grupo Esparrama. Músicas Originais: Rani Guerra. Assessora de Imprensa e Comunicação: Luciana Gandelini. Preparação Corporal: Ronaldo Aguiar. Designer Gráfico e Cenário da Guerra: Amanda Vieira. Confecção de Casacos das Baratas: Ana Griz. Ilustrações do Programa: Marina Faria. Fotógrafa: Sissy Eiko. Produção: Lígia Campos e Iarlei Rangel.

GRUPO ESPARRAMA

FIM?

O mundo acabou. Tudo está destruído e só sobraram lixões, campos de guerra, estranhos muros, restos lamacentos de um rio doce e… Duas baratas: Beatriti e Margueriti que, juntas, comemoram este fim.

Elas acreditam que agora o mundo será apenas das baratas. Mas o que elas não sabem é que outros dois seres esquisitos e muito atrapalhados também sobreviveram: os palhaços Batatinha e Nerdolino, que agora perambulam pelo mundo com um mapa, uma semente e muita esperança.

Empenhados em encontrar um novo começo para a humanidade, eles não desconfiam que estão sendo observados pelas baratas, que criarão divertidas armadilhas para “ajudá-los” a entender que o mundo delas é bem melhor sem eles… Será o Fim?

Estreia dia 1º de outubro, sábado, às 17h30, na Sala B do Teatro Alfa

Temporada:  01 de outubro a 27 de novembro – sábados e domingos – Horários: 17h30

Endereço: R. Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro, São Paulo – SP, 04757-000 – www.teatroalfa.com.br  – Telefone: (11) 5693-4000

Ingressos: R$ 30,00 (inteir) e R$15,00 (meia para crianças, estudantes e maiores de 60 anos). Grupo Alfa: 50% de desconto funcionários devidamente identificados. Banco Alfa: 20% de desconto clientes devidamente identificados. Assinantes do teatro Alfa: 10% de desconto. Venda efetuada com cartões de crédito (Amex, Visa, Credicard e MasterCard), de segunda a sábado das 11h às 19h; e domingos das 11h às 17h. Os ingressos poderão ser retirados no próprio teatro no dia do espetáculo. Taxa de serviço de R$ 5,00 por ingresso adquirido para Sala A e R$ 2,00 para Sala B. Call Center Ingresso Rápido: (11) 4003-1212.

Como comprar: Pela internet: A compra via internet está sujeita a cobrança de taxa de conveniência e taxa de entrega. Por Telefone: Bilheteria do Teatro Alfa: 11 5693.4000 e 0300 789-3377. Venda efetuada com cartões de crédito (Amex, Visa, Credicard e MasterCard), de segunda a sábado das 11h às 19h e domingos das 11h às 17h. Importante: Taxa de serviço de R$ 5,00 por ingresso adquirido para Sala A e R$ 2,00 para Sala B. Call Center Ingresso Rápido: 11 4003-1212. Atendimento de segunda a sábado das 9h às 22h e domingos e feriados das 12h às 20h. Pessoalmente (sem taxa de serviço): Bilheteria do Teatro Alfa: Venda efetuada com cartões de crédito (Amex, Visa, Credicard e MasterCard), cartões de débito (Visa Electron e Redeshop) ou dinheiro, de segunda a sábado das 11h às 19h e domingos das 11h às 17h.

Capacidade: 204 lugares – Duração: 50 minutos – Classificação: Livre.
Contato Assessoria de Imprensa – Luciana Gandelini – 99568-8773 // lucigandelini@gmail.com

Após temporadas de sucesso, ATO A QUATRO de Jane Bodie, faz temporada popular no Viga Espaço Cênico a partir de 13 de setembro

Montagem dirigida por Bruno Perillo traz no elenco os atores Nicole Cordery, Luciano Gatti, Carolina Mânica Edu Guimarães

ATO_062

Em 25 cenas curtas, Ato a Quatro, montagem do texto britânico Fourplay, de Jane Bodie, narra com muito humor o jogo amoroso entre quatro pessoas. O público se identifica imediatamente com as personagens e com as situações. Aos poucos, entretanto, vêm à tona temas atuais como a solidão, o medo, o desejo insaciável e descartável, a obsessão pelo Eu, o voyeurismo e o ressentimento.

As personagens parecem não se comunicar. Muitas vezes falam, mas não se olham. Aproximam-se, mas não se tocam. Uma comédia dramática sobre a solidão do homem, em sua incapacidade de ser livre num ambiente global nunca tão próximo e tão conectado.

Com direção de Bruno Perillo, espetáculo volta ao cartaz dia 13 de setembro para curta temporada no Viga Espaço Cênico. No elenco estão os atores Nicole Cordery, Luciano Gatti, Carolina Mânica e Edu Guimarães.

 Ato a Quatro estreou em fevereiro de 2015 no SESC Pinheiros e teve sua segunda temporada no Viga Espaço Cênico no mesmo ano.  Espetáculo teve duas indicações ao Prêmio Aplauso Brasil (melhor atriz para Nicole Cordery e melhor figurino para Chris Aizner).

Sinopse

O espetáculo conta a história de Alice, uma ex-atriz que agora trabalha como cuidadora e está às voltas com o lento desgaste de sua relação com Tom. Ele é ator e está ensaiando uma peça em que faz o papel do amante de Natasha, uma atriz atraente e determinada, que coloca a sua carreira acima de tudo. Ao longo dos ensaios, Tom começa a levar o seu papel como amante de Natasha muito a sério. A quarta personagem da história é Jack, um jovem enfermeiro que fica obcecado por Alice e passa a observá-la e segui-la, todos os dias, do trabalho até sua casa, no intuito de conhecer sua vida nos mínimos detalhes.

Por dentro desses temas, a autora Jane Bodie costura a sua linha dramatúrgica, brincando com eles, dando-lhes outros significados, até expô-los ao vazio e abrir espaço para novas possibilidades.

Dramaturgia

No texto, a autora Jane Bodie utiliza-se de alguns elementos característicos na estrutura da dramaturgia britânica contemporânea como a fragmentação da estrutura, as cenas curtas e alternantes e a sintaxe metalinguística.

“O título original da obra, além de estabelecer um estado inicial para as personagens, faz, também, uma provocação à direção e aos atores: Fourplay. Um convite ao jogo metalinguístico – o teatro dentro do teatro, dentro de um mundo que já é representação de si próprio, no qual não se sabe mais onde começa e onde termina um evento real”, enfatiza Perillo.

Encenação

A montagem é constituída de 25 cenas curtas, passadas em locais diferentes, exigindo um ritmo preciso entre as trocas de cenas, para descaracterizar o realismo, imprimir velocidade quando necessário e para que as pausas e os silêncios possam fazer sentido. Os quatro atores/jogadores já estarão em cena durante a entrada do público, e em cena permanecerão até o final.

No palco, a cenografia assinada por Chris Aizner e Nilton Aizner traz uma cama redimensionada, que será compartilhada pelas quatro personagens em diferentes ambientes: quarto de Tom e Alice, quarto de Natasha, quarto e casa de Jack, local de trabalho de Alice e Jack. Além da cama, o palco é ocupado por quatro cadeiras, uma pequena mesa e um espelho. A cenografia é completada por uma série de projeções de imagens inseridas em paredes ao fundo ou na lateral, no piso, nos figurinos e nos corpos dos atores.

“A ideia é fazer com que os elementos como luz, vídeo, fotografias, corpos dos atores, cenário, adereços e figurinos criem, juntos, quadros que consigam exprimir as tensões e temperaturas ideais para cada narrativa, cada ação e, em especial, reforçar o caráter não realista da montagem”, detalha o diretor. Já a trilha sonora foi escrita pelo cantor e compositor Dan Nakagawa, especialmente para a encenação. O universo referencial e criativo para as composições é o da música contemporânea.

A luz na montagem tem um papel vital e simbólico, além de servir como elemento diferenciador para climas e ambientes. As fontes de luz foram criadas com formatos distintos: refletores, lâmpadas penduradas, pequenas fontes de led, lanternas, celulares, abajur e globo de luz, com muitos acionamentos e manipulações feitos pelos próprios atores, no palco.

As cores e os tecidos criados por Chris Aizner foram pensados para compor os quadros e as texturas pretendidas pela encenação. Desta maneira, os atores vestem figurinos incompletos que os fazem coexistir com os personagens, ao mesmo tempo em que o espectador tem uma sensação de dúvida diante do que vê.

 FICHA TÉCNICA

Texto: Jane Bodie
Direção e tradução: Bruno Perillo
Elenco: Nicole Cordery (Alice), Luciano Gatti (Tom), Carolina Mânica (Natasha) e Edu Guimarães (Jack)
Assistente de direção: Janaína Suaudeau
Cenografia: Chris Aizner e Nilton Aizner
Figurino: Chris Aizner
Luz: Igor Sane e Flavio Barollo
Instalação audiovisual: Flavio Barollo
Trilha sonora: Dan Nakagawa
Corpo: Marina Caron
Fotografia: Carla Trevizani
Patrocínio: Meimundo
Produção executiva: Janaína Suaudeau
Direção de produção: André Canto
Realização: Canto Produções e Meimundo

SERVIÇO:
Reestreia dia 13 de setembro de 2016
75 minutos
Livre
Viga Espaço Cênico – Sala Viga
Endereço: Rua Capote Valente, 323 – Pinheiros
Telefone: (11) 3801 1843
Terças, quartas e quintas, às 21h
Ingresso: R$ 20,00
Até 6 de outubro

Cia do Sopro estreia o seu segundo espetáculo “COMO TODOS OS ATOS HUMANOS”

image002

Com dramaturgia e atuação de Fani Feldman e direção de Rui Ricardo Diaz, Como Todos os Atos Humanos estreia dia 4 de agosto no Teatro do Núcleo Experimental para curtíssima temporada.  Novo espetáculo da Cia do Sopro foi criado a partir das obras de Marina Colasanti, Nelson Coelho eGiorgio Manganelli e tem preparação de Antonio Januzelli.

Durante o mês de agosto, os dois espetáculos da Cia ficam em cartaz simultaneamente no Teatro do Núcleo Experimental. Como Todos os Atos Humanos às quintas e sextas e A Hora e Vez (solo de Rui Ricardo Diaz) aos sábados e domingos.

A Cia. do Sopro tem como princípio de sua pesquisa o “Laboratório Dramático do Ator”, de Antonio Januzelli. Após um longo processo de treinamento nasceu o primeiro trabalho da Cia, o solo A Hora e Vez, a partir do conto de João Guimarães Rosa.

Como Todos os Atos Humanos, nasce da continuidade desses estudos e de uma investigação que dá base para verticalizar a pesquisa iniciada com o primeiro trabalho. Colocar o ator à frente da linguagem, tornando-o a própria linguagem é de onde o trabalho emerge, indicando inclusive uma linguagem estética. Trata-se da depuração do universo poético daquele que se propõe a dizer algo.

A naturalização da violência

“O fora e o dentro – o mundo somos nós dentro dele, somos contidos – continentes e conteúdos – e contemos o que nos contém” – Hélio Pellegrino.

 Hoje e sempre nos deparamos mais do que gostaríamos com notícias de mães que matam filhos, de filhos que matam pais, de pais que empurram filhos pela janela, de amantes que esquartejam e espalham pedaços pela cidade. Em “Como Todos os Atos Humanos” atos inegavelmente perversos como esses são comparados a toda e qualquer minúscula busca por sobrevivência, revelando o quanto os ímpetos humanos podem ser devastadores.

 

Sinopse

Filha relata ao público o seu crime. Sem tempo definido, sem nada além do aspecto lúdico pautado por uma lógica própria, no espetáculo o realismo fantástico amplia o espaço entre o real e o território abstrato.

 Sobre Fani Feldman

Formada pela Escola de Arte Dramática EAD – ECA – USP e pela Escola Livre de Teatro. Co-fundadora da Cia. do Sopro. No teatro, seus últimos trabalhos foram “O Burguês Fidalgo” (Moliére), com direção de Hugo Possolo (Parlapatões), “O Anjo de Pedra” (Tennessee Williams), com direção de Inês Aranha; “Kd Eu?” da Cia. Dramática, com direção de Bete Dorgam (Prêmio Miriam Muniz Circulação 2010); “O Amor das Três Laranjas ou Kd Vc?”, também com direção de Bete Dorgam, a partir da obra de Serguei Prokofiev  (Rumos – Itaú Cultural 2009), Ao lado de Sérgio Viotti atuou em “O Dia em que Raptaram o Papa”, de João Bethencourt, com de direção de Iacov Hillel; “Ópera do Malandro”, de Chico Buarque, também com direção de Iacov Hillel; “Cobra na Geladeira” (Brad Fraser) com direção de Marco Antônio Pâmio, entre outros. Na TV gravou o Programa “Direções II – Uma Escada para a Lua”. No cinema atuou em “Aquém das Nuvens” de Renata Martins.

 

Sobre Rui Ricardo Diaz

É um dos protagonistas da série “Supermax”, da Rede Globo, com estreia prevista para outubro de 2016. É protagonista do longa metragem “Blitz”, de Bosco Brasil, com direção de Renê Brasil, com estreia prevista para 2017. Estreou em 2015 o filme “A Floresta Que Se Move”, de Vinicius Coimbra. Interpreta o Marechal Rondon no longa “Rondon, o grande chefe”, com estreia prevista para 2017. Em 2012 e 2013, trabalhou na novela “Lado a Lado”, da Rede Globo.  Foi indicado em 2011 pela ACIE como melhor ator por interpretar o ex-presidente Lula, no filme “Lula, o Filho do Brasil”. Protagonizou o filme “Aos Ventos Que Virão” (2014), de Hermano Penna. Atua ainda no longa-metragem “De Menor”, de Caru Alves de Souza e Tata Amaral, melhor filme no Festival do Rio de Janeiro em 2013. Entre suas peças, destaque para “O Anjo de Pedra”, de Tennessee Williams, “A Propósito da Chuva”, de Dostoievski, “O Cobrador”, de Rubem Fonseca, “A Colônia Penal”, de Franz Kafka e “Macário”, de Álvares de Azevedo. Trabalhou com os diretores Cacá Carvalho, Paulo Fabiano, Inês Aranha, Marcello Airoldi, entre outros.

Sobre Antonio Januzelli

Diretor e pesquisador das práticas do ator. Professor de teatro da EAD/ECA – USP desde os anos 70, pesquisa o trabalho do intérprete no processo que desenvolve há mais de 30 anos, o “Laboratório Dramático do Ator”. Autor dos livros “Aprendizagem do Ator” Ed. Ática/SP e “Práticas do ator – Relatos de mestres”, este último a ser editado, Januzelli já publicou diversos artigos em importantes revistas

e ministrou cursos no Brasil e no exterior. Formou-se em Direito pela PUC – Campinas em 1966, como ator pela Escola de Arte Dramática – USP em 1970 e fez

Mestrado e Doutorado em Teatro pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo entre 1884 e 1992. Entre os tantos trabalhos que dirigiu em teatro, destaque para o espetáculo “O Porco”, de Raymond Cousse, indicado ao prêmio Shell de melhor ator em 2005, “Um segundo e meio”, de Marcello Airoldi, “Fogo-Fátuo”, de Samir Yazbek, “Querido pai”, a partir de Carta ao Pai, de Franz Kafka, “De Verdade”, de Sandor Marai e “Se eu fosse eu”, a partir de textos de Clarice Lispector.

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre a Cia do Sopro

A partir dos estudos sobre o trabalho do intérprete dentro do “Laboratório Dramático do Ator”, de Antonio Januzelli, nasceu o solo “A Hora e Vez” e a Cia do Sopro. A Cia surge como meio de possibilitar a verticalização do ininterrupto trabalho do intérprete. Trata-se da depuração do universo poético daquele que se propõe a dizer algo. O primeiro trabalho, “A Hora e Vez”, estreou em 2014 no SESC Ipiranga. Em seguida a Cia foi contemplada com o “Prêmio Zé Renato”, realizando uma nova temporada do espetáculo em 2015. “A Hora e Vez” atualmente segue em cartaz no Teatro do Núcleo Experimental. O segundo trabalho “Como Todos os Atos Humanos”, a partir das obras de Marina Colasanti, Nelson Coelho e Giorgio Manganelli, estreia em 04 de agosto de 2016.

 

Ficha técnica

Dramaturgia e atuação: Fani Feldman

Direção: Rui Ricardo Diaz

Assistência de direção: Plínio Meirelles

Treinamento e preparação: Antonio Januzelli

Iluminação: Osvaldo Gazotti

Cenário/Figurino: Daniel Infantini

Idealização: Cia. do Sopro

Produção: Quincas

Fotos: Cabelo Duro Produções

 

Serviço

Estreia: 4 de agosto de 2016

Duração: 60 minutos        

Classificação: 16 anos

Teatro do Núcleo Experimental (R. Barra Funda, 637 – Barra Funda – São Paulo – SP)

65 lugares

Informações: (11) 3259-0898

Temporada: 4 a 26 de agosto

Quintas e sextas, às 21h

R$ 40

Vendas: www.compreingressos.com

Até 26 de agosto

Poupatempo Osasco comemora 8 anos com mais de 11 milhões de atendimentos

Atendimento no Poupatempo Osasco - Divulgação Poupatempo

O Poupatempo Osasco comemora oito anos de atendimento aos moradores da cidade e região nesta sexta-feira, dia 15. A unidade, que disponibiliza diversos serviços públicos em um único local, recebe uma média de 120 mil cidadãos por mês e já registra durante todo o período de funcionamento mais de 11 milhões de atendimentos.

Entre os órgãos mais procurados estão o Detran.SP, com 3,2 milhões de documentos emitidos, como Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Licenciamento de veículos; o Instituto de Identificação (IIRGD), para RG e Atestados de Antecedentes Criminais, com 1,4 milhões de solicitações; e o e-poupatempo, para serviços públicos pela internet, como a Nota Fiscal Paulista e Boletim de Ocorrência Eletrônico, com 964 mil atendimentos.

A unidade conta também com o programa AcessaSP, Sabesp, Secretaria da Fazenda, Tribunal Regional Eleitoral, correspondente bancário – para pagamento de taxas, entre outros.

Aprovação
Em pesquisa realizada pela empresa Praxian no ano de 2015, a unidade foi aprovada por 93% dos usuários.

O Poupatempo Osasco fica na Avenida Hilário Pereira de Souza, 664 – Vila Iara. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 14h.

Programa Poupatempo

O Poupatempo é um programa do Governo do Estado, executado pela Diretoria de Serviços ao Cidadão da Prodesp – Tecnologia da Informação, que, desde a inauguração do primeiro posto, em 1997, já prestou mais de 498 milhões de atendimentos. Atualmente conta com 71 unidades instaladas na capital, Grande São Paulo, interior e litoral que atendem mais de 171 mil cidadãos por dia.
Em 2016, o Poupatempo foi eleito pelo segundo ano consecutivo o melhor serviço público de São Paulo pelo Instituto Datafolha. Em pesquisa anual de satisfação, obteve 97% de aprovação dos usuários e a Prodesp, que administra o Poupatempo, foi eleita a melhor empresa do Brasil no setor de indústria digital, no rankingMelhores & Maiores 2016 da revista Exame.

CPTM ABRE ESPAÇOS COMERCIAIS PARA LOJISTAS NAS SEIS LINHAS

Lojas-CPTM

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) abriu o credenciamento para empresas interessadas em divulgar e vender seus produtos nas estações, em períodos comemorativos. Por prazo de, no máximo, até 90 dias, o comerciante poderá locar espaços de vários tamanhos, em formato de loja ou quiosque, para vender mercadorias referentes às datas específicas como Dia das Mães, mês das noivas, Dia dos Pais, Dia dos Namorados, Natal, Páscoa e todas as épocas que estimulam o varejo.

Há vários pontos disponíveis, nas seis linhas, em estações de baixa, média e alta circulação de pessoas. Para a inscrição, é necessário ter empresa constituída. O comerciante receberá um Termo Provisório de Espaço Sazonal, com direito à exploração comercial na área solicitada. Caso haja mais de um interessado pelo mesmo espaço, a decisão ocorrerá por sorteio presencial.

Já para a implantação de máquinas dispensadoras de produtos, normalmente bebidas, chocolates e snacks, o período de exploração comercial é de, no máximo, 180 dias. Não é permitido o comércio de cigarros, bebidas alcoólicas, produtos a granel, alimentos que precisam de preparo, entre outros.

Para conhecer o regulamento, acesse o link:

http://www.cptm.sp.gov.br/publicidade/Documents/REGULAMENTO%20CPTM%20-%20%c3%81REAS%20COMERCIAIS%202016%20%20-%20revis%c3%a3o%2018%2003%2016%20-%20DRJS%20-%20Inser%c3%a7%c3%a3o%20de%20Croquis%20.pdf

Amor nas alturas

raposo_shopping_160615143617

Para celebrar o Dia dos Namorados, o Raposo Shopping lança mais um Concurso Cultural. Dessa vez, para participar, basta gravar um vídeo de até um minuto, na loja do concurso que fica no Piso Raposo, fazendo uma declaração de amor. “O sucesso do concurso promovido no Dia das Mães nos inspirou a dar continuidade a esse formato de promoção sem vínculo à compra. A ideia é servir de palco para as pessoas expressarem seu sentimento e fazer com que só a participação em si já seja um momento de descontração e divertimento”, explica a gerente de marketing, Yarina Pietro.

O autor da melhor declaração de amor ganha um passeio de helicóptero seguido de jantar romântico, com direito a um acompanhante, além de um smartphone Motorola Moto G 3ª geração. E, mais nove autores selecionados também ganham um celular, do mesmo modelo, cada.

As declarações de amor serão avaliadas pela comissão julgadora do concurso, de acordo com os critérios de criatividade, originalidade, uso correto da língua portuguesa e adequação ao tema proposto, entre outros critérios previstos no regulamento aprovado (Certificado de Autorização CAIXA nº 3-1112/2016).

A promoção vai de 26 de maio a 26 de junho e a divulgação dos ganhadores será feita no dia 28 de junho, no piso Raposo.

Serviço

Promoção “Declare seu amor”

Mecânica: Gravar um vídeo na loja do concurso, declarando o amor ao companheiro/a.

Prêmios: Um passeio de helicóptero + um jantar romântico, com direito a um acompanhante, + um smartphone Motorola Moto G 3ª geração para o criador do melhor vídeo. Do segundo ao nono lugar, o prêmio é um Smartphone Motorola Moto G 3ª geração para cada.

Quando: de 26 de maio a 26 de junho

Onde: Piso Raposo do Raposo Shopping (Rod. Raposo Tavares, km 14,5 – São Paulo/SP)

1° Arraiá do Centro Comercial Alphaville

Centro-Comercial-Alphaville5

Entrando no clima da música caipira, nos dias 4 e 5 de junho, o Centro Comercial Alphavillepromoverá o Arraiá do CCA, na Praça dos Cravos.

Será um final de semana repleto de atividades gratuitas voltadas para toda a família. As crianças poderão se divertir na oficina de personalização de chapéu de palha, pescaria, jogo de argola, tomba latas, boca do palhaço, músicas típicas, pintura facial, touro mecânico e pula-pula, além da distribuição de doces juninos e pipoca.

O Arraiá do CCA acontecerá em dois dias para que mais famílias possam participar e aproveitar o espaço ao ar livre que o Centro Comercial Alphaville oferece.

 

Arraiá do CCA

Data: 4 de junho – Das 10h às 20h

5 de junho – Das 10h às 16h

Onde: Praça dos Cravos, entrada de pedestres G da Alameda Araguaia.

Entrada Gratuita

Auditório Alphaville receberá palestra do Romeu Tuma Jr.

romeu_tuma_junior1

O Auditório Alphaville receberá, em 31 de maio, a palestra Muito Além da Lava Jato, ministrada por Romeu Tuma Jr., advogado e delegado de polícia aposentado de Classe Especial, e pelo jornalista Claudio Tognolli (Rádio Jovem Pan).

A palestra mostrará o contexto em que foi formada uma organização criminosa dentro do governo e como o caso da morte do prefeito de Santo André, Celso Daniel, se revelou o embrião do esquema que foi implantado no Mensalão e no Petrolão. Para quem quiser se aprofundar no assunto, estarão à venda os livros “Assassinato de reputações – Um crime de Estado” e “Assassinato de Reputações II – Muito além da Lava Jato”.

Os ingressos são limitados e já podem ser retirados na Administração do CCA e na Base de Atendimento ao Cliente mediante a doação de um pacote de leite em pó integral de 400g. Essa ação é uma parceria entre o CCA e o Rotary Clube de Barueri/Centro Comercial Alphaville. Todo leite arrecadado será encaminhado para instituições de caridade da região.

 

Romeu Tuma Jr. – “Muito Além da Lava Jato”

Data: 31 de maio

Horário: 19h

Local: Auditório Alphaville – Calçada Flor de Lótus, 78.

Ingresso: um pacote de leite em pó integral de 400g.Limitados!

A retirada dos ingressos será feita na Administração do CCA – Calçada Flor de Lotus, 78 e na Base de Atendimento ao Cliente – Calçada dos Cravos, ao lado da entrada de pedestres G da Alameda Araguaia. Informações pelo telefone (11) 4196-6555.

Mais de 20 mil flores enfeitam inédito Jardim Gigante no Shopping Granja Vianna

image003

O Shopping Granja Vianna ganhou um colorido exuberante e inspirador neste mês de maio. Desde o dia 06 de maio, os visitantes do empreendimento podem conferir toda a beleza do universo das flores no Jardim do Granja. Com 300m², ocupando toda a praça de eventos do empreendimento, o Jardim com flores e plantas naturais é uma atração inédita no país.

No local é possível encontrar mais de 20 mil flores e plantas de diversas espécies como: Azalea, Bambu Mossô, Dracena, Ciclame, Jabuticabeira, Lavanda, Margarida, Ametista e Flores Mandala. Com livre acesso para todos os clientes, o Jardim contará ainda com um espaço de diversão para as crianças com escorregador e mini escalada.

O Jardim do Granja chega ao centro de compras para fortalecer a relação do shopping com a natureza trazendo um colorido todo especial. “O Granja é um Shopping que foi projetado para atender às necessidades e perfil da população da região, contamos com iluminação natural, um paisagismo diferenciado e uma grande área aberta. O Jardim chega ao empreendimento para reforçar ainda mais essa relação do Shopping e dos seus clientes com a natureza”, diz a Superintendente do empreendimento Edilene Dimov.

E para celebrar o mês das mães e das mulheres, o empreendimento irá promover diversas atividades para toda a família que irão acontecer dentro do Jardim, como: customização de cartão para o Dia das Mães, plantio de mudinhas de tempero, confecção de flores utilizando copos descartáveis e confecção de tartaruguinhas com garrafa PET.

“Queremos que os nossos clientes se sintam em um verdadeiro Jardim a céu aberto! Temos certeza que eles irão ter uma experiência muito diferenciada com o perfume e a harmonia das flores, podendo unir essa sensação a comodidade e segurança que o centro de compras oferece”, finaliza Edilene Dimov.

O Jardim do Granja tem entrada gratuita e segue até o dia 12 de junho na Praça de Eventos do centro de compras. O espaço é aberto à visitação de segunda sábado, das 10h às 22h, e domingos e feriados das 14h às 20h.

Serviço:

Jardim do Granja

Data: 6 de maio a 12 de junho
Horário: Segunda-feira a sábado, da 10h às 22h; domingo e feriado, das 12h às 20h
Entrada Gratuita
Shopping Granja Vianna
Endereço: Rodovia Raposo Tavares, Km 23, Cotia - SP.
www.shoppinggranjavianna.com

Parque Shopping Barueri está repleto de atrações para as crianças em Maio

image002

Oferecer atividades culturais e entretenimento para as crianças de Barueri e região. É com esse objetivo que o Parque Shopping Barueri recebe, aos domingos de maio, pocket shows e contações de histórias na programação do projeto Pintando o 7. As apresentações são gratuitas e acontecem às 15h, no piso L2 do empreendimento.

Além disso, uma piscina de bolinhas em formato de castelo fica instalada na praça de eventos do shopping. O espaço é formado por um castelo com mais de 6 metros de altura, escorregador de 5,7 metros, além das 300 mil bolinhas coloridas. Monitores treinados acompanham a brincadeira.

A atração esta disponível de 4 de maio a 30 de junho, de segunda a sábado, das 10h às 22h e domingos e feriados, das 13h às 20h e custa R$ 15,00 para 15 minutos e R$ 1,00 a cada minuto adicional. As crianças de até três anos não pagam, mas precisam estar acompanhadas por um adulto responsável pagante.

Programe-se 

Castelo de Bolinhas no Parque Shopping Barueri
Quando:
De 4 de maio a 30 de junho
Onde: Praça de Eventos
Horários: De segunda-feira a sábado das 10h às 22h e domingos e feriados das 13h às 20h
Valores: R$ 15,00 para 15 minutos e R$ 1,00 a cada minuto adicional

Pintando o 7 – Maio
Horário:
às 15h
Duração: 40 min
Valor:
Gratuito
Produção e Direção: Grupo Vira Festa
Local
: Espaço pintando o 7, localizado no piso L2

08/05 às 15h – Contação de Historias

Mulher mais linda do Mundo!

Perdido após um tumulto ocorrido em um parque movimentado, o pequeno Pedro pede ajuda para encontrar sua Mãe. Mobilizados com a situação, um grupo de amigos seguem em busca da Mulher mais linda do Mundo, única descrição dita pelo garoto.

Classificação: Livre Indicação: 3 anos
15/05 às 15h – Pocket Show

O Rato do Campo e o Rato da Cidade

Bernardo é um pequeno rato que leva uma vida tranquila em uma fazenda. A aventura começa quando ele recebe a visita de seu primo Rico, que convida o simples ratinho para passar as férias na cidade.

Grandes descobertas e muita fartura, mas o que o pequeno rato não esperava era ter que escapar das garras do terrível gato Gatão.

Classificação: Livre Indicação: 3 anos
22/05 às 15h – Contação de Historias

O pequeno Herói da Holanda

Cercada por enormes muralhas, os famosos diques, a Holanda se protege das aguas por estar abaixo no nível do mar. Desde criança o povo aprende a vigiar os diques, evitando que um pequeno Buraco possa destruir toda a cidade.

Nesta Historias um pequeno e esperto garoto consegue salvar a todos com sua coragem e grandes ideias.

Classificação: Livre Indicação: 3 anos
29/05 ás 15h

A farinha mágica

O caos no reino começa quando a majestade, o rei, resolve comer deliciosos pasteis enfeitiçados por uma bruxa. Transformado em uma terrível criatura, busca uma forma de ter sua forma humana de volta.

Classificação: Livre Indicação: 3 anos

Parque Shopping Barueru: Rua General de Divisão Pedro Rodrigues da Silva, 400 – Nova Aldeinha, Barueri – SP
Contato: (11) 4688-6800 // www.parqueshoppingbarueri.com.br
Horário de funcionamento do shopping:
Segunda a Sábado: lojas, das 10h às 22h, praça de alimentação, das 11h às 22h. Domingos e feriados: lojas, das 14h às 20h, praça de alimentação, das 11h às 22h.