Variedades

WhatsApp e Instagram ficam fora do ar nesta sexta-feira (19)

O WhatsApp e o Instagram estão fora do ar na tarde desta sexta-feira (19). Por volta das 14h25, o aplicativo de mensagens parou de se conectar, tanto no celular quanto no WhatsApp Web. O Instagram também caiu, mostrando o erro “5xx Server Error” em sua interface web. Relatos dão conta de que a falha afeta usuários do mundo todo, inclusive do Brasil.

No WhatsApp, a clássica mensagem “Conectando…” persiste no topo das telas de conversas. Enquanto isso, o WhatsApp Web tenta repetidamente se conectar até desistir (e pedir para você se certificar de que seu computador está ligado à internet). O Downdetector, que monitora indisponibilidades de serviços na internet, indica que usuários do Brasil, Colômbia, Chile e Argentina são os mais afetados pela queda.

Fonte: Tecnoblog

Profissão motogirl: cresce número de mulheres motociclistas no Estado de São Paulo

Usar a moto para complementar a renda em serviços de delivery vem ganhando espaço entre o público feminino. Segundo o Detran.SP, cerca de 2,5 milhões de mulheres possuem habilitação para conduzir motocicletas

Com a pandemia e a necessidade de fechamento do comércio para a prevenção à Covid-19, a demanda por serviços de delivery cresceu e se tornou uma opção para as pessoas que perderam ou tiveram a renda reduzida. Em uma área majoritariamente masculina, as mulheres representam 25% do total de motociclistas no Estado de São Paulo e buscam seu espaço enfrentando desafios diários sobre duas rodas. Segundo dados do Detran.SP, de janeiro de 2019 a janeiro deste ano, houve um aumento de 8% no número de mulheres habilitadas em todas as categorias para a condução de motocicletas, passando de 2,2 milhões para quase 2,5 milhões.

A personal trainer Thais de Jesus Santos, de 24 anos, é uma destas mulheres. Moradora de Campinas, no interior paulista, viu a moto como uma oportunidade de renda após a academia onde trabalhava fechar e passou a fazer entregas de roupas na loja de uma amiga. “A rotina é bem puxada e os desafios são grandes, já cheguei a trabalhar das 10h às 22h, houve ocasiões que fiz 40 entregas no mesmo dia, mas independente disso o motofrete me ajudou muito como fonte de renda, além de me fazer conhecer a cidade inteira, novas rotas, caminhos diferentes, essa parte também foi bem legal”, conta. “Sou a única mulher motofretista da loja, acredito que muitas mulheres têm receio em fazer este tipo de serviço por ser um universo masculino, mas eu não me importei, já levei muitas fechadas, tive medo de cair, mas com o tempo superei e até me acostumei a ser chamada de motoboy.”

Um levantamento feito no ano passado pelo Infosiga SP, banco de dados do Programa Respeito à Vida gerenciado pelo Detran.SP, apontou que somente 6,3% dos casos de acidentes de trânsito envolvem mulheres na direção (todos os modais), um percentual 16 vezes menor do que o número de acidentes com homens ao volante. As condutoras do sexo feminino representam 40% dos motoristas de todo o Estado, um total de cerca de 26 milhões de condutores. De janeiro de 2016 a janeiro de 2021, 407 motofretistas homens perderam a vida no Estado, enquanto entre mulheres motofretistas três óbitos envolvendo acidentes foram registrados. “O baixo número de mulheres na categoria somado à prudência feminina contribui para a baixa estatística. As condutoras do sexo feminino definitivamente são mais prudentes no trânsito”, analisa Sílvia Lisboa, coordenadora do Programa Respeito à Vida.

Há sete anos atuando como motofretista, Camila Amaral Ferreira, de 30 anos, moradora de Itaquera, na zona leste da capital, conta que quando começou a fazer entregas em uma pizzaria quase não havia mulheres prestando este serviço, mas com a pandemia ficou mais comum encontrá-las, principalmente em delivery de aplicativos. 


“Pela necessidade, por estar desempregada na ocasião, aceitei o desafio de ser motogirl, entreguei pizza, exames médicos, documentos, e hoje faço entregas por aplicativo”, conta. “Não é uma tarefa fácil porque as pessoas ainda são muito egoístas no trânsito e não respeitam, mas é um trabalho importante principalmente neste período de pandemia e que bom que há mais mulheres de moto porque elas são mais cautelosas, principalmente no corredor, o que faz um trânsito melhor.”, conta Camila.

No país, o número de mulheres motociclistas cresceu 96% em nove anos, de acordo com dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), analisados pela Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares). Até novembro do ano passado eram 7,8 milhões, enquanto em 2011 elas somavam 4 milhões de carteiras de habilitação na categoria A.

Programa Motofretista Seguro

O Programa Motofretista Seguro é uma iniciativa do Governo de São Paulo e do Detran.SP que oferece crédito, facilidade no financiamento e formação para criar uma rede de proteção da categoria e contribuir com a segurança de quem exerce essa atividade.

O objetivo da ação é atender tanto os profissionais que necessitam adequar a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para o exercício da atividade, com a regularização de documentos, realização do curso de formação e atualização, oportunidade de práticas de aperfeiçoamento, como auxiliar com linhas de crédito especiais àqueles que precisam renovar seu veículo ou adquirir novos equipamentos de segurança.

Miss São Paulo recebe homenagem da Câmara de Osasco

Estudante também é a atual vencedora do concurso Miss Osasco

Por Anderson Cavalheiro

A estudante Karen Gentil, moradora de Osasco, recebeu homenagem durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Osasco desta terça-feira (2). Com apenas 17 anos, a estudante já ganhou 20 títulos de beleza. Atualmente a adolescente é Miss São Paulo Globo e Miss Osasco 2020.

A vereadora Ana Paula Rossi (PL), líder do governo na Casa, parabenizou a estudante: “É um orgulho para nossa cidade ser representada com tanta beleza. Você é uma garota muito linda e inteligente, com uma grande carreira pela frente”, afirmou a parlamentar.

CARREIRA

Karen ingressou na carreira de modelo aos 11 anos, quando participou do concurso Miss Osasco 2014. Na ocasião ela não levou o título do concurso, mas não desistiu e seguiu investindo na carreira. Assim, no ano seguinte, participou do concurso novamente e, dessa vez, ganhou sua primeira faixa de Miss aos 12 anos.

A estudante de Osasco já participou de 21 competições, vencendo 20 delas. Entre os títulos conquistados estão: Miss Osasco Juvenil, 2015, 1ª. Princesa Miss São Paulo Infantil Juvenil 2015, Teen Little Princess of Sea 2016, Teen Model Earth Internacional, 2017 e Miss São Paulo Globo em 2020. Seu título mais recente é de Miss Osasco 2020.

O trabalho da Miss pode ser conferido na sua página no Instagram @Karen_Gentill que já conta com 23,3 mil seguidores.

Obras do Parque Linear já estão em andamento

Mais uma opção de lazer para a população de Barueri começou a ganhar corpo no início deste ano. Trata-se da construção do Parque Linear, que ocupará uma área total de 16.738,93 metros quadrados na margem esquerda do Rio Tietê.

O primeiro projeto é de autoria do consagrado arquiteto paisagístico e urbanista Benedito Abbud e o segundo foi desenvolvido pela equipe de arquitetos da própria Secretaria de Obras da Prefeitura de Barueri. Ambos foram fundidos.

A previsão de entrega do Parque Linear é de 12 meses. Ele começa no Jardim dos Camargos, cruza a Vila Porto e o Jardim Tupanci, passa pelo Parque Dom José e termina no Parque da Juventude, no bairro Chácaras Marco, cujas obras devem começar em breve.

Haverá uma praça em frente à Rua Marte, uma ciclovia e uma longa pista de caminhada com 4,5 km. Estão previstas a entrega de um bicicletário, duas praças de ginástica, bebedouros e playgrounds. Mesas, bancos e totens de energia solar para carregamento de baterias complementam as opções para o conforto dos frequentadores.

“Nosso intuito é proteger a margem do Rio Tietê, ampliar a malha de ciclovias e garantir mais lazer a toda a população de Barueri”, afirma o secretário de Recursos Naturais e Meio Ambiente Marco Antônio de Oliveira – o Bidu.

Não se tem notícia de um complexo de parques parecido com esse. Barueri será uma das cidades mais arborizadas do Estado de São Paulo. Já possui o Parque Dom José (90 mil m²), o Parque Taddeo Cananéia (23.875 m²) e o Parque Ecológico Tietê (1 milhão de m²).

Com mais essa área verde, Barueri, que já é o primeiro colocado entre os nove municípios da Região Oeste e o terceiro entre os 39 da Grande São Paulo, deverá avançar algumas posições no ranking Município VerdeAzul da SIMA (Secretaria de infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo).

                                                                    – – –

Jorge Ferreira – 24/02/2021

Crédito das fotos: Lourivaldo Fio/Secom

Seguindo medidas de segurança, Barueri realiza o 1º Carnaval Virtual no dia 14

O Carnaval é uma das festas mais populares do mundo e celebrada em diversos países. No Brasil os festejos duram cerca de um mês incluindo as apresentações de bloquinhos e encerrando com os tradicionais desfiles das escolas de samba, que são realizados na data oficial do evento.

Este ano, por conta da pandemia, não haverá desfiles e para promover um momento de descontração neste período de isolamento, a Liga das Escolas de Samba de Barueri, em parceria com a Secretaria de Cultura e Turismo, resolveu fazer um desfile virtual. Será o primeiro carnaval on-line de Barueri e haverá a participação de três escolas de samba que farão parte da gravação: Cadência Paulista, Oba-Oba e Ganga. A gravação acontecerá no domingo (dia 7).

Além da redução do número de participantes, durante a gravação os componentes das escolas de samba seguirão o protocolo de segurança, mantendo o distanciamento e usando máscara e álcool em gel.

Cada escola contará com um mestre-sala e uma porta-bandeira, um presidente e um diretor, além de dois intérpretes e dois músicos tocando instrumentos de cordas (violão e cavaquinho). Haverá ainda 11 ritmistas e um mestre de bateria. A rainha da bateria irá encantar o público com seu charme e o desfile contará com a participação de passistas de quatro escolas.

A apresentação será transmitida no dia 14 de fevereiro às 18h pelas mídias digitais da Prefeitura de Barueri e da Secretaria de Cultura e Turismo e terá a duração de 20 minutos para cada escola. O samba enredo das escolas será o mesmo do ano passado, além de trechos de outras edições. O cantor Thiago Nascimento será o apresentador do evento – ele é o intérprete oficial da escola Cadência Paulista.

Júlio César, presidente da escola de Samba Cadência Paulista e coordenador de infraestrutura da LIESB, destacou a participação no desfile. “Agradecemos essa oportunidade oferecida pela Prefeitura de Barueri, através da Secretaria de Cultura. É gratificante poder entrar na casa das pessoas e levar a arte, principalmente num momento tão difícil. Quem gosta de samba não pode perder”, convida.

O secretário de Cultura e Turismo, Jean Gaspar, ressaltou a importância do evento. “A cultura do samba não pode parar. Apesar de vivermos um momento em que os eventos culturais foram cancelados ou adiados, encontramos uma forma de prestigiar o desfile das Escolas de Samba oferecendo a estrutura. Sei o quanto é importante para cada integrante, eles passam o ano organizando, produzindo e ensaiando a apresentação carnavalesca. Tenho esperança de que no próximo ano a festa será presencial e o contágio será de alegria”, disse o secretário.

Secretaria da Mulher promove festa digital para comemorar o Carnaval

Fevereiro é popularmente conhecido como o mês da folia, quando as festas de Carnaval ocorrem nos quatro cantos do país. Mas em meio a pandemia essa tradição terá de ser diferente e muito mais cuidadosa.

A fim de não deixar que as festividades costumeiras desse mês passem em branco, a Prefeitura de Barueri, por meio da Secretaria da Mulher, oferecerá uma programação diferente em suas redes sociais do dia 8 ao dia 12 de fevereiro. Tratam-se das oficinas virtuais com a temática carnavalesca para agradar todos os gostos.

Ao todo serão nove temas entre cursos e palestras, que serão transmitidos de forma digital através do instagram da Secretaria da Mulher e da plataforma de reuniões on-line Zoom.

Customização de abadá com técnicas de crochê; customização de abadá com técnicas de bordado; entrevista com o carnavalesco Pedro Donizete (Dony); bate papo sobre Carnaval; customização de abadá com técnicas de patch apliquê; maquiagem de Carnaval; aula carnavalesca; palestra sobre sexo na pandemia; e sambalelê serão os temas disponíveis para quem se interessar.

Para acessar a programação do Carnaval da Secretaria da Mulher é preciso entrar no instagram@mulherbarueri. É por lá que os vídeos serão transmitidos através de “lives”, que consistem em vídeos ao vivo. Os alunos deverão ficar atentos a hora de início das programações que estão sendo divulgadas para conseguir assistir aos vídeos de forma completa.

Para ter acesso às aulas da rede Zoom também é necessário seguir as instruções que serão passadas pelo instagram da secretaria. A participante deverá acessar o aplicativo Zoom e digitar o número (ID) que será disponibilizado através das redes sociais da Secretaria da Mulher. Caso queiram acessar a “live” do Zoom através do link, os participantes devem ficar atentos aos stories, onde a secretaria irá disponibilizar o acesso até 30 minutos antes da atividade.

Para mais informações é só acessar o WhatsApp da secretaria, clicando no link disponível no perfil da página do Instagram: https://linktr.ee/secretariadamulher, ou entrando em contato com o número (11) 99387-6075.

*Esta reportagem contém imagens de arquivo, feitas antes da pandemia da Covid-19

_ _ _

Giovanna Gobatto – 08/02/2021
Crédito das fotos: Karina Borges / Secom

História de superação: esporte foi fator de recuperação para Cleomar

A vida de Cleomar Lima do Nascimento, 42 anos, mudou radicalmente a partir do dia 1º de agosto de 2004. Um carro colidiu com sua moto na Estrada Velha de Itapevi. Ele caiu numa baixada, ficou internado 16 dias em Osasco e teve de amputar parte da perna esquerda.

Com apenas 24 anos à época, trabalhava como porteiro de uma empresa. Nunca mais pôde se dedicar à prática do skate, que gostava tanto. Não aceitou a nova realidade, flertou com o alcoolismo e chegou até a realizar atos inconsequentes. Sua vida ficou dividida entre a revolta e a dolorosa e demorada calcificação do fêmur. “Foi muito difícil, não queria que me tratassem como um coitadinho”, afirma.

Morador de Barueri desde 1990, passeava de muletas pelo centro da cidade em 2007 quando foi convidado por Carlos Roberto da Silva, o professor Carlinhos, atual titular da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SDPD), a conhecer a modalidade vôlei sentado.

Começou a treinar em São Paulo, não se adaptou a princípio, mas voltou ao esporte em definitivo no mesmo ano. “Conheci o Giba [atacante consagrado do Corinthians e da seleção brasileira] e passei a ter uma nova visão sobre a modalidade”, declara.

“A rotina dos atletas de vôlei sentado exige talento, disciplina, dedicação, preparo psicológico, habilidade para lidar com grupo e capacidade de superação de outros obstáculos sociais e familiares até maiores fora da quadra”, complementa o atleta amador.

Os treinos, as competições e o convívio com o meio esportivo fizeram muito bem a Cleomar. Ele superou adversidades e preconceitos, conseguiu empregos que exigem melhor qualificação e encontrou mais um amor: Marisa Reis, sua companheira há 14 anos.

“Já pensei em parar de jogar muitas vezes e até recebi proposta remunerada de outro clube, mas preferi continuar aqui. Barueri possui uma ótima estrutura e sou muito agradecido pela prótese que recebi”, revela.

Mesmo com a pandemia e o emprego – ele trabalha há seis anos como atendente de investimentos de pessoa física em um grande banco na Avenida Paulista -, treina em casa três vezes por semana e caminha outras três. “Ele tem todo o meu apoio. Acho até um pouco exagerada a rotina de treinos, mas adoro quando ele oferece um ponto para mim”, afirma, orgulhosa, a esposa.

O levantador Antônio Santana Alves – o Tonho -, é um dos pioneiros do time de Barueri ao lado do secretário Carlinhos e do próprio Cleomar. Ele dá a sua opinião sobre o amigo: “É um companheiro compreensivo e tem muita fome de jogo. Se eu ficar muito tempo sem lhe passar a bola, ele fica irritado”, conta com bom humor.

Além da fome de bola, o atleta tem fome de vida: adora “recarregar as baterias” frequentando praias ou sítios com a família, é muito interessado em filmes de guerra, séries de TV e dedica boa parte de seu tempo livre à leitura de livros sobre a História do Brasil.

Principais títulos:

Vice-Campeão Torneio Sérgio Del Grande em 2008 (São Paulo);
Medalha de Prata nos Jogos Abertos de Goiás (2008);
3º lugar no Campeonato Paulista em 2009 (Ibirapuera, São Paulo);
Campeão Brasileiro Série B em 2009 (Mogi das Cruzes, SP);
Vice-Campeão Brasileiro Série B em 2011 (Maceió, AL);
Vice-Campeão Brasileiro em 2012 (Cabo, PE);

Vice-Campeão Paulista em 2019 (Barueri,SP).

Osasquense é o 39º colocado em torneio mundial envolvendo 86 países

Por: Giane Vieira

Imagem: Divulgação

No sábado, 23/1, o site de xadrez voltado ao público infantil, o Chess Kids, organizou um torneio intercontinental, com apoio da Federação Internacional de Xadrez (FIDE), promovendo a competição com enxadristas de todo o mundo, 86 países no total, na categoria sub-8, em 7 (sete) rodadas, com 524 participantes.

O osasquense e enxadrista Henrique Muniz, de apenas sete anos e beneficiário do bolsa atleta da Secretaria de Esporte, Recreação e Lazer de Osasco (Serel), somou 5,0 pontos e teve 4 vitórias, 2 empates e 1 derrota, classificando-se na 39ª colocação.

“O Henrique sempre me surpreende! Agora jogou com enxadristas mais velhos que ele. Sua performance foi muito boa para uma competição tão difícil como essa”, comemorou o mestre FIDE, Wagner Madeira.

“O menino prodígio iniciou sua aprendizagem com cinco anos e na edição do Campeonato Brasileiro Escolar online 2020 ele adquiriu o direito de se tornar Mestre Nacional, com título vitalício. Isso demonstra que no xadrez não tem idade, basta ter determinação”, ressaltou o secretário de Esporte, Rodolfo Rodrigues Cara.