Variedades

Vice-campeão brasileiro de motovelocidade foca em escola para pilotos em Barueri

Diego Viveiros vem treinando pilotos de Barueri, Alphaville e Aldeia da Serra

Atual vice-campeão brasileiro da categoria 600cc SuperSport, Diego Viveiros tem dividido seu tempo entre sua preparação para a pré-temporada do SuperBike 2021, e sua escola de pilotagem. Localizada na região de Barueri, a escola visa atender uma gama eclética de pilotos, desde amadores até profissionais.

“A escola é destinada às pessoas com ou sem experiência. É também para quem está buscando performance e segurança. Já demos aula para pessoas que nunca tinham andado de moto, assim como realizamos treinamentos para pilotos que estavam disputando algum campeonato”, explica Diego, que também é coordenador da categoria Escola do SuperBike Brasil.

Além de fazer com que os pilotos aprimorem suas habilidades, Viveiros reforça que existe uma preocupação com a segurança dos pilotos que correm em estradas. “O objetivo da escola é formar novos pilotos, ajudando no crescimento do esporte e, ao mesmo tempo, tirar as pessoas das ruas. As pessoas que andam com motos esportivas nas ruas, acelerando nas estradas, a ideia é trazê-las para dentro da pista e ensinar a andar com mais segurança, com a técnica correta, dentro de um ambiente controlado”, ressalta.

O piloto também acredita que a região metropolitana oeste da capital possa, futuramente, vir a se tornar uma potência nas competições. “Hoje, eu acredito que a região de Barueri, Alphaville e Aldeia da Serra estão muito boas. Toda terça-feira tem treino no Kartódromo da Aldeia da Serra, então já tem bastante gente participando. Quarta-feira a gente costuma ir para uma pista de motocross aqui perto da região, que usamos para complementar os treinos. Pode-se afirmar que o esporte está crescendo nessa região e que é possível colhermos bons frutos com isso”, concluiu. 

A oficina da equipe fica localizada na Av. Guilherme rohn, 460, e os treinos dos pilotos atualmente ocorrem às terças e quintas. A primeira etapa do SuperBike 2021 está prevista para acontecer em março, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. 

O SuperBike Brasil é o maior e mais disputado Campeonato de motovelocidade das Américas e figura hoje entre os 5 maiores do mundo. Referência no cenário nacional ele projeta os Campeões Nacionais de diversas Categorias.

Inscrições abertas para o 27º Casamento Comunitário 2021

Imagens: Arquivo Secom/PMO

A Prefeitura de Osasco, por meio do Fundo Social de Solidariedade, abriu inscrições para a 27ª edição do Casamento Comunitário 2021, tradicional evento que acontece anualmente.  

Os interessados deverão comparecer na Avenida Lázaro de Mello Brandão, 140, Vila Campesina, das 9 às 12h e das 14h às 16h, de segunda a sexta-feira, com a documentação completa (original e cópia), conforme relação abaixo.

Dúvidas ou mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (11) 3652-9400.

Confira abaixo a relação completa dos documentos originais e cópias necessários para realizar a inscrição:

Solteiro

Certidão de Nascimento original (atualizada em 3 meses), RG, CPF, comprovante de endereço atualizado em nome do noivo ou da noiva, Carteira Profissional do noivo e da noiva e comprovante salarial dos noivos.

Viúvo

Certidão de Casamento e Certidão de Óbito do cônjuge falecido (atualizada em 3 meses), RG, CPF, comprovante de endereço atualizado em nome do noivo ou da noiva, Carteira Profissional do noivo e da noiva e comprovante salarial dos noivos.

Divorciado

Certidão de Casamento anterior com averbação do divórcio (atualizada em menos de 3 meses), RG, CPF, comprovante de endereço atualizado em nome do noivo ou da noiva,
Carteira Profissional do noivo e da noiva e comprovante salarial dos noivos.

Serviços

Inscrições para o 27º Casamento Comunitário de Osasco (2021)

Data: A partir do dia 20/1

Local: Sede do Fundo Social de Solidariedade

Endereço: Avenida Lázaro de Mello Brandão, nº 140 – Vila Campesina

Mais informações: 3652-9400 

Indústria e Comércio abre vagas para workshop on-line gratuito na quarta, dia 20

Indo além do Programa Meu Futuro, que oferta cursos profissionalizantes a moradores de Barueri desde 2018, a Secretaria de Indústria, Comércio e Trabalho (SICT) irá realizar um workshop com vários cursos rápidos relacionados ao bem-estar mental e ao gerenciamento de crises, dentre outros.

As inscrições abrem na próxima quarta-feira (dia 20) por meio das redes sociais da Secretaria: o Facebook e o Instagram. Podem participar moradores de Barueri de qualquer idade. Como são à distância, é necessário que o aluno tenha algum aparelho com acesso à internet, como computador, tablet ou celular.

São 10 opções em cursos: Inteligência Emocional em Tempos de Crise; Redes Sociais e Saúde Mental; Controle Emocional na Segurança Privada; Saúde Emocional e Qualidade de Vida Pós-Pandemia; Técnicas de C.H.A (Conhecimento, Habilidade, Atitude); Cuidador – Cuidados pós-Covid; Assédio no Trabalho – O Papel do RH; Desafios das Mulheres – Mães que Trabalham na Pandemia; Liderança e Engajamento de Pessoas – Um Desafio Diário para Gestão; e Casa inteligente.

Cada oficina tem cerca de 20 minutos de duração e será ofertado certificado de participação a quem acompanhar todo o conteúdo. Além disso, as pessoas podem se inscrever para mais de uma, já que os cursos serão ministrados entre os dias 20 e 30 de janeiro.

De acordo com o secretário da pasta, Joaldo Macedo Rodrigues – o Magoo –, não se trata de um curso regular do Programa Meu Futuro, mas tem o objetivo de introduzir os moradores interessados nos cursos profissionalizantes – cujas inscrições serão abertas em fevereiro. “É como um curso de férias que ao mesmo tempo que apresentará o Meu Futuro, também irá oferecer uma nova abordagem das aulas, especialmente nesse período de pandemia, que trouxe tantos desafios novos para todos nós e uma enorme necessidade de cuidar da saúde mental, tanto pessoal quanto profissionalmente”, destaca Magoo.

Fique atento às redes sociais da SICT, especialmente no dia 20, quando será divulgado o link de inscrição. As vagas tendem a acabar logo. Dúvidas e informações podem ser tiradas por meio do WhatsApp do Programa: (11) 94272-7589.

Barueri está expandindo e melhorando rede de Wi-fi gratuita da cidade

Meio indispensável nos dias atuais, a internet ganha cada vez mais importância na rotina da população. As pessoas a utilizam para quase todos os afazeres, e possuir uma internet de qualidade virou prioridade. Por conta disso a Prefeitura de Barueri, por meio do Centro de Inovação e Tecnologia (CIT), pretende expandir e melhorar a internet gratuita pela cidade, para levar o serviço ainda mais longe e com ainda mais qualidade para sua população.

Atualmente a rede conta com mais de 410 km de fibra óptica própria, distribuídos em mais de 132 pontos de rede Wi-fi. Para encontrar os pontos mais próximos de sua localização, o cidadão pode entrar no site do próprio CIT – http://portal.barueri.sp.gov.br/cit/. Diversas placas e sinalizações também marcam os pontos de Wi-fi da cidade. Além de levar uma internet 100% gratuita para a população, a rede também leva o benefício para diversas áreas de gestão da municipalidade, o que torna o trabalho mais eficiente e inteligente.

O Centro de Inovação e Tecnologia calcula uma média de 60 mil acessos por dia em toda a rede. O local campeão é o Bulevar Central de Barueri, com uma grande variedade de comércios e que fica próximo à estação da CPTM e do terminal rodoferroviário e outros pontos de ônibus.

“Estamos orgulhosos do trabalho que estamos desempenhando na cidade e vamos continuar fazendo a expansão de novos pontos de acesso Wi-fi nas praças do município e melhorando a qualidade do sinal nas existentes”, destacou Bruno Veiga, diretor de Infraestrutura do CIT.

Para conseguir navegar pela rede de forma gratuita, o usuário precisa ligar a internet de seu celular e conectar com o Wi-fi “Cidade_Inteligente”. Não é preciso usar senha, é só começar a navegar e aproveitar tudo o que a rede pode oferecer.

_ _ _

Giovanna Gobatto –
Crédito das fotos: Júnior Holanda e Allisson Roberto / Secom

Barueri e Osasco se consolidam no vôlei como referências esportivas no Brasil e em São Paulo

Fonte: Pixabay

O investimento em esporte no estado de São Paulo é algo tradicional e bastante conhecido, principalmente nos grandes times de futebol da capital. Entretanto, outras modalidades fora do centro também ganham alguma atenção. As regiões de Barueri e de Osasco, por exemplo, estão se consolidando como grandes referências no cenário do vôlei, principalmente, e também de outros esportes. Além disso, os paulistas estão de olho nos torneios de eSports.

A equipe Osasco Voleibol Clube é um dos maiores motivos de orgulho da cidade, principalmente pelo atual desempenho na Superliga Feminina de Vôlei. Na disputa pelo sexto título nacional, o time liderado por Luizomar de Moura encerrou 2020 com a segunda colocação na tabela. A vitória sobre o rival Pinheiros, por 3 sets a 1, consolidou o time como um dos favoritos ao título da temporada 2020-2021.

Contudo, não é apenas Osasco que conta com uma boa equipe de vôlei. O Barueri Volleyball Club também é uma equipe tradicional do estado e, apesar de nunca ter conquistado um título da Superliga, já conseguiu bons resultados no estado. Em 2019, por exemplo, o time foi campeão paulista justamente contra o Osasco. Na atual temporada da Superliga, a equipe comandada pelo experiente Zé Roberto fechou a última rodada do ano passado na 6ª posição, e com grandes chances de avançar para a fase final.

Essas duas cidades mostram que o estado paulista é mais que apenas os clubes de futebol, que costumam concentrar a maioria dos investimentos. Por exemplo, em novembro do ano passado, o osasquense João Carlos dos Santos Júnior chamou atenção pelo bom desempenho no Campeonato Brasileiro de Atletismo sub-20. O atleta é uma promessa para o futuro, e representa bem o incentivo da cidade aos mais variados esportes.

Das quadras para o virtual

Apesar do bom desempenho em esportes mais tradicionais, como o vôlei e o atletismo, as cidades paulistas não fecham as portas para algumas novidades. Um bom exemplo é o atual crescimento do eSports no Brasil, que  é o nome dado aos torneios oficiais de jogos eletrônicos. Em agosto do ano passado, a região de Barueri recebeu o Torneio eSports Oeste Barueri, que foi organizado pelo Oeste FC.

A competição reuniu jogadores do título Pro Evolution Soccer, que é um dos jogos mais populares de futebol virtual. Além de premiações para os vencedores, o evento também mostrou o potencial dos jogos digitais no mundo esportivo. Atualmente, vários times de elite estão criando equipes de eSports, pois a audiência desses torneios é crescente e mais interessante para as equipes com grande torcida.

O crescimento do entretenimento digital no Brasil explica um pouco do sucesso dos torneios oficiais de jogos eletrônicos. Por exemplo, os jogos de cassino online estão ficando cada vez mais interativos e, consequentemente, mais populares. As plataformas oferecem experiências próximas dos cassinos físicos, principalmente com o uso de streaming e também de temáticas diferentes para os jogos, seja na roleta, no blackjack ou até mesmo nas máquinas caça-niqueis virtuais. A mesma coisa acontece com os jogos de smartphones, que são desenvolvidos com temas diversificados e mais interativos. Atualmente, é possível jogar dominó, batalha naval ou então algum título de corrida com gráficos avançados e jogabilidade complexa. Ou seja, tem jogos para todos os estilos.

Futebol destoa

Seguindo o caminho contrário da capital, que costuma dar prioridade ao futebol, as cidades de Osasco e de Barueri não parecem contar com bom desempenho nos gramados. O Oeste FC, por exemplo, está disputando a Série B do Campeonato Brasileiro, mas deve encerrar a temporada atual na zona de rebaixamento. Assim, a equipe vai precisar disputar a Série C na próxima temporada.

A cidade de Barueri já conseguiu algum destaque em campo, principalmente no auge do Grêmio Barueri. Entretanto, após diversos problemas, o time acabou ficando inativo entre 2017 e 2018. A equipe retornou recentemente, mas deve demorar algum tempo para mostrar resultados positivos. Ou seja, apesar do bom desempenho em outros esportes, o futebol não parece ser o forte das duas regiões.

Barueri e Osasco são duas cidades importantes para o estado de São Paulo, principalmente se olharmos para os esportes. O desempenho que citamos no vôlei e no atletismo são apenas alguns exemplos, pois a cidade também conta com investimento em outras áreas, que vão desde a natação até o mountain bike. Apesar de não conseguirem os mesmos patrocínios que existem na capital, as duas cidades são exemplos de que mesmo com pouca estrutura é possível conseguir excelentes resultados.

Cuidados com os pets nas comemorações de fim de ano

Tutores devem ficar atentos com enfeites da decoração e alimentos,
além do medo que os bichinhos possuem dos fogos de artifício

São Paulo, dezembro de 2020 – No último mês do ano, período de comemorações, a mudança de comportamento das pessoas mostra um cenário diferente de anos anteriores, decorrente do enfrentamento da pandemia no Brasil. Tanto que, em um estudo divulgado pelo KAYAK, a maioria dos entrevistados revelou a preferência por viagens somente dentro do país (49%).

Em casa, as celebrações de Natal e Ano Novo trazem também a companhia dos pets, que são considerados parte da família. Desta maneira, para mantê-los seguros e saudáveis, a médica veterinária Thaís Matos, que atua na área de Confiança & Segurança da DogHero, maior empresa de serviços para pets da América Latina, explica que é preciso supervisionar os animais de estimação.

“Mesmo durante essas ocasiões especiais os tutores precisam manter a rotina do seu pet, tanto quanto possível. O horário regular de alimentação, sono e caminhada. É preciso ficar de olho e perceber se há mudanças que demonstrem ansiedade, depressão ou no apetite do animal de estimação. O medo e o estresse causados pelo show de fogos do Ano Novo podem gerar trauma e fazer mal para o cãozinho, portanto deve-se evitar que ele passe por uma situação crítica sem nenhum tipo de cuidado ou amparo”, declara.

A especialista reforça ainda que, os pais e mães de pets necessitam tomar outros cuidados, como o de não permitir que ofereçam qualquer outro tipo de alimento diferente do que o pet já consome. “Produtos típicos das refeições de fim de ano podem fazer mal para os animais de estimação, como uvas (in natura) e uvas passas , frutas cristalizadas no geral chocolate, macadâmia, ameixa, pêssego, cebola e carnes temperadas”.

Também atenção com os objetos de decoração e enfeites natalinos, que podem ser engolidos pelos cães, principalmente os filhotes. Os gatos amam fios e coisas penduradas, portanto luzes, pisca-pisca devem ficar fora do alcance dos pets para evitar choques e acidentes, de preferência devem ser mantidas no alto.

Se tiver crianças no ambiente, procure supervisionar, pois elas podem querer brincar e abraçar o pet, isso talvez o deixe arisco. Caso ele demonstre algum incômodo ou medo com a movimentação, é importante respeitar o espaço do animalzinho e deixá-lo separado.

Queima dos fogos de artifício – Uma tradição para comemorar a virada do ano, porém assustadora para os animais de estimação, principalmente os cães. O som dos fogos causa medo nos cachorros, que por natureza ouvem mais alto. Com isso, eles podem apresentar ações como respiração ofegante, salivação excessiva, taquicardia (batimento cardíaco acelerado), tremedeira, os pets também podem , se esconder, fugir ou até ter consequências mais graves. Portanto, o tutor precisa estar por perto durante a queima de fogos para tranquilizá-lo. Por conta da ansiedade, o cãozinho pode ficar pedindo colo, pulando ou chorando. Desta maneira, um ótimo jeito de fazer o pet perceber que está em segurança, é oferecer os petiscos ou brinquedos que ele mais gosta, com animação e sorrindo. Os cães entendem muito bem nossas expressões faciais e é muito importante que o tutor não se mostre preocupado com o medo dele.

Pet dentro de casa – Para conseguir ficar de olho neles e oferecer um ambiente fechado e seguro, o pai ou a mãe de pet deve mantê-lo dentro de casa, nunca do lado de fora, e em apenas um cômodo (sala ou quarto). Esse espaço deve estar preparado para o animal de estimação, livre de possíveis rotas de fuga ou acidentes. O ideal é retirar todos os objetos que possam oferecer algum risco, que ele possa derrubar ou quebrar. Se o cãozinho escapar, por exemplo, e se esconder embaixo da mesa, da cama, cadeiras ou em qualquer outro lugar, o tutor não deve tentar tirá-lo de lá, pois escondidos eles se sentem mais seguros e tentar tirá-los pode deixá-los mais nervosos, acabar em fuga ou mordida. Levando em consideração todo o contexto que envolve as comemorações de fim de ano, o pet poderá tentar fugir se sentir medo. Por isso, o tutor deve manter portas e portões sempre fechados e pedir para que todos da casa sigam a mesma instrução. Atenção para as janelas, frestas e qualquer outro pequeno espaço aberto, pois pode ser uma oportunidade ideal para escapar. Lembre-se de ficar atento ao comportamento dos pets durante as celebrações e, caso o tutor note algo estranho, deverá procurar a ajuda de um médico veterinário.

Sobre a DogHero

DogHero é a maior empresa de serviços para animais de estimação da América Latina. Pelo seu app e site, conecta quem tem pet a anfitriões, pet sitters, passeadores e veterinários que ajudam na rotina e cuidam dos pets quando os pais têm uma viagem, algum compromisso ou necessitam de uma consulta em casa. Atualmente, a comunidade de heróis conta com mais de 25 mil cuidadores em cerca de 750 cidades no Brasil, que passam por um extenso e rigoroso cadastro e recebem orientação adequada. A DogHero foi fundada em 2014 pelos empreendedores brasileiros Eduardo Baer e Fernando Gadotti.

Robôs de telepresença são usados em mais de 11 mil atendimentos a pacientes com Covid-19 no Hospital das Clínicas

Pixeon contribui com ampliação do programa e entrega cinco robôs nesta terça-feira (08) em oficialização de doação ao Instituto Central do HCMFUSP

São Paulo, dezembro de 2020. Desde março, o Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP está usando três robôs de telepresença para apoio a pacientes de Covid-19, que já realizaram mais de 11 mil atendimentos. Na triagem do ambulatório foram 10.560 atendimentos em nove meses (março a novembro). Já na enfermaria do hospital, 720 em três meses (abril a junho), e no pronto socorro 264 (maio e julho). Os robôs também foram usados na UTI e nas ações de entretenimento com o Palhaço Osório (Giba Rizzo).

Nesta terça-feira (08), foi oficializada a entrega de cinco robôs pela Pixeon, uma das maiores empresas brasileiras de tecnologia e inovação para saúde, em parceria com a Pluginbot, que viabilizou a usabilidade dos robôs dentro do HC. Os equipamentos permitirão que os médicos da unidade realizem atendimentos aos pacientes com Covid-19 usando recursos de telepresença, além da oportunidade de viabilizar soluções que permitam criar benefícios tangíveis nas experiências de uso médico, assistencial, hospitalar e paciente.

“Esperamos contribuir com a possibilidade de novos projetos inovadores na saúde, com tecnologia em benefício da vida e da segurança dos profissionais de saúde e acelerando a adoção de robôs no setor, em um movimento que perdure mesmo após a pandemia”, diz Armando Buchina, CEO da Pixeon. “Essa doação também reforça a nossa estratégia de oferecer a hospitais e clínicas tecnologias que geram uma jornada de saúde mais digital aos pacientes, sem deixar de lado o aspecto humano, tão importante em qualquer tratamento”, completa.

A PluginBot, que possui uma plataforma para gerenciamento e integração de múltiplos robôs, será a empresa responsável pela gestão dos equipamentos doados ao HC pela Pixeon. A partir de 09/12 eles estarão nas principais frentes de atendimento do hospital. Com segurança e distanciamento, os robôs permitem a assistência aos pacientes, melhorando a condição do atendimento e também a percepção dele em relação à proximidade, já que via robô a taxa efetiva de vistas aumenta, o que é benéfico, pois causa efeito psicológico favorável à recuperação.

Pentacampeão Edmílson abre portas do FC Ska Brasil para moradores em situação de rua no evento Atos Futebol Solidário 2020

Unindo forças para fazer o bem aos mais necessitados, a Associação Atos e a Fundação Edmílson se juntaram para realizar o evento ATOS Futebol Solidário 2020, que reuniu grandes estrelas do esporte e do entretenimento com cidadãos que vivem em situação de rua. Para a realização do evento, o pentacampeão Edmílson Moraes abriu as portas do Centro de Formação de Atletas Prof. Telê Santana, sede do Futebol Clube Ska Brasil, em Santana de Parnaíba. No final, o time do apresentador Rodrigo Faro ganhou o torneio, mas quem venceu mesmo foi a solidariedade de todos participantes.
 
“A brincadeira do futebol atrai a todos e mostra que não tem diferença entre os seres humanos. Fico muito feliz por ter aberto as portas do FC Ska Brasil, pois todos sabemos que não é fácil fazer projetos sociais e é muito gratificante saber que mesmo com a pandemia, vencemos mais um ano através da Fundação Edmílson e agora neste evento organizado pela Associação Atos que tem um trabalho lindo e voluntário com estas pessoas. Temos a missão de virar o jogo da vida das pessoas e poder ajudar estes cidadãos que estão em situação de rua é uma satisfação muito grande”, disse Edmílson, emocionado.
 
O evento teve quatro times, capitaneados pelos jogadores Edmílson e craque Neto, e os apresentadores Rodrigo Faro e Reinaldo Gottino. Entre os convidados do esporte, estiveram Paulo Sérgio, André Luiz, Demétrius Ferreira, goleiro Sérgio, Pavão, Ale Lopes, Rogerinho da Seleção Brasileira de Amputados, o lutador de MMA Elias Silvério, além da rainha das embaixadinhas Milene Domingues, a jogadora Juliany Moraes, os jornalistas André Plihal, Alexandre Porpetone, Fernando Fontana e Amaury Nunes. Do entretenimento, também estiveram presentes Karina Bacchi, César Filho, Ceará, o músico Afonso Nigro e Gabriel Cartolano, além também de patrocinadores que fizeram doações para ajudar os necessitados e também jogar ao lado dos ídolos. 
 
Entre as diversas estrelas convidadas, estavam jogadores mais do que ilustres, que foi o pessoal de Barueri que é atendido pela Atos, que além da experiência, tomaram banho, ganharam o kit de uniforme, roupas novas, chuteira, alimentação e produtos de higiene. “É muito legal estar no clube do Edmílson para jogar uma bola. Muito obrigado a todos que estão dando essa força para nós, tiraram a gente lá da rua para trazer para cá e para enturmar com esse pessoal que a gente só via pela TV. Muito obrigado e estamos juntos”, disse André Luiz Vieira, um dos convidados atendidos pela Atos em Barueri.
Na primeira edição deste Futebol Solidário, todos participantes e convidados foram submetidos aos testes do COVID-19 e tiveram de seguir os protocolos sanitários de segurança. E as doações arrecadadas serão revertidas para os atendimentos da Associação Atos, que busca diminuir a fome e aumentar a inclusão social nas ruas, e para arrecadação de cestas básicas para atender as famílias dos jovens da Fundação Edmílson, entidade do pentacampeão que completa 15 anos em 2020. Para ajudar e saber mais sobre os projetos, acesse as redes sociais @atoseamor e @fundacaoedmilson.