Segurança

Deputada Policial Katia Sastre quer colocar em votação fim do Estatuto do Desarmamento

Imagem: Divulgação

Totalmente favorável à aquisição de armas de fogo por qualquer cidadão, a deputada federal Policial Katia Sastre (PL/SP) quer incluir o PL 3722/2012 na pauta da Ordem do Dia para votação na Câmara dos Deputados. Para isso, fez um requerimento à Mesa Diretora da Casa.

Na prática, o PL 3722/2012 revoga o Estatuto do Desarmamento, promulgado em 2003 pelo então presidente Lula. Sastre acredita que, com mais armas nas mãos de pessoas certas, a criminalidade poderá diminuir. “Para os bandidos, o Estatuto funciona quase como um comparsa no crime. Só vejo uma solução: parar o bandido com arma de fogo com uma outra arma de fogo, seja ela portada por um policial ou um cidadão comum”.

Para liberação do porte, Sastre tem como fundamento a experiência de vários países que relatam a diminuição de crimes depois da flexibilização. Um exemplo é o Paraguai, que, mesmo com um IDH de 0,676, uma economia frágil e a alta taxa de desemprego, acompanha a progressiva diminuição dos crimes desde 2003.

Com requisitos básicos de conhecimento, qualquer paraguaio pode comprar uma arma de fogo. Sendo um dos mais armados da América do Sul, o país tem a terceira menor taxa de homicídios da região: 7,90 por 100 mil habitantes.

Projeto contra crimes virtuais

Sastre apresentou nesta segunda-feira (14) um novo projeto na área de segurança pública. O PL 4556/2020 busca promover treinamento e conscientização para servidores dos órgãos de segurança pública acerca do enfrentamento dos crimes cibernéticos. Em 2020, a prática dos crimes em ambientes virtuais teve um salto de 200%. Boa parte do aumento se deu por conta do advento do novo coronavírus.

Prefeitura de Santana de Parnaíba realiza ações preventivas para auxiliar moradores em áreas de risco da cidade

Imagem: Acervo Defesa Civil

Defesa Civil faz a remoção das famílias que estavam nas áreas de risco e passarão a ser assistidas pela Secretaria de Assistência Social do município

A Prefeitura de Santana de Parnaíba, por meio da Defesa Civil, vem realizando em toda a cidade desde agosto, ações de prevenção e conscientização para evitar ocorrência de inundações e alagamentos por conta das fortes chuvas que ocorrem no final do ano.

Durante essa semana, em ação conjunta envolvendo a Secretaria de Assistência Social e Defesa Civil, visitaram diversos bairros, onde encontram-se moradores em áreas consideradas de riscos, onde podem ocorrer deslizamentos. As famílias destas áreas serão removidas e passarão a ser atendidas pelo programa de aluguel social da prefeitura. As remoções ocorrem de forma preventiva ao período de chuvas.

Para identificar os lugares que apresentam maior vulnerabilidade, a equipe da Defesa Civil do munícipio faz um monitoramento das áreas que já apresentaram registro de problemas envolvendo deslizamentos.

De acordo com a Secretaria de Assistência Social, até o momento 03 famílias serão assistidas pelo Programa Aluguel Social do município. Esse auxílio será concedido por 24 meses e pode ser prorrogado por mais 12 meses, de acordo com a necessidade das famílias.

Obras nas rodovias seguem em andamento na região metropolitana de São Paulo, mesmo com a pandemia

Imagem: Pixabay
Modernização de 212,75 kms de estradas gera 1.018 empregos e traz benefícios aos municípios lindeiros da região

O Governo de São Paulo manteve o cronograma de obras de infraestrutura nas rodovias da região metropolitana de São Paulo mesmo diante de um cenário pandêmico. Os trabalhos realizados pela Secretaria Estadual de Logística e Transportes (SLT), por meio do DER – Departamento de Estradas de Rodagem e pelas concessionárias, sob fiscalização da ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo, não foram paralisados sequer nos meses de quarentena mais intensa (março e abril).

Atualmente, na região metropolitana de São Paulo são 09 intervenções em andamento, totalizando R﹩ 418,7 milhões de reais em investimentos com a modernização de 212,75 quilômetros de estradas. No Estado, são 132 obras com 1.500 quilômetros de vias em modernização que receberam investimentos de R﹩ 5,3 bilhões, geraram 13 mil empregos diretos e indiretos e beneficiarão 155 cidades com as futuras melhorias.

Duplicação de rodovias, faixas adicionais, marginais, novas pistas e recapeamentos de trechos existentes são alguns dos serviços que estão sendo realizados. As obras, além de beneficiar diretamente na mobilidade de quem viaja pelas rodovias que cortam os municípios da Grande São Paulo, contribui na geração de postos de trabalho. Somente para a região, foram mais de 1.018 novos empregos.

O secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, explica que manter obras de infraestrutura é fundamental para a retomada do crescimento econômico e o desenvolvimento regional. “Em todo o estado estamos atualmente com 132 obras em andamento, totalizando 1.500 quilômetros de rodovias. Em tempos de dificuldades, não podemos parar. Essas obras geram milhares de empregos. Além disso, o modal rodoviário é o principal meio de escoamento e abastecimento da população. O crescimento da infraestrutura paulista fortalece a retomada da economia do Estado e do País”.

“As rodovias da região metropolitana são importantes ligações da capital paulista ao litoral e interior do Estado e, com o resultado das obras, temos certeza que os usuários poderão contar com viagens ainda mais seguras e confortáveis”, afirma Milton Persoli, diretor-geral da ARTESP. “Estamos alinhados com todas as concessionárias para que, apesar da pandemia, consigamos seguir com nossa programação, com todos os cuidados necessários para preservar a saúde dos profissionais que atuam nas frentes de trabalho.”

Principais obras em andamento na região:

ARTESP

SP 021

Municípios: Carapicuíba, Osasco

Implantação de Marginal – km 19+700 ao 24+400 – ambos os sentidos (Padroeira – Raposo)

Investimento: R﹩ 57,2 milhões

Início: 01/06/2010

Previsão de término: 31/05/2021

SP 021

Municípios: Carapicuíba, Osasco

Faixa Adicional do km 15+500 ao 19+700 – Interna

Investimento: R﹩ 20,5 milhões

Início: 17/09/2012

Previsão de término: 31/05/2022

SP 021

Municípios: Barueri, Carapicuíba, Cotia, Embu, Osasco, Santana de Parnaíba, São Paulo

Pavimento Rígido – Intervenções ao longo da concessão – Ano 13

Investimento: R﹩ 1,1 milhão

Início: 01/06/2020

Previsão de término: 31/05/2021

SP 021

Municípios: Embu, Itapecerica da Serra

Pavimento Asfáltico – 1ª Intervenção Pista Externa e Interna km 30+000 ao km 43+200 – Trecho Sul

Investimento: R﹩ 18,1 milhões

Início: 02/12/2019

Previsão de término: 01/12/2020

SP 021

Município: São Paulo

Pavimento Asfáltico – 1ª Intervenção Pista Externa e Interna km 51+000 ao km 63+200 – Trecho Sul

Investimento: R﹩ 16,8 milhões

Início: 11/06/2019

Previsão de término: 11/11/2020

DER

SP 250

Duplicação e melhorias no trecho entre o Km 48,7 e o Km 62,6 com total de 13,9 km

Municípios: Vargem Grande Paulista, Cotia e Ibiúna

Investimento: R﹩ 115,1 milhões

Início: Janeiro de 2018

Previsão de término: Dezembro de 2020

SP 250

Duplicação e melhorias na via dividido em dois lotes

Lote 1

Duplicação e melhorias na via, incluindo a elaboração do projeto executivo de duas passarelas, Do Km 45,2 ao Km 48,7

Município: Vargem Grande Paulista

Investimento: R﹩ 25,1 milhões

Início: Setembro de 2018

Previsão de término: Dezembro de 2020

Lote 2

Duplicação e melhorias na via, incluindo a elaboração do projeto executivo de duas passarelas, alargamento de uma ponte e de dois muros de contenção, do Km 62,6 ao Km 69,58

Município: Ibiúna

Investimento: R﹩ 41,9 milhões

Início: Setembro de 2018

Previsão de término: Dezembro de 2020

SP 031

Municípios: São Bernardo do Campo, Santo André, Ribeirão Pires e Suzano

Recuperação da pista e das rotatórias do Km 33,1 ao 70,3

Investimento: R﹩ 19 milhões

Início: junho de 2019

Previsão de término: setembro de 2020

SP 088

Municípios: Arujá e Mogi das Cruzes

Melhorias entre o Km 32 e o 33,3 e duplicação e melhorias no trecho entre o Km 33,3 e o 39,4, além de quatro passarelas nos Kms 33,54; 35,23; 37,97 e 38,81

Investimento: R﹩ 103,9 milhões

Início: janeiro de 2018

Previsão de término: dezembro de 2020

Sobre a ARTESP

A ARTESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – regula o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo há mais de 20 anos. Sob sua gerência, estão 20 concessionárias, que atuam em 10,8 mil quilômetros de rodovias, o que representa quase 31% da malha estadual, abrangendo 283 municípios.

A Agência também fiscaliza o Transporte Intermunicipal de Passageiros, exceto nas Regiões Metropolitanas de São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Litoral Norte. Dentre as ações, realiza auditoria de frota, garagem e instalações, ações fiscais na operação das linhas regulares, nos terminais rodoviários e nas rodovias. Além disso, a ARTESP é responsável pela regulação da concessão de cinco aeroportos regionais.

ARTESP inicia Semana Nacional do Trânsito com desafio de segurança nas redes sociais

Imagem: Freepik
Agência fala das iniciativas em prol da causa da redução de acidentes juntamente com as concessionárias reguladas

A ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo inicia Semana Nacional de Trânsito – de 18 a 25 de Setembro – com um desafio de segurança por meio das redes sociais. Ao lado das concessionárias que integram o Programa de Concessões Rodoviárias Paulistas, a agência tem produzido vídeos que buscam mostrar para a população as iniciativas realizadas para reduzir os acidentes e proporcionar maior segurança no trânsito.

Ao todo, serão divulgados 17 vídeos, com dois minutos de duração, nas redes sociais da ARTESP entre os dias 18 e 25 de setembro. A estreia é amanhã (18), quando serão publicados três conteúdos, sendo um da ARTESP e outros dois das concessionárias CCR SPVias e Rota das Bandeiras.

Veja aqui o vídeo de lançamento do desafio:

“Os desafios têm por objetivo apontar algo além dos números, vamos demonstrar que tanto a ARTESP quanto as concessionárias buscam constantemente melhorar e aprimorar as tecnologias e procedimentos em prol da segurança dos usuários. Há esforços de engenharia, de ações de conscientização dos usuários das rodovias, adequação de atividades, com resultado positivo da redução de acidentes”, afirma Milton Persoli, diretor geral da ARTESP.

Desde 1998, a ARTESP coordena o PRA – Programa de Redução de Acidentes de Trânsito e Segurança Rodoviária. O programa prevê a realização de ações que promovam a segurança viária e incentivem ações de prudência e responsabilidade pelos usuários das rodovias.

Atividades

De 18 a 25 de Setembro, a ARTESP em parceria com as 20 concessionárias do Programa de Concessões Rodoviárias Paulista desenvolveu uma série de atividades presenciais e online com o objetivo de conscientizar os usuários das rodovias sobre pequenas mudanças de comportamento que podem ter grande impacto na construção de um trânsito mais seguro. As atividades integram a Semana Nacional do Trânsito, em parceria com o Programa Respeito à Vida, gerenciado pelo Detran.SP. Além dos vídeos nas redes sociais, serão distribuídos planfletos, faixas e frases educativas nos 388 painéis móveis ao longo da malha concedida com frases sobre segurança e cuidados.

Mobilização na Semana Nacional do Trânsito

O Governo de São Paulo promove centenas de ações educativas e de fiscalização durante a Semana Nacional do Trânsito. A campanha educativa “Sem Respeito Não Dirija” traz mensagens sobre prevenção de acidentes e a importância de um comportamento cidadão no trânsito. Com apoio da Secretaria de Transportes Metropolitanos, as mensagens estão presentes nas estações e vagões do Metrô e da CPTM, além de terminais da EMTU. Em parceria com o DER, ARTESP e concessionárias de rodovias, faixas e painéis eletrônicos dedicam espaço para as mensagens, assim como os canais digitais do Governo de São Paulo e Secretarias no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn. O Detran.SP também promove uma série de webinars com especialistas do Brasil e do exterior. Saiba mais no site http://www.semanadotransito.sp.gov.br .

Sobre a ARTESP

A ARTESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – regula o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo há mais de 20 anos. Sob sua gerência, estão 20 concessionárias, que atuam em 10,8 mil quilômetros de rodovias, o que representa quase 31% da malha estadual, abrangendo 283 municípios.

A Agência também fiscaliza o Transporte Intermunicipal de Passageiros, exceto nas Regiões Metropolitanas de São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Litoral Norte. Dentre as ações, realiza auditoria de frota, garagem e instalações, ações fiscais na operação das linhas regulares, nos terminais rodoviários e nas rodovias. Além disso, a ARTESP é responsável pela regulação da concessão de cinco aeroportos regionais.

GCM prende condenado com arma

Imagem: Divulgação

Equipe da Guarda Civil Municipal, vinculada à Secretaria de Segurança e Controle Urbano da Prefeitura de Osasco, em patrulhamento pela Vila dos Remédios na madrugada de sexta, 11/9, deteve um condenado da Justiça, portando uma pistola calibre 380.

Os GCMs foram alertados por populares sobre o ocupando de um veículo HB20, que estaria apontando a arma para pedestres. O suspeito tentou escapar da abordagem, mas foi perseguido e detido.

Na delegacia constatou-se que o suspeito já havia sido condenado anteriormente por outros crimes. Ele permaneceu à disposição da Justiça. A arma foi apreendida. 

Parques de Osasco reabrem com segurança

Parque Chico Mendes

Alguns equipamentos passam por obras de revitalização. Só o Parque Clóvis Assaf está fechado ao público

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Prefeitura de Osasco reabriu os parques municipais no dia 25/7. De acordo com o decreto nº 12.536, publicado na Imprensa Oficial, os parques funcionam das 10 às 16 horas, devido ao período de pandemia do coronavírus. Enquanto os horários estão reduzidos, a administração realiza obras nos espaços.

Os munícipes utilizam os parques para prática de atividades físicas, como caminhada, corrida e alongamento, além de apreciarem as áreas verdes. Todas as medidas de segurança sanitária são adotadas nos espaços. Na entrada, há um funcionário medindo a temperatura dos frequentadores, que devem usar máscaras.

Os frequentadores também são orientados a cumprir o distanciamento social. Nesse período não há permitido utilizar os bebedouros, playgrounds e as academias ao ar livre.

Intervenções

O Parque Chico Mendes ganhará um batistério. Além da piscina batismal, o espaço terá deck com um púlpito para realização de cerimônias, arquibancadas para que familiares e amigos dos batizados possam acompanhar o ato e também vestiários feminino e masculino. A previsão é de que até o fim de novembro o local seja reaberto para os batismos.

Há espaços que serão recuperados com áreas verdes no Parque Ecológico do Jardim Bonança e no Parque Nelson Vilha Dias.

O Parque Glauco Vilas Boas é outro que passa por recuperação. A Sabesp trabalha no local para recuperar o lago, que foi contaminado após um incêndio num galpão de uma empresa próxima à área de lazer.

No parque será construída uma quadra poliesportiva, sanitários, nova pista de caminhada, espaço pet, estacionamento, implantado playground, academia ao ar livre e nova iluminação em led. Além disso, o lago será cercado a fim de evitar acidentes.

O Parque Manoel Manzano também ganha obras de revitalização, que incluem nova academia ao ar livre, iluminação de led e gramado sintético no campo de futebol, que também receberá bancos de reservas e novo alambrado.

O borboletário do Parque Ecológico Ana Luzia Moura de Freitas  em breve será reformado. Também está em estudo a construção de um borboletário no Parque Ecológico Dionísio Alvarez Mateos.

O Parque das Bicicletas, na rua Paula Rodrigues, no Jardim Piratininga, próximo ao Braço Morto do Rio Tiête, será readequado e ganhará melhorias na infraestrutura e no paisagismo.

Parques Municipais

Parque Chico Mendes – Rua Lázaro Suave, nº 15, City Bussocaba

Parque Clóvis Assaf (Parque Cidade das Flores) – Avenida Ipê

Parque Nelson Vilha Dias (Parque Rochdale) – Avenida Esmeralda

Parque Ecológico e Borboletário Ana Luiza Moura de Freitas (Parque Piratininga) – Rua David Silva, 111

Parque Ecológico Dionísio Alvarez Mateos (Parque Jardim das Flores) – Rua Georgina, 69

Parque Glauco Villas Boas – Avenida Dr. Alberto Jackson Byington com a Alameda Roraima, Jardim 3 Montanhas

Parque Santa Maria – Rua Eugênio Pacelli, 1030, Santa Maria

Parque Manoel Manzano (Parque dos Metalúrgicos) – Rua Sérgio Pompeu

Parque Inácio Pereira Gurgel (Escola-Parque) – Rua Nossa Senhora do Rosário, Km 18

Parque Ecológico do Jardim Bonança – Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 615 – Jardim Bonança

Parque das Bicicletas – Rua Paula Rodrigues, Jardim Piratininga (área próxima ao Braço Morto do Rio Tietê)

Parque Agostinho Bezerra (Parque Bela Vista) – Rua João da Rocha Lima, 117

Pet Parque (Espaço destinado para cães) – Avenida Franz Voegeli, 930, Vila Yara

Observações: Todos estão abertos de segunda a sexta-feira, 10 às 16 horas, menos o Clóvis Assaf, que passa por reforma em parceria com a Sabesp para despoluição do lago

ARTESP realiza blitz de fiscalização em três Terminais Rodoviários da Capital e de Campinas

Imagem: Sturm
Foco da ação foi verificar os horários de saída dos veículos

A equipe de fiscalização de Transporte Coletivo Intermunicipal da ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo realizou nesta quinta-feira (10/09) operações em três terminais rodoviários da capital – Tietê, Barra Funda e Jabaquara – e no Terminal Intermodal Ramos de Azevedo, em Campinas. Com a volta gradativa da rotina no Estado de São Paulo, depois da fase mais aguda da Covid-19, o objetivo foi verificar se as empresas estão atendendo à demanda devido ao aumento do número de passageiros.

No total, 17 agentes participaram da operação conjunta, que foi realizada nos pontos das 13h às 20h e resultou em 155 veículos fiscalizados, 32 autuados e 01 retido. No Terminal do Tietê foram 62 fiscalizados e 12 autuados. Já na Barra Funda, os agentes fiscalizaram 45 veículos, autuaram 16 e retiveram 01. No Jabaquara, foram 22 fiscalizados e 02 autuados. Por fim, em Campinas, 26 veículos foram fiscalizados e 02 autuados.

” O objetivo principal destas operações nos terminais rodoviários é manter o equilíbrio entre a retomada das atividades após a melhora da pandemia no Estado de São Paulo e o atendimento das empresas ao aumento da demanda relativo a esta retomada. Os fiscais observaram se os embarques foram realizados dentro dos horários determinados e se não ocorreu excesso de passageiros nos guichês”, afirma Reonaldo Raitz Leandro, Superintendente de Fiscalização da Diretoria de Procedimentos e Logística da ARTESP.

Os fiscais também verificaram as condições dos veículos, se nenhum item comprometia a segurança dos mesmos, questões de higiene dentro dos veículos, uso de máscaras pelos passageiros ao embarcar, além de orientaram os motoristas para reforçar aos passageiros sobre a necessidade de utilizar máscaras durante todo o trajeto da viagem.

As empresas foram alertadas sobre a necessidade de cumprir o horário estabelecido para evitar filas, aglomerações próximas aos guichês e veículos lotados. A ARTESP é responsável por regular a operação efetuada entre terminais rodoviários e agências de venda de passagens, com a utilização de veículos com poltronas individuais numeradas, porta única para embarque e desembarque, bagageiro externo e proibição de transporte de passageiros em pé.

Para consultar os veículos cadastrados, basta acessar: http://bit.ly/39ItlZg

As imagens da fiscalização nos terminais estão disponíveis neste link: http://we.tl/t-pROw6BMSt9

Sobre a ARTESP

A ARTESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – regula o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo há mais de 20 anos. Sob sua gerência, estão 20 concessionárias, que atuam em 10,8 mil quilômetros de rodovias, o que representa quase 31% da malha estadual, abrangendo 283 municípios.

A Agência também fiscaliza o Transporte Intermunicipal de Passageiros, exceto nas Regiões Metropolitanas de São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Litoral Norte. Dentre as ações, realiza auditoria de frota, garagem e instalações, ações fiscais na operação das linhas regulares, nos terminais rodoviários e nas rodovias. Além disso, a ARTESP é responsável pela regulação da concessão de cinco aeroportos regionais.

Emoção e homenagem marcam cerimônia de formação de 30 novos GCMs em Jandira

Imagem: Paulo Sérgio Mack

Evento ocorreu no último sábado, 8, na Área de lazer do Trabalhador

A Prefeitura de Jandira, através da Secretaria Municipal de Segurança Pública, promoveu no último sábado (5) cerimônia de formatura de novos 30 guardas municipais.

Realizado na manhã do último sábado, na Área de lazer do Trabalhador (tablado), contou com a presença de familiares e autoridades dos municípios de Jandira, Guaíra e Porto Ferreira, que vieram prestigiar a formatura dos 30 GCMs. Ao todo se formaram 15 GCMs de Jandira, 9 de Guaíra e 6 de Porto Ferreira.

Participaram do evento o secretário de Habitação e Planejamento Fernando Ranzatti, os secretários de Segurança de Jandira Eliseu Gomes de Oliveira, e também os comandantes das GCMs de Porto Ferreira, Adilson Santos de Souza, de Guaíra Esmeraldo Palhares Alves, e também de Jandira Joylton Catai.

O curso de formação de GCM, durou cerca 8, meses, e os alunos tiveram as mais variadas aulas como noções de direito penal, meio ambiente, CDC, tiro, direitos humanos, dentre os demais temas abordados e ministrados por especialistas da GCM de Jandira nas 842 horas de curso.

Em suas falas, os representantes das cidades de Guaíra e Porto Ferreira, fizeram questão de enobrecer o trabalho feito com seus GCMs, e deixam claro que a Guarda Municipal de Jandira é referência no Brasil, no tocante a formação e por isso escolheram enviar seus alunos para que pudessem se formar com qualidade, para assim ir às ruas preparados para prestar o melhor serviço à população.

Ao final do evento, os alunos prestaram diversas homenagens aos seus comandantes, professores e instrutores, que por 8 meses passaram conhecimento e prepararam para atuar nas ruas.

A GCM de Jandira é hoje referência nacional na formação e atualização de guardas, e anualmente oferece o curso PATAMO (Patrulhamento Tático Motorizado), esse  muito concorrido. 

Ação do Governo do Estado durante a pandemia nas rodovias de São Paulo completa cinco meses

Parceria entre ARTESP, DER e concessionárias resultou na entrega de milhares de kits de higiene e alimentação, tags de cobrança automática, além de testes de Covid-19 e vacinas da gripe

Desde março, o Governo do Estado de São Paulo coordena ação entre ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo, concessionárias do Programa de Concessões Rodoviárias e Departamento de Estradas de Rodagem (DER), com o objetivo de apoiar os motoristas profissionais durante a pandemia. Foram entregues, nas rodovias concedidas, milhares de kits de alimentação e higiene, além distribuição de tags, vacinação contra influenza e testes rápidos para detecção do COVID-19.

Nos cinco meses (março até agosto), os caminhoneiros receberam 233 mil kits de higiene pessoal e 299 mil kits de alimentação (marmitex com refeição completa, embalagens com lanches ou vales refeição). As operações nas rodovias resultaram ainda na vacinação de mais de 15 mil motoristas contra a Influenza e na realização de 6,2 mil testes rápidos para detecção de COVID-19. Além disso, para evitar o contágio com a troca de cédulas nos pedágios, 54,4 mil tags – adesivos eletrônicos para a cobrança automática de pedágio – também foram entregues sem custo.

“A percepção de que os motoristas profissionais seriam um dos que manteriam a rotina de trabalho, pela necessidade de abastecimento das cidades, fez o governo agir rapidamente e criar um plano de ação para apoiá-los nesse período”, afirma João Octaviano Machado Neto, secretário de Logística e Transportes.

“Com o Programa de Concessões Rodoviárias, foi possível estruturar de forma precisa como seria a distribuição de kits. Assim, os motoristas foram assistidos pelas equipes das concessionárias, com a possibilidade de receber alimentação, imunização, serem testados e encaminhados para mais exames, além de receberem a tags, que evitam o contato humano no pedágio”, avalia Milton Persoli, diretor geral da ARTESP.

A ação continua sendo realizada e a localização varia de acordo com cada rodovia concedida, podendo ser em praças de pedágio, postos de combustíveis ou nos Centros de Controle Operacional (CCOs) das concessionárias. Os motoristas podem conferir os locais de distribuição de kits e distribuição de tags no site http://www.abastecimentoseguro.sp.gov.br/mapa/. A página foi lançada pelo Governo do Estado e conta com um mapa, atualizado semanalmente, onde também estão indicados locais com restrição de circulação dos veículos ou bloqueios municipais.

Outras medidas com o intuito de beneficiar os motoristas também estão sendo tomadas pelo Governo do Estado, como a suspensão das pesagens nas rodovias estaduais, a liberação de espaços nos postos de pesagem das rodovias para apoio e descanso de caminhoneiros, e o acesso liberado para caminhões aos domingos à tarde na chegada à Capital.

Sobre a ARTESP

A ARTESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – regula o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo há mais de 20 anos. Sob sua gerência, estão 20 concessionárias, que atuam em 10,8 mil quilômetros de rodovias, o que representa quase 31% da malha estadual, abrangendo 283 municípios.

A Agência também fiscaliza o Transporte Intermunicipal de Passageiros, exceto nas Regiões Metropolitanas de São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Litoral Norte. Dentre as ações, realiza auditoria de frota, garagem e instalações, ações fiscais na operação das linhas regulares, nos terminais rodoviários e nas rodovias. Além disso, a ARTESP é responsável pela regulação da concessão de cinco aeroportos regionais.

Apesar de tráfego intenso, rodovias paulistas registram queda de mortes e de acidentes no feriado

Imagem: Divulgação
Cerca de 6,8 milhões de veículos viajaram entre os dias 3 e 7 de setembro. Neste ano, o feriado foi prolongado e, mesmo assim, houve menos mortes nas estradas – em 2019 o 7 de Setembro caiu num sábado

Mesmo com o registro de tráfego intenso nas rodovias paulistas, o Governo de SP contabilizou menos mortes (- 7,4%) e menos acidentes (- 15,4%) no feriado de 7 de Setembro na comparação com 2019.

Neste ano, DER e Artesp registraram 25 mortes nas estradas, ante 27 no ano passado, e 757 acidentes, contra 895 em 2019. A comparação abrange 5 dias entre 3 e 7 de setembro deste ano e 5 e 9 do mesmo mês de 2019, quando o feriado caiu num sábado – mesmo com o feriado prolongado agora, houve menos mortes e acidentes.

Somente nas rodovias administradas pelo DER, houve redução de 13,7% no total de acidentes e 53,8% no número de vítimas fatais.

De acordo com o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, os números reforçam a principal preocupação do Governo de São Paulo, que é garantir a segurança dos usuários. “Todos os projetos desenvolvidos na Secretaria junto com a Artesp têm esse objetivo. Manter a qualidade das rodovias, a boa sinalização, além de campanhas educativas permanentes”, afirma.

“A ARTESP, em parceria com as 20 concessionárias reguladas, realizou trabalho de conscientização dos usuários das rodovias, por meio de frases nos painéis móveis sobre o risco do contágio de Covid-19, e de informação sobre as condições das pistas através das redes sociais e plataformas para garantir a segurança”, afirma o diretor-geral da Artesp, Milton Persoli. “Nossas equipes foram reforçadas no feriado prolongado”, completou o superintendente do DER, Paulo Tagliavini.

Movimentação nas estradas

Passaram pelas rodovias 6,786 milhões de veículos neste ano ante 6,761 milhões de 2019, de acordo com os dados coletados pela Secretaria Estadual de Logística e Transportes (SLT), por meio do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e Polícia Rodoviária Estadual – que esteve presente com todo o efetivo operacional nos mais de 22.000 km de rodovias estaduais.

O aumento mais expressivo, dentre as rodovias administradas pelo DER, se deu na Mogi-Bertioga com 71,6% de veículos a mais do que em 2019.

Rodovias Concedidas

No sistema de rodovias que integram o Programa de Concessões Paulista houve redução de 3,2% no fluxo de veículos no período de 3 a 7 de setembro deste ano em comparação a 5 a 9 de setembro de 2019. No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, passaram 2.043 milhões de veículos de 3 a 7 de setembro nas praças de pedágio próximas à capital, resultando em redução de 12,1% dos veículos em ambos os sentidos neste feriado quando comparado ao período de 5 a 9 de setembro de 2019.

Na rodovia Castello Branco (SP 280), principal eixo de ligação para a região Oeste do Estado, de 3 a 7 de setembro passaram aproximadamente 1.596 milhão de veículos nas praças de pedágio de Itu e Itupeva – redução de 11,3 % no fluxo de veículos em ambos os sentidos, quando comparado ao período de 5 a 9 de setembro passado.

No Sistema Anchieta-Imigrantes, que dá acesso às praias do litoral sul e à Baixada Santista, um volume total de 634 mil veículos leves e pesados trafegaram no sistema de 3 a 7 de setembro deste ano – aumento de 20,7% em relação ao período de 5 a 9 de setembro de 2019.

Para a concessão da Ecopistas, que administra as rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto, houve a passagem de aproximadamente 1.053 milhão de veículos de 3 a 7 de setembro nas praças de pedágio do sistema – aumento de 6,1% quando comparado ao período de 5 a 9 de setembro do ano passado.

Na Rodovia dos Tamoios, ligação com o litoral norte, houve um registro de 315 mil veículos nas praças de pedágio em ambos os sentidos de 3 a 7 de setembro – aumento de 67,4% em relação a 5 a 9 de setembro de 2019.

Outras rodovias

– Rodovia Rio-Santos (SP 055), litoral norte: aumento de 53,4 % (de 117.758 veículos para 180.650)

– Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP 055), litoral sul: aumento 26,3% (244.809 veículos para 310.736)

– Mogi-Bertioga (SP 088): aumento de 71,6 % (62.706 veículos para 107.581)

– Rodovia Oswaldo Cruz (SP 125): aumento de 19,1 % (de 45.171 veículos para 53.784)

– Raposo Tavares (SP 270): aumento de 2,9% (de 393.927 veículos para 405.269)

– Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro: aumento de 31,4% (de 65.608 veículos para 86.181)

Travessias

A movimentação foi intensa também nas Travessias Litorâneas do Estado de São Paulo no período de 04/09 a 07/09. O trecho São Sebastião/Ilhabela transportou 5.429 veículos neste feriado – 10% maior em relação ao feriado de 7 de setembro de 2019, quando passaram 4.926 usuários.

O mesmo comportamento foi registrado na travessia Santos/Guarujá, quando 20.455 veículos usaram as embarcações. Em comparação com o mesmo feriado do ano passado teve uma leve alta de 6%, quando transportou 19. 196 veículos.

Apesar do fluxo intenso, as travessias São Sebastião/Ilhabela e Santos/Guarujá não registraram tempos elevados na espera para embarque, fato que se tornou constante desde o ano passado, após o início da nova gestão da SLT em 2019.

Sobre a ARTESP

A ARTESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – regula o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo há mais de 20 anos. Sob sua gerência, estão 20 concessionárias, que atuam em 10,8 mil quilômetros de rodovias, o que representa quase 31% da malha estadual, abrangendo 283 municípios.

A Agência também fiscaliza o Transporte Intermunicipal de Passageiros, exceto nas Regiões Metropolitanas de São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Litoral Norte. Dentre as ações, realiza auditoria de frota, garagem e instalações, ações fiscais na operação das linhas regulares, nos terminais rodoviários e nas rodovias. Além disso, a ARTESP é responsável pela regulação da concessão de cinco aeroportos regionais.