Política

Vereador De Paula apresenta projeto para Blindar vidro das viaturas da GCM

As viaturas da Guarda Civil Municipal (GCM) de Osasco poderão ser equipadas, em breve, com vidro blindado. Para isso, porém, a Câmara Municipal precisará aprovar o Projeto de Lei 24/2018 de autoria do vereador De Paula (PSDB). Pela proposta do tucano, a prefeitura poderá receber os vidros blindadas como doação de empresas privadas.

De acordo com a proposta em tramitação na Casa, os vidros a prova de bala serão instalados nos para-brisa dianteiros das viaturas da GCM. As doações não poderão acarretar qualquer encargo para a administração e deverão ser feitas diretamente à secretaria de Segurança e Controle Urbano.

Com o projeto, os doadores ainda poderão desenvolver parceria com a administração por meio de patrocínio, co-patrocínio, convênio, colaboração e apoio. Em troca, elas serão liberadas para, dentre outras coisas, divulgar sua marca no objeto doado ou em outros locais, desde que obedeça à legislação vigente na cidade como, por exemplo, a Lei Cidade Limpa.

Autor do projeto, De Paula deixa claro que a proposta de doação “não se confunde com possibilidade de recebimento por agente público, de bens ou vantagens indevidas” e que atende, exclusivamente, à necessidade de segurança dos Guardas Municipais.

“O objetivo principal é salvaguardar a vida dos memoráveis funcionários da Guarda Civil Municipal, uma vez que, com mais essa garantia, os mesmos poderão trabalhar com mais segurança e conforto na abordagem de veículos suspeitos, evitando assim, uma possível reação hostil”, justifica De Paula.

O parlamentar lembra ainda que no país, apenas os mais ricos têm condições de blindar seus veículos por conta do alto custo e sugere que os agentes de segurança pública do município tenham os mesmos direitos. Para ele, a contribuição da iniciativa privada é fundamental nesse processo.

“Os Guardas Civis Municipais, na árdua missão de patrulhar a cidade estão sempre arriscados a sofrerem confrontos com a criminalidade, que, fatalmente, culmina com lesões gravíssimas originado por arma de fogo, não muito raro, custando a vida do próprio agente público”, afirma De Paula. “Certamente não há que se colocar obstáculos a doação de tais recursos. Nossos guardas merecem essa segurança para o exercício de sua profissão”, completa o tucano.

Reinaldo Campos propõe utilização de motoambulâncias

 O vereador Reinaldo Campos (Pode) apresentou uma indicação na sessão de terça-feira, 6, propondo à Prefeitura de Barueri a adoção de motoambulâncias no pronto-atendimento da rede pública de saúde.

De acordo com o vereador, os constantes congestionamentos nas vias do município dificultam os deslocamentos do socorro médico, feito por ambulâncias convencionais. Ele citou um levantamento feito por uma empresa de transporte de passageiros que apontou Barueri como a 4ª cidade com os maiores índices de lentidão no país.

“O envio de motos para atender casos de emergência e de risco de vida é uma forma de agilizar os primeiros socorros para pessoas que necessitam de um atendimento médico imediato, pois o transporte por ambulâncias comuns depende muito da fluidez do trânsito”, justificou Reinaldo Campos. “O tempo de chegada de um paramédico até o local da ocorrência é determinante para que a vítima tenha mais chance de sobrevivência”, comentou o vereador.

PPS de Osasco começa a articular a pré-candidatura de Claudio Piteri a Deputado Estadual

O diretório municipal do PPS de Osasco reuniu cerca de 200 lideranças políticas nesta segunda-feira, dia 5 de fevereiro, para começar as articulações da pré-candidatura de Claudio Piteri a deputado estadual. Vereador por cinco mandatos e atual vice-presidente da Fundação Casa, ele tem sido cogitado pela liderança estadual do PPS como nome forte para representar a legenda nas eleições deste ano. Em 2016, Piteri foi o terceiro colocado na campanha para prefeito de Osasco.

Segundo o presidente do PPS de Osasco, o ex-prefeito Guaçu Piteri, a estratégia do partido tem sido qualificar seus quadros e distribuí-los de acordo com a região em que atuam politicamente. “Vamos fazer uma campanha nos moldes tradicionais, valorizando um diálogo mais direto com a população”, informou.

O partido também vai aproveitar ao máximo o potencial da tecnologia para “encurtar” a distância com o eleitorado. “Vamos mobilizar a nossa base de apoio para expandir a campanha, aproveitando as redes sociais para criar um movimento de voluntários para amplificar a nossa mensagem”, comentou a cientista política Juliana Fratini, a estrategista do partido para as redes sociais.

Em seu discurso, Claudio Piteri reafirmou que o principal desafio será resgatar a confiança do eleitor na política. “Mais do que simplesmente pedir voto, vamos às ruas para ouvir o que a população tem a dizer. Vamos construir juntos uma alternativa possível para os problemas que afligem a todos nós”, afirmou.

vereador De Paula quer canal direto entre moradores e Saúde

O vereador De Paula (PSDB) protocolou no legislativo mais uma proposta para o setor da Saúde. O Projeto de Lei 18/2018 prevê a instalação de telefone em todas as unidades de saúde do município com linha direta à Ouvidoria Central da secretaria da Saúde. A intenção do parlamentar tucano é facilitar o registro de reclamações e sugestões dos usuários da saúde pública em Osasco.

De acordo com o projeto, todas as unidades de saúde sob gestão da prefeitura como Unidades Básicas de Saúde (UBS), Prontos-Socorros e Unidades de Pronto Atendimento (UPA), dentre outros, deverão contar com, pelo menos, um aparelho telefônico instalado em local visível para utilização dos usuários. Com ele, quem utilizar a unidade e for mal atendido, por exemplo, poderá formalizar em minutos sua reclamação quanto ao atendimento. O projeto determina respeito ao sigilo do denunciante que receberá um protocolo para acompanhar o andamento da requisição.

“Às vezes você visita uma unidade de saúde e o médico mal te olha, te examina com desdém. Também tem os casos de desacato. Hoje, se o paciente ou acompanhante desacata um servidor da saúde, pode até ser preso, mas se acontece o contrário, a quem devemos reclamar? Com a instalação dos telefones, o morador de Osasco vai ter canal direto com a Ouvidoria da secretaria da Saúde para registrar reclamações sobre esses e outros problemas”, explica De Paula.

A proposta do tucano ainda prevê que os telefones funcionarão no mesmo período que as unidades de saúde. Com isso, postos cujo atendimento é de 24 horas, a linha direta com a Saúde funcionará sem intervalo e durante todo o dia.

“Facilitar o acesso do usuário e melhorar os procedimentos de recebimento de reclamações e solicitações, bem como assegurar que as informações recebidas encontrem respaldo na administração das unidades de Saúde sob gestão municipal, resulta em efetiva melhoria dos serviços oferecidos à população”, completa o vereador.

Ao longo deste mandato, De Paula já emplacou diversos projetos para o setor da Saúde. Ele é autor da proposta que estabelece prazos para realização de consultas e exames na rede pública e que obriga a implantação de prontuários eletrônicos para acompanhamento do histórico de cada paciente que utiliza as unidades de saúde de Osasco.

Câmara devolve mais de um milhão de reais à Prefeitura de Itapevi

O recurso é proveniente de economia realizada pela Câmara sobre o duodécimo repassado pelo orçamento municipal ao legislativo em 2017.

A prefeitura de Itapevi recebeu da Câmara municipal, na tarde desta segunda-feira, 15, um cheque de R$ 1.042.588,17 – referente a sobra do orçamento legislativo de 2017.

O valor é referente a economia anual realizada pela presidência da Casa de Leis, que durante o ano de 2017 revisou diversos contratos e adotou medidas voltadas a economia de materiais de uso diário, mas sem deixar de investir na modernização, acessibilidade, capacitação dos servidores e manutenção.

Durante o ato de entrega do cheque, o vereador e presidente da Câmara, Bruxão Cavanha (PR), destacou que a economia realizada pela é fruto de uma gestão austera, transparente e compromissada com o bem público. “Desde quando assumi a presidência da Câmara, busquei adotar ações que possibilitassem a boa gestão, transparência e zelo com o bem público, pois aqui gerimos um bem do cidadão”, frisou o presidente.

Ainda durante a cerimônia, o presidente sugeriu que o recurso devolvido fosse destinado a investimentos na área da saúde. “Acredito que o prefeito aplicará os mais de um milhão reais na melhoria do serviço público, mas quero pedir que o recurso seja investido na saúde, pois é uma área que vem recebendo importante investimentos, porém ainda precisa de mais para atender a nossa população cada vez melhor”, pediu Bruxão.

Atendendo indicação do presidente e dos vereadores presentes, o prefeito Igor Soares (Podemos), destinará o recurso na compra de equipamentos para o Centro Integrado da Saúde (CIS), que será implantado no prédio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Agradeço ao presidente e aos vereadores pelo compromisso com a nossa cidade. Bruxão, a prefeitura utilizará este recurso para equipar o CIS e atender aos anseios da população e diminuir as filas de espera por exames e realização de consultas na cidade”, disse o prefeito.

Bruxão também lembrou que em janeiro de 2017, a Câmara devolveu aos cofres da prefeitura 150 mil reais, quais a prefeitura investiu na climatização do pronto-socorro central. “Neste ano, com mais R$ 1 milhões devolvidos pela Câmara, o repasse foi 700% superior ao ano passado”, destacou o presidente.

“Praça agora é nossa” quer engajar população em prol de melhorias para os bairros de Itapevi

Primeiro espaço a ser revitalizado será no bairro Novo Amador, neste sábado (13) 

O vereador Professor Rafael (Podemos), líder do governo na Câmara de Itapevi, inicia no próximo sábado (13), 8h, o programa “A Praça agora é nossa”, que visa reunir em mutirão os moradores do bairro e das imediações para melhorias em praças e espaços e de lazer da cidade. A iniciativa começa pela Praça da Rua São José do Rio Preto, no bairro Novo Amador.

“Tivemos a ideia de implantar o projeto, após a prefeitura realizar uma ação em Amador Bueno, que mobilizou funcionários de uma empresa para a reforma de uma praça. Aquilo gerou em mim o desejo de ver nossos espaços transformados com o engajamento dos próprios moradores do bairro”, explicou. A revitalização compreende serviços de capinagem, poda, pintura e limpeza.

O projeto se estende até dezembro e, além dos próprios moradores, deve contar com o apoio de comerciantes locais. “A ideia é que a comunidade entenda que a união de esforços pode tornar o bairro onde elas vivem um espaço muito melhor”, ressaltou o vereador.

Câmara de Carapicuíba apresenta balanço da produção legislativa em 2017

Levantamento traduz o primeiro ano de mandato do presidente Ronaldo Souza (SD)

Divulgação / CMC

Com o encerramento do calendário de Sessões Ordinárias de 2017, a Câmara Municipal de Carapicuíba apresentou, nessa quinta-feira (21), um balanço da produção legislativa neste primeiro ano do mandato de Ronaldo Souza (SD) como presidente da Casa.

 

De acordo com o levantamento, nos últimos 12 meses, foram aprovados pelos vereadores 212 Requerimentos, 283 Indicações, seis Projetos de Resolução, 12 Projetos de Decreto Legislativo e 57 Projetos de Lei, sendo 48 já sancionados pelo prefeito Marcos Neves (PV).

 

A atual Presidência da Câmara também está sendo responsável por agregar mais austeridade, agilidade e transparência ao dia-a-dia do Legislativo Municipal, através de medidas como a compra de equipamentos e serviços por meio de Pregões e outras modalidades licitatórias, a realização de cursos de qualificação para os servidores e a reestruturação do site oficial da Câmara, que vem se adequando à Lei Federal 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação).

 

“Cumprindo com nosso papel de representar os interesses do cidadão carapicuibano, fiscalizar o Executivo e discutir leis que contribuam para o ordenamento da cidade, a Câmara vem, dia após dia, conquistando novamente o respeito da população, o que é muito gratificante para todos nós, vereadores”, avalia Ronaldo Souza.

Câmara defende concessão do bônus do FUNDEB aos professores de Carapicuíba

Requerimento aprovado na Casa cobra manutenção do benefício concedido desde 2009

Por meio de um Requerimento de autoria da vereadora Professora Cida Carlos (PT), a Câmara Municipal de Carapicuíba, está pedindo esclarecimentos ao prefeito Marcos Neves (PV) sobre o bônus da diferença do FUNDEB que os professores da Rede Municipal de Ensino recebiam desde 2009.

 

De acordo com a parlamentar, 40% dos recursos são utilizados para a manutenção da educação e 60%, para o magistério. No entanto, quando sobrava algum resíduo, era distribuído aos professores em forma de bônus, atitude essa adotada pela Prefeitura como políticas de valorização do corpo docente.

Câmara de Carapicuíba defende reforma geral em escola do Parque Santa Teresa

Indicação, apresentada pelo vereador Ari Cardozo, segue para o gabinete do prefeito Marcos Neves

Indicação foi apresentada durante a Sessão Ordinária dessa terça-feira (5) ( Divulgação / CMC
)

A Câmara Municipal de Carapicuíba, por meio de uma Indicação de autoria do vereador Ari Cardozo (PRB), está solicitando à Prefeitura que pleiteie junto ao Governo do Estado uma reforma geral nas dependências da Escola Estadual Professor Natalino Fidêncio, situada no Parque Santa Teresa.

 

De acordo com o parlamentar, a unidade está em péssimas condições e expõe os alunos a riscos de acidentes.

Câmara de Carapicuíba questiona fechamento de classes em Escola Estadual

Requerimento aprovado nessa terça-feira (12) segue para a Diretoria de Ensino

Flavinho Ampermag é autor do Requerimento n° 221/2017 (Divulgação / CMC)

Diante da notícia de que haveria o fechamento das classes do 2° e 3° ano do Ensino Médio do período matutino na Escola Estadual Basílio Bosniac (Vila Silvania), a Câmara Municipal de Carapicuíba está enviando o Requerimento n° 221/2017 à Diretoria de Ensino, e também ao prefeito Marcos Neves (PV), para que preste esclarecimentos à Casa. O documento, de autoria do vereador Flavinho Ampermag (PRP), foi posto em votação pelo presidente da Câmara, Ronaldo Souza (SD), na última semana.

 

No texto, o parlamentar sugere que o fechamento das classes aprofundaria o processo de exclusão educacional de crianças e adolescentes, sobretudo no que se refere aos jovens que também trabalham ou realizam outros cursos durante os períodos da tarde e noite.