Política

Governo de São Paulo anuncia 5 novas Fábricas de Cultura 4.0 no Estado

Principal programa de inclusão cultural do país ganhará novas unidades nas regiões de Heliópolis, Osasco, Santos, Ribeirão Preto e Iguape em 2022; A expectativa é atender um público de 618 mil pessoas; o investimento é de R$ 60,5 milhões 

O Governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira (18) a criação de 5 O Governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira (18) a criação de 5 novas Fábricas de Cultura 4.0 em 2022. As regiões de Heliópolis, Iguape, Osasco, Ribeirão Preto e Santos irão receber as novas unidades do principal programa de inclusão cultural do país. Um investimento de R$ 60,5 milhões do Estado.

“Aceleramos o processo das Fábricas de Cultura para se tornarem 4.0. Ao todo, temos um investimento de R$60 milhões, pois acreditamos e valorizamos a educação e a cultura. Isso é um orgulho para São Paulo, atender os mais humildes e os mais pobres”, disse o Governador João Doria.

Em 11 anos, as 12 unidades das Fábricas de Cultura em funcionamento atenderam 12,5 milhões de pessoas e formou 359.225 mil aprendizes, por meio das 38.995 mil ações de difusão e cursos realizados. O projeto, focado na formação, produção e difusão cultural e destinado para jovens em situação de vulnerabilidade social de 14 a 24 anos, tem 9 unidades em comunidades da capital, uma em Diadema e outra em São Bernardo do Campo, a primeira na modalidade 4.0, inaugurada em setembro de 2020, que já atendeu 270.233 pessoas e formou 2.600 alunos, por meio das 110 ações de difusão e cursos realizados.

Essa é a maior expansão já realizada desde o início do programa, em 2011. As Fábricas de Cultura têm como foco as diversas linguagens culturais. Na versão 4.0, as unidades focam em tecnologia, inovação e criatividade, com cursos de audiovisual, artes visuais, dança, circo, design, drones, games, literatura, moda, música, programação e robótica.

As novas Fábricas de Cultura 4.0 terão espaço maker, coworking, bibliotech, estúdios profissionais, auditório e espaço multiuso. As unidades irão impactar cerca de 2 milhões de pessoas da região, com aporte total em 2021/2022 de R$ 85 milhões. Serão 667 cursos oferecidos por ano, um total de 12.585 vagas, e 3.389 atividades de difusão para um público de 618 mil pessoas nas cinco cidades. O custeio anual das cinco Fábricas 4.0 será de R$ 42,4 milhões.

“Essa é a maior expansão já feita no Programa Fábricas de Cultura do Estado de São Paulo, projeto que é referência nacional e internacional”, afirma Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa. “São equipamentos de alta qualidade, instalados na periferia de São Paulo.”

Descentralização da cultura  

Uma das unidades será no Parque da Cidadania de Heliópolis, na capital, com 310 cursos, 4.185 vagas 1.000 atividades de difusão e estimativa de 200 mil pessoas atendidas. Com um investimento estimado em R$ 27 milhões e custeio anual de R$ 10,6 milhões, a Fábrica de Cultura 4.0 de Heliópolis tem um aporte total em 2021/2022 de R$ 32,5 milhões. A abertura está prevista para dezembro deste ano e a gestão será da Organização Social Poiesis.

A Fábrica de Cultura 4.0 Iguape funcionará no Correio Velho, mais conhecido como Cadeia Velha. Serão 60 cursos, 1.500 vagas e 196 atividades de difusão, para um público estimado em 48 mil pessoas. O investimento é de 11,5 milhões, com custeio anual de R$ 7,4 milhões e aporte total em 2021/2022 de R$ 18,2 milhões. A previsão de funcionamento é em maio deste ano, sob gestão da Organização Social Poiesis.

Já a Fábrica de Cultura 4.0 Osasco ficará localizada no bairro Rochdale. Serão 92 cursos, 1.750 vagas e 490 atividades de difusão, para um público de 100 mil pessoas. O investimento é de R$ 4,5 milhões, com um custeio anual de R$ 7,4 milhões. O aporte total em 2021/2022 é de R$ 8,2 milhões. A previsão de funcionamento é em junho deste ano, também sob gestão da Poiesis.

Ribeirão Preto ganhará uma unidade da Fábrica 4.0 no Complexo Cultural do Morro do São Bento. Serão 105 cursos ministrados, com 2.670 vagas e 850 atividades de difusão, para um público estimado em 140 mil pessoas. O investimento total é de R$ 5 milhões, com custeio anual de R$ 9,6 milhões. O aporte total em 2021/2022 é de R$ 9,9 milhões. O início do funcionamento está previsto para julho deste ano, sob gestão da Organização Social Catavento Cultural.

O litoral também terá uma unidade, na Cadeia Velha de Santos. Serão 100 cursos, 2.480 vagas e 853 atividades de difusão, para um público de 130 mil pessoas. O investimento é de R$ 12,5 milhões, com custeio anual de R$ 7,4 milhões e aporte total em 2021/2022 de R$ 16,2 milhões. A abertura está prevista para setembro deste ano, também sob gestão da Organização Social Catavento Cultural.

As demais unidades de Fábricas do Governo do Estado são: Diadema, Cidade Tiradentes, Sapopemba, Itaim Paulista, Parque Belém, Vila Curuçá (zona leste); Brasilândia, Vila Nova Cachoerinha e Jaçanã (zona norte); Capão Redondo e Jardim São Luís (zona sul), além de São Bernardo do Campo, a primeira a seguir o modelo 4.0.

CRAS do Gabriela realiza evento da Campanha Janeiro Branco

O evento foi também a primeira reunião do ano no CRAS, com a presença de moradores do Jardim Gabriela

Na manhã de hoje (18), foi realizado evento da Campanha Janeiro Branco, no Centro de Referência em Ação Social (CRAS) do Jardim Gabriela.

O evento foi iniciado com uma fala do coordenador do CRAS, Sr. Glebson, que agradeceu os moradores presentes e mostrou uma breve apresentação sobre as expectativas do CRAS para 2022.

Logo após a abertura, a Secretária de Desenvolvimento Social, Carla Santos, realizou uma breve apresentação e destacou em seu discurso, a importância do cuidado com a mente, ressaltando o fato de que, não adianta ter uma boa aparência se a pessoa não tiver saúde mental.

Os representantes da Secretaria de Educação também relataram o esforço da Secretaria no cuidado com a saúde mental dos seus colaboradores e também dos alunos. Eles aproveitaram o momento para  solicitar a atenção das famílias quanto aos sintomas que podem ser sinais de problemas com a saúde mental de nossas crianças.

Após os discursos iniciais, a Presidente do Fundo de Solidariedade, Dra. Denilda realizou a entrega de um kit, em forma de brinde, com shampoo e condicionador, aos presentes no evento. Em seu discurso, a Primeira-dama relatou o trabalho que vem sendo realizado no Fundo de Solidariedade, falou sobre a importância do cuidado com a saúde mental e aproveitou o momento para anunciar que neste ano o Fundo de Solidariedade realizará a implantação de um programa de geração de empregos. A Presidente também buscou conscientizar os presentes sobre a importância de levar suas crianças para vacinar contra a Covid-19.

Por fim, a Assistente Social da unidade do CRAS, Sra. Joana, fez uma apresentação contando a história da Campanha Janeiro Branco, destacando a importância do cuidado com a saúde mental.

Importante ressaltar que a campanha Janeiro Branco busca meios de prevenir e combater o adoecimento emocional, através do autoconhecimento e da qualidade dos relacionamentos mantidos.

Santana de Parnaíba assume vice-presidência da câmara de economía urbana do Mercocidades

Em anos anteriores a cidades já ocupou outras posições importantes no Mercocidades

No final de 2021, Santana de Parnaíba foi nomeada para cargos importantes dentro do Mercocidades, que reúne 10 países da América do Sul para a troca de experiências e discussão de assuntos voltados ao desenvolvimento econômico, tecnológico e sustentável dos países.

Durante a 26ª reunião geral da Cumbre Mercosul, realizada em Buenos Aires, e representada pelo Secretário de Emprego e Desenvolvimento, Mauro Brunetto, a cidade foi eleita como a vice-presidente da câmara de economia urbana, além de chegar a coordenação geral de desenvolvimento econômico local.

Com isso, o município alcança uma posição de destaque no cenário internacional, tendo a possibilidade de liderar ações relacionadas aos temas de economia e tecnologia.

Desde 2014, Santana de Parnaíba faz parte do Mercocidades, onde apresenta aos demais membros as políticas públicas de sucesso implementadas na cidade para o desenvolvimento econômico, tecnológico além da enorme gama de serviços de alto nível prestados à população, e que tem se tornado a marca registrada da cidade, tendo como consequência o crescimento sustentável e comprometido com  as 17 metas dos ODS.

Saúde de Barueri inicia agendamento para vacinar cães e gatos

Agendamento passa a ser mensal

A Secretaria de Saúde de Barueri vai começar a agendar a partir da última semana deste mês a aplicação da vacina antirrábica para cães e gatos. Para agendar, o tutor do animal deve entrar em contato com o Departamento Técnico de Controle de Zoonoses (DTCZ), por meio do telefone (11) 4198-5679 e verificar o dia e horário disponíveis.

De acordo com o DTCZ, ligado à Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde, o agendamento passará a ser mensal neste ano, sempre na última semana de cada mês. É limitado o agendamento para até dois animais por munícipe.

O posto fixo de vacinação fica na rua Rua Anhanguera, 200 – bairro Vila São Francisco.

Depois de realizado o agendamento, o responsável pelo pet deverá comparecer ao local e hora marcados levando o animal para aplicação da dose da vacina. Deverá estar com o termo de responsabilidade impresso, preenchido e assinado. O termo é obtido no site da Prefeitura de Barueri.

Se o dono do animal não puder comparecer, o DTCZ pede para entrar em contato antecipadamente para que a vaga seja disponibilizada para outro. Ainda de acordo com o DTCZ, infelizmente é alto o número de pessoas que agendam mas não comparecem ao posto de vacinação.

No período entre agosto e dezembro do ano passado, 379 pessoas deixaram de levar seus animais ao posto de vacinação. As faltas implicam muitas vezes em descarte de doses do imunobiológico.

Vacinação
A vacina pode ser aplicada em cães e gatos a partir dos três meses de idade, desde que saudáveis.

  • Animais doentes, em tratamento ou convalescendo de cirurgias devem aguardar a recuperação;
  • Fêmeas com prenhez (gestação) suspeita ou confirmada não devem ser vacinadas;
  • Ofereça água e alimentação normalmente após a vacinação;
  • O banho pode ser dado normalmente.

 

Cuidados
Os cães devem ser conduzidos por pessoas responsáveis (maiores de idade) e com capacidade de conter o animal.

  • Cães bravos ou mordedores, de qualquer espécie, e das raças “pit bull”, “rotweiller” e “mastim napolitano” (Lei Estadual 11.531, de 11 de novembro de 2003) devem utilizar focinheira apropriada;
  • Os gatos devem ser transportados em caixas apropriadas e em segurança, não devem ser trazidos livremente, evitando acidentes e fuga do animal, pois o DTCZ situa-se próximo à linha de trem e à avenida principal.

Prefeitura emitirá em fevereiro os carnês para pagamento de IPTU 2022

Carnês serão emitidos pela Prefeitura em fevereiro

A Prefeitura de Barueri começa a distribuir em fevereiro (entre o final da primeira e início da segunda quinzena) os carnês de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para pagamento do exercício 2022.

A Secretaria de Finanças informa que o reajuste é de 9,97% – repasse da UFIB (Unidade Fiscal de Barueri), com base na inflação de 2021. É importante ressaltar que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) acumulado nos 12 meses de 2021 é de 10,42%, portanto, maior que o índice de reajuste do IPTU de 2022.

A UFIB é a referência aplicada a todos os tributos municipais, conforme a Lei Complementar 378/2016. E para esse ano, cada unidade passa a valer R$ 42,12.

Vencimentos
Não há desconto para pagamento à vista. Mas o contribuinte poderá quitar o valor em até quatro vezes, desde que cada parcela não seja inferior a R$ 40,00 (quarenta reais).

O vencimento da primeira parcela será em 31 de março; a segunda, 29 de abril; a terceira, 31 de maio; e a quarta, 30 de junho. Por ora, não há previsão de extensão de novo prazo para quitação do IPTU 2022.

A previsão da Prefeitura é de que sejam emitidos cerca de 99 mil carnês. Quem não receber até 10 dias antes do vencimento da primeira parcela, em março, deverá se dirigir ao Ganha Tempo (Setor Azul), na avenida Henriqueta Mendes Guerra, 550, no Centro, onde solicitará uma Guia para pagamento, ou poderá também imprimi-la acessando o portal da Prefeitura, Emissão de 2ª via de IPTU.

Os débitos não quitados até o prazo de vencimento poderão ser inscritos em dívida ativa com os acréscimos previstos na legislação.

Isenção
Conforme a Lei 1.452/2004 e sua alteração, o IPTU é isento para aposentado, pensionista ou beneficiário de auxílio previdenciário pelo amparo social. A medida é válida para contribuinte possuidor de um único imóvel em Barueri, utilizado exclusivamente para moradia e que não seja destinado a comércio, locação ou qualquer outra atividade remunerada.

Ainda há vagas para trabalhar no Censo 2022 em Jandira

As vagas disponíveis do Processo Seletivo tem remuneração divulgada de até R$2.100,00

De acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Planejamento de Jandira, ainda há: 106 vagas para Recenseador, 2 vagas para Agente Censitário Municipal, e 9 vagas para Agente Censitário Supervisor.

As vagas para Recenseador estão disponíveis para candidatos com ensino fundamental completo, enquanto que Agente Censitário Municipal e Agente Censitário Supervisor, são para candidatos com ensino médio.

A remuneração para Recenseador é por produção, enquanto que para Agente Censitário o valor é R$ 2.100,00 para uma jornada de 40 horas por semana, e para Agente Censitário Supervisor o valor é R$ 1.700,00, pagos também para uma jornada de também 40 horas semanais.

As inscrições para trabalhar no Censo 2022 podem ser realizadas até o próximo dia 21, atravé do site: https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21 

A coleta do próximo Censo Demográfico será realizada entre os meses de junho a agosto de 2022. Para informações mais detalhadas, consultar o endereço: censo2022.ibge.gov.br

Programa para o parcelamento de dívidas com a Prefeitura de Jandira inicia em 20 de Janeiro

O REFIS estará disponível no período de 20 de Janeiro a 21 de Março de 2022

O Programa de Recuperação Fiscal (REFIS) de Jandira, é destinado a promover a regularização das dívidas com a Prefeitura de Jandira, por meio de parcelamentos e descontos em multas e juros, e trata-se de um incentivo importante para que a população consiga regularizar seus débitos com a Prefeitura, evitando assim transtornos provenientes deste endividamento.

Aqueles que fizerem a adesão ao parcelamento, poderão parcelar suas dívidas em até 100 (cem) parcelas mensais, da seguinte forma:

  • Em caso de pagamento a vista, o desconto é de 100% (cem por cento) para multas e juros;

  • Em caso de parcelamento entre 2 e 12 meses, o desconto nas multas e juros será de 80%;

  • Para parcelamento entre 13 e 24 meses, o desconto nas multas e juros será de 50%;

  • Em caso de parcelamento entre 25 e 36 meses, o desconto nas multas e juros será de 30%;

Por fim, caso o optante pelo REFIS decida realizar o parcelamento de suas dívidas entre 37 e 100 meses, não haverá desconto nas multas e juros.

Importante ressaltar que nenhuma parcela poderá ser inferior a R$ 100,00 (cem reais), para pessoas físicas; R$ 300,00 (trezentos reais) para Microempreendedor ou Empresa de Pequeno Porte, e R$ 500,00 (quinhentos reais) para demais empresas.

O detalhamento de todas as diretrizes do REFIS 2022 de Jandira, pode ser conferido na Lei 2.390, disponível em: https://jandira.sp.gov.br/noticias/pdf/Lei/doc-06122021-095520.pdf

Prefeito Marcos Tonho realiza a entrega de 48 novas viaturas para a Guarda Civil Municipal

O prefeito Marcos Tonho entregou na manhã desta terça-feira, (04/01) no bolsão de estacionamento,a entrega de  48 novas viaturas para a Guarda Civil Municipal sendo 26 novas Renegades, 10 Cbs 500, 7 Trail Blazers, 3 Ducatos, além de um Gol e uma S10 que serão utilizados pela corporação. 

As novas viaturas são equipadas para o serviço de policiamento executado pela Guarda Civil Municipal e irão substituir viaturas antigas e ampliar o trabalho de patrulhamento na cidade. 

Durante a solenidade de entrega das novas viaturas o prefeito Marcos Tonho destacou a importância do trabalho da Guarda Civil Municipal de Santana de Parnaíba e o investimento que o município vem realizando para modernizar e equipar a corporação. “Estamos trabalhando com humildade para sermos a cidade mais segura do país, e tenho a certeza de que vamos conseguir”, destacou o prefeito. Ele também lembrou que a guarda é a única do país equipada com fuzis 556. 

Armamento

Além da aquisição de novas viaturas, a Prefeitura de Santana de Parnaíba vem investindo em armamentos e equipamentos para melhorar a qualidade do serviço prestado pela GCM na cidade. Em dezembro o prefeito  fez a entrega de fuzis 556 para a corporação, que passou a ser a primeira do país equipada com este tipo de armamento. Além dos novos fuzis, a administração também tem investido na aquisição de pistolas com calibre 9 mm e carabinas CTT 40.  

Nos últimos 8 anos, a administração municipal adotou uma série de políticas públicas e investimentos como a implantação de iluminação de LED em todo o município, implantação da delegacia da mulher, aquisição de novos fardamentos e coletes balísticos, que levaram o município a se tornar a segunda mais segura do Brasil entre as cidades com mais de 150 mil habitantes.

Prefeitura de Carapicuíba entrega novas armas e coletes para a Guarda Civil

Na última quarta-feira, 22, a Prefeitura de Carapicuíba entregou novas armas e coletes para a Guarda Civil Municipal. Os equipamentos dão melhores condições de trabalho para os guardas e mais segurança a toda população.

Ao todo, são 35 pistolas 9mm, 2 carabinas CT 9 mm, 2 espingardas 12 mm, além dos coletes a prova de balas. Outra melhoria na área da segurança é que no início de 2022 serão chamados mais 10 guardas que foram aprovados no concurso público para aumentar o efetivo.

“Desde nosso primeiro mandato temos investido na Guarda Civil Municipal. Em 2022, vamos aumentar o efetivo e continuar proporcionando equipamentos cada vez melhores. Segurança é prioridade da nossa gestão” afirma o prefeito Marcos Neves.

Vale ressaltar que uma série de melhorias vêm sendo realizadas na segurança da cidade desde 2017. Nos últimos anos novas viaturas (carros e motos) foram entregues, além de armamentos e uniformes. 

Osasco é única cidade que não é capital entre oito mais ricas do País, aponta IBGE

Pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na sexta-feira, 17/12, sobre o Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios brasileiros, com dados até 2019, aponta que o de Osasco passou de R$ 76,6 bilhões em 2018 para R$ 81,9 bilhões no ano seguinte (crescimento de 6,9%).  

A alta é superior à média da Região Metropolitana de São Paulo (6,3%), do Estado de São Paulo (6,2%) e do Brasil (5,5%). O município, de acordo com o levantamento, é único que não é capital entre os oito mais ricos do país, e a segunda maior economia do estado (atrás da capital paulista), seguida por Campinas e Guarulhos. 

O PIB é a soma de todos os bens e serviços finais produzidos por um país, estado ou cidade em um determinado período. Um PIB municipal elevado, portanto, significa que uma cidade que produz muitos bens e serviços gera renda para a sua população. A geração de renda, por sua vez, significa, entre outras coisas, maior mercado consumidor para os empreendimentos locais.  

Em dez anos, entre 2010 e 2019, o PIB de Osasco praticamente dobrou, passando de R$ 43,5 bilhões para R$ 81,9 bilhões.  

Além da alta acima da média dos demais municípios em 2019, a boa notícia é que, após a queda nominal registrada em 2018, o IBGE voltou a indicar crescimento da economia osasquense em 2019, conforme já apontavam outros indicadores, como o de receita de impostos e a geração de emprego formal. 

A tendência deve se manter em 2020 e 2021 em razão da chegada à cidade de grandes empresas do setor de tecnologia e pelo perfil das grandes empresas com sede no município, cujo crescimento vem superando a média das demais. 

Outros destaques da pesquisa: 

– A participação de Osasco na economia do estado passou de 3,47% em 2018 para 3,49% em 2019.  

– Na Região Metropolitana, a participação passou de 6,49% para 6,52%.  

– A participação no PIB brasileiro passou de 1,09%, em 2018, para 1,11%, em 2019.  

– Apesar do crescimento acima da média, Osasco manteve a 8ª posição no ranking de PIB dos municípios, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Manaus e Porto Alegre. É o único município que não é capital entre os oito mais ricos do país, e a segunda maior economia do estado, seguida por Campinas e Guarulhos. 

– Em relação ao setor de serviços, Osasco se manteve como 5º maior do país. A participação do valor adicionado do setor de serviços no PIB, sem desconsiderar administração pública e impostos, passou de 70% em 2018 para 71,1% em 2019. Considerando apenas o valor adicionado ao PIB, a participação do setor de serviços passou de 89,7% para 90,1%, a maior da história, reforçando a vocação de Osasco como um município predominantemente de serviços.