Região

II Encontro Hip Hop – Dance Hall reúne 500 jovens em Itapevi.

Jovens ensaiam nova coreografia apresentada no Encontro. (Divulgação PMI)

Evento contou com workshops de diversos coreógrafos e batalhas de danças

Cerca de 500 pessoas participaram do II Encontro Hip Hop – Dance Hall de Itapevi, realizado na última sexta-feira (21), no Complexo Desportivo Educacional João Salvarani.

Durante o encontro, foram realizados workshops com os coreógrafos Fenyx Fnky, Alex Soares, Tsukasa Ryon e Woolder Fipipe que apresentaram coreografias de hip hop freestyle, clássico, swag e dance hall, entre outros estilos.

No final do dia, aconteceram as famosas batalhas de dança, onde dançarinos apresentam vários estilos competindo pela melhor apresentação.

“É sempre muito importante as ações que estimulam as danças urbanas. Esses eventos são necessários para acabar com o preconceito que existe contra a dança de rua. Isso também é arte e um jovem focado em aprender a dançar e se dedicar a isso com certeza será uma pessoa melhor”, explicou Maria Gabrielle Gomes Araújo, professora de dança, que mora em Barueri.

O evento reuniu ainda participantes de Carapicuíba, Osasco, Jandira, São José dos Campos, Pindamonhangaba, São José do Rio Preto e Curitiba.

“Fiz questão de participar porque adoro danças urbanas e me interesso muito pelo assunto”, contou Jhonathan Gomes Santos, que dança break e veio com 30 amigos de Pindamonhangaba, interior de São Paulo, especialmente para participar do encontro.

Outras modalidades

No final de fevereiro, a Prefeitura de Itapevi realizou o 1º Encontro Hip Hop-Dance Hall, que também reuniu cerca de 500 pessoas.

Na ocasião, foram apresentadas quatro modalidades de danças: hip hop (gênero musical da década de 70 presente nas comunidades jamaicanas, latinas e afroamericanas dos Estados Unidos), dance hall (estilo musical popular jamaicano nascido no fim dos anos 70), jazz funk (subgênero do jazz e com característica americana dos anos 70 e início de 80) e lagartixa (estilo ligado ao hip hop e street dance, popularizado em meados de 80 em São Paulo).

“Queremos fazer deste evento uma rotina na cidade. Nosso objetivo é promover as danças urbanas em Itapevi e também promover a integração com grupos de outros municípios”, disse Thomaz Barovic, professor de dança e um dos organizadores do evento.

TORNEIO DE FÉRIAS

Está definida a primeira fase

A rodada do último final de semana definiu a primeira fase do Torneio de Férias. Na categoria Principal, o Meninos de Ouro não compareceu para enfrentar o Azurra. O Porto deu de 5 a 0 no Bola Mais Um X e o Sem Futuro goleou o 7 de Setembro por 12 a 4. O Balaka derrotou o Último Gole por 6 a 4 e o Bola Mais Um A passou pelo R-9 por 5 a 4. O Furia despachou o Guerreiros por 5 a 3 e a partida entre Vila Cretti e 7 Garotos terminou no 3 a 3.

Menores

Sub 10 – O Crianças do Bem deu de 7 a 2 no América e o Projeto CDB Jandira passou pelo Paulista por 5 a 4.

Sub 12 – O América bateu o Crianças do Bem por 4 a 0 e o Paulista derrotou o Projeto CDB Jandira por 4 a 1.

Sub 14 – O Meninos de Ouro não compareceu para enfrentar o Vila Maria, configurando segundo WO. O América venceu o Garotos da Vila por 4 a 1 e o Família Tibagi deu de 9 a 4 no Paulista.

Próxima rodada

Domingo, 30, tem  primeira rodada da segunda fase, com jogos a partir das 9 horas: Último Gole x Furia, Azurra x R-9, Porto x Bola + Um, Balaka x Vila Cretti, Bola + Um X x 7 Garotos e 7 de Setembro x Amigões.

As categorias menores jogam no sábado, 29. Às 12 e 13 horas, jogam as equipes da categoria Sub 14: Garotos da Vila x Paulista e Família Tibagi x América. Já às 14 e 15 horas, na categoria Sub 16, jogam América x Muno e Cop. Charlie K`Langos x Katados. No final da tarde, às 16 e 17 horas, acontecem as partidas da fase semi-final da categoria Sub 17: Cop. Charlie K`Langos x Pentágono x Real Atletick x Garotos da Vila.

Obras de pavimentação avançam em todo o município.

Funcionários realizam a pavimentação na Estrada da União, no bairro Ingaí. (Sandro Almeida)

Para atender a população como um todo as obras de recapeamento e pavimentação estão sendo realizadas em diversos bairros

Dando continuidade aos mais de 100 km de vias pavimentadas, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Municipais, vem realizando um trabalho intenso com o programa de pavimentação em muitos bairros.

Os moradores da Estrada da União, no Ingaí e os da Estrada do Pingo d’água no Sítio do Rosário, acabaram de receber melhorias em suas vias.

Desde 2013 a gestão municipal já realizou mais de 100 km de pavimentação, sendo todas essas obras realizadas com recursos próprios do munícipio. Cristal Park, Cidade São Pedro, Colinas da Anhanguera, Cururuquara, Jardim Isaura, Parque Santana, Fazendinha e Alphaville foram contemplados com a realização dos trabalhos de recapeamento e pavimentação, proporcionando mais comodidade e segurança para centenas de moradores.

Casos de dengue em Itapevi despencam 84% no primeiro trimestre

Força-tarefa contra o Aedes eliminou quase três mil criadouros do mosquito em quatro meses. (Divulgação PMI)

De janeiro a março, apenas quatro casos de dengue foram registrados na cidade, contra 25 no mesmo período de 2016

 

A cidade de Itapevi registrou queda de 84% no número de casos confirmados de dengue no primeiro trimestre de 2017, na comparação com o mesmo período do ano passado. O número passou de 25 em 2016 para apenas quatro neste ano.

 

Já os casos notificados caíram de 399 nos três primeiros meses do ano passado para 64 no mesmo período de 2017 – outra queda de 84%.

 

Ao mesmo tempo, o número de casos de chikungunya caiu de 7 para zero. Não houve registro de casos de zika neste ano nem em 2016.

 

“Estes números são resultados direto do trabalho realizado pela Prefeitura desde o início do ano. A prevenção é a maior arma de combate ao mosquito”, disse Luiza Nasi, secretária de Saúde e Bem-Estar de Itapevi.

 

“Por isso, intensificamos o trabalho de conscientização e eliminação dos criadouros nos bairros que tiveram maior incidência de dengue no ano passado”, afirmou a secretária.

 

Mutirões a app

A Prefeitura encerrou neste mês de abril a primeira etapa da campanha de combate ao Aedes aegypti, já que em baixas temperaturas diminui o índice de proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

 

“Estamos encerrando os mutirões neste semestre. Mas ainda temos que ficar vigilantes e eliminar todo possível foco do mosquito”, alertou o prefeito de Itapevi, Igor Soares.

 

Além disso, a Prefeitura lançou em fevereiro o aplicativo “Xô Aedes”. Com ele, o munícipe poderá apontar às equipes da Vigilância Epidemiológica a existência de criadouros. O aplicativo conta com sistema de geolocalização, e está disponível para smartphones Android na Play Store, e na Apple Store, para quem usa iPhone.

 

Desde o início do ano, foram realizados 11 mutirões de combate ao mosquito.  Eles reuniram cerca de 100 trabalhadores, entre agentes de saúde e profissionais de limpeza, para eliminar os focos do mosquito e conscientizar a população de que o combate ao vetor das doenças deve ser permanente.

 

A ação teve reforço do Exército, que semanalmente disponibilizou cerca de 20 soldados para auxiliar na tarefa. A ação utilizou também caminhões de lixo, Cata-Bagulho e uma máquina retroescavadeira.

 

Ao todo, foram recolhidas 620 toneladas de entulho e 17 mil casas foram visitadas. A força-tarefa eliminou quase três mil criadouros do mosquito e fez a colocação de tela em 700 caixas d’água.

 

A força-tarefa de combate ao mosquito deve voltar a atuar na Primavera, entre outubro e novembro, quando as temperaturas voltam a ficar mais altas. Mas as ações de rotina das equipes de saúde que fazem o controle dos vetores continuam, assim como a telagem de caixas d’água sempre que necessário.

 

 

2016 e 2017

Ao longo de todo o ano de 2016, 617 casos de dengue foram notificados e 38 confirmados na cidade. No mesmo ano, foram notificados 56 casos de chikungunya e sete foram confirmados. Nenhum caso de zika foi registrado.

 

O ano mais crítico de casos de dengue em Itapevi foi em 2015, quando 3.783 casos foram notificados e 2.125 confirmados. Na ocasião, cinco óbitos foram registrados. Nesse período, não houve casos de zika ou chikungunya.

“Drama da Paixão” atrai milhares de turistas e fiéis nos três dias de espetáculo.

Uma das cenas mais emocionantes do espetáculo, quando Jesus Cristo é crucificado. (Fabiano Martins)

A apresentação emocionou a plateia com a história sobre a vida, morte e ressurreição  de Jesus Cristo

Considerada a segunda maior encenação do Brasil, sobre a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo, o espetáculo “Drama da Paixão” de Santana de Parnaíba, atraiu milhares de pessoas na edição que aconteceu nas noites das últimas quinta e sexta-feira e sábado (13,14 e 15/04) na Barragem Edgard de Souza.

Produzida pela prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, e dirigida por Edimilson Andrade, à montagem teve diversos momentos que emocionaram o público.

Encenada por um elenco composto por 100 atores e cerca de 500 figurantes, entre eles homens do Exército Brasileiro representando a Guarda Romana, o espetáculo foi apresentado em um espaço cenográfico de mais de 15mil m².

O Cenário foi totalmente renovado, produzido com uma técnica inédita de realismo para deixar o publico mais próximo da sensação de estar na época de Jesus.

Mudanças no roteiro também fizeram parte das inovações desse ano, que apresentou a história de Jesus encenada por três atores diferentes para mostrar a infância, adolescência e idade adulta.

Como nos anos anteriores, a peça foi dividida em duas partes. Na primeira, foi encenada a história do Rei Salomão, que em uma conversa com Deus recebe a Sabedoria para governar. Ele tem a missão de unir as 12 tribos e derrotar seu irmão Adonias. Na segunda, mais clássica e muito marcante, apresentou a vida, morte e ressurreição de Jesus. Com momentos especiais, como o Sermão da Montanha, onde o ator Synnaider Barcelos, que interpreta Jesus Cristo, aparece na arquibancada, aproximando o público do espetáculo. Além de toda emoção do julgamento até a crucificação e ressureição de Cristo.

Esse já meu segundo ano no Drama da Paixão e esse ano recebi um grande presente em fazer o personagem Salomão, um verdadeiro sábio. Fazer o Drama da Paixão é maravilhoso, principalmente pela energia que que recebemos do público e de todos que trabalham para esse espetáculo” Isaque Patricio (interprete de Salomão)

Para deixar o espetáculo ainda mais bonito, ao final de cada apresentação, o público, conferiu um show pirotécnico que iluminou o céu durante alguns minutos.

Essa já é a terceira vez que venho assistir a apresentação e gostei muito, pois passa uma linda mensagem. Hoje estou com a minha família e vi que o espetáculo está cada vez melhor, com uma ótima estrutura, principalmente na parte de segurança, quero parabenizar a todos os atores e principalmente aos organizadores desse evento (Fernando Aquino Silva – morador de São Paulo)

 

 

Ação Solidária

Muitos espectadores colaboraram de forma voluntária com o Fundo Social de Santana de Parnaíba, doando alimentos não perecíveis. Ao todo, nos três dias de evento, foram arrecadados cerca de 3,5 toneladas de alimentos, que serão distribuídos às famílias carentes do munícipio, cadastradas pela Secretaria de Assistência Social.

Curso do Senac Osasco desenvolve postura financeira consciente

Tradicional na rede Senac São Paulo, o título Planejamento de Finanças Pessoais está com inscrições abertas para a turma de maio

 

Manter a vida financeira saudável e organizada, embora seja uma tarefa fundamental, representa um desafio para muitas pessoas, sobretudo em tempos de instabilidade econômica. Para apoiar o público que busca o desenvolvimento de uma postura consciente e equilibrada nesse sentido, o Senac Osasco passa a oferecer em seu portfólio o curso Planejamento de Finanças Pessoais.

 

“Há alguns anos, a estabilidade da moeda, associada à queda do desemprego, criou o ambiente perfeito para que a população experimentasse o crédito como solução para a realização de seus sonhos e desejos, sem muito planejamento, o que acabou contribuindo para o endividamento desordenado. Desta forma, ter habilidade para equilibrar as contas e realizar uma boa administração financeira é essencial para o desenvolvimento pessoal, o que também influencia na evolução em outros âmbitos da vida”, contextualiza Paulo Calado, docente da área de gestão e negócios no Senac Osasco.

 

Com carga horária de 24 horas, o curso já é tradicional na rede Senac São Paulo e chega pela primeira vez na unidade Osasco. A turma começa em maio e, para participar, o aluno precisa ter habilidade para cálculos básicos de matemática e conhecimento de Excel.

 

Nas aulas, o participante irá aprender sobre a relação entre as pessoas e o dinheiro no Brasil, orçamento familiar, os impactos das escolhas de consumo nas finanças pessoais, na sociedade e na natureza, consumo consciente, dívidas, investimentos e riscos, além de desenvolver a capacidade para realizar um diagnóstico coerente e verdadeiro da situação financeira: dívida, equilíbrio ou sobra de caixa.

 

“Um dos compromissos do Senac é contribuir com o desenvolvimento social por meio da educação. Oferecer um curso que colabore para que o cidadão mantenha sua estabilidade financeira favorece também a melhora da qualidade de vida, atingindo assim, nosso objetivo como educadores”, declara Claudia Itano, gerente do Senac Osasco.

 

Mais informações e inscrições sobre esse e outros cursos do portfólio da unidade podem ser conferidas no portal www.sp.senac.br/osasco ou pelo telefone (11) 2164-9877.

 

 

Serviço:

Planejamento de Finanças Pessoais

Data: 9 a 25/5

Horário: 13h30 às 17h30 – 3ª e 5ª

Local: Senac Osasco

Endereço: Rua Dante Batiston, 248 – Centro

Osasco – SP

 

Abril/2017

Profissionais da saúde participam de curso de aprimoramento no Instituto Sírio Libanês

Profissionais que atuam na rede municipal de saúde participam de curso de especialização do Instituto Sírio Libanês durante os próximos nove meses.

Curso visa aperfeiçoar a capacidade de atendimento dos profissionais que atuam em áreas relacionadas ao Sistema Único de Saúde – SUS

Com o objetivo de proporcionar um atendimento cada vez melhor para a população parnaibana, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde foi contemplada pela parceria entre o Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa/Hospital Sírio Libanês com o Ministério da Saúde, ANVISA e demais conselhos nacionais e instituições de ensino superior para participar dos cursos de especialização na área da Saúde.

Ao todo 15 profissionais que fazem parte da rede municipal, divididos por tipo de especialização (Gestão de Clínica, Regulação de Saúde, Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente e Preceptoria no SUS), participam dos cursos que tem duração de 09 meses (de março a novembro). O intuito é promover a formação de trabalhadores que atuam no Sistema Único de Saúde.

A indicação dos profissionais ocorreu por conta da indicação do IEP – Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês, junto a Comissão Gestora dos municípios que fazem parte da região.

CAVALOS estreia dia 9 de maio no Centro Cultural São Paulo

Foto: Franciele Meireles e Juliana Smanio

Com dramaturgia e direção de Lucienne Guedes, o espetáculo questiona a relação da arte com o espaço de passagem da cidade, a possibilidade de alteridade entre indivíduos e o empoderamento da mulher

O projeto Cavalos, da Cia Zero8 de Teatro – iniciou-se em 2015 na Escola Superior de Artes Célia Helena, quandoLucienne Guedes  foi convidada para dirigir e fazer a dramaturgia em processo colaborativo com os atores. O grupo partiu da obra de Luiz Ruffato, “Eles eram muitos cavalos (2001)”, assim como de outros textos, incluindo o discurso do autor proferido na Feira de Frankfurt em 2013, no qual Ruffato questiona-se a respeito do que significa ser um escritor num país como o Brasil, onde “o termo ‘capitalismo selvagem’ não é uma metáfora”, segundo suas próprias palavras.

O elenco da peça, predominantemente feminino, questiona a relação da arte com o espaço de passagem da cidade, a possibilidade de alteridade entre indivíduos e o empoderamento da mulher em meio a este cenário caótico. A cada dia um diretor é convidado a fazer parte do elenco, guiando os atores a seu modo e interferindo na linearidade da história.

O convite para viajar nas pequenas histórias de Luiz Ruffato e nos próprios pensamentos sobre espaço urbano ampliou a dramaturgia e revelou a cidade de São Paulo como um não-lugar, um lugar de não-permanência, em que os encontros se fazem através da violência, da falta de tempo e do êxtase.

Como exemplo disso, surgem figuras como a de uma mulher que anda sobre corpos nus, explicitando poeticamente a violência dos padrões impostos para este gênero e a falta de representatividade destas neste espaço. São diversas cenas que, assim como o livro de Ruffato, se sucedem forçando o ritmo de um caleidoscópio que deixa entrever a humanidade estilhaçada e comprimida.

SINOPSE
11 atores estão prontos para realizar um teste para uma peça a ser dirigida por importante diretor/diretora, na cidade de São Paulo. O teste exige técnica, exposição por vezes pessoal e de visão de mundo. Cada um deles vai se virando como pode.

FICHA TÉCNICA:
Direção e Dramaturgia: Lucienne Guedes Assistente de Direção: Leonardo Birche Preparação Corporal: Luaa Gabanini Elenco: Cia Zero8 de Teatro (Ana Paula Pimenta, Bárbara Sgarbi, Irene Catunda, Isabel Oliveira, Jessica Rodrigues, Larissa Janotti, Lígia Cossé, Lucas D’Alessandro, Luísa Mira, Luísa Renaux e Victória Martinez. Cenografia, Figurino e Trilha Sonora: Cia Zero8 de Teatro. Iluminação e Operação de luz: Lui Seixas. Operação de Som:Pedro Knirsh. Fotografia Divulgação: Franciele Meireles e Juliana Smanio. Produção: Contorno Produções e Cia Zero8 de Teatro. Produtores Associados: Escola Superior de Artes Célia Helena. Apoio Cultural: Teatro Pequeno Ato e Espaço Mirabilis. Estagiária em Produção: Gabrielle Vacirca.

SERVIÇO:
09, 10, 11 e 12 de maio às 20 horas.
23 de maio a ​14 de junho
Terças e Quartas às 20 horas.
Dias 07 e 13 de junho também haverá espetáculo às 16 horas.

Sala Adoniran Barbosa
Centro Cultural São Paulo
Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso, São Paulo – SP
150 lugares

Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos.
R$ 20
Pagamentos em dinheiro ou cartão de débito.

(*dias 30 de maio, 7 e 13 de junho: entrada gratuita)

Jandira discute Plano de Medidas Sócio Educativas voltadas a adolescentes infratores

Encontro contou com a participação de vários setores da administração pública e da sociedade. (Roberto Andrade/PMJ)

Encontro na sede da Secretaria de Educação contou com a participação de vários setores da administração pública e da sociedade

 

No último dia 18/04, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Jandira (CMDCA) realizou um encontro para discutir o Plano Decenal de Medidas Sócio Educativas na cidade. A atividade faz parte da preparação do município para o desenvolvimento, aprovação e implantação do Plano ações voltadas a adolescentes que cometem atos infracionais.

A reunião aconteceu na sede da Secretaria de Educação e contou com a participação do vice prefeito de Jandira Manoel Domingues, da controladora geral do município Inês Tzevetana Loureiro, da Juíza da Infância e da Juventude em Jandira Camile Bonilha, do Comandante da Guarda Civil Municipal Joylton Catai, do Capitão da Polícia Militar de Jandira Paulo Freitas e de secretários municipais.

A Juíza Camile Bonilha abordou, em sua fala, os aspectos práticos e objetivos das medidas sócio educativas, que considera importantes para a realização do Plano e algumas diretrizes a serem seguidas.

Já a secretária de Educação de Jandira Ana Paula Correia Leite destacou a importância da integração das secretarias na condução das políticas para as crianças e jovens de Jandira, além de citar a constante preocupação de todos sobre o envolvimento cada vez mais precoce dos jovens com as drogas.

O encontro também contou com uma palestra do especialista da área Nelson Alda Filho, sobre a importância do Sistema Nacional de Atendimento Sócio Educativo (SINASE).

Prefeitura de Jandira prossegue com Operação Tapa Buraco nos bairros da cidade

Operação da Prefeitura passa por vários bairros da cidade. (Roberto Andrade/PMJ)

Centro e outros bairros da cidade passam por intervenções para garantir

 a segurança de pedestres e motoristas

 

            Além de repavimentar umas das principais vias de acesso ao Centro, a Prefeitura de Jandira, com o objetivo de oferecer maior segurança e comodidade aos munícipes, continua com a Operação Tapa Buraco em vários bairros da cidade.

            Além dos trabalhos na Rua Rubens Lopes da Silva – obra que deve terminar nos próximos dias ecompreende a fresagem da capa asfáltica atual, recuperação de bocas-de-lobo, guias e sarjetas e colocação de nova camada de pavimento na pista, – as máquinas da Prefeitura também estiveram em ação na Rua Anita Costa, no entorno da Igreja Católica, no Centro, com a Operação Tapa Buraco.

            Nos próximos dias, serão beneficiadas as ruas Fernando Pessoa, Presidente Castelo Branco, Sinésio Alves Costa e Monteiro, no bairro Jardim Palmares. Com o término dos trabalhos nesse bairro, as atenções se voltam para as ruas do Jardim Nossa Senhora de Fátima. A Prefeitura está ciente de que inúmeras vias da cidade necessitam de trabalhos de recuperação asfáltica e trabalha todas as semanas para que essa demanda seja regularizada.