Osasco

Prefeitura de Osasco cancela a audiência pública sobre a Operação Consorciada Tietê II

osasco-audiencia-publicaA Prefeitura de Osasco, informa por meio da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sehdu), que está cancelada, por motivos técnicos, a audiência pública com o objetivo de discutir e aprovar as alterações à lei 203/2010, que institui a “Operação Urbana Consorciada Tietê II” (OUC Tietê II), que ocorreria em (28/11), a partir das 19 horas, na Sala Osasco. Ainda não há previsão de uma nova data.     

O que é a OUC – Tietê II

A OUC realiza intervenções na região do Bonfim, com influência ao longo do rio Tietê, no trecho compreendido entre o complexo viário Maria Campos/Fuad Auada e o viaduto Tancredo Neves.

Esse é um importante instrumento urbanístico regulamentado pelo Estatuto da Cidade, e neste caso particular, segue a diretriz do Plano Diretor vigente em Osasco, o qual recomenda a área para revitalização urbana, preferencialmente por intermédio de OUC.

Adequa-se, também, aos estudos do Plano Integrado de Transportes Urbanos (PITU) 2025, no qual Osasco está inserido na área metropolitana de maior densidade de população e empregos, por isso precisa ser reestruturada para que a infraestrutura existente, principalmente a de transporte público, não fique ociosa, contribuindo para o equilíbrio entre o uso do solo e os transportes, em especial nas áreas de centralidade, como é o caso da área desta operação urbana.

O grande foco desta OUC é a implantação de espaços públicos e de lazer, aliados a intervenções que marcam a paisagem, criando pontos de interesse e atração, tanto para os munícipes, quanto para as pessoas que transitam pela rodovia ou ferrovia. Dessa forma, o município de Osasco passa a ser identificável ao longo da malha urbana metropolitana, despertando em seus moradores o sentimento de pertencimento e de reconstruir uma identidade.

Texto de Dias Gomes “O Santo Inquérito” encerra o 10º ano do projeto ‘7 Leituras, 7 Autores, 7 Diretores ‘ , que teve como tema a Justiça

image002No encerramento do 10º ano do projeto ‘7 Leituras, 7 Autores, 7 Diretores’, que teve como tema a JUSTIÇA, o clássico texto de Dias Gomes “O Santo Inquérito”, será dirigido por Eugênia Thereza de Andrade, em 6 de dezembro, terça-feira, às 19h30, no Sesc Consolação e dia 7 de dezembro, quarta-feira, às 20h, no Sesc Osasco.

No elenco, os atores Diego Machado, Jorge Luiz Alves, Marcelo Galdino, Renato Forner e Maíra Dvorek, no único papel feminino. As apresentações contam com as participações especiais da cantora Ná Ozzetti e do músico Filipe Massumi (violoncelo).

Sinopse: “O Santo Inquérito” – Dias Gomes

O Santo Inquérito foi escrita por Dias Gomes em 1966. Na peça o autor usa o conceito de distanciamento brechtiano para que o espectador possa refletir sobre nossa realidade e evocar outros heróis e aqueles torturados e mortos pela ditadura militar em 1964 e em dias atuais. Baseou-se num episódio histórico – o de Branca Dias, jovem inocente condenada pela inquisição da igreja católica. Dias Gomes afasta os recursos espetaculares que um escritor romântico traria para o palco e enfatiza os conflitos entre a pureza da personagem, sua boa fé e aqueles que deturpam sua sinceridade e inocência. Mostra que a capacidade de comunicação entre os homens é relativa e que a linguagem, em vez de ser o elo entre as pessoas, pode se transformar em um terrível mal entendido e destruição. O texto é uma das grandes peças brasileiras, por suas intenções artísticas e preocupações sociais.

 

O AUTOR: Dias Gomes nasceu na Bahia e ainda jovem foi para o Rio onde estudou direito e logo abandonou. Aos 15 anos escreveu sua primeira peça com a qual foi premiado. Desde seus primeiros textos assumiu posição de esquerda. Tinha grande conhecimento de literatura universal. Produziu muitas novelas para o Rádio onde conheceu sua mulher, a novelista Janete Clair. Por meio dela foi para a TV Globo onde escreveu novelas de sucesso como “Roque Santeiro” e “O Bem Amado”. Sua peça “O Pagador de Promessa” foi transformada em filme com o qual Anselmo Duarte ganhou o prêmio em Cannes. Dias Gomes foi um dos criadores mais censurados e perseguido pela ditadura militar e, mesmo assim, jamais deixou de ser marxista, até seus últimos dias o autor viveu coerentemente com sua ideologia.

 

Concepção das Encenações
A Concepção e Direção Geral desse o projeto das 7 Leituras é da diretora Eugênia Thereza de Andrade, onde cada Diretor concebe sua leitura como um esboço de encenação teatral usando marcação de cenas, ambientação cenográfica, elementos de figurino, música, desenho de luz e para tal realiza ensaios. Desde o início em 2007 a escolha dos temas das 7 Leituras são pertinentes à contemporaneidade como: “O Barateamento da vida humana” (Bauman), A Tradição da Comédia, Intolerância, Amor, Família, Utopia, 7 vezes Shakespeare, Os 7 Pecados Capitais, Violência e neste 10º ano:Justiça.

II Seminário de Direitos Humanos

124

A Secretaria de Assistência Social está convidando moradores da cidade para participarem do evento do Centro de Referência em Direitos Humanos – CRDH. A palestra ocorrerá no dia 30 de novembro, das 14h às 18h, na sala Osasco.

 Este ano o tema será “Genocídio da Juventude Negra”, e contará com a participação de diversas lideranças comunitárias, membros da sociedade civil organizada, ONG’s de diversas áreas de Direitos Humanos, autoridades policiais e civis, gestores públicos e outros, debatendo com a população para que juntos apontem soluções e caminhos.

 Serviço:

II Seminário de Direitos Humanos 

 Local: Sala Osasco

Endereço: Rua Dimitri Sensaud de Lavaud

Horário: das 14h às 18h

 

Prefeitura promove Olímpiada de Língua Portuguesa

92684c7e294b296869da9e4b6a907921

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Educação, promove, no dia 28 de novembro, às 13h30, o evento de encerramento da Olímpiada de Língua Portuguesa – Escrevendo o Futuro, edição 2016, com o tema “O lugar onde vivo”. O evento acontece no Centro de Formação dos Profissionais da Educação, situado na Avenida Marechal Rondon, 263, no Centro.

 Durante o evento será realizado o lançamento da publicação de 56 poesias da Olímpiada de Língua Portuguesa, produzidas pelos estudantes de 5° anos da rede municipal de Osasco.

 Neste ano, o poema da estudante Beatriz Guimarães Batista, aluna da professora Mariza Carvalho Rega, da CEMEIEF Maria Tarcilla Fornasaro Melli, destacou-se na etapa estadual, sendo indicada para etapa regional dentre 125 melhores do Brasil em 2016.

 Serviço

Olimpíada de Língua Portuguesa 2016

Dia: 28/11/2016

Horário: 13h30

Local: Centro de Formação – Avenida Marechal Rondon, 263 – Centro.

Sema Osasco comemora Dia Nacional da Consciência Negra no parque do Rochdale

766

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, comemorou  domingo (20/11), no Parque Nelson Vilha Dias, no Rochdale, o Dia Nacional da Consciência Negra com o tema “Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento”. Ao longo do dia muita música, dança, teatro, poesia e artesanato. Dentre os artistas que se apresentaram João Pedro Riva e Rosi Cheque (flauta e poesia), Dorgival Nazaro (MPB), Grupo La Vida e Esperança Cigana, além de oficinas de artesanato com Laurita Ferreira.

“No repertório dos artistas poesias, como os versos de GonçalvesDias que, há mais de 150 anos, já colocava em discussão a questão do negro e ressaltava toda sua força, beleza, religiosidade e musicalidade”, sintetizou Isa Ferreira, coordenadora do projeto Domingo no Parque.

A cidade de Osasco tem se destacado na região pelas discussões e consolidação de políticas públicas de Direitos Humanos, e vem mantendo o diálogo, com segmentos voltados à igualdade racial.

Para Carlos Marx, secretário municipal de Meio Ambiente, é preciso diminuir ainda mais as desigualdades sociais entre raças através de políticas públicas voltadas para a população negra e parda. “A raça negra e sua cultura são importantes na formação do povo brasileiro e a igualdade racial é de extrema importância para a democracia”.

Dados divulgados na última sexta-feira (18/11) pelo movimento Todos pela Educação revelam que, no Brasil, brancos frequentam escola por mais tempo, enquanto pretos e pardos têm acesso a escolas de pior qualidade. De acordo com o levantamento, a taxa de analfabetismo é de 11,2% entre os pretos, 11,1% entre os pardos, e 5% entre os brancos. O estudo levou em consideração os critérios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que considerou como negro os cidadãos que se declaram pretos ou pardos.

A Secretaria de Meio Ambiente convida músicos, atores, dançarinos, poetas, artesãos e artistas em geral para participarem do Projeto “Domingo no Parque”, cujo objetivoé propiciar atividades aos moradores próximos aos parques de Osasco e estreitar a relação de todos com o meio ambiente, sempre ressaltando a importância da preservação da natureza e dos recursos naturais.

Teatro nos Parques do Jardim Piratininga e Jardim Bonança

120-2

No domingo, 27, será o encerramento do Circuito Cultural Osasco 2016, com patrocínio da empresa Belgo Bekaert Arames e Realização da Cooperativa Paulista de Teatro e apoio da SEMA Osasco. Serão apresentados dois espetáculos em parques diferentes. De manhã, no Parque do Jardim Piratininga, às 11h, haverá o espetáculo “Gigantes de Ar” com Pia Fraus e à tarde no Parque do Jardim Bonança, às 16h, o espetáculo “Zôo-Ilógico” com Cia Truks-Teatro de Bonecos, com entrada gratuita.

 “Gigantes de Ar” (50 minutos, classificação livre)

O espetáculo é uma reunião de “sketches” inspiradas nas populares apresentações de circo-teatro e nos animais e seus amestradores que reúnem palhaços e bonecos infláveis gigantes, em uma atmosfera de humor e poesia circense. Um elefante azul, três girafas e um casal de cangurus são algumas das atrações do espetáculo, que é um verdadeiro circo a céu aberto.

 “Zôo-Ilógico” (50 minutos, classificação livre)

Pai e filho resolvem fazer um piquenique no zoológico. Ao encontrarem as portas do parque fechadas, não se intimidaram em criar, com muita criatividade e um certo non-sense, o seu zoológico particular, em que bichos serão feitos de pratos, panos, garrafas, talheres e tudo o mais que estiver ao alcance de suas mãos. As nada comuns criaturas viveram situações cômicas ou poéticas.

 Serviço: Circuito Cultural Osasco 2016

 “Gigantes de Ar”

Pia Fraus

Onde: Parque Ecológico do Jardim Piratininga

Quando: 27/11, Domingo às 11h

Endereço: Rua David Silva, 111 ao lado dos Condomínios Acácia e Flamboyant/SESI

“Zôo-Ilógico”

Cia. Truks-Teatro de Bonecos

Onde: Parque do Jardim Bonança

Quando: 27/11, Domingo às 16h

Endereço: Av. Juscelino Kubitscheck de Oliveira, 615-Piscinão-Antigo Clube de Campo

Isa Ferreira – Coordenadora de Projetos

Senac Osasco debate sobre empreendedorismo sustentável

unnamed

Nos dias 23 e 24, o Senac Osasco apresentará a palestra Empreendedorismo Sustentável durante a Semana Global de Empreendedorismo. Com o tema Por um Brasil Melhor, o movimento é articulado pela Endeavor no Brasil e reunirá milhares de organizações em mais de 150 países para debater o assunto no desenvolvimento econômico e social.

“Esta é uma excelente oportunidade para apresentar à comunidade osasquense exemplos de histórias de sucesso. Os participantes serão instigados a despertar uma visão e atitude empreendedora através do evento que tem como objetivo fortalecer, capacitar e inspirar pessoas” afirma Telmo Magalhães, um dos interlocutores de empreendedorismo da unidade.

Esta é a nona participação do Senac São Paulo no evento que terá mais de 200 atividades, todas gratuitas, entre palestras, oficinas, mesas-redondas, exposições, workshops e bate-papos..

Conheça a programação completa e todas as unidades participantes no Estado pelo Portal Senac: www.sp.senac.br/semanaglobal ou diretamente na unidade.

Empreendedorismo no Senac

No Senac São Paulo, o empreendedorismo é um modo criativo e inovador de pensar e agir com relação a oportunidades para a geração de valor individual e coletivo. Trata-se de um conceito mais amplo do que apenas o de iniciar ou gerir um negócio próprio: é a atitude inovadora do profissional ao agir no seu ambiente, identificar oportunidades e criar iniciativas diferenciadas, como uma nova empresa, uma iniciativa social ou sugerir e operar transformações em uma organização.

Dessa forma, a instituição investe na cultura e na experiência empreendedora dentro de suas salas de aula fomentando-a também por meio de ações e eventos realizados ao longo de todo o ano. Entre as iniciativas para fomentar o empreendedorismo junto a sua comunidade de alunos, está o Empreenda!, competição de empreendedorismo e inovação, realizada há 9 anos, que reúne alunos dos cursos de graduação, pós-graduação presenciais e a distância, técnicos, do Programa de Educação para o Trabalho e do programa de Aprendizagem, que premia os melhores projetos apresentados. A cerimônia de premiação será realizada no dia 17 de novembro, às 19h30, no Centro Universitário Senac – Santo Amaro e será aberta ao público.

Lewis segue na frente e final do SuperBike Brasil será em Interlagos

0765-divulgacao

Chuva e pista molhada fazem o piloto de Osasco, Danilo Lewis, da equipe Tecfil Racing Team traçar nova estratégia de corrida em Goiânia (GO), no domingo, 13, para manter-se na liderança do campeonato e garantir o título do SuperBike Brasil 2016, correndo em Interlagos, no próximo mês.

Na 8ª Etapa, que aconteceu neste último final de semana com rodada dupla, Lewis foi o mais rápido no treino classificatório e faturou a SuperPole, no sábado, 12, no Autódromo Internacional  Ayrton Senna, em Goiânia, garantindo o primeiro lugar no grid de largada dodomingo.

 Durante as duas corridas do domingo, o piloto osasquense enfrentou chuva. Experiente e cuidadoso, Lewis afastou-se do pelotão da frente para evitar um possível erro e colocar tudo a perder. Chegou em 6° lugar  na primeira corrida e garantiu o 4° lugar na segunda, ganhando pontos suficientes para manter-se na liderança do campeonato. Agora tem 4 pontos na frente do piloto Diego Faustino, que não conseguiu tirar Lewis do topo da classificação geral durante toda a temporada.

 “Com chuva prefiro usar a cabeça e garantir posições”, disse Lewis. “A disputa fica para Interlagos”, completou o piloto. Se referindo a 9ª Etapa – final da temporada – que aconteceria em Curitiba  (PR), no dia 4 de dezembro, que foi transferida para o Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), na mesma data, a partir das 10h, com arquibancada grátis.

 Em Interlagos, Lewis já mostrou que tem intimidade com a pista. Faturou o campeonato Paulista do SuperBike 2016 e venceu as três primeiras provas do brasileiro deste mesmo ano.

 

As Bahias e a Cozinha Mineira é atração musical no Sesc Osasco

image002

A programação de música do Sesc Osasco do mês de novembro traz no dia 19 de novembro, o trio ‘As Bahias e a Cozinha Mineira’. Indicado ao prêmio Multishow 2016 de revelação o grupo será destaque com o show “Etc e Tal”, no sábado, às 20h. No projeto Ecos Musicais, domingo, dia 26 de novembro, a atração é “Crossrock”, às 16h45.

 O grupo ‘AS BAHIAS E A COZINHA MINEIRA’ é formado pelas vocalistas Assucena Assucena e Raquel Virgínia, por Rafael Acerbi na guitarra, Rob Ashtoffen no baixo, Carlos Eduardo Samuel no teclado, Vitor Coimbra na bateria e Danilo Moura na percussão. A sonoridade de As Bahias e a Cozinha Mineira é bastante diferente do que se costuma ouvir na música popular brasileira. Letras provocativas são acompanhadas de melodias fortes, influenciadas por blues e outros gêneros expressivos.

O repertório da apresentação utiliza, além do primeiro álbum da banda, Mulher,canções de outros compositores da música popular brasileira. Essa é uma prática comum nos shows do grupo. Assucena Assucena fala sobre a escolha: “O disco foi gerado em audições de Gil, Bethânia, Elza, Caymmi. A gente gosta de conversar com a contemporaneidade, que somos nós, e com a tradição, nossos mestres. Faz muito sentido colocar canções como “A Hora do Almoço”, de Belchior, por exemplo”. A cantora também promete um espetáculo mais poético, que conta com o performismo típico dela e de Raquel Virgínia.

Um dos temas mais relevantes no espetáculo, e no trabalho em geral da banda, é a abordagem de questões de gênero. O primeiro álbum, Mulher, explora o universo feminino vivido por duas vocalistas transexuais. “Existe um estereótipo em termos de população trans, uma associação direta com a prostituição. Vejo que para as pessoas não trans nosso trabalho tem sido importante. Mostramos que ser trans é normal e acho que isso quebra tabus”, esclarece Raquel.

A questão política é muito forte para o grupo. Assucena explica: “Um show, uma arte têm um sentido político aberto uma vez que são públicos”. Raquel completa: “No palco, mensagens estão sendo passadas o tempo todo. Existe necessariamente uma posição política”. O intuito do grupo é viajar em turnê com o espetáculo Etc. & Tal por um ano, até o lançamento do próximo disco, previsto para julho de 2017.

Sesc Osasco realiza no mês de novembro programação especial para celebrar o centenário de nascimento do poeta Manoel de Barros

image001

Manoel Wenceslau Leite Barros, ou simplesmente, Manoel de Barros, um dos mais aclamados poetas da contemporaneidade é homenageado neste mês de novembro no Sesc Osasco. (confira abaixo a programação)

 

Intervenção – MÁQUINA DE FAZER POEMAS – O fazedor de amanhecer

Dia 26/11. Sábado, às 14h e às 15h
Intervenção cênico-literária da Cia. Prana de Teatro para espaços de passagem de público.

O violino está fazendo um chamado poético! Gire o seletor da Máquina de Fazer Poemas para escolher a palavra que mais gosta, sinta o chacoalhar do mecanismo e veja… Num piscar de olhos a gaveta abre e entrega um poema fresquinho de Manoel de Barros com a palavra escolhida! Itinerante.
Livre
Grátis
26/11. Sábado, às 14h e às 15h
10 a 11/12. Sábado e domingo, às 16h

 

Pé de Poema

De 01 a 30/11. Terça a sexta, das 13h às 21h30
De 05 a 27/11. Sábados e domingos, das 10h às 18h30

Intervenção na Sala de Leitura que disponibiliza trechos de poemas de Manoel de Barros para os frequentadores, que podem colhê-los na árvore. Sala de Leitura.

Livre
Grátis

 

Polaróides Poéticas – Especial Manoel de Barros – Dia 19/11, sábado, das 16h30 às 18h30

Imagine poder reescrever frases do grande poeta Manoel de Barros e ainda levar para casa uma fotografia da ação?! Essa é a proposta do “Polaroide Poética Especial Manoel de Barros”, que revela de forma instantânea a poesia e a fotografia contida no dia a dia. De forma singular, o público é convidado a dar novos sentidos às palavras e aos fatos cotidianos. As palavras não se encontram na ordem original do poema, mas embaralhadas e dispostas separadamente, a fim de permitir que o participante da atividade possa juntá-las da forma como desejar: seja escrevendo a poesia original do autor ou dando vida a novos poemas com as mesmas palavras. Em seguida, o “poeta polaroide” pode registrar a poesia criada e eternizá-la em imagens por meio de uma cabine fotográfica. Com Renan Inquérito.

Livre
Grátis

Instalação “No quintal de Manoel” – De 19/11 a 29/12. Terça a domingo, às 14h

Série de instalações propõe uma viagem sensorial através de elementos recorrentes em sua composição literária, em diferentes pontos da unidade, convidando o público a passear pelo quintal do poeta que amava as insignificâncias do chão.

Atividade itinerante

Livre
Grátis

 

Entrelivros: Rodas de Leitura Dia 30/11. Quarta, das 15h às 17h

A proposta do CLUBE DA LEITURA no SESC OSASCO é de transitar, por meio da literatura, pelas paisagens do Brasil. Através das crônicas, contos e poesias do Sudeste, nordeste, sul do país muitos autores se revelam e com eles, as imagens construídas através da sua literatura. O sertão de Guimaraes Rosa, a pauliceia de Mario de Andrade, os despropósitos da natureza de Manoel de Barros entre muitos outros. As leituras, sempre acompanhados por uma paisagem sonora, objetivam aproximar de forma lúdica e propositiva os ouvintes para um encontro com o outro e com a leitura prazerosa. De Agosto a Novembro. Com: Lili Flor & Paulo Pixu.
Livre
Grátis

 

Manoel de Barros

Nasceu em Cuiabá-MT, em 1916. Até os 17 anos viveu entre a casa da família e um internato, onde iniciou os estudos. Sua vida acadêmica se passou na cidade do Rio de Janeiro, onde ficou até se formar bacharel em Direito, em 1941. Viveu também em Nova Iorque, Paris, Itália e Portugal.

Conheceu Stella, sua esposa e com ela voltou para o Pantanal-MS, para assumir uma fazenda de gado que recebera de herança, passando a dividir seu tempo entre o Rio de Janeiro e o Pantanal. Ainda que, nesta época, vivesse afastado dos círculos literários, sua poesia já vinha tomando corpo. 

Pertencente à geração de 45, onde despontaram os grandes poetas brasileiros da metade do século XX, Manoel constrói uma linguagem inovadora, que chega ao limite da agramaticalidade, cheia de neologismos e, ao mesmo tempo, remetendo a língua portuguesa às suas raízes mais profundas.

A profunda correlação da fala poética com as imagens visuais, vem de sua leitura do Pe. Antonio Vieira: “eu aprendera em Vieira que as imagens pintadas com palavras eram para se ver de ouvir”.

Jorge La Rossa, escritor espanhol e tradutor da obra de Manoel, fala com propriedade de sua criação poética:  “A obra de Barros é inexplicável como o milagre, comoqualquer obra de arte quando é genuína. É um poeta por necessidade, por dom …  Do estado de ruina do mundo, à inevitável fragmentação do sujeito, sua obra reflete o desmoronamento de uma cultura e de uma forma de humanidade.  Seu universo pantaneiro aparece poeticamente filtrado por pontos de vista humanos, animais, vegetais e minerais altamente elaborados: um mundo intocado e profundamente humanizado, um mundo poético, encantado”.

Manoel cria uma relação única com a linguagem e o mundo. Uma linguagem que desobedece, a seu modo, e que tem um mundo concreto que brinca a seu modo.  Enfim, um poeta singular!

“O que escrevo resulta de meus armazenamentos ancestrais e de meus envolvimentos com a vida. Sou filho e neto de bugres, andarejos e portugueses melancólicos. Minha infância levei com árvores e bichos do chão. Penso que a leitura e a frequentação das artes desabrocha a imaginação para um mundo mais puro. Acho que uma inocência infantil nas palavras é salutar diante do mundo tão tecnocrata e impuro. Acho mais pura a palavra do poeta que é sempre inocente e pobre”.  – Manoel de Barros.

 

Relação de obras

Poemas concebidos sem pecado [1937]

Face imóvel [1942]

Poesias [1956]

Compêndio para uso dos pássaros [1961]

Gramática expositiva do chão [1969]

Matéria de poesia [1974]

Arranjos para assobio [1982]

Livro de pré-coisas [1985]

O guardador de águas [1989]

Concerto a céu aberto para solos de ave [1991]

O livro das ignorãças [1993]

Livro sobre nada [1996]

Retrato do artista quando coisa [1998]

Ensaios fotográficos [2000]

Tratado geral das grandezas do ínfimo [2001]

Poemas rupestres [2004]

Menino do mato [2010]

Escritos em verbal de ave [2011]

Meu Quintal é Maior do que o Mundo [2015]

MEMÓRIAS INVENTADAS

A infância [2003]

A segunda infância [2006]

A terceira infância [2008]

LIVROS INFANTIS

Exercícios de ser criança [1999]

O fazedor de amanhecer [2001]

Poeminhas Pescados numa Fala de João [2001]

Cantigas por um passarinho à toa [2003]

Poeminha em Língua de brincar [2007]

Memórias inventadas para crianças [2011]