Osasco

Francisco Rossi abre mão de candidatura e declara apoio a Rogério Lins para prefeito de Osasco

IMG_1687

A presidente do Partido da República (PR) de Osasco, Ana Paula Rossi, promoveu na manhã de quarta-feira, 16, um café da manhã para a imprensa na sede do diretório do partido com o intuito de divulgar o posicionamento da sigla para as eleições municipais deste ano.

O evento contou com a presença do ex-prefeito de Osasco Francisco Rossi, até então pré-candidato pelo PR às eleições deste ano, e do vereador Rogério Lins (PTN).

Durante coletiva à imprensa, Francisco Rossi anunciou que o partido optou por abrir mão de lançar candidato próprio para apoiar a pré-candidatura de Rogério Lins à prefeitura de Osasco por acreditar ser o melhor para o município.

“Eu abro mão da minha candidatura a prefeito por amor a cidade. Acho que é um momento de renovação e com isso nós oficializamos o nosso apoio para o Rogério Lins por acreditar que ele seja essa mudança, com toda experiência e juventude”, afirmou Rossi.

Já a presidente do PR Osasco, Ana Paula Rossi, assim como seu pai também acredita que essa foi a melhor decisão. “Vínhamos discutindo nosso posicionamento para as eleições há algum tempo. Foi uma decisão tomada em conjunto. Consultamos nossas lideranças, a família e optamos por apoiar a pré-candidatura do Rogério Lins por acreditar que esse projeto possa colocar nossa cidade no eixo. O primeiro passo já demos, sem dúvidas demos o pontapé inicial no caminho certo”, disse Ana Paula.

Para Rogério Lins, receber o apoio da família Rossi é algo que fortalece ainda mais sua caminhada. “É um dia de muita alegria para mim receber oficialmente o apoio do PR nas pessoas de Ana Paula Rossi, que é presidente do partido e ex-vereadora da cidade e do Francisco Rossi que foi prefeito de Osasco, deputado federal, enfim, um verdadeiro ícone da política do nosso País. Agradeço por essa aliança que é tão importante para nossa caminhada. A consagração e vitória desse projeto não é uma vitória pessoal nem só de um projeto político, mas sim uma vitória da cidade de Osasco”, sinalizou Rogério.

O vereador encerrou sua fala convidando Francisco Rossi para coordenar a sua campanha, que prontamente aceitou. “Aceito o convite e agora sou o soldado dessa aliança que acredito será vitoriosa”, afirmou Rossi.

Osasco participa da Hora do Planeta e apaga as luzes no próximo sábado

239-1

Já é tradição em Osasco a participação ao movimento mundial “Hora do Planeta” e neste ano não seria diferente: no sábado (19/03), das 20h30 às 21h30, um dos principais cartões postais da cidade, o Viaduto Reinaldo de Oliveira (Viaduto Metálico), localizado na Avenida dos Autonomistas, terá sua iluminação desligada durante sessenta minutos.

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, convida todos a aderirem à atividade que é promovida pela organização não governamental WWF (World Wide Fund for Nature) com o objetivo de mobilizar governos, empresas e pessoas a refletirem sobre o aquecimento global.

Antecedendo o apagar das luzes da “Hora do Planeta”, ativistas, voluntários e munícipes se reunirão sob o Viaduto Metálico para uma manifestação pública que ainda contará com a Banda Marcial da EMEF Professor Luciano Felício Biondo e a Associação de Capoeira Abadá.

Para Carlos Marx, secretário de Meio Ambiente, é extremamente importante esse de iniciativa . “É urgente uma ação conjunta entre sociedade e gestão pública para combater as mudanças climáticas, que têm causado diversos desastres naturais”, disse.

Atividades de contraturno levam educação integral para alunos do ensino fundamental

260 - Rodrigo Bartanha - Projeto Mais Educação - EMEIEF Jeanet Beaucham 19 (3)

Na segunda-feira (14/03), a escola de ensino fundamental EMEIEF Prof.ª  Jeanete Beauchamp  iniciou  as atividades no contraturno escolar ofertadas por meio do “Programa Mais Educação”. Ao todo 200 alunos do matutino e vespertino participarão de atividades de acompanhamento pedagógico, educação ambiental, pintura, música, arte, esporte e lazer, os quais ampliarão a permanência do estudante no ambiente escolar.

A Secretária de Educação, professora Régia Maria Gouveia Sarmento explica que o Programa Mais Educação constitui-se como uma estratégia do Ministério da Educação para induzir a ampliação da jornada escolar, e a organização curricular na perspectiva da Educação Integral, dentro de escolas da rede pública municipal e estadual.

Os alunos da unidade educacional Jeanete Beauchamp aprovaram a aula inaugural de música, como afirmou a estudante Hallayne Karoline da Silva, 09 anos: “Fiquei encantada com a orquestra do Instituto Fabrica de música e com os instrumentos de saxofone, clarinete, trompete, tuba e flauta. Pretendo em breve tocar lindas musicas até mesmo participar de uma orquestra”, diz.

De acordo com a Margareth Ap. Pires, mãe do aluno Pedro Henrique Pires cursista do 4° ano, o projeto enriquece o conteúdo escolar bem como, mantem a criançada longe das ruas. “Sou residente no bairro Portal D’Oeste e venho acompanhando as ações realizadas; como o avanço na urbanização, o apartamento que moro e o centro cultural na comunidade. Hoje os familiares foram surpreendidos com a orquestra que apresentou canções belíssimas ocasionando uma paz interior. Com toda essa organização, acredito que nossos filhos, através desse projeto terão acesso e formação musical, além do contato com a horta, arte e jogos educativos. Mais uma vez, parabenizo os investimentos da Prefeitura de Osasco”, finaliza.

Equipe Brasilgráfica é a vencedora do Campeonato de Futebol Society do Sindigráficos

Brasilgráfica (1)

No último domingo, 13/3, aconteceu a grande final do XXI Campeonato de Futebol Society do Sindigráficos. A equipe campeã foi a Brasilgráfica, marcando 10 gols contra 2 da Unitec, que foi classificada em segundo lugar garantindo a prata! Na disputa pelo bronze, a equipe Málaga disparou com 18 gols contra 1 da Antilhas (A), que ficou em quarto lugar!

Neste Campeonato, o grande artilheiro foi Júlio César da Lima Jatai, da Málaga, marcando 20 gols durante os jogos disputados. O goleiro de destaque foi Jaime Oliveira Santos, da Brasilgráfica. Já a equipe mais disciplinada foi a Donnelley (A).

O Campeonato começou no dia 17/1, na quadra do MetalClube, no Rochdale, em Osasco. “Anualmente, organizamos o Campeonato para nossos gráficos associados. É um momento de lazer, muita descontração e interação entre os trabalhadores de nossa base, algo essencial para mantermos nossa união nas lutas diárias travadas pelo Sindigráficos”, afirmou Álvaro Pereira da Costa, presidente do Sindicato.

Equipe de Osasco fica em 3º lugar na Copa São Paulo de Kickboxing

201 - divulgacao

A equipe de Kickboxing de Osasco, representada por atletas a A2F Arena Osasco ficou em terceiro lugar na Copa São Paulo de Tatame 2016. A competição é considerada uma das mais tradicionais do calendário estadual e aconteceu no domingo (28/02), no Panela de Pressão, em Bauru.

Mais de 400 atletas participaram da competição e Osasco competiu com 25 atletas. “Tivemos um resultado muito positivo. Conquistar esta colocação com atletas formados em Osasco é um reconhecimento do nosso trabalho. A equipe está de parabéns. O desempenho individual desses atletas nos colocou no pódio”, destacou o técnico e atleta, Gerson Teófilo.

Maternidade Municipal consegue reduzir para 5% mortalidade neonatal precoce nos casos de alto risco

013 - Rodrigo Peterson

O índice de mortalidade neonatal precoce no Hospital e Maternidade Amador Aguiar, em Osasco, encerrou 2015, com uma importante redução de óbitos de bebês na primeira semana de vida, passando dos 9% em 2014 para 5%, no ano passado. Para essa conquista histórica foram adotadas diversas ações, entre elas, o aumento do número de consultas de pré-natal para as gestantes de alto risco, início imediato da alimentação aos recém-nascidos, com leite materno exclusivo e atenção humanizada ao recém-nascido de baixo peso, por meio do Método Canguru 1ª, 2ª e 3ª etapas.

Para o secretário de Saúde, José Amando Mota, o resultado positivo faz parte de um pacote de ações da atual administração. “Trata-se uma evolução de atendimento, porque fizemos tudo o que é possível no que se refere aos investimentos na área de Saúde, com foco na atenção primária e especializada, como na ginecologia, obstetrícia e pediatria”, disse.

Em 2014, a Maternidade realizou 4.816 partos, destes 39 bebês, com até 7 dias de nascidos, vieram a óbito. Em 2015, o número de partos aumentou para 5009, e a taxa de mortalidade neonatal precoce, apresentou considerável redução, chegando a 25.

Entre as ações que foram fundamentais para redução do óbito na primeira semana está o aumento do número de consultas de pré-natal para as gestantes de alto risco. Esses atendimentos são realizados na Casa da Mulher e definidos pelo médico caso a caso, em média a paciente retorna de 2 a 3 semanas até o final da gestação. Em 2015, foram realizados 3.913 atendimentos.

Contribuíram também para a redução da mortalidade neonatal precoce o início imediato da alimentação aos recém-nascidos, com leite materno exclusivo; atenção humanizada ao recém-nascido de baixo peso, por meio do Método Canguru 1ª e 2ª etapa, com o contato pele a pele com a mãe; presença 24 horas dos pais na Unidade Neonatal, favorecendo o aleitamento materno; presença de fonoaudióloga na Unidade Neonatal, incentivando a motricidade oral, o que diminui o tempo de internação; além do aumento na capitação de leite materno, através de visitas domiciliares.

O Hospital e Maternidade Amador Aguiar é considerado referência em gestação de alto risco da região. A unidade foi habilitada pelo Ministério da Saúde (Rede Cegonha) e recebeu a revalidação do Título Hospital Amigo da Criança pela Organização Mundial de Saúde e a UNICEF.

10% dos recém-nascidos na Maternidade Municipal seguem para o Método Canguru

Com o objetivo de propor uma alternativa ao cuidado convencional para bebês nascidos com menos de 2,5 kg no Hospital Municipal e Maternidade Amador Aguiar, a Prefeitura investiu na implantação do Projeto de Atenção Humanizada ao Recém -Nascido Baixo-Peso – Método Canguru. Os resultados têm sido surpreendentes, porque impactaram diretamente na diminuição da mortalidade neonatal precoce.

O Método Canguru é um tipo de assistência neonatal que implica no contato o mais cedo possível entre os pais e o recém-nascido, que começa com o toque e evolui para a posição canguru. Começa com pequenos toques no bebê até chegar na posição desejada. O importante é que seja uma ação prazerosa que promova maior interação entre os pais, recém-nascidos e a família. Essa é uma maneira inicial de dar maior atenção aos cuidados neonatais.

A ideia é que na posição canguru, o recém-nascido de baixo peso fique em contato pele a pele, na posição vertical junto ao peito dos pais ou de outros familiares próximos. O processo deve ser realizado de maneira orientada por um grupo da equipe de saúde adequadamente treinada.

Em Osasco, o Método Canguru é realizado em três etapas. A primeira tem início no acompanhamento pré-natal de uma gestante de risco e segue todo o período de internação do recém-nascido na Unidade Neonatal.

Na segunda etapa, o bebê permanece de maneira contínua com sua mãe e a posição canguru é realizada pelo maior tempo possível. Esse período funciona como um estágio de pré-alta hospitalar.

A terceira etapa se caracteriza pelo acompanhamento da criança e da família no ambulatório ou no domicílio. São feitas três consultas na primeira semana, duas na segunda semana e uma consulta semanal a partir da terceira semana até que o bebê atinja o peso de 2,5 kg.

Benefícios:

Aumenta o vínculo mãe-filho

Reduz o tempo de separação mãe-filho

Melhora a qualidade do desenvolvimento neurocomportamental e psico-afetivo do recém-nascido de baixo peso

Estimula o aleitamento materno

Permite um controle térmico adequado

Favorece a estimulação sensorial adequada do RN

Contribui para a redução do risco de infecção hospitalar

Reduz o estresse e a dor dos recém-nascidos de baixo peso

Propicia um melhor relacionamento da família com a equipe de saúde

Possibilita maior competência e confiança dos pais no manuseio do seu filho de baixo peso, inclusive após a alta hospitalar

Contribui para a otimização dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva e de Cuidados Intermediários devido à maior rotatividade de leitos.

Um exemplo de felicidade

Mirian Martins Rezende, 21, dona de casa, não consegue esconder a emoção cada vez que sente sua pequena Alice, que nasceu de 6 meses, pesando apenas 860 gramas. Após o Método Canguru, a bebê ganhou peso e hoje, dois meses depois, já está com 1,720 quilo.  “É muita felicidade. Minha filha está mais durinha, como se fosse uma criança de mais idade. Devo tudo à essa equipe maravilhosa que nos atende todos os dias”.

CPI das Santas casas conclui seu trabalho

celso giglioA Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI instalada na Assembléia Legislativa para apurar a real situação das Santas Casas no Estado de São Paulo concluiu hoje seus trabalhos com a aprovação do relatório final.

Em toda sua duração em reuniões muito concorridas, a CPI buscou informações, quer seja em relatórios e documentos, quer seja através de oitivas de convidados, tais como o Secretário de Estado da Saúde, David Uip, o Secretário Adjunto da Saúde, Dr. Wilson Polara, o Presidente da FEHOSP – Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo, Édson Rogatti e muitos outros gestores, médicos, especialistas e pessoas envolvidas com o atendimento da saúde pública em nosso estado.

O deputado Celso Giglio, presidente da Comissão de Saúde da ALESP, membro efetivo da  CPI teve destacada atuação em todas as reuniões, em função de sua experiência como médico, como prefeito, cujo cargo já exerceu por dois mandatos e também como presidente  da Associação Paulista de Municipios – APM, onde se tornou profundo conhecedor dos problemas da saúde pública nos municípios.

Ao elogiar o trabalho dos membros da CPI, Celso Giglio afirmou com toda propriedade que “ são muitos os problemas e dificuldades vividas pelas Santas Casas, mas, sem dúvida o mais grave é o financiamento da saúde que hoje sofre com a enorme disparidade da Tabela SUS, há mais de dez anos sem reajuste. O investimento do  governo federal na área está muito aquém da realidade dos custos dos hospitais públicos. Sem a divisão paritária dos custos, o atendimento à população termina por sobrecarregar os municípios  que se desdobram para atender ao povo”.

Com a conclusão da CPI, também a Comissão de Saúde presidida por Giglio, decidiu criar sub comissão de deputados para continuar o trabalho de investigação, divulgar amplamente junto aos operadores e cobrar mais recursos e acompanhamento da gestão desses  recursos públicos, de forma a melhorar o atendimento à população nas Santas Casas e Hospitais Filantrópicos.

“Sobretudo neste momento de grave crise econômica, que tira ainda mais dinheiro da área de saúde, devemos nos desdobrar para oferecer bom atendimento e  melhorar a vida das pessoas”, diz Giglio.

Equipe responsável pelo atendimento ao paciente no novo serviço será a mesma que realizará o proced

Equipe-responsável-pelo-atendimento-ao-paciente-no-novo-serviço-será-a-mesma-que-realizará-o-proced

Equipe responsável pelo atendimento ao paciente no novo serviço será a mesma que realizará o proced

O Hospital Municipal Central de Osasco inicia na próxima segunda-feira, dia 8 de junho, o Ambulatório Cirúrgico. Trata-se de serviço específico para pacientes encaminhados da rede de saúde municipal para realização de cirurgias eletivas – ou seja, aquelas agendadas e sem caráter de urgência. A novidade funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e permitirá reorganizar toda a dinâmica da assistência na unidade, melhorando o fluxo dos atendimentos, além de promover a aproximação entre equipes de saúde e pacientes, com impacto importante na humanização.

“É a primeira vez que o Hospital Central contará com um ambulatório exclusivamente destinado aos casos de cirurgias eletivas. Até então, recebíamos pacientes sem avaliação prévia, para primeira consulta no hospital”, explica o superintendente Dr. Alessandro Neves, que detalha o funcionamento do novo serviço. “Com o Ambulatório Cirúrgico, passaremos a receber usuários previamente triados pela regulação municipal, que estará responsável pelos encaminhamentos ao hospital.

Ao chegar ao Hospital Central, esse paciente passará diretamente com o médico especialista e a cirurgia eletiva será marcada”, afirma o gestor, ressaltando que a mesma equipe médica que atender o usuário no Ambulatório Cirúrgico será responsável por todo acompanhamento do caso – inclusive pela cirurgia.

Estudos indicam que o acompanhamento integral pela mesma equipe, desde a avaliação ambulatorial até a cirurgia, diminui a distorção de diagnósticos e aproxima os profissionais de saúde dos pacientes. Outro benefício é a agilidade no atendimento, tendo em vista que ao ser pré-triado na rede municipal, o usuário chegará ao hospital já encaminhado para avaliação com o especialista correto. “Tanto o hospital quanto os pacientes ganharão muito com o novo ambulatório. Os processos até a cirurgia serão mais ágeis, o atendimento ganhará em humanização e a unidade terá maior capacidade de controle de cirurgias e de custos”, avalia Dr. Alessandro Neves.

Ampliação do Atendimento

Com o início do Ambulatório Cirúrgico, também será possível ampliar a oferta de atendimentos no Hospital. Até então, a grande maioria das cirurgias realizadas na unidade são ortopédicas, muitas das quais de alta complexidade. Porém, o perfil do hospital é definido para média e baixa complexidade. “O grande volume de cirurgias ortopédicas complexas limita a realização de atendimentos em outras áreas. A partir do encaminhamento dos pacientes cirúrgicos pela regulação municipal, poderemos reassumir a vocação de média e baixa complexidade, oferecendo novas especialidades cirúrgicas à população”, garante o superintendente.

Além das cirurgias ortopédicas, o Hospital Municipal Central passará a realizar periodicamente e em maior volume procedimentos nas áreas de Cirurgia Geral, Urologia, Cirurgia Vascular, Ginecologia, Cirurgia Pediátrica e Otorrinolaringologia.

6ª Roda da Viola de Osasco reúne centenas de pessoas no Centro de Eventos Pedro Bortolosso

“Oi Paixão”, sucesso musical de Tião Carreiro e Pardinho, foi apenas um dos muitos clássicos tocados na “6ª Roda de Viola”, realizada no domingo (24), no Centro de Eventos Pedro Bortolosso, no Km 18. O prefeito de Osasco, Jorge Lapas, fez questão de conferir a atividade junto ao secretário municipal João Góis, um dos apoiadores do evento.

“A moda de viola está enraizada na cultura osasquense”, afirmou o prefeito para um público de centenas de amantes do estilo musical. Os movimentos ganharam força com o surgimento na cidade da Casa dos Violeiros do Brasil, Associação Brasileira dos Artistas Sertanejos (ABAS), Rancho Musical e o Centro Nacional da Música Sertaneja, este último liderado por Fusco Netto e Zé Romeiro.

Popularmente conhecida como a “Capital da Viola”, centenas de apreciadores da raiz sertaneja e da viola participaram da atividade de confraternização. Dezenas de duplas profissionais e amadoras tocaram músicas tradicionais da moda de viola no palco do Centro de Eventos durante todo o dia. As comitivas “Os Arrojados de Osasco”, “Tatu Tombado” e “Mé na Mente” ficaram responsáveis pelo preparo dos alimentos, como a tradicional comida tropeira e a galinhada.

“O prefeito é diferenciado e busca fazer o melhor em cada área. Ele é um grande incentivador da cultura e está muito preocupado com a consolidação das raízes culturais e da tradição de cada cidadão”, comentou o secretário de Transportes de Mobilidade Urbana, João Góis. O deputado estadual, Marcos Martins, também compareceu a festa e parabenizou a organização e seus participantes.

ID_9904_26-05-2015-08-44-35
“Osasco é uma cidade que vive suas tradições e cultura. Sabemos da importância de preservar nossas raízes, saberes e ensinamentos e temos muito carinho, respeito e admiração pelos violeiros, a música de viola e seus apreciadores. Esperamos fomentar ainda mais eventos e promover mais encontros para confraternização do público”, destacou Lapas ao lado do presidente da Casa dos Violeiros do Brasil, Antonio Caldeira.

Dona Lourdes Maria, de 73 anos, e João Aparecido Alves, de 78, casados, aprovaram a festa. “Está lindo demais. É isso que queremos: música boa com artistas de todos os lugares e comida gostosa. Deste jeito, a gente passa o dia todo no mesmo lugar”, brincou ela. “Vamos aproveitar e dançar um pouco e porque não abusar do romantismo”, emendou o marido apaixonado.

Também prestigiaram o evento o secretário municipal Waldyr Ribeiro (Relações Institucionais); o presidente da União dos Aposentados de Osasco (UAPO), Octaviano Pereira; o presidente municipal do Partido dos Trabalhadores, José Pedro e o vereador Cláudio da Locadora, dentre outras autoridades.

Team Osasco é destaque nas competições de ciclismo no final de semana

Team-Osasco-é-destaque-nas-competições-de-ciclismo-no-final-de-semana--Team/Eqmax/Orbea/Maxxis/Calypso voltou a subir no pódio neste final de semana, sábado (18) e domingo (19), em duas competições, no Campeonato Paulista Contra Relógio Individual, em Cerquilho e na segunda etapa do Campeonato Paulista de Resistência, em Boituva.

No sábado (18), no Campeonato Paulista Contra Relógio Individual, Sílvia Augusta ficou com o título na Elite feminino, Jéssica Braz venceu a Sub-23 e Karin Kenzler venceu Master.

No masculino, teve dobradinha com Luis Carlos Tavares e Sidnei Fernandes, quarto e quinto colocados na Elite, e Peterson Tozzi e João Antônio Mendes, segundo e quarto colocados, na Sub-23.

No domingo, na 2ª etapa do Paulista de Resistência, o feminino ficou com os três primeiros lugares na categoria elite, com Danilas Ferreira, Viviane Lourenço e Silvia Augusta. Foi segundo e terceiro lugar na sub-23, com Jéssica Braz e Caroline Borges. “Largamos com a estratégia de tentar uma fuga de duas atletas, no mínimo. Durante a prova chovia muito e por isso o percurso estava perigoso, com várias curvas perigosas. Começamos atacar e o pelotão fracionou, ficamos em cinco, eram três de Osasco e duas de Suzano”, comentou Silvia.

Na competição masculina, Fábio Almeida foi o quinto na Elite e Peterson Tozzi foi o segundo colocado na Sub-23. A próxima competição importante da equipe será a Prova Ciclística 1º de Maio, em Indaiatuba.