Itapevi

Prefeitura de Itapevi oferece aulas gratuitas de Zumba e Ritmos

A Prefeitura de Itapevi oferece gratuitamente aulas abertas ao público de Zumba e Ritmos, na quadra externa do Ginásio de Esportes (Avenida Rubens Caramez, 1000A – Centro). As atividades são oferecidas pela Secretaria de Cultura e Juventude. A aula inaugural acontece na próxima segunda-feira (4).

As aulas de Zumba acontecem às segundas e quartas-feiras, e as aulas de Ritmos (mixes de músicas latinas, axé, funk e dance, dentre outros gêneros) são realizadas às terças e quintas-feiras, sempre das 20h às 21h. O local comporta até mil participantes por aula.

Para se inscrever nas modalidades, basta ir pessoalmente ao Ginásio de Esportes, onde será solicitado RG, comprovante de endereço e duas fotos 3×4. Os interessados devem procurar pelo coordenador do projeto Zumba e Ritmos, Eder Cachigian (Caçarola). É preciso chegar com 30 minutos de antecedências às aulas, e utilizar roupas leves e confortáveis para a prática dos exercícios. 

As atividades servem para que as pessoas arejem pensamento, afastem o nervosismo, liberem as emoções e expressem seus sentimentos de uma forma divertida e descontraída“, diz o coordenador de Cultura de Itapevi, Henrique Leão.

Para saber mais sobre as aulas, a Secretaria de Cultura e Juventude de Itapevi (Avenida Luis Manfrinato, 194 – Centro) funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O telefone para contato é o 4205-1871.

Prefeitura de Itapevi abre inscrições para 16 modalidades no programa Mais Esportes

A Prefeitura de Itapevi abre inscrições, a partir do dia 4 de fevereiro, para aulas de 16 modalidades esportivas. Gratuitas, as atividades são oferecidas em 24 polos do Programa Mais Esportes, distribuídos em 16 bairros da cidade. As aulas começam no dia 19 de fevereiro.

As inscrições poderão ser feitas ao longo de todo o ano, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h, no Ginásio de Esportes de Itapevi (Avenida Rubens Caramez, 1000A – Vila Aurora) ou no CIE (Centro de Iniciação ao Esporte – Rua Turiassu, 8 – Alto da Colina).

“Agora é possível fazer inscrições no CIE”, diz o secretário adjunto de Esportes e Lazer, Maurício Murakami, “porque queremos facilitar o processo para quem mora mais distante das áreas centrais”, diz.

São 3.500 vagas para aulas futebol, futsal, basquete, handebol, vôlei, treinamento funcional, ginástica artística, ginástica rítmica, ginástica localizada, judô, MMA (Artes Marciais Mistas), muay thai, capoeira, combattenco, paradesporto e atletismo.

As atividades são oferecidas para o público masculino e feminino a partir dos sete anos – com exceção da Ginástica Rítmica e Artística, onde crianças de quatro anos já podem ser inscritas. As modalidades Funcional e Ginástica Localizada, por sua vez, estão disponíveis apenas para adultos.

Durante as aulas, os alunos recebem ensinamentos práticos e teóricos, em atividades de uma hora de duração, realizadas pela manhã, tarde ou à noite, duas vezes na semana. O material é fornecido pela Prefeitura e o aluno precisa estar usando roupas confortáveis, que permitam a movimentação livre pela quadra.

No ato da inscrição, o aluno poderá escolher o polo onde fará a atividade escolhida. É importante lembrar, porém, que nem todas as atividades estão disponíveis em todos os polos esportivos.

Para se inscrever, é necessário preencher uma ficha cadastral com os dados do interessado, além de apresentar cópia do RG (do responsável e do aluno) ou certidão de nascimento, foto 3×4, comprovante de endereço e laudo de liberação médico para prática esportiva.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4205-4464.

Sobre o Mais Esportes

Em vigor desde 2017, o programa já atendeu cerca de 8 mil itapevienses e, por ano, a iniciativa conta com aproximadamente 3,9 mil crianças e jovens de Itapevi regularmente matriculados em atividades esportivas oferecidas gratuitamente pela Prefeitura. O objetivo é formar atletas e oferecer oportunidades de inclusão social por meio do esporte.

Em 2018, SAMU Regional Oeste registrou mais de 8 mil trotes telefônicos

Cada ligação recebida pelo SAMU Regional Oeste (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) – unidade com sede em Itapevi – pode salvar uma vida em risco, mas parece que uma parcela da população não pensa nisso ao passar trotes telefônicos.

De acordo com um levantamento realizado pelo SAMU Itapevi, em 2018 foram registrados 8.459 trotes, contra 4.921 em 2017 – uma alta de 71,8% em apenas um ano.

Cada vez que uma ambulância composta por profissionais capacitados em salvar vidas sai para atender um trote, temos alguém que ficou sem atendimento, que poderá sofrer as consequências“, diz Juliana Petrin, coordenadora do SAMU Regional Oeste. “Essa pessoa que fica sem auxílio médico pode ser até mesmo um familiar seu”, afirma.

Segundo um estudo publicado em 2015 pela Senado Federal, os prejuízos causados pela prática do trote telefônico somam mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos todos os anos. O levantamento foi feito com base em pesquisas realizadas por profissionais do SAMU do Distrito Federal.

Passar trote telefônico é crime

De acordo com o Código Penal Brasileiro, o ato do trote telefônico é uma infração penal em todas as situações, sejam ligações particulares ou para autoridades públicas. A ação pode ser considerada desde uma contravenção, até um crime efetivamente.

Os trotes contra autoridades são aqueles aplicados aos números públicos e que geram a atuação governamental mediante fornecimento de informações falsas. Este tipo de trote está previsto especificamente em sua norma formal no código penal, com pena de detenção, iniciando-se com a possibilidade de regime semiaberto, ou multa entre um e seis meses.

Neste caso, a conduta é definida no artigo 340, do Código Penal Brasileiro, que trata da comunicação de fato falso para autoridades. Passar trote telefônico é crime, com investigação e julgamento penal.

Ações para combater o trote

Periodicamente, o SAMU Regional Oeste realiza palestras em escolas, empresas e eventos em praças públicas para conscientização da população. Em 2018, o SAMU realizou a capacitação de 600 crianças com faixa etária de 9 a 11 anos nas escolas, com o projeto “Samuzinho nas Escolas”, conscientizando sobre a questão do trote e ensinando primeiros-socorros. O projeto será retomado neste ano nas escolas com o início do ano letivo, em fevereiro.

Atendimento do SAMU

O Serviço (Avenida José Michelotti, 400 – Cidade Saúde) funciona 24 horas. O telefone para emergência é 192 e o atendimento administrativo é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelos telefones 4143-8200 ou 4143-8203.

O SAMU está qualificado para atender chamados de urgência, como infarto agudo do miocárdio, queda de altura de mais de três metros, acidente de trânsito, tentativa de suicídio, gestante em trabalho de parto, engasgo, crises convulsivas, parada cardiorrespiratória, acidentes de transito, vítimas de ferimento por arma branca ou por arma de fogo, dentre outros.

Prefeito Igor Soares inicia conversas para trazer Fatec para Itapevi

A Prefeitura de Itapevi deu início a conversas para trazer para a cidade um polo da Fatec (Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo), instituição mantida pelo Governo do Estado de São Paulo.

As conversas começaram na quarta-feira (23), quando o prefeito Igor Soares se reuniu com o vice-governador Rodrigo Garcia no Palácio dos Bandeirantes. No dia seguinte, Igor encontrou Laura Laganá, superintendente do Centro Paula Souza, órgão responsável pela gestão da faculdade.

Para o prefeito, esta será uma oportunidade para garantir mais formação de qualidade à juventude de Itapevi.

A ETEC, sonho antigo da população, está prestes a ser tornar realidade. Já realizamos a licitação da obra e ainda neste semestre iniciaremos as obras”, disse Igor. Mas, precisamos avançar ainda mais. Itapevi não conta com nenhuma instituição de ensino superior gratuito, e por isso iniciamos as negociações para trazer a Fatec“, afirmou.

O vice-governador afirmou ao prefeito que cidade será atendida. “Faremos o possível para instalar mais uma unidade da Fatec, a primeira de Itapevi”, disse Garcia.

A proposta de utilizar o prédio do atual CEMEB Tarsila do Amaral para instalar o novo equipamento foi bem aceita pelos técnicos do Estado. Paralelamente, serão iniciados os estudos para escolha dos cursos a serem oferecidos na FATEC Itapevi.

Espaço amplo e de fácil acesso. Vamos avaliar todas as características do imóvel e tendo condições daremos continuidade aos trâmites para instalação“, destacou Laura.

O espaço será disponibilizado após a transferência dos alunos da unidade para a Escola do Futuro de Ensino de Tempo Integral, que está sendo construída pela Prefeitura na entrada do bairro Suburbano.

Teremos um prédio vago para oferecer ensino superior de qualidade. Com isso, a população, inclusive a juventude, terá a oportunidade de estudar no município”, ressaltou Igor.

Prefeitura resgata cão em condições de abandono e de maus-tratos

Nesta quarta-feira (23), agentes da GCM (Guarda Civil Municipal) de Itapevi e da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais socorreram um cão da raça pitbull vítima de abandono e maus-tratos na Estrada Lucinda de Jesus Silva, 5, no bairro Recanto da Paz. Os profissionais chegaram até o local após denúncias anônimas de que o animal teria permanecido todo o final de semana sem alimento, sem água, machucado e sujo.

No local, os vizinhos confirmaram o abandono e as condições de maus-tratos. O animal foi recolhido e levado ao canil conveniado da Prefeitura, onde passa bem e recebeu atendimento veterinário. A dona da residência não foi localizada no instante da ocorrência. Vizinhos informam que a proprietária se ausentou ainda no final da última semana e não mais retornou.

O caso deverá ser encaminhado à Delegacia de Polícia de Barueri, que trata de maus-tratos animais. Localizada, a dona do animal deverá prestar depoimento e esclarecer o abandono e os maus-tratos contra o animal. 

Assim como um caso ocorrido nesta terça-feira (23) de um homem que foi multado em R$ 3 mil por crime de maus-tratos contra um cavalo de pequeno porte em sua propriedade, na Estrada Elias Alves da Costa, na no Parque Mira Flores, os técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais acreditam que a dona do cachorro também deverá ser enquadrada no artigo 22 da lei municipal 2.574/18, que trata de maus-tratos animais por manter o cão sem abrigo, em condição de mau-tempo, tempestade ou em lugares com condições inadequadas ao seu porte e espécie, ocasionando desconforto físico ou mental. Ela ainda deverá pagar os R$ 3 mil.

Os técnicos da Prefeitura também acreditam que pela gravidade do caso, é possível que o delegado indicie a dona do cão no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais 9605/98, que trata da prática do ato de abuso, maus-tratos e ferir animais domésticos. Neste caso, a pena seria detenção, de três meses a um ano, além da multa.

“Também como no caso do cavalo, o cão foi encontrado muito debilitado, sem abrigo, já sem energia e sem fonte de alimentação. Havia também muitas fezes quando entramos na residência”, destacou o diretor do Departamento de Cuidados e Proteção Animal da Prefeitura, Wander Rodrigues Silva, que acompanhou o caso.

Após instauração do inquérito policial, o cão deverá também aguardar ordem judicial para liberação. Em caso de multa à dona do cão e reincidência, o valor será dobrado, conforme especifica a legislação.

Como denunciar

A Prefeitura criou, em julho do ano passado, a Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais, a primeira do tipo em toda a Região Oeste, com o objetivo de desenvolver políticas públicas de bem-estar animal – incluindo a fiscalização de maus-tratos.

Para denunciar casos desse tipo, a população pode acionar o telefone 0800-6006428, da Secretaria do Meio Ambiente do estado de São Paulo, ou também a Secretaria do Meio Ambiente e Defesa dos Animais (Rua Heloisa Hideko Koba, 21 – Vila Nova Itapevi), pelo número 4205-0862.

As denúncias também podem ser realizadas pessoalmente, de segunda a sexta-feira, das 8h ás 17h. O e-mail para contato ébemestardoanimal.smada@gmail.com.

Guarda de Itapevi apreende mais de 2,5 mil litros de combustível irregular

Nesta semana, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Itapevi apreendeu mais de 2,5 mil litros de combustível produzidos irregularmente em uma residência no Jardim São Carlos. A corporação também efetuou a prisão, em flagrante, de outros três homens envolvidos no tráfico de drogas nos bairros Jardim Rosemary, Jardim São Carlos e Jardim Itacolomi.

A primeira ocorrência aconteceu no domingo (20), quando agentes da GCM prenderam, em flagrante, um homem de 18 anos que praticava o crime de tráfico de drogas na Rua Serra Negra, no Jardim Rosemary. A Guarda aprendeu cinco cápsulas de cocaína, 31 pacotes de maconha e 39 pedras de crack.

Os GCMs efetuaram a prisão durante patrulhamento de rotina e após denúncia anônima. Ao ser abordado, as drogas foram localizadas e o suspeito disse que “praticava o crime por necessidade”. As drogas foram periciadas e confirmadas. Levado à delegacia, o homem deverá participar de audiência de custódia para definição da pena.

Na segunda-feira (21), a GCM de Itapevi prendeu, também em flagrante, um homem de 18 anos acusado de cometer o crime de tráfico de drogas. A prisão aconteceu na Rua Pirarucu, no Jardim São Carlos. Com ele foram apreendidos R$ 516 em dinheiro, 160 cápsulas de cocaína, 37 pedras de crack e 45 pacotes de maconha. As substâncias foram periciadas em laboratório e confirmadas.

O homem foi preso durante patrulhamento de rotina da Guarda. Os agentes chegaram até o suspeito após denúncia anônima. Inicialmente haviam três suspeitos, dois deles conseguiram fugir e um foi capturado na mata, após perseguição. As drogas foram apreendidas durante revista pessoal e o homem declarou ser usuário, mas diante da quantidade apreendida ele foi encaminhado à delegacia, indiciado e deverá passar por audiência de custódia para determinar a pena a ser cumprida.

Também na segunda-feira (21), a Guarda de Itapevi, prendeu, em flagrante, outro homem de 19 anos, acusado também pelo crime de tráfico de drogas. Os agentes efetuaram a prisão na Rua Floriza Nunes de Camargo, no Jardim Itacolomi. Os agentes apreenderam com o suspeito R$ 40 em dinheiro, 20 cápsulas de cocaína e 14 pedras de crack. As drogas foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística de Barueri para averiguação e as substâncias confirmadas em laboratório.

Os GCMs chegaram até o homem durante patrulha de rotina. Ele tentou fugir quando foi avistado, mas acabou alcançado.  A equipe do Canil colocou o cão policial em ação, que encontrou as drogas. O homem tinha contra ele um mandado de prisão expedido pela 15ª Vara Criminal de São Paulo pelo mesmo crime de tráfico de drogas. Ele foi levado à Cadeia Pública e, posteriormente, para uma prisão no estado paulista para cumprimento do restante da pena.

Ainda na segunda feira (21), a GCM efetuou uma grande apreensão de combustíveis sendo comercializados clandestinamente. A ocorrência aconteceu na Rua Sardinha, no Jardim São Carlos. Um homem de 20 anos foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos sobre a produção e manuseio irregular da de diesel e de gasolina. Cerca de 2,5 mil litros do material estavam sendo produzidos de forma inadequada e sem inspeção técnica na residência. Em 37 bombonas de 50 litros os Guardas recolheram diesel e em ouras duas bombonas também de 50 litros estava sendo produzida a gasolina. Os combustíveis foram levados até o Instituto de Criminalística para perícia e confirmados em análise laboratorial.

A Guarda chegou até o homem após receber denúncia anônima. Uma caminhonete modelo GM/Montana também foi apreendida porque estava sendo carregada com o combustível clandestino.

O suspeito foi questionado e disse que não comercializava o material. Disse que o combustível havia sido retirado de um caminhão de um colega e seria transportado para outro veículo porque eles viajam muito e precisavam de bastante combustível, já que em outros estados o material era muito caro.

Diante da situação, o caso foi levado à delegacia. O delegado determinou perícia do veículo, que acabou sendo devolvido ao proprietário por não constar irregularidades documentais. As bombonas e combustíveis foram apreendidos pela GCM. A Polícia Civil determinou que a Defesa Civil realize perícia no espaço com o objetivo de notificar o proprietário do estabelecimento pelas condições irregulares de armazenamento do material.    

Prefeito Igor Soares lança programa Criança Feliz em Itapevi

Ação vai ampliar rede de atenção e cuidados a crianças de zero a seis anos cadastradas em programas sociais

O prefeito Igor Soares lançou na manhã desta quinta-feira (24), na sede da Prefeitura de Itapevi, o programa Criança Feliz, que tem como objetivo ampliar a rede de atenção e o cuidado integral às crianças na primeira infância (de zero a seis anos).

Em parceria com o Governo Federal, idealizador do programa, serão realizadas visitas domiciliares para promover o desenvolvimento das crianças com ações de saúde, educação, assistência social, cultura e direitos humanos.

Este programa é muito importante porque está focado diretamente na qualidade do desenvolvimento das nossas crianças, prioridade número um da nossa gestão”, explicou o prefeito Igor Soares para cerca de 50 mães que participaram do evento.

O Criança Feliz é destinado a gestantes e crianças beneficiárias dos programas Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada (BPC). Crianças de até seis anos afastadas do convívio familiar por decisão judicial também estão inseridas na ação.

As visitas terão início na segunda quinzena de fevereiro e serão realizadas em residências de famílias que aceitaram participar do programa. “Na prática, as visitadoras serão conselheiras destas famílias, dando suporte social e orientações em geral”, explicou a assistente social e supervisora do programa em Itapevi, Débora Maria da Silva.

Na próxima semana, cinco servidoras da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania, farão treinamento para iniciar os trabalhos de visitação.

Repasse

O repasse do programa Criança Feliz é de R$ 75,00 mensais por família visitada. Em Itapevi, o atendimento será inicialmente realizado com 200 famílias, totalizando cerca de R$15.000,00 por mês, que serão utilizados na realização de eventos educativos e culturais e aquisição de brinquedos e livros para as crianças. Em contrapartida, a Prefeitura disponibiliza funcionários e a estrutura para manutenção do programa.

Câmara de Itapevi aprova leis de proteção animal

Assim como ocorreram debates de políticas públicas para segurança pública, educação, transporte e combate às drogas na Câmara Municipal de Itapevi, os vereadores debateram e aprovaram, em 2018, leis de proteção aos animais na cidade.

As leis aprovadas são de autoria dos parlamentares e do poder executivo. Entre elas está a lei 2.555/18, que estabelece normas para o cuidado comunitário dos animais em situação de rua em Itapevi. A lei é de autoria da vereadora Mariza (PSL).

Já a lei 2.586/18, de autoria do vereador Bruxão Cavanha (PR), incluiu no calendário oficial da cidade o “Dia do Bem-Estar Animal e a Cãominhada”. Ainda de iniciativa da Câmara, a lei 2.627/19, de autoria do vereador Denis Lucas (PRB), autoriza a prefeitura a firmar parcerias para implantação de comedouros para alimentação de cães e gatos de rua em diferentes pontos da cidade. 

De autoria da prefeitura, os vereadores aprovaram a lei municipal 2.574/18, que estabelece a proteção, defesa e controle dos animais domésticos e silvestres em Itapevi. 

Agora é Lei: Horta comunitária educativa ganha regulamentação em Itapevi

Por iniciativa da Câmara Municipal de Itapevi, as hortas comunitárias, com finalidade educativa, ganham regulamentação por meio da lei municipal 2.610/18, publicada no Diário Oficial de 28 de dezembro de 2018.

Em seus artigos, a lei estabelece normas para criação do programa municipal de horta comunitária educativa, existentes em terrenos baldios e áreas urbanas em diferentes bairros, além de autorizar a prefeitura a
realizar convênios ou parcerias com os governos Federal e Estadual, órgãos públicos e iniciativa privada. A lei sancionada pelo prefeito foi proposta pelo vereador Zeca da Piscina (DC).

Prefeitura fornece Wi-Fi gratuito à população em 5 praças

A população de Itapevi já pode usar internet de graça em cinco praças. Os pontos de conexão, que entraram em funcionamento nesta sexta (18), fazem parte do programa Conecta Itapevi, que disponibiliza sinal de Wi-Fi gratuito em diferentes regiões da cidade.

O cidadão pode usufruir de até 1h de internet por dia nos pontos de Wi-Fi, que podem ser acessados por smartphones, notebooks e tablets. Para utilizar o serviço, é preciso fazer um cadastro com dados básicos, como nome e CPF, e criar uma senha. 

“Com o acesso gratuito ao sinal das praças, Itapevi ganha duas vezes”, afirma o prefeito Igor Soares. “Primeiro porque o cidadão poderá acessar a internet sem custo; segundo, o programa fará com que mais gente utilize e desfrute dos espaços públicos, da cidade”, diz. 

Com a nova tecnologia, cada ponto terá internet de 10MB, possibilitando o acesso simultâneo de até 250 usuários por praça. Confira os endereços:

Praças em funcionamento

1) Praça Carlos de Castro (Avenida Rubens Caramez – Centro)

2) Praça 18 de Fevereiro (Avenida Rubens Caramez – Centro)

3) Estádio Municipal André Nunes Jr. (Rua Prof. Dimarães Antônio Sandei – Jardim Nova Itapevi)

4) Praça na Entrada de Itapevi (Rodovia Coronel PM Nelson Tranchesi, próximo ao Estádio Municipal)

5) Praça José Batista Silveira (Rua Geraldo Vasques x Avenida Presidente Vargas – Jardim Nova Itapevi)

Praças com serviço em instalação

6) Praça Cristo – Irmão Francisco (Rua Aquino José dos Santos – Vila Aurora);

7) Praça Nelson Mandela (Rua Elisabete com a Rua André Cavanha – Vilas Dr. Cardoso);

8) Praça Paulo França – Estação Amador Bueno;

9) Velório Municipal (Rua Gaudêncio Barbosa, 499 – Jardim Julieta);

10) Ginásio de Esportes Municipal (Avenida Rubens Caramez, 1000A – Centro) 

11) Terminal Central de Ônibus (Rod. Cel. PM Nelson Tranchesi – Vila Dr. Cardoso).  

Fibra óptica

O Conecta Itapevi também está instalando fibra óptica para conectar com mais rapidez e eficiência à rede mundial de computadores todas as unidades de saúde, assistência social e escolas, além de prédios administrativos e outros pontos de interesse público.

Desde o final de setembro, parte das secretarias municipais já está operando com a tecnologia e até 31 de outubro, cerca de 20% das escolas municipais passam a contar com a banda larga de altíssima velocidade.  

Até o final de novembro, todos os equipamentos de saúde já estarão conectados por meio de fibra óptica, com velocidade de 20 MB, dez vezes superior à atual.

Além de melhorar a prestação dos serviços, o dispositivo permitirá, em médio prazo, a implantação de um sistema pioneiro para que toda a rede municipal de saúde compartilhe e tenha acesso ao prontuário eletrônico dos pacientes.  

Outra vantagem da instalação da fibra óptica é que os serviços de monitoramento por câmeras da cidade ficarão mais efetivos. Além disso, os usuários de Itapevi também poderão contratar serviços de banda larga de alta velocidade baseados na tecnologia.

A instalação do cabeamento começou pela região central, em agosto, e será ampliada para bairros mais distantes, como Amador Bueno e Nova Cotia. Ao todo, serão instalados aproximadamente 90 quilômetros de cabos de fibra óptica em toda a cidade.