Itapevi

Prefeitura define projeto do primeiro Skate Park de Itapevi

A população de Itapevi vai ganhar um novo espaço de esporte e lazer: o Itapevi Skate Park, que ficará no lugar do antigo Centro de Referência da Juventude (CRJ), na Cohab, ao lado do CIEF (Centro Integrado de Educação Básica).

O projeto está sendo finalizado pela Prefeitura, mas já há algumas definições. Com 1.900m² de área, o Itapevi Skate Park deve ter uma pista de skate com bowl (pista parecida com uma piscina), área para prática de BMX flatland e obstáculos street, além de um mini-street ball para a prática de basquete de rua.

“Este será o primeiro skate park da história de Itapevi, atendendo à demanda dos atletas da nossa cidade”, diz o prefeito Igor Soares. “Será um passo importantíssimo para transformarmos Itapevi em referência na modalidade”, afirma.

O local também terá arquibancada, espaço de convivência e concha acústica para apresentações musicais e artísticas, vestiário e banheiro com acessibilidade para pessoas com deficiência e 10 vagas de estacionamento.

No dia a dia, o Itapevi Skate Park poderá ser usado de forma compartilhada não só por skatistas, mas também por atletas de BMX, patins e outras modalidades, bem como grupos de dança e música hip-hop e outros movimentos.

A Secretaria de Planejamento está formatando o projeto executivo, para em seguida dar encaminhamento ao processo licitatório de construção do equipamento.  Ainda não há previsão de início das obras.

Diálogo

O Itapevi Skate Park irá substituir a antiga pista de skate da rotatória da Cohab, que dará lugar a obras para melhor o trânsito de automóveis na região.

Durante os estudos do projeto, técnicos da administração municipal ouviram skatistas e lideranças de movimentos culturais da cidade sobre a construção do novo equipamento. Foram realizadas duas reuniões, nos dias 6 e 22 de março, no Paço Municipal.

No primeiro encontro, a Prefeitura se comprometeu a estudar a viabilidade do projeto apresentado pelos skatistas e, em comum acordo, definiram a área onde será construída a pista.

Na reunião seguinte, ficou decidido, em comum acordo, que o projeto sugerido pelos skatistas será de fato ajustado às dimensões físicas do CRJ, após feitos os estudos técnicos necessários.

“O aspecto fundamental da reunião foi de conseguirmos aprovar o projeto em parceria com os skatistas e os grupos culturais da cidade. Uma gestão com diálogo e transparência resulta em bons frutos”, diz o secretário de Esportes, Lazer e Juventude de Itapevi, Claudio Dutra.

SAMU implanta projeto para ensinar primeiros socorros em escolas de Itapevi

Nesta sexta-feira (6), 240 crianças do 4º ano do ensino fundamental de Itapevi aprenderam sobre primeiros socorros em palestras oferecidas pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) Regional Oeste. A iniciativa integra o projeto “Parceiros do SAMU nas Escolas”, que está em fase piloto. O objetivo é reduzir o número de trotes ao Serviço, por meio de orientação e conscientizando das crianças sobre o uso correto do SAMU 192, além de ensinar como prevenir acidentes domésticos e de trânsito.

O aprendizado começou na segunda-feira (2).  Os estudantes beneficiados são dos Cemebs Jornalista João Valério de Paula Neto, em Amador Bueno, Professor Benedito Antônio dos Santos, no Cardoso. Ao todo, os alunos assistirão a 20 horas de aulas, às segundas e sextas-feiras. O projeto é realizado em parceria com a secretaria de Educação e de Saúde e Bem-Estar de Itapevi.

“Neste instante, as equipes do projeto estão criando um vínculo com as crianças e professores das escolas, com o intuito de transformá-los em agentes multiplicadores do projeto”, explica a médica responsável pelo SAMU Regional Oeste, Juliana Petrin.

O projeto piloto deve se encerrar no dia 15 de junho com uma formatura das turmas das duas escolas. A ideia é expandir a ação para que todos os alunos de 4º ano da rede sejam atendidos nos próximos anos.  Atualmente, são 3.698 estudantes matriculados nesta série.

“Estamos fazendo a capacitação de mais profissionais de saúde do SAMU e, em agosto deste ano, retomaremos a iniciativa em mais duas novas escolas para, em 2019, quem sabe atender todas as unidades de educação da cidade”, diz Juliana.

Programa Parceiros do SAMU

O projeto piloto é parte do programa Parceiros do SAMU, surgido da necessidade de orientar as pessoas sobre como e quando acionar as equipes de atendimento móvel de urgência. Profissionais do SAMU realizam periodicamente visitas a escolas, empresas e entidades assistenciais prestando orientações sobre o trabalho realizado pelo departamento. A iniciativa também tem como objetivo reduzir o número de trotes recebidos pelo SAMU, que prejudicam o atendimento de quem realmente necessita.

Desde sua criação em 2010, o Parceiros do SAMU já realizou atividades em diversas escolas municipais, conscientizando milhares de crianças, além de palestras realizadas em empresas. Para receber uma visita do programa, basta entrar em contato pelos telefones 4143-8200 e 4205-2037 ou pelo e-mail parceirosdosamu@hotmail.com.

SAMU em ação

Entre os dias 10 e 12 de abril, o SAMU Regional Oeste ministra o curso de qualificação profissional com o tema APH (Atendimento Pré-Hospitalar) Tático para áreas onde há campo de combate. O projeto integra profissionais do 20º GAC/L do Exército (Grupo de Artilharia de Campanha Leve – Grupo Bandeirante) em Barueri, do 18º Grupamento do Corpo de Bombeiros em Barueri, da Defesa Civil de Barueri e da concessionária CCR Via Oeste.

O curso com aulas práticas e teóricas abordará assuntos como cuidados médicos hospitalares em casos de traumas de crânio, tórax, hemorragia e obstrução de vias aéreas. O curso será ministrado especialmente para 70 profissionais do Exército, dentre eles, sargentos e profissionais da saúde, médicos e enfermeiros.

O curso será ministrado pela médica responsável pelo SAMU Regional Oeste, Juliana Petrin, e contará com o apoio dos instrutores do SAMU. No dia 12, haverá uma simulação realística organizada pelo enfermeiro Juliano Souza, da CCR concessionária, junto à equipe do SAMU. Os certificados serão emitidos pelo Exército. São sete profissionais de Itapevi que participarão das aulas teóricas e práticas como palestrantes e ouvintes.

De acordo Juliana Petrin, “capacitar soldados do Exército que atuaram nos conflitos enfrentados no Rio de Janeiro é o reconhecimento de um trabalho sério desenvolvido pela instituição o que torna a corporação uma importante referência na região, além do benefício de oferecer mais cursos e parcerias para os nossos profissionais”, explica. “O curso prepara para capacitar profissionais do Exército que atuarão no Rio de Janeiro e precisam ter uma base de atuação em áreas de conflito, além da troca de experiências”, completa.

Saiba mais sobre o SAMU Itapevi

Com um quadro de 85 profissionais, o SAMU Itapevi cobre uma área de 83 km² e uma população média de 229.502 habitantes, segundo informações do Censo 2017(Fundo Nacional de Saúde). A equipe é composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, condutores, telefonistas, rádio operador, administrativos e serviços gerais.

O SAMU Regional Oeste tem hoje quatro equipes no período diurno e três noturnas, além de quatro Unidades de Suporte Básico de Vida, uma Unidade de Suporte Avançado e uma motolância. O serviço pode ser acionado pelo número 192 e o atendimento é feito 24 horas por dia.

Além de Itapevi, o serviço atende outras cinco cidades da região (Jandira, Carapicuíba, Cotia, Pirapora do Bom Jesus e Vargem Grande Paulista). Os recursos do SAMU são repassados pelo governo federal à Prefeitura de Itapevi, que administra o serviço por meio da Secretaria de Saúde e Bem-Estar.

Vereadores aprovaram requerimento sobre acessibilidade junto a CPTM

O requerimento nº 120/2018 de autoria da vereadora Professora Camila Godói foi aprovado durante a sessão ordinária que aconteceu nesta terça-feira (03) na Câmara Municipal de Itapevi. Em súmula a vereadora solicita informações ao Vice-Governador Marcio França para que verifique a possibilidade de construir rampas de acesso nas estações de Itapevi e Engenheiro Cardoso.

Em sua justificativa a vereadora cita que trata-se de uma solicitação feita pela comunidade que necessita transitar nas estações citadas, lembrando que atualmente há elevadores que permitem o acesso, porém quando os elevadores estão em manutenção fica difícil para cadeirantes, idosos e pessoas com dificuldade de locomoção adentrar as plataformas e que acabam dependendo de pessoas solidárias para subirem as escadas da estação.

Por fim, a vereadora reforça sobre a dificuldade de locomoção dos que trabalham e estudam foram e têm o trem como principal meio de locomoção de suas atividades.

Alckmin entrega Corredor Oeste trecho Itapevi-Jandira e autoriza R$ 14 milhões para construção da ETEC

A Prefeitura de Itapevi e o Governo do Estado de São Paulo entregaram, nesta quinta-feira (22), o Corredor Metropolitano Trecho Itapevi-Jandira. O evento contou com a presença do prefeito Igor Soares, do governador Geraldo Alckmin, vereadores e deputados estaduais.

O ato oficial aconteceu na Avenida Feres Nacif Chaluppe, próximo ao Terminal de Ônibus, no Centro. Na oportunidade, Alckmin assinou convênio para repasse de verbas do Governo do Estado à Prefeitura no valor de R$ 14.498.849,00 para a construção da Escola Técnica (ETEC) Itapevi, no bairro Vila Santa Rita.

Com 5 quilômetros de extensão, as obras do viário compartilhado entre ônibus e veículos no trecho Itapevi-Jandira custou R$ 47,4 milhões e foram iniciadas em 2011. As obras foram retomadas apenas no segundo semestre de 2015, após precisaram ser paralisadas por duas vezes devido a descumprimento contratual e falência das empresas contratadas. A partir daí, a execução das obras, então, foram realizadas pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo S.A.) e a construtora Enpavi.

Para o prefeito Igor Soares, a entrega das obras concretiza a realização de um sonho de mais de 30 anos com a idealização do projeto até a sua conclusão. “Neste percurso onde hoje inauguramos o Corredor Oeste levávamos, em média, 17 minutos para percorrer este trecho até Jandira e recentemente levei pouco mais de cinco minutos para fazê-lo. Isso demonstra que ele já é melhor e trará mais agilidade e conforto para quem irá trafegar por esta via”, destacou.

O governador Geraldo Alckmin destacou o empenho na conclusão das obras após “indas e vindas”. “Temos que valorizar os trabalhadores, as empresas responsáveis pela execução das obras e a população. Estes últimos, inclusive, que deverão ser os mais beneficiados com a entrega destas obras, que trarão maior mobilidade urbana à região”, ressaltou.

As obras completas do Corredor Metropolitano ligam Itapevi à capital paulista, passando por Jandira, Carapicuíba e Osasco, num trajeto total de 23,6 quilômetros de extensão. Elas ainda permitem a interligação com as estações de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) de Itapevi, Engenheiro Cardoso, Sagrado Coração e Jandira.

Maria Luzinete da Silva, 67, diarista, moradora da Vila Aparecida, bairro ao lado do trecho, ficou feliz com a novidade. “Essa é uma obra muito importante. Antes era só barro essa via e fazíamos muito sacrifício para sair de casa, pegar ônibus e ir pra Jandira ou outras cidades. Agora vai trazer mais dignidade para a gente. Toda a população será beneficiada”, disse.

 

CONSTRUÇÃO DE DUAS PASSARELAS

A construção de uma passarela e ampliação de outra no trecho do Corredor irão eliminar passagens de nível e proporcionar mais conforto e segurança aos pedestres. Na linha férrea da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), próximo à estação Itapevi (Linha 8 – Diamante) e ao Samu, será ampliada uma passarela em concreto armado com 27 metros de extensão e vão de 7,6 metros. A previsão é de que essas obras estejam concluídas em abril.

Em maio, na altura da estação de trem da CPTM Engenheiro Cardoso, está prevista a entrega de outra passarela, também em concreto armado, com 20 metros de extensão e vão de 8 metros. Ambas as obras terão acesso por escadas e rampas.

LINHAS DE ÔNIBUS

Segundo a EMTU, duas linhas metropolitanas de ônibus começarão a operar no trecho Itapevi-Jandira a partir do dia 2 de abril, com frota de seis veículos e oferta diária de 24 viagens: 420DV1 Osasco (Vila Yara) – Cotia (Terminal Metropolitano Cotia) e 8333TRO Itapevi (Centro) – Santana de Parnaíba (Polo Empresarial Tamboré via estações CPTM Engenheiro Cardoso e Sagrado Coração).

ETEC ITAPEVI

O evento de inauguração do Corredor Metropolitano trecho Itapevi-Jandira também foi marcado pela assinatura do convênio entre a Prefeitura e o Governo do Estado para o repasse de verbas no valor de R$ 14.498.849,00 para construção da Etec (Escola Técnica), no bairro Vila Santa Rita.

O projeto já está aprovado e a Prefeitura fará a licitação para início das obras. O terreno foi cedido pelo município ao Estado ainda em fevereiro de 2016.

Segundo o governador, a unidade oferecerá curso de Ensino Médio e Ensino Técnico Profissionalizante e os currículos poderão ser integrados com o estudante podendo receber o certificado pela realização das duas modalidades de ensino em até 1 ano e meio. Serão oferecidos cursos nas áreas de Farmácia, Comércio, Logística e Administração.

 

Igor Soares renova programa de inclusão digital Acessa SP

 

O prefeito Igor Soares renovou a vigência do programa de inclusão digital Acessa SP em Itapevi. O convênio de renovação foi assinado nesta terça-feira (3) no Palácio dos Bandeirantes, na capital. A parceria tem prazo de 24 meses, podendo ser prorrogada por até 5 anos.

O Acessa SP é um serviço que oferece acesso grátis à internet e conteúdos digitais com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento pessoal, profissional e comunitário por meio de ferramentas de tecnologia. Em Itapevi, o Acessa SP funciona desde 2014 com um posto localizado na Avenida Pedro Paulino, 73, na Cohab, que oferece acesso à computadores com internet gratuitamente, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Para o prefeito Igor Soares, a iniciativa assegura a permanência na prestação dos serviços. “É fundamental que continuemos a permitir que crianças, jovens e adultos possam ter acesso à internet gratuitamente para seus afazeres e desenvolvimento diários”, explica.

De acordo com o documento assinado, o convênio estabelece que a Prefeitura fica responsável pela manutenção das instalações físicas onde o programa funciona, pelo recrutamento e seleção dos recursos humanos, bem como pela monitoria do programa.

O município arca com o pagamento de materiais de consumo, despesas de custeios (água, luz, telefone, limpeza), segurança, gestão de cursos e capacitações oferecidas, além da manutenção do mobiliário e do funcionamento, acompanhamento e geração de relatórios sobre o desenvolvimento do programa e atendimentos junto ao Estado.

Já o Governo do Estado é incumbido de instalar os equipamentos eletrônicos, os programas de informática para uso no Acessa SP e pela manutenção dos computadores, bem como fica responsável por realizar o acompanhamento e capacitação de forma continuada dos profissionais que atuam no espaço.

Em Itapevi, o posto do Acessa SP possui 10 computadores e o acesso é liberado mediante apresentação de RG, por senha. Não há limite de acessos por dia.

Sobre o Acessa SP

O programa de inclusão digital Acessa SP foi criado em 2000 e é coordenado pela Secretaria estadual de Governo, com apoio da Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo). São 547 postos instalados na capital paulista e municípios do interior.

Nos postos do Acessa SP, os usuários podem utilizar os computadores para ter acesso aos serviços públicos por meio digital, realizar trabalhos, pesquisas ou navegar livremente pela Internet; imprimir currículos e outros documentos e até e mesmo desenvolver projetos, com o uso de tecnologias e que beneficiem a comunidade.

Todos os postos possuem monitores que orientam e esclarecem dúvidas dos usuários.

Como funciona o serviço

Qualquer pessoa pode usar o Acessa SP gratuitamente. No primeiro atendimento, o usuário precisa apenas fazer um cadastro, apresentando o RG e assinar o Termo de Adesão. Nos demais acessos basta apresentar o RG. A sessão de atendimento pode ser de 30 ou 60 minutos, dependendo do posto.

Ao final da sessão, o usuário pode utilizar novamente o computador, desde que volte para a fila e aguarde sua vez, e não há limites de acessos por dia. As crianças e adolescentes com menos de 18 anos devem se cadastrar com a autorização do responsável e apresentar cópias dos RGs de ambos.

Segundo o Acessa SP, desde seu surgimento, o programa já cadastrou mais de 3,3 milhões de usuários e realizou mais de 95,7 milhões de atendimentos. Em 2017, no acumulado do ano, foram realizados 3.635.161 atendimentos nos postos do programa em todo o Estado de São Paulo.

Itapevi investe em acesso à banda larga de Internet à preços reduzidos

Em março deste ano, a Prefeitura assinou convênio que garante à Itapevi acesso à banda larga a preços reduzidos, por meio do programa Internet para Todos, criado pelo Governo Federal.

O termo de adesão assinado com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações define a infraestrutura básica e as condições para a participação de Itapevi no programa.

A partir de maio, serão instaladas antenas para a distribuição do sinal de internet – em um raio mínimo de dois quilômetros – nos bairros Capela de São Pedro, Suburbano, Cohab I e II, Paulista, Maristela, Alto da Colina, Recanto Paulistano, Jardim Santa Rita, Vila Santa Rita, Marina, Parque Boa Esperança, Jardim Ruth, Miraflores, CDHU Vila Gióia, Vila Olímpia, Amador Bueno, Ambuitá, Alabama, Cruzeiro, Portela, Sorocabano, Vitápolis, Dona Elvira, Cidade Saúde, Cardoso, Itaparica, Hokkaido, São Paulo, São Francisco, Vila Aparecida, Colinas de São José, São Luiz, Chácara Santa Cecília, Briquet, Bela Vista Alta, Bela Vista Baixa, Parque Wey, Vale do Sol, Abreus, Julieta, Rainha, São Francisco e Vale do Sol.

Nestes locais, além de garantir a segurança da área, a Prefeitura também arcará com as despesas de energia elétrica que esses equipamentos consumirem. O Internet para Todos não oferecerá conexão gratuita para os moradores dessas localidades, mas ofertará conexão a preços reduzidos.

Projeto

O projeto foi iniciado em maio do ano passado, com o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que recebeu 3 bilhões de reais em investimentos. Em órbita por 18 anos, o satélite garantirá conexão a preços reduzidos às cidades participantes, que devem começar a receber a recepção do sinal a partir de maio.

Foto: Divulgação PMI e Divulgação Governo do Estado de São Paulo

Legenda: Itapevi renova convênio com Estado para seguir com o Acessa SP

Profa. Camila Godoi requer Agência do Poupatempo em Itapevi 

Através de requerimento aprovado no mês de março, na Câmara Municipal de Itapevi, a vereadora Profa. Camila Godoi [PSB] solicita a instalação de uma unidade do Poupatempo na cidade.

O Poupatempo é um projeto criado e implantado pelo governo do estado de São Paulo e, é administrado pela Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo [PRODESP], devido a isso, mais o fato de o vice-governador do estado de São Paulo, Marcio França, ser também o presidente estadual do mesmo partido da vereadora, o tornou principal aliado na condução das tratativas da vinda do Poupatempo a Itapevi. Com a pré-candidatura de Geraldo Alckmin à presidência da república nas eleições deste ano, Márcio França passa a responder pelo governo de São Paulo.

Camila Godoi justifica em seu requerimento, que a cidade de Itapevi tem aproximadamente 240 mil habitantes, faz divisa com Barueri, Jandira, Cotia, Vargem Grande Paulista, Santana de Parnaíba e São Roque, além de contar com fácil acesso a importantes rodovias [Castelo Branco (SP-280), Raposo Tavares (SP-270) e a Eng. Rene Benedito Silva (SP-274)], demonstrando que a instalação da unidade beneficiará a toda região.

Prefeitura deve concluir 1ª fase de revitalização da Estrada da Roselândia em fevereiro

Obras completas incluem calçamento, instalação de gradis e implantação de ciclofaixa compartilhada em 2,6 quilômetros   

Foto: Pedro Godoy/ Ex-Libris/ Secom PMI

A Prefeitura de Itapevi deve concluir, até 15 de fevereiro, a primeira fase das obras de revitalização da Estrada da Roselândia. Esta etapa começou em agosto do ano passado, e inclui calçamento, que já está pronto, instalação de gradis para evitar acidentes e implantação de ciclofaixa compartilhada para pedestres e ciclistas em 1,7 quilômetro de vias, entre as ruas Sul Americanos e Domingos da Silva, ao lado do córrego Paim. As intervenções integram o programa Cidade Bela.

“Quem passa ali na região já sente as mudanças realizadas pela nossa gestão”, diz o prefeito Igor Soares. “Aos poucos estamos transformando Itapevi e mudando a cara da nossa cidade para melhor”, afirma. A segunda fase de obras começará em abril. Ela prevê a revitalização do trecho entre a Rua Domingos da Silva até a rotatória da Cohab, com conclusão estimada para junho deste ano.

Ao todo, a revitalização da Estrada da Roselândia irá recuperar um trecho de 2,6 quilômetros da via, que começa na Rua dos Sul Americanos vai até a rotatória da Cohab. As obras completas incluem calçamento, instalação de gradis e implantação de ciclofaixa compartilhada, além de trabalhos de zeladoria e de colocação de placas de sinalização.

“Com a realização das obras temos como objetivo garantir a segurança dos pedestres que se deslocam do Parque Suburbano ao Centro da cidade. Já percebemos as pessoas utilizando a via para praticar exercícios físicos, caminhada e ciclismo”, diz Ramon Medrano de Almada, secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos do município.

O que é o Cidade Bela?

O programa contempla uma série de ações para recuperar a região central de Itapevi e ampliar os serviços de manutenção e zeladoria em todos os bairros do município – em sua versão local, o programa recebe o nome de Cidade Bela No Seu Bairro.

Além de revitalizar os espaços públicos do município, o Cidade Bela contempla a renovação da frota atual de coleta de lixo, acréscimo de modernos equipamentos para ajudar e colaborar na limpeza da cidade, entrega de novos uniformes e novo sistema de coleta por meio de contêineres. O objetivo é deixar o município mais bonito, resgatando a autoestima dos itapevienses pela sua cidade.

Para isso, a Prefeitura também está realizando uma série de intervenções urbanísticas, com ações de paisagismo e recuperação de praças e canteiros centrais, reforçando a poda de árvores, a retirada de pichações e a limpeza de vias públicas.

Também serão executadas obras para readequar o trânsito em pontos estratégicos da cidade, com a implantação de semáforos inteligentes e o reparo de sinalizações. Haverá também obras de acessibilidade e a instalação de novos pontos de ônibus.

Câmara devolve mais de um milhão de reais à Prefeitura de Itapevi

O recurso é proveniente de economia realizada pela Câmara sobre o duodécimo repassado pelo orçamento municipal ao legislativo em 2017.

A prefeitura de Itapevi recebeu da Câmara municipal, na tarde desta segunda-feira, 15, um cheque de R$ 1.042.588,17 – referente a sobra do orçamento legislativo de 2017.

O valor é referente a economia anual realizada pela presidência da Casa de Leis, que durante o ano de 2017 revisou diversos contratos e adotou medidas voltadas a economia de materiais de uso diário, mas sem deixar de investir na modernização, acessibilidade, capacitação dos servidores e manutenção.

Durante o ato de entrega do cheque, o vereador e presidente da Câmara, Bruxão Cavanha (PR), destacou que a economia realizada pela é fruto de uma gestão austera, transparente e compromissada com o bem público. “Desde quando assumi a presidência da Câmara, busquei adotar ações que possibilitassem a boa gestão, transparência e zelo com o bem público, pois aqui gerimos um bem do cidadão”, frisou o presidente.

Ainda durante a cerimônia, o presidente sugeriu que o recurso devolvido fosse destinado a investimentos na área da saúde. “Acredito que o prefeito aplicará os mais de um milhão reais na melhoria do serviço público, mas quero pedir que o recurso seja investido na saúde, pois é uma área que vem recebendo importante investimentos, porém ainda precisa de mais para atender a nossa população cada vez melhor”, pediu Bruxão.

Atendendo indicação do presidente e dos vereadores presentes, o prefeito Igor Soares (Podemos), destinará o recurso na compra de equipamentos para o Centro Integrado da Saúde (CIS), que será implantado no prédio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Agradeço ao presidente e aos vereadores pelo compromisso com a nossa cidade. Bruxão, a prefeitura utilizará este recurso para equipar o CIS e atender aos anseios da população e diminuir as filas de espera por exames e realização de consultas na cidade”, disse o prefeito.

Bruxão também lembrou que em janeiro de 2017, a Câmara devolveu aos cofres da prefeitura 150 mil reais, quais a prefeitura investiu na climatização do pronto-socorro central. “Neste ano, com mais R$ 1 milhões devolvidos pela Câmara, o repasse foi 700% superior ao ano passado”, destacou o presidente.

Secretaria de Saúde e Bem-Estar suspende temporariamente campanha contra febre amarela em Itapevi

Vacinação deve ser retomada na segunda-feira (22) em todas as unidades de saúde do município

Devido ao fim dos estoques da vacina, a secretaria municipal de Saúde e Bem-Estar suspendeu temporariamente, nesta quinta-feira (18), a vacinação contra a febre amarela em Itapevi. A campanha deve ser retomada na segunda-feira (22), quando 20 mil doses serão disponibilizadas pelo Governo do Estado ao município.

“A situação está sob controle e não há motivo para alarme”, diz a secretaria de Saúde e Bem-Estar, Luiza Nasi. Não há casos confirmados nem suspeita de casos da doença no município. Desde o início da campanha, em 29 de novembro do ano passado, foram vacinadas 131 mil pessoas na cidade.

O novo lote de vacinas vem após a Prefeitura reforçar a solicitação junto às autoridades do Governo do Estado e do Governo Federal, responsáveis pela distribuição dos medicamentos. “Aos municípios, cabe apenas administrar os estoques recebidos e aplicar as vacinas na população”, explica Luiza.

Quem já tomou a vacina não precisa se imunizar novamente. Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município farão a aplicação da vacina de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h30.

Campanha de Vacinação

Mesmo sem nenhum caso da doença registrado na cidade, a Prefeitura decidiu iniciar em 29 de novembro uma campanha preventiva de vacinação contra a febre amarela em Itapevi. Tanto em 2017 como em 2016, a cidade não registrou casos de febre amarela.

Além de Itapevi, os municípios de Cotia, Carapicuíba, Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Osasco, Vargem Grande e Jandira também iniciarão campanhas preventivas de vacinação contra a febre amarela.

Sobre a doença

A febre amarela é uma doença de caráter infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por mosquitos – como o Aedes Aegypti – em áreas urbanas ou silvestres. Os primeiros sintomas surgem de forma repentina, e incluem febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça e muscular, náuseas e vômitos por aproximadamente três dias.

A doença não pode ser transmitida diretamente entre seres humanos.

Para se prevenir, é preciso evitar a disseminação dos mosquitos, que costumam ficar na água e proliferar-se dentro de casas e adjacências. Recipientes como caixas d’água, latas e pneus contendo água limpa tornam-se ambientes ideais para que a fêmea do do Aedes ponha seus ovos, local onde nascerão larvas que, após desenvolverem-se, multiplicarão a quantidade de mosquitos.

Por isso, é importante evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Além disso, recomenda-se usar repelente de insetos, mosquiteiros e roupas que cubram todo o corpo.

Itapevi ganha Feira Noturna a partir de quinta-feira, dia 25 de janeiro

Criada pela Prefeitura, feira acontecerá das 18h às 22h na Rua Professor Dimarães Antonio Sandei

Foto: Pedro Godoy/ Ex-Libris/ Secom PMI

Pela primeira vez na história da cidade, a população de Itapevi poderá ir à feira-livre no período da noite.

Criada pelo prefeito Igor Soares, a Feira Noturna de Itapevi (Fenoit) será realizada semanalmente, às quintas-feiras, a partir do próximo dia 25 de janeiro, na Rua Professor Dimarães Antonio Sandei, no trecho entre as ruas Carmem Silva de Almeida e Samuel da Rocha Galvão.

“Muitas famílias de Itapevi não conseguem ir à feira-livre porque trabalham durante o dia, inclusive aos sábados”, diz Igor. “Criamos a Feira Noturna para facilitar a vida dessas pessoas, ao mesmo tempo em que fomentamos a economia local”, afirma o prefeito.

A Feira Noturna será realizada sempre das 18h às 22h. O trecho, porém, será interditado das 16h às 00h. O desvio será feito pelas ruas Agostinho Ferreira Campos e Samuel da Rocha Galvão, segundo o Demutran (Departamento Municipal de Trânsito).

A segurança da feira será realizada por agentes da Guarda Civil Municipal. Além disso, haverá música ao vivo no local. Um estacionamento gratuito na parte de trás do Estádio Municipal também estará disponível. Ele poderá ser acessado pela Rua Samuel da Rocha Galvão.

“Elaboramos um chamamento público, e por isso acredito que teremos feirantes de toda Região Oeste na nossa Fenoit”, diz Mauro Martins, secretário da Indústria, Comércio, Turismo e Emprego do município.

A Feira Noturna contará ainda com Praça de Alimentação, brinquedos para as criança e banheiros químicos.

Rua de Lazer

A Feira Noturna não é a única novidade da Prefeitura na Rua Professor Dimarães Antonio Sandei. A partir do dia 21 de janeiro, a via também receberá a Rua de Lazer, que funcionará todos os domingos, das 7h às 14h.

“A população de Itapevi poderá usufruir da Rua de Lazer”, diz o prefeito Igor Soares. “Ela é mais uma opção para que os itapevienses se divirtam de maneira econômica e sustentável”, afirma.

No local, será possível fazer todo tipo de atividade física, como skate, patins, caminhada e corrida.  A via também receberá uma mesa de ping pong e espaços para a prática de vôlei e basquete street. Além disso, haverá gincanas e brincadeiras.

Automóveis e motos não poderão circular no local, devendo pegar a mesma rota alternativa da Feira Noturna – o bloqueio começará às 6h e terminará às 15h.