Barueri

Com pandemia, trabalho das ambulâncias aumenta 30% em Barueri

Muita gente esquece, quando se fala dos profissionais que atuam na linha de frente contra o novo coronavírus, daqueles que estão atrás dos volantes das ambulâncias. Só em Barueri eles somam 120 profissionais trabalhando ativamente no socorro de pacientes.

A Divisão Especial de Tráfego de Ambulâncias do município não para nunca: trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana. A frota é composta de 21 ambulâncias simples e duas UTIs móveis.

A rotina, que já é intensa em dias normais, aumentou 30% com a pandemia causada pelo novo coronavírus só no que tange às remoções. “Cabe a nós atender chamados de urgência e emergência, remoções dos Prontos-Socorros para a Grande São Paulo e região, além de atendimentos clínicos de pacientes debilitados, remoções das Unidades Básicas de Saúde para PSs etc.”, especifica o chefe do setor, Clóvis Peangelo.

Modificações também foram necessárias no setor com a chegada da pandemia, conforme conta Clóvis, para garantir ainda mais a segurança de servidores e pacientes. Uma delas se refere a um setor exclusivo para higienização das ambulâncias também com funcionamento de 24 horas, uma vez que, a cada remoção, o veículo precisa passar por um processo de desinfecção.

Em contato direto com pacientes, esses profissionais estão igualmente expostos ao vírus, tanto quanto médicos e enfermeiros. Mesmo assim, cumprem sua missão de salvar vidas com dedicação e comprometimento, muitas vezes correndo contra o tempo. O medo da contaminação existe, obviamente, assim como a transmissão aos familiares, mas conforme destaca Clóvis, “todos trabalham com muito profissionalismo”.

Alphaville, Pq. dos Camargos e Imperial concentram maioria de confirmados de Covid-19 em Barueri

Um levantamento mais detalhado dos casos confirmados de Covid-19 em Barueri, feito pela Vigilância em Saúde, baseado nos números divulgados até segunda-feira (dia 4), mostram que a maioria dos casos se concentram nos bairros de Alphaville, Parque dos Camargos e Parque Imperial. 

Dos 555 casos de coronavírus confirmados dentre moradores da cidade até a última segunda-feira, 66 são provenientes de Alphaville, 49 do Parque dos Camargos, 31 do Parque Imperial, 26 do Jardim Belval, 22 do Parque Viana, 19 do Jardim Silveira, 19 do Jardim Tupanci, 18 do Jardim Mutinga, 17 do Engenho Novo e 13 do Jardim Tupan. Há outros 102 casos confirmados cujos bairros ainda estão sendo levantados pela Vigilância. 

Os demais 173 casos estão espalhados por outros bairros da cidade. Jardim Iracema concentra 10 casos; Reginalice soma 9 casos; Jd. Itaparica, Itaquiti, Maria Helena, Paulista e Vila São Silvestre têm 7 casos cada; Boa Vista, Centro, Vila Nova e Vila São João têm 6 casos cada; Recanto Phrynea, Tamboré, Vale do Sol e Vila Universal têm 5 casos cada; Bethaville, Chácaras Marco, Jardim Maria Cristina, Parque das Nações e Jardim Califórnia concentram 4 casos cada; Jardim dos Camargos, Santa Cecília, Parque Esmeralda, Jardim Julio e Jardim Audir possuem 3 casos cada; Aldeia, Aldeia da Serra, Jardim Barueri, Líbano, Jardim Esperança, Jardim Flórida, Jardim Graziela, São Diego, Vila São Silvestre, Mellville, Vila Conceição, Vila Morellato e Vila Nossa Senhora da Escada têm 2 casos cada. 

Já 18 do Forte, Jardim São Pedro, Mirante dos Altos, Morada dos Lagos, Nova Aldeinha, Paraíso, Parque Santa Luzia, Vila Barros, Vila Ceres, Vila Creti, Vila Iracema, Vila Pindorama, Vila Porto, Vila São Jorge e Vila São Luiz têm 1 caso cada. 

Por sexo e idade 

As mulheres também lideram a lista dos confirmados, somando 294, enquanto os homens são 261. No entanto, os papéis se invertem com relação aos óbitos por Covid-19: do total de 51 mortes confirmadas pela doença até então, 29 são homens e 22, mulheres. 

Ainda entre os óbitos, na distribuição por faixa etária, lideram pessoas de 50 a 79 anos. Segundo o levantamento, foram 14 mortes entre pessoas de 70 a 79 anos; 11 de pessoas entre 50 a 59 anos; 10 dos 60 aos 69 anos; 6 dos 40 aos 49 anos; 5 dos 80 aos 89 anos; 3 dos 90 aos 99 anos; e 1 morte dentre menores de 18 anos e 1 na faixa etária dos 30 aos 39 anos. 

Boletim de terça-feira 

No boletim divulgado nesta terça-feira (dia 5), Barueri somava um total de 2.559 casos notificados de Covid-19. Desses, 558 foram confirmados, 733 descartados e 1.268 estão em investigação. Dos casos confirmados, 348 evoluíram para cura, 156 estão em isolamento domiciliar e 54 foram a óbito.  A cidade tem 104 pacientes internados e 19 óbitos em investigação. 

Importante ressaltar que os boletins publicados diariamente no site e nas redes sociais da Prefeitura de Barueri incluem números relativos apenas a moradores da cidade. Os dados de pessoas de outras localidades que recebem atendimento médico no município são enviados aos seus locais de moradia, não compondo o boletim local.

Barueri confecciona protetores faciais em impressora 3D

O Centro de Inovação e Tecnologia de Barueri (CIT), em parceria com as empresas Orange Maker, My Robot School (Unidade Alphaville) e Assinco, está confeccionando protetores faciais do modelo face shield a serem doados às unidades de saúde de Barueri como forma de colaborar no combate ao novo coronavírus.

A empresa Orange Maker doou uma impressora 3D, além de prestar apoio técnico e científico, fornecer o projeto de confecção, imprimir protótipos e doar 50 protetores faciais. Já a My Robot School forneceu insumos para a fabricação de 100 unidades. A Assinco Informática produziu mais de 170 suportes e está confeccionando mais peças que farão parte do montante a ser doado.

Os insumos utilizados na fabricação dos protetores são o filamento PLA, utilizado na impressora 3D para produção do suporte do protetor, os elásticos de 15 ou 20 mm para ajuste e fixação e as chapas de Pet-g/ Acetato ou PVC, que são fundamentais na proteção do rosto de médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem.

A primeira unidade a receber 15 protetores faciais foi o Pronto-Socorro Arnaldo de Figueiredo Freitas, do Parque dos Camargos, no dia 15 de abril. Posteriormente, foram entregues 90 unidades para a Secretaria de Saúde do município e 25 unidades para a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SDPD).

Segundo o gestor do CIT, Jonatas Randal, a união entre as iniciativas pública e privada é fundamental. “A equipe do CIT está comprometida em colaborar através da utilização da tecnologia para a produção deste equipamento de proteção individual tão importante para que as equipes de saúde atendam com segurança os pacientes atingidos pela Covid-19”, comentou Randal.

De acordo com a coordenadora de comunicação e projetos de inovação do CIT, Erika Alves de Araújo, as produções de equipamentos continuam ocorrendo e a participação de novas empresas no projeto é muito bem-vinda. “Certamente estamos vivendo um momento de transição, pois a história nos mostra que, no enfrentamento de um problema, a humanidade busca novas formas de superá-lo. Sairemos desta situação em um novo patamar de conhecimento”, destacou.

Enfermagem: essencial, representa a maior categoria nos serviços de saúde em Barueri

Quando se fala em linha de frente, seja agora, diante da pandemia por coronavírus, ou seja em qualquer outro contexto, os profissionais de enfermagem são os primeiros a vir à mente. Não é à toa. Trata-se da categoria com maior número de trabalhadores na saúde do País.

Barueri conta com um total de 407 profissionais ligados à Diretoria Técnica de Enfermagem atuando dentro da Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde (Cabs), responsável pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS), pelos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e pelo Programa de Assistência Domiciliar (PAD). Desses 407, 99 são enfermeiros, 291 são técnicos de enfermagem e 17 são auxiliares.

De papel essencial na assistência, no cuidado e na prevenção à saúde, os profissionais de enfermagem são aqueles que realizam o principal acolhimento do paciente dentro dos serviços médicos e os que mantém maior contato com os usuários.

Esse perfil mantém-se agora, quando todo o serviço foi reconfigurado para atender aos pacientes vítimas da Covid-19. Só em Barueri as 19 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) foram reorganizadas de forma a priorizar os sintomáticos: a ordem é preservar o máximo de vidas possível, mesmo que a deles também esteja em risco. A já conhecida dedicação e abnegação da equipe redobrou nesse momento e mesmo com a rotina toda alterada por causa do coronavírus, o atendimento a casos prioritários jamais foi interrompido.

“O trabalho da enfermagem é fundamental no combate à pandemia, são profissionais que vão além da capacidade técnica. Somos a maior categoria profissional de saúde e estamos ao lado do paciente diariamente com coragem, habilidade e dedicação , assim como os demais profissionais de saúde”, ressalta Fernanda Lucas Medeiros Munhoz, diretora técnica de enfermagem.

Além dos atendimentos in loco, os profissionais da enfermagem também compõem uma equipe multiprofissional da Cabs que está monitorando os pacientes das UBSs, especialmente aqueles com doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, hipertensão e outras. O acompanhamento tem sido feito por telefone, periodicamente, e os casos mais graves estão sendo encaminhados ao atendimento médico presencial.

Mais doações chegam à Secretaria de Saúde de Barueri

Apesar dos grandes desafios impostos pela pandemia causada pelo novo coronavírus, a solidariedade tem permeado essa fase tão difícil. Esta semana a Secretaria de Saúde de Barueri recebeu mais doações que vão ajudar bastante os profissionais que lutam contra a Covid-19 nos hospitais da cidade. Ao todo foram doados 12.100 equipamentos de proteção individual (EPIs).

Protetores faciais

Na terça-feira (dia 28), a Escola Castanheiras, que fica no Tamboré, em Santana de Parnaíba, doou 100 máscaras de proteção facial à Secretaria. Essas máscaras são fruto da união de forças entre funcionários, alunos e seus familiares, que compõem o projeto Escudo Maker. Eles utilizam impressoras 3D na fabricação desses protetores faciais, doados a hospitais da região.

“As impressoras 3D, neste momento, podem ser um recurso importante para fabricação de máscaras de proteção, uma viseira que protege todo o rosto contra gotículas e aerossóis, que infectam por meio dos olhos, boca e nariz”, está descrito no hotsite do projeto.

10 mil máscaras cirúrgicas

Na quarta-feira (dia 29) a solidariedade se fez presente de novo. Logo cedo, representantes de uma distribuidora Nestlé alocada em Barueri estiveram na Prefeitura para doar 10 mil máscaras descartáveis. A entrega foi feita para o prefeito, Rubens Furlan, e para o secretário de Saúde, Dionisio Alvarez Mateos Filho.

A empresa está distribuindo um montante de 470 mil máscaras cirúrgicas entre todas as regiões do Brasil onde atua, além de destinar parte também ao Ministério da Saúde e ao hospital de campanha do Pacaembu.

Núcleos de Moda

No mesmo dia, à tarde, o secretário de Saúde recebeu duas mil máscaras de pano confeccionadas pelos Núcleos de Moda da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Barueri (Sads). As máscaras já estão sendo distribuídas à população nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

“Estamos realmente honrados com toda essa consideração por parte de empresas e também da municipalidade, como essa doação da Sads. Tudo é bem-vindo no combate a essa pandemia e eu agradeço em nome de todos os profissionais da saúde”, declara Dionisio.

Guarda Municipal de Barueri interdita brinquedos em praças públicas

Na luta contra o novo coronavírus uma nova medida foi tomada pela Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana de Barueri (SSMU). Na madrugada desta quinta-feira (30), a Guarda Municipal interditou os brinquedos e playgrounds de todas as praças públicas do município.

De acordo com Alberto Euflauzino Correia, coordenador operacional da Guarda, a ação foi tomada para evitar a aglomeração de pessoas nesses locais. “As crianças são potenciais transmissoras em levar o vírus para dentro de suas casas, contaminando os irmãos, pais e os avós, que são do grupo de risco. Hoje, na primeira hora, fizemos a interdição”.

A Guarda Municipal continua mantendo o patrulhamento e fiscalização pela cidade para garantir que a quarentena seja respeitada no município. “Nós atuamos em duas frentes, a primeira é fazer cumprir o decreto estadual e municipal quanto ao fechamento dos comércios, deixando em funcionamento apenas os essenciais. O outro ponto em que nós atuamos é o de conscientização, que é esse trabalho que estamos fazendo nas praças. A gente entende esse anseio da população em sair às ruas e em retomar as atividades normais, mas neste momento a segunda atuação da Guarda é orientar as pessoas quanto ao risco que estão correndo”, concluiu Correia.

A quarentena e o isolamento social decretados pelo Governo do Estado seguem até o dia 10 de maio, podendo ser expandidos caso os órgãos de Saúde julguem necessário. Cabe à população respeitar as medidas de segurança para que a propagação do vírus seja reduzida e a pandemia vencida o mais breve possível.

Com a pandemia, Emei do Imperial de Barueri incentiva leitura e contação de histórias em casa

Mesmo em casa, os alunos da Emei Eminoldo Harger, do Parque Imperial, continuam realizando as atividades propostas pelo projeto “A Riqueza da Literatura Infantil e a Magia dos Livros”.

Além das aulas on-line indicadas pela Secretaria da Educação, por intermédio do Google Sala de Aula, outras atividades estão sendo efetuadas com a participação dos pais.

Com o objetivo de enriquecer o hábito pela leitura, a escola indica livros e compartilha, com familiares das crianças, arquivos digitais com incríveis histórias, sempre visando proporcionar momentos de interação, criatividade e imaginação com os pequeninos.

De acordo com a diretora Tatiane Aparecida Tavares Branchini, a participação dos pais tem sido fundamental para o desenvolvimento do projeto. “Somos gratas por reconhecerem a importância desse hábito e proporcionarem às crianças essa experiência tão enriquecedora. Sem essa parceria, não seria possível o envolvimento da criança com a leitura nesse período. Temos recebido mensagens dos próprios alunos, dizendo que acharam muito legal a história enviada. Isso é muito gratificante”, contou.

Ação Solidária entre Cultura de Barueri e Shopping Flamingo arrecada alimentos e produtos de higiene

Ciente que o momento é de solidariedade, principalmente por conta da pandemia causada pela Covid-19, a Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri, em parceria com o Shopping Flamingo e o Green Valley Office Park, realizou o Pedágio Solidário.

A ação aconteceu em sistema Drive-Thru entre os dias 23 e 25 de abril, no Shopping Flamingo e Green Valley, oportunidade em que a equipe da Cultura recebeu a doação de alimentos e materiais de limpeza.

Todo o material arrecadado foi destinado ao Fundo Social de Solidariedade Estrela Guia, que fará a distribuição para as famílias que possuem menos recursos financeiros ou que estão passando por alguma dificuldade.

A empresária Latifa Kadri, diretora social e marketing do Shopping Flamingo e da Consigaz, doou dezenas de cestas básicas, o grupo das “Véias e Agregadas de Alphaville e Barueri” doou cerca de 600 unidades de detergentes.

Durante os três dias passaram pelo pedágio empresários e moradores que levaram centenas de produtos como: arroz, feijão, enlatados, açúcar entre outros.

“A Consigaz é uma empresa que sempre se preocupou em estar presente na vida e na rotina das pessoas. Agora, no atual cenário, não será diferente, além de estarmos muito próximos no acompanhamento da segurança no ambiente de trabalho dos nossos colaboradores, que estão em plena atividade, desde o início da pandemia. A nossa preocupação se estende às comunidades que circundam onde a empresa atua”, disse Latifa.

Ao total a ação arrecadou 20 toneladas de alimentos distribuídos em 08 pontos estratégicos de São Paulo.

Ainda de acordo com.a empresária, por intermedio da iniciativa, “também foram doadas 6 mil máscaras de tecidos, adquiridas de pequenos empresários e distribuídas à população de baixa renda da região de Carapicuíba.

Além disso, a partir desta semana, a iniciativa emplaca num novo projeto que consiste no desenvolvimento de respiradores artificiais, em conjunto com renomada marca automotiva”, afirmou Latifa Kadri.

A entrega de toda a arrecadação aconteceu nesta terça-feira, 28, na sede da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, na ocasião, o secretário de Cultura e Turismo, Jean Gaspar, ressaltou a importância da ação. “Iremos vencer essa crise com a união e a solidariedade de todos, juntos iremos ajudar as pessoas que estão com dificuldades neste momento difícil em que o mundo está passando. Além de levarmos a arte através de nossas mídias digitais, deixando mais leve os nossos dias, estamos contribuindo também com o alimento. Quero agradecer a Sarita Oliveira e toda equipe da Cultura e aos parceiros Flamingo, Consigaz, Green Valley e voluntários que colaboraram com a campanha”, ressaltou Jean Gaspar, secretário de Cultura e Turismo.

Nova UBS do Engenho Novo inicia atividades em Barueri

A obra da nova Unidade Básica de Saúde (UBS) do Engenho Novo está concluída. Na quarta-feira (dia 22), os atendimentos já passaram a acontecer no novo prédio: amplo, arejado e com inúmeras possibilidades para oferecer um atendimento ainda melhor aos moradores da região. A UBS Maria de Lourdes Hernandez Matos recebia uma média de 1.100 pessoas por dia, chegando a 32 mil atendimentos ao mês. 

Durante este período em que o mundo enfrenta a pandemia causada pelo novo coronavírus, todas as UBSs de Barueri tiveram suas rotinas reconfiguradas, dedicando-se ao atendimento de sintomáticos da doença e aos casos mais prioritários, como pré-natais, menores de um ano, além de diabéticos e hipertensos descompensados. O novo prédio iniciou as atividades obedecendo a essa formatação, mas assim que a pandemia for controlada, a população terá acesso a uma infraestrutura completa e modernizada. 

O horário de atendimento da UBS permanece o mesmo: das 7 às 19h. O novo endereço é rua Maria de Fátima, 591, Engenho Novo. 

Mais uma grande UBS 

As novas instalações contam com quatro pisos. No térreo ficam a primeira recepção, a farmácia, que tem uma entrada independente, sala da enfermeira responsável técnica da unidade, sala administrativa e dois consultórios de psiquiatria. 

O primeiro andar abriga uma segunda recepção dedicada aos atendimentos relativos a consultas marcadas, retirada de exames etc. E como é a ala onde se concentram todos os consultórios de enfermagem, conta com ambientes para aferição de pressão, inalação, reidratação, curativo, triagem, acolhimento e sala de coleta de Papanicolau.  

Já o segundo piso é onde estão os quatro consultórios de clínica geral e uma sala de reuniões. No terceiro e último pavimento ficam o consultório dentário, dois consultórios de pediatria, três consultórios de ginecologia, a sala de psicologia e assistência social e o Núcleo de Vigilância em Saúde. 

O novo prédio é totalmente acessível a pessoas com deficiência e todos os andares têm banheiros adaptados. Com a nova estrutura será possível trazer mais um psicólogo para a unidade, além de incluir uma fonoaudióloga e uma nutricionista à gama de especialistas. Há também uma área de vivência para que funcionários possam socializar durante horários de almoço e um belo jardim que, futuramente, pode abrigar uma horta comunitária.  

Para uma das gestoras da unidade, Ilda Tenório de Alcântara, as novas instalações trarão ganhos para funcionários e pacientes. “Essa nova unidade vai atender bastante a população em todos os sentidos. Tanto pra nós, funcionários, que vamos ter um ambiente totalmente salubre pra trabalhar, com todas as condições certinhas, dentro das normas, quanto pra população, que vai ter um espaço muito maior. Nós vamos poder fazer um acolhimento muito melhor da população, porque o prédio está muito bem dividido, muito bem estruturado, foi muito bem feito e tem uma acessibilidade muito boa”, destaca a servidora. 

Barueri promove adoção de pets pelas redes sociais e realiza entrega em domicílio

Em função da pandemia de Covid-19, Barueri promove a adoção de cães e gatos pelas redes sociais e realiza a entrega dos bichos na residência do tutor com as devidas recomendações. A medida se fez necessária por conta da queda no número de adoções resultante do isolamento social. As pessoas que pretendem adotar os animais podem ficar tranquilas, pois os bichinhos não são transmissores da doença causada pelo novo coronavírus.

O método de adoção pelas redes sociais é simples. Na rede social do Cepad (no Instagram ou Facebook) há fotos dos animais que estão aptos a serem adotados e é possível conversar com a equipe do setor através das mensagens privadas.

Ao escolher o cão ou o gato e informar o endereço e telefone, é combinada a data para a entrega do pet e as demais recomendações. Todos os bichos são entregues castrados, microchipados, vacinados e vermifugados.

O isolamento social muitas vezes promove a falta do contato das pessoas com os seus familiares, o que aumenta os níveis de estresse e ansiedade, podendo causar depressão (doença que necessita de tratamento psicológico e medicamentoso). Entretanto, a médica veterinária Adriana Cristina Guerra Boni, informa que a adoção ajuda a reduzir a solidão e a ansiedade causadas pela quarentena promovida pelo isolamento social.

“Quando alguém adota um animal no Cepad dá a oportunidade ao resgate de outro animal abandonado que está nas ruas. Além disso, um animalzinho de estimação reduz os níveis de estresse causado pelo isolamento social e colabora com o combate à ansiedade e à depressão”, comenta a gestora do Centro de Proteção ao Animal Doméstico (Cepad), responsável pelas adoções.