Barueri

Paula Nasser: “A família com prioridade”

dsc02035-1

Formada em Psicologia, exerce sua profissão de psicóloga há muitos anos, com apenas 43 anos de idade, Paula Nasser conhece bem as necessidades e especialmente suas oportunidades de desenvolvimento da cidade onde nasceu que é Barueri.

Além da sua formação como psicóloga, Paula Nasser é pós-graduada em terapia de casal e família, no que trás a sua paixão por trabalhar com pessoas.

Na prefeitura de Barueri, Paula Nasser trabalhou 18 anos com serviços sociais e com pessoas de vulnerabilidade, durante o governo Rubens Furlan, ajudou a implantar o programa casulo, um programa com exclusividade de violência contra a mulher.  Na ocasião Paula dividia seu tempo trabalhando pela prefeitura durante o dia e em sua clinica de psicologia à noite.

Na literatura, Paula Nasser é autora de duas obras, o primeiro titulo publicado foi “A Escuta”, trabalho que escreveu através dos frutos das rodas de conversas que teve com mais de 3 mil mulheres, onde observou mulheres em todos os bairros de Barueri e os temas que elas mais gostavam de conversar era sobre divorcio, educação de filhos, beleza e luto. “Desses temas eu abordei no livro sobre o universo feminino, mas dou uma devolutiva como psicóloga e sobre aquela proposta que a mulher está trazendo, porque eu sempre aprendo nas rodas de conversas e por isso eu escrevi esse livro que foi uma realização de pessoas para mim e fico muito feliz com isso”, comenta Paula.

O segundo titulo publicado por Paula Nasser, é o “Simplesmente Chique”, livro de receitas que contem textos que aborda sobre a família e os beneficia de uma forma muito simples, mas com uma maneira profunda e impactante de fortalecer a família. “Estamos num momento no mundo onde famílias estão passando por um processo de desgastes”, destacou.

Sendo eleita a vereadora, Paula Nasser quer retomar trabalho realizado que foi sobre o enfrentamento da violência contra a mulher, trabalho da qual ajudou a implantar na cidade.

Sobre a secretaria da mulher, segundo Paula, foi a grande vitória e também o programa casulo, que hoje o funcionamento dele é muito prejudicado e muito restrito, porque o atendimento  está sendo feito nas unidades básicas de saúde, que estão cheios de serviço, seu plano é acabar com a demanda que é muito específica.

“A mulher que sofre violência tem que ser atendida imediatamente e não ficar numa fila de espera, isso é emergência e precisamos retomar esta proposta que Barueri não tem e precisamos ter esta casa abrigo e oferecer isso à mulher”, explica. O objetivo é interromper o ciclo da violência contra a mulher, por isso o homem ou seja o agressor, precisa passar por tratamento psicológico para que ele não venha ser um agressor novamente.

Quando o foco é a família, Paula Nasser explica que tem que ser repensado, até pelo conselho tutelar que é um órgão autônomo que funciona no município, para funcionar com mais eficiência, precisando de uma rede, onde as crianças precisam de escola, creches,  saúde, educação e cultura, tudo funcionando, por isso precisa ser reforçado estas ações e estes serviços. O serviço público tem que ser integrado e as secretarias tem que somar ações.

Uma história de superação

dsc02107

Nascido e criado na cidade de Ourinhos, interior de São Paulo, Edecarlos Brisola de Almeida, conhecido como professor Edecarlos Brisola, chegou à cidade de Barueri no ano de 2002, numa visão de que a cidade é uma grande referencia para os outros municípios da região.

O professor Edecarlos Brisola tem uma história de vida de grande superação, ele nasceu com má-formação congênita e foi dar seus primeiros passos para andar só aos 7 anos de idade, ao lado de sua mãe, venceu todas as dificuldades.

A formação de professor Edecarlos é em Ciências Sociais, é formado no estado do Paraná, na Universidade Estadual de Londrina, cidade que morou durante 6 anos por conta de seus estudos.

Durante 12 anos, lecionou em filosofia em diversas EMEFs de Barueri e hoje é professor de Sociologia no ITB e na FIEB, instituição na qual é concursado.

Com o seu trabalho, professor Edecarlos concorreu no ano de 2009, o prêmio “Giz de Ouro”, concorrido por diversos professores da rede pública de Barueri, seu tema de trabalho defendido para concorrer foi: “Convivendo com as diferenças”.

Por causa de suas dificuldades pela inclusão social, professor Edecarlos sofreu vários tipos de preconceitos, a partir daí foi realizando diversas pesquisas na qual se decidiu entrar na política e ser candidato a vereador, acreditando que o meio político é um grande meio para mudar e fazer com que estas dificuldades e os preconceitos sejam vencidos.  Durante o tempo em que morou em Londrina, foi militante do PMDB local.

Sendo eleito a vereador, a bandeira de professor Edecarlos será em prol das pessoas com inclusão social e portadoras das demais deficiências.

Seu grande projeto hoje em papel será pela criação do centro de inclusão, para pessoas deficientes e oferecer cursos profissionalizantes a eles, além disso, professor Edecarlos, quer que o mesmo centro venha ser utilizados para as demais classes, principalmente aos jovens.

Na cultura, seu projeto será pela implantação de oficinas culturais, com polos em cada bairro de Barueri.

Na educação, o trabalho de professor Edecarlos, será pela acessibilidade nas escolas, pensando no bem estar das pessoas portadoras de deficiências, diminuição de alunos em sala de aula para que o professor venha a dar conta de seu trabalho, material didático adequado para que o mesmo sirva aos alunos deficientes visuais e a manutenção geral aos elevadores das escolas.

Em serviço urbano, professor Edecarlos quer trabalhar pela manutenção e limpeza nas calçadas, para que as pessoas portadoras de deficiências possam der mais acessos e áreas de acessibilidade.

Na saúde, professor Edecarlos quer criar a lei, para as caixas de remédios adquiridos na farmácia municipal, venham ter figuras estampadas com a identificação e a representação do medicamento, contendo também o código dos remédios.

Em assuntos de segurança, a luta de professor Edecarlos será pela ampliação de câmeras em todos os bairros.

Professora Help é a mudança que Barueri precisa

dsc02118

Natural do estado de Pernambuco, nascida no ano de 1963, Maria do Socorro, conhecida carinhosamente por professora Help, chegou à cidade de Barueri no ano de 1979.

Professora Help é formada em licenciatura plena em matemática pela faculdade Oswaldo Cruz e pós-graduada em administração hospitalar.

Há 22 anos, professora Help leciona na rede pública de ensino, sempre acumulando funções em escolas municipais e estaduais.

Seu conhecimento em matemática, fez com aos finais de semana ministrasse nas escolas particulares e faculdades, cursos e palestras didáticas sobre sua matéria aos professores.

No ano de 2010, professora Help, concorreu o prêmio “Giz de Ouro”, direcionado aos professores da rede pública de ensino, na ocasião desenvolveu o projeto que trata sobre as dificuldades de aprendizagens em alunos de ciclo 1 e 2.. Em 2012 concorreu novamente ao prêmio e ficou no 12º colocado, o projeto apresentado foi sobre meio ambiente e sustentabilidade.

Ao ajudar a comunidade carente e pessoas menos favorecidas no bairro do Chácara Marcos, resolveu entrar para a política para estar ao lado da população e poder ajudar mais ainda.

Ganhando ou não a eleição, professora Help já tem um projeto para apresentar, que se trata de sustentabilidade e reciclável, englobando o dom de como a pessoa entrar no mercado de trabalho construindo objetos feitos por materiais recicláveis.

Seu primeiro passo como vereadora, é ser a vereadora itinerante, para andar pelos bairros e ver as dificuldades enfrentadas pela população.   

A educação é a principal bandeira de professora Help, primeiramente irá lutar pelo aumento salarial de professores, gradativamente de acordo com o tempo de trabalho, criação de coordenadoria por área, sendo por escola ou setor escolar de cada bairro, para orientar educadores especificamente nas matérias de língua portuguesa e matemática e a interação do conselho tutelar, escola e família ao retorno do aluno a unidade escolar se o caso vier aprontar.

Na saúde, professora Help, quer que seja instalado um centro de geriatria, com exclusividade ao idoso, de preferência dentro do parque da maturidade e na saúde dos homens, criar o espaço masculino, com realização de exames rotineiros e espaços de academia ou qualquer outra atividade física.

Para dependentes químicos, a professora Help quer lutar pela construção de uma clinica especializado só para mulheres, com tratamentos diferenciados para aquelas que tentam se libertar dos vícios.

Em habitação, a prioridade de professora Help, serão as mães solteiras no sentido de elas terem suas moradias próprias, sendo que as maiorias trabalham e trazem o sustento para a casa.

 

No lazer, a professora Help destacou os bairros do Chácara Marcos e Vila Márcia, lugares carentes quando se trata em esporte, lazer e cultura.

Se tratando de emprego e renda, Help defendeu o trabalho da UBER, segundo ela, o sistema favorece as pessoas de baixa renda e também a geração de emprego, que são os casos dos motoristas.

Para auxiliar a gestão pública do município, professora Help citou a possibilidade da criação da casa do conselho de Barueri, que irá tratar de assuntos de educação, saúde, segurança, cultura, esporte, obras, habitação e transporte.

Rubens Luiz sempre gostou de ajudar a população

66-dsc02105

O Rubens Luiz de Souza, conhecido popularmente como Rubens Luiz, nasceu no ano de 1954 no Estado de Minas Gerais, chegou à cidade de Barueri no ano de 1975.

Em sua profissão, Rubens Luiz já atuou em várias funções, sendo comerciante, onde já teve uma lanchonete, mecânico, eletricista e motorista.

Por muitos anos, Rubens Luiz foi militante a política de Barueri ajudando e apoiando candidatos a vereador, nessa experiência que tem com a política, nas eleições de 2014, ajudou na campanha da deputada federal Bruna Furlan.

O que incentivou o Rubens Luiz a ser candidato a vereador, foi por estar nas ruas há muitos anos ajudando a população, contato que foi ganhando ao longo dos anos dentro da própria militância política.

Sendo eleito a vereador, dentro da Câmara Municipal, a prioridade de Rubens Luiz será na área da saúde, com mais medicamentos na farmácia municipal e nos postos de saúde, melhorias e agilidades nos atendimentos médicos, consultas e exames, ampliação no horário de funcionamento dos postos até às 22 horas e contratação de mais médicos.

O esporte é a outra bandeira de Rubens Luiz, onde irá lutar pela construção do centro esportivo em cada bairro.

Na educação, Rubens Luiz vai trabalhar por mais segurança dentro das escolas com a própria Guarda Municipal fazendo ronda e mais construções de creches na cidade.

Candidato a vereador abre a mão de 100% de seu salário

dsc01971-1

Nascido na cidade de Barueri, Rogério Cerqueira tem 34 anos de idade, nasceu na cidade de Barueri e há 14 anos desenvolve trabalho social no município voltado para a criança e o adolescente.

Hoje a função de Rogério é Palestrante corporativo, tendo sua própria equipe que realiza palestras a fora.

Na política Rogério teve experiência de sempre estar ajudando candidatos e nas eleições de 2014 adquiriu sua experiência onde tentou uma candidatura para Deputado Estadual e não obteve o sucesso.

Nessas eleições Rogério é candidato a vereador pelo PSC, na qual quer levantar a bandeira de vereador voluntario.  

“O vereador voluntário é um compromisso meu reconhecido em cartório, onde quero estar doando o 100% do meu salário para mudar a vida do povo e não do político”, explicou.

Outro projeto dentro da câmara será para transformar a saúde, para que seja melhor que privado e trabalhar para que a cidade venha estar em primeiro lugar em nível de transparência com emprego e renda e educação com qualidade.

Willian Moreira fala de suas propostas

dsc02093-1

Willian Moreira tem 38 anos de idade, nasceu na cidade de Barueri, onde viveu toda a sua infância e formou sua família.

Em sua profissão, Willian Moreira já foi caminhoneiro e a 16 anos atua como Guarda civil Municipal, profissão que da qual passou a se preocupar muito com a segurança da cidade e principalmente da população.

Além de atuar na área de Segurança, Willian Moreira é muito fá de esportes e a 6 anos organiza campeonatos de Futebol e Futsal, masculino e feminino.

Na política, Willian Moreira sempre esteve acompanhando de perto os acontecimentos e por várias eleições esteve apoiando candidatos. O que tem lhe motivado a ser candidato a vereador nessas eleições, foi que no exercício de Guarda Civil Municipal e fazendo ronda por toda a Barueri, passou a observar falhas em alguns bairros da cidade, foi aí que tomou uma decisão para tentar pleitear uma vaga no poder legislativo da cidade.

A bandeira de Willian Moreira se o caso for eleito, será a segurança, dentre elas o seu destaque será a segurança comunitária com interação da população com a Guarda Municipal sobre a segurança em cada bairro, Ronda Escolar, Boletim de Ocorrência Eletrônico, Monitoramento em toda a cidade, Serviços de segurança a paizano e para a segurança da mulher, irá lutar pela implantação da viatura Maria da Penha, com orientações e proteção contra a violência domestica e violência contra a mulher.

No esporte que é outra bandeira de Willian Moreira, a luta será pela construção de mais quadras poliesportivas e promover palestras com atletas e iniciativas municipais para a busca de novos talentos no esporte, Criação de programas com competições escolares e promover periodicamente as olimpíadas municipais entre os bairros que dará oportunidade ao atleta do município para mostrar seus talentos.

Na saúde, Willian Moreira vai lutar pela seriedade nos atendimentos médicos e ambulatoriais e pela promoção de mutirões de tratamento que dará maior atenção aos casos mais graves.

Em mobilidade urbana, o objetivo de Willian Moreira será por mais acessibilidade com rampas para cadeirantes e piso tátil de orientação aos deficientes visuais.

Rubens Luiz sempre gostou de ajudar a população

66-dsc02105Rubens Luiz, 62 anos, veio para Barueri e desde então vem construindo a sua história com a cidade. Ele já foi comerciante, mecânico e eletricista.
A vida pública teve início em Barueri, atuou nos bastidores em  eleições municipais e estaduais. Em 2014, foi um dos apoiadores da deputada federal Bruna Furlan, experiência que segundo ele, foi decisiva e inspiradora para alçar voos mais altos na política.
Sempre engajado com os problemas de sua cidade, Seu Rubens, se eleito irá priorizar a área da saúde, com mais medicamentos na farmácia municipal e nos postos de saúde, melhorias e agilidades nos atendimentos médicos, consultas e exames, ampliação no horário de funcionamento dos postos até às 22 horas e contratação de mais médicos.
O esporte é a outra bandeira de Rubens Luiz, onde irá lutar pela construção de um centro esportivo em cada bairro.
Na educação, Rubens Luiz vai trabalhar por mais segurança dentro das escolas com a própria Guarda Municipal fazendo ronda e brigar pela construção de creches na cidade.

Lideranças definem apoio para Adelson em Barueri

661-adelsonO candidato a vereador, Adelson Machado, nessa eleição vem ganhando apoio de importantes lideranças política. Uns desses apoios são das deputadas federal Bruna Furlan e Mara Gabrilli, representante das pessoas portadoras de deficiências na câmara dos deputados.
Sendo eleito, Adelson quer retomar os trabalhos da “Casa Resgate Vida”, para cuidar dos moradores de rua, voltar com os cursos do “Barueri Emprega”, para a geração de emprego e renda, inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho, acessibilidade ao transporte, saúde, educação, esporte e lazer. A construção do complexo esportivo, para as pessoas com deficiência, terá quadras adaptadas, piscina semiolímpica, artes marciais, musculação e salões de jogos, o projeto será em anexo com a SDPD (Secretaria do Direito das pessoas com deficiência).
Outro que vem apoiando sua candidatura é Charles Felix, “Resolvi apoiar o Adelson, primeiramente pelo seu currículo, é um cara preparado, estudou muito para se tornar um vereador e também pela sua capacidade, criou diversos cursos para Barueri, mesmo sem ser vereador, ajudou muito a população com a “Casa Resgate Vida”, queremos retornar esses trabalhos, costumo falar que é a união com a renovação. Fechamos uma parceria muito legal com o bairro do Engenho Novo, com esta união vamos trazer beneficio ao bairro do Engenho Novo e vamos fazer um trabalho social muito bacana lá”, destacou Charles Felix.
“Fui pré-candidato a vereador em Barueri, minha decisão de apoiar o Adelson foi devido à renovação e precisamos unir forças para renovar a nossa câmara municipal, nele encontrei uma pessoa carismática que tem um amor ao próximo, já desenvolveu um trabalho com a “Casa Resgate Vida”, os cursos do “Barueri Emprega” e acompanhei de perto todo o trabalho”, comentou Antônio Almeida que também apoia adelson.

Adelson quer retomar a “Casa Resgate Vida” e o “Barueri emprega”

66-adelson-1Nascido no estado da Bahia, Adelson Machado, tem 40 anos de idade e chegou à cidade de Barueri quando tinha 18 anos.
Adelson teve uma infância de muitas lutas e hoje venceu todas as dificuldades e sendo uma pessoa humilde, sempre pensando no bem estar do próximo.
Em Barueri, Adelson realizou grandes trabalhos, no ano de 2005 foi coordenador do Ganha Tempo e no ano de 2006 passou a articular e ser responsável pela “Casa Resgate Vida”, dando apoio as pessoas moradoras de rua.
Na criação do programa “Barueri Emprega” em 2009, Adelson coordenou o projeto que ofereceu cursos profissionalizantes e gerou empregos para o município e no ano de 2010, junto com o prefeito Rubens Furlan, criou a “Central do Servidor”, com foco na melhor qualidade no atendimento público.
Na política, Adelson é militante desde 2004, ano em que tentou pela primeira vez sua candidatura a vereador, ainda na carreira pública, coordenou a campanha de Bruna Furlan para deputada federal nas eleições de 2010 e 2014.
Sendo eleito a vereador, Adelson pretende voltar com o programa Barueri emprega e casa resgate e vida, projetos que carrega com carinho na lembrança que foram encerrados na administração Gil Arantes.
Para as pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida, Adelson quer a construção de um complexo esportivo, em anexo com a SDPD (Secretaria de Direito das Pessoas com Deficiência), com piscina semiolímpica, ginástica, artes marciais, musculação, salão de jogos e ginásio poliesportivo, Criação do centro de medicina física e reabilitação, numa parceria com o governo do estado viabilizando a instalação de uma unidade do instituto de medicina física e reabilitação, instalação de duas academias ao ar livre adaptadas, sendo uma nas dependências da SDPD e outra dentro do Parque Municipal Dom José, ampliar o programa de prevenção aos deficientes com palestras e campanhas nas escolas com a participação da família.
Na educação, Adelson irá propor o programa de acompanhantes terapêuticos nas salas de aula, onde o profissional acompanhará o aluno com necessidades especiais em seu projeto de aprendizagem e a criação de oficinas ortopédicas, capacitação das pessoas especial ao mercado de trabalho e a criação do centro dia que permita a convivência em grupos com apoio e orientação dos apoiadores, oferecendo atenção integral às pessoas com deficiência.

Andreia Lima: Uma defensora dos portadores de necessidades especiais

whatsapp-image-2016-09-27-at-19-28-33Andreia Lima, nasceu no bairro de Itaquera em São Paulo no ano de 1977 e chegou na cidade de Barueri em 1985.
Ela é formada em secretariado executivo em 2006 e atualmente está frequentando o curso de direito.
Nos anos 90, Andreia foi professora eventual pelo estado, e atualmente é analista de prevenção e fraude de uma agencia financeira.
Andreia Lima tem o seu filho Gustavo que é especial, autista, e pela sua dificuldade de estar ao lado de seu filho, foi montando uma pasta onde explica o significado do autismo e em algumas escolas de Barueri promoveu palestras sobre o caso sempre levando seu filho.
O Gustavo hoje tem 12 anos de idade e no município de Barueri foi o primeiro aluno com autismo em sala de aula de um AEE (Atendimento Educacional Especializado).
Mesmo com sua agenda repleta de compromissos com as visitas ás escolas no município, aceitou o desafio de ser candidata à vereadora, para erguer a bandeira em prol dos deficientes.
No ano de 2012, Andreia Lima viajou até Brasília, onde junto com a deputada Bruna Furlan, reivindicou melhorias nas causas das pessoas portadoras de necessidades especiais.
Sendo eleita a vereadora, Andreia Lima quer implantar o “Projeto Continuar”, para atender jovens deficientes para que após a conclusão do ensino médio deem continuidade aos seus estudos e neste núcleo terão aulas diferenciadas de acordo com vários tipos de necessidades, onde poderão ter os seguintes atendimentos: renovação de passe especial, musicoterapia, cozinha experimental, aulas de artes, educação física, aulas de inglês, computação e robótica, natação, hidroterapia, cursos profissionalizantes, equipes de profissionais na área da saúde com psicólogo, fonoaudiólogo, psicopedagoga, profissionais de libras e braile, agendamentos de consultas médicas e departamentos jurídicos.
No Esporte, Andreia Lima quer implantar no município a paraolimpíada municipal e fazer a parceria com o GRB (Grêmio Recreativo Barueri).
Na Educação, o projeto de Andreia será pela implantação de enfermarias nas escolas, construção de mais unidades escolares de período integral de 5 aos 9 anos e a contratação de mais professores capacitados para atender crianças e jovens portadores de necessidade e dar mais apoio aos professores de AEE.
Andreia pretende na Câmara lutar para criar mais associações que cuide de pessoas especiais, como hoje é o trabalho da própria APAE.