Barueri

SSM completa mais de um milhão de atendimentos em Barueri

Manter uma cidade limpa e bem cuidada não é uma tarefa fácil.  Afinal, Barueri possui 65,701 quilômetros quadrados de área territorial e tem população estimada de 271.306 pessoas. Ainda assim, o município se encontra organizado e em plena conservação, graças ao trabalho constante da equipe da Secretaria de Serviços Municipais (SSM) que acontece de dia e de noite.  

 De janeiro até a primeira quinzena de julho deste ano, a SSM realizou mais de um milhão de atendimentos na cidade. Os serviços prestados foram desde simples consertos e manutenção de patrimônios públicos até os de maior impacto como coleta de entulho, limpeza urbana e conservação de vias públicas (tapa-buracos) 

 No mesmo período, somente pela Coordenadoria de Serviços Urbanos (CSU), mais de 450 atendimentos foram realizados em diversos pontos da cidade com trabalhos de alvenaria, elétrica, hidráulica, serralheria, telhado, pintura e marcenaria. 

 Remoção de entulhos 

Entre as principais tarefas realizadas pela SSM esteve a retirada de 18.307 toneladas de resíduos. Já o programa Papa-Entulho, que possibilita a coleta em big bags (sacos flexíveis), o número de cadastros realizados e atendidos chegou a 17.138. 

 Áreas verdes 

Os jardins e praças da cidade também fazem parte da lista de atendidos pela Secretaria de Serviços Municipais, com os serviços de jardinagem, podas e recuperação do paisagismo de pontos viciados de descarte irregular de entulhos. 

Estudantes de Barueri retornam às aulas com grandes recursos tecnológicos

Foi marcada pelo final do recesso escolar para os cerca de 65 mil estudantes das 110 escolas da rede de ensino de Barueri, que estavam fora das salas de aula desde o dia 10 de julho. Trata-se de um momento importante, em que acontece o reencontro entre alunos e professores com energias recarregadas para o segundo semestre. 

 Neste período de intervalo, a Secretaria de Educação providenciou serviços de limpeza, manutenção e reforma em algumas unidades escolares, distribuiu materiais da rotina escolar em todas as escolas, além de ter intensificado a sequência no planejamento de estratégia pedagógica visando, cada vez maisa melhoria na aprendizagem dos estudantes baruerienses. 

 Para este semestre, a Secretaria de Educação planeja intensificar as avaliações diagnósticas com vistas a provas importantes como a Prova Brasil e as novas fases das Olimpíadas de Matemática e de Astronomia, entre outras atividades. 

 Os avanços tecnológicos que têm colocado Barueri como referência na aprendizagem seguirão com toda intensidade, com programas como Google For Education, Mentes Notáveis Khan Academy. 

 Com ferramentas elaboradas para facilitar a rotina de alunos e professores, o projeto tem como meta principal trazer fluência digital para dentro da sala de aula, expandindo os limites conhecidos até então.  Desta forma, as lousas digitais e os chromebooks seguem fazendo o maior sucesso entre alunos e professores.  

‘Mais bonita Campanha do Agasalho de Barueri’ é encerrada com números expressivos

Foto: Paula Neto

“Uma das mais bonitas Campanhas do Agasalho” foi encerrada na quarta-feira (dia 17). As palavras são da presidente do Fundo Social de Solidariedade de Barueri Estrela Guia, Sônia Furlan.

Lançada em 28 de março com show dos padrinhos da campanha, a dupla Guilherme & Santiago, a Campanha do Agasalho 2019 iniciou as distribuições em maio e alcançou 20 bairros e 19 segmentos (instituições, Cras, Creas, garis, pessoas em situação de rua, idosos e crianças).

Para atender milhares de pessoas, o Fundo Social contou com “um batalhão solidário”. Foram recebidos R$ 113.043,45, fruto de eventos realizados pelas secretarias municipais, ações entre servidores, Bazar da Solidariedade e ações entre amigos.

Empresários, comerciantes e servidores municipais se mobilizaram e juntos doaram peças novas, cobertores e mantas. A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SADS) comprou 20 mil cobertores novos e o Núcleo de Moda produziu 20 mil peças de moletom. Tudo isso, somado ao que foi adquirido com os recursos recebidos, totalizou 69.871 peças.

Distribuições

Graças à solidariedade de muitos, a expectativa inicial de fazer a distribuição em 16 bairros foi superada. Durante dois meses de intenso trabalho, foram atendidas instituições, além de entregas feitas nas ruas de Barueri. “Essas mais de 69 mil peças, incluindo cobertores, mantas e calçados, nos possibilitaram atender 31.792 famílias”, explicou Sônia Furlan.

A presidente do Fundo Social e a secretária Adriana Bueno Molina (SADS) fizeram questão de doar pessoalmente cada agasalho. Uma rotina de distribuições diárias (às vezes duas por dia) exigiu um esforço grande da equipe de servidores, que “começou a trabalhar em janeiro para que tudo acontecesse da melhor forma”, disse o prefeito Rubens Furlan, que participou de muitas entregas.

Para Sônia Furlan, as parcerias e o carinho fizeram a diferença. “Eu senti nessa Campanha grande motivação por parte de todos os colaboradores. Quando fazíamos as entregas, víamos a grande necessidade das pessoas. Encontramos uma população sofrida, amorosa, carinhosa e agradecida”. Sobre o aumento do número de famílias atendidas em relação ao ano passado, a presidente declarou que jamais imaginava que conseguiria atender 13 mil famílias a mais, embora durante a Campanha tenha percebido esse movimento de solidariedade por parte de todos os segmentos. “Essa campanha foi diferente: foi a mais bonita e a que contou com mais envolvimento, proporcionando a verdadeira ajuda que se pode dar”.

Campanha diferenciada

Para coroar a Campanha do Agasalho, Sônia Furlan explicou uma ação promovida pela SADS e Fundo Social. “Durante os piores dias de inverno, a Secretaria acolheu cerca de 35 pessoas que estavam em situação de rua e não desejavam ir para o abrigo, mas aceitaram a abordagem feita pelo Eli, que trabalha conosco e os conhece bem. Assim, estabeleceram um vínculo conosco e nas dependências da Secretaria se alimentaram, tomaram banho, passaram a noite, receberam roupas e cobertores, além de carinho”.

Sônia agradeceu a servidora Márcia Aparecida da Silva que cozinhou e outros servidores voluntários que colaboraram. “A sensação que eu tinha de uma Campanha diferenciada, eu entendi quando ela acabou: o número de pessoas que colaboraram, o número de famílias atendidas, a qualidade e a quantidade que conseguimos adquirir com os recursos e doações que recebemos. Todos podem dormir tranquilos, descansados neste inverno porque as famílias mais necessitadas estão aquecidas”.

Sônia Furlan fez questão de agradecer a secretária Adriana Bueno Molina, que com ela, trabalhou em todas as entregas, a Elisangela Alves Santos Oliveira, Zigomar, Marinho e suas respectivas equipes, e todos os funcionários voluntários e colaboradores, além do secretário de Esportes, Tom Moisés que cedeu a Arena Barueri para pessoas em situação de rua.

 

Barueri recebe certificado de qualificação do Programa Município VerdeAzul

Barueri recebeu, pela primeira vez, o certificado de qualificação de Município VerdeAzul, da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente, em evento realizado na cidade de Bauru, no dia 11.  

 De acordo com o governo estadual, o principal objetivo do Programa Município VerdeAzul (PMVA), lançado em 2007, é estimular e prestar auxílio às prefeituras para elaborar e executar políticas direcionadas ao desenvolvimento sustentável em São Paulo.  

 A certificação surgiu em 2008 e compreende 85 tarefas que são solicitadas aos municípios, ligadas às dez grandes diretivasMunicípio Sustentável, Estrutura e Educação Ambiental, Conselho Ambiental, Biodiversidade, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Uso do Solo, Arborização Urbana, Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos.  

 Em 2018, a classificação de Barueri estava na posição 123 e hoje, no ranking dos municípios em 2019, Barueri ficou na 61ª posição, à frente de cidades como São Paulo (96ª), Osasco (124ª) e Santana de Parnaíba (136ª) Foi o melhor posicionamento no oeste da região metropolitana.  

 A bióloga Yara Garbelotto, da Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema), que esteve presente em Bauru, conta que a certificação é muito importante para Barueri, citando alguns trabalhos que o município vem realizando e que colaboraram para aquisição do certificado, como o trabalho de proteção animal, Conselho Municipal de Meio Ambiente, cursos de formação ambiental e as coletas seletiva de entulho, ambas através de iniciativas municipais.  

 Segundo o secretário de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri, Marco Antônio de Oliveira (Bidu), o trabalho em Barueri sobre o bem-estar animal, tanto do doméstico como do silvestre, é muito forte. “Somos referência no Brasil quanto a isso”, afirma.   

 Já sobre questão da educação ambiental, o secretário relata que o foco é nas criançasHá também vários outros cursos oferecidos gratuitamente para a população. É uma série de fatores somados que melhoramos substancialmente no Programa Município VerdeAzul.”

Exposição de motos e carros antigos agita Parque Ecológico de Barueri no domingo

Foto: Eric Dimitri

No domingo (dia 28), das 9 às 17h, o Parque Ecológico de Barueri recebe o evento Antigos & Especiais Alphaville, com exposição de motos e carros antigos. As organizadoras do evento são a Antigos & Especiais e Criar Eventos, apoiadas pela Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente. 

 O evento conta com a presença do DJ Paulo Moriz, bandas de rock (Trio bill e D-box), feira de artesanato (pulseiras perfumes), mercado de pulgas (exposição e venda de miniaturas de veículos), food trucks (hambúrgueres, espetinhos de carne, chopes artesanais, lanche de pernil pipoca) e espaço kids (brinquedos infláveis, touro mecânico, piscina de bolinhas, castelo da Frozen escorregadores). 

 A entrada para os visitantes é gratuita, já para os expositores são pedidos kg de alimentos não perecíveis por veículoO endereço do parque é avenida Dr. Dib Sauaia Neto, 1600, Alphaville e a classificação é livre para todos os públicos.  

 Este evento é um dos maiores neste segmento na Zona Oeste de São Paulo e os números explicam essa magnitude. A quantidade de expositores no evento de março atingiu aproximadamente 1.200 veículos; em maio o público visitante foi de 12 mil pessoas. 

Campanha Corrente do Bem 2019 é encerrada

R$ 126.713,15. Este foi o resultado da Campanha Corrente do Bem em Barueri. Desde seu lançamento, a campanha em prol da AACD ampliou-se, ganhou reforços e parceiros importantes. 

 Liderado pelo Fundo Social de Solidariedade de Barueri – Estrela Guia, o movimento envolveu poder público, comerciantes, empresários e pessoas físicas que voluntariamente fizeram questão de ajudar as pessoas com deficiências que são tratadas na AACD. 

 Ao agradecer os parceiros, a presidente do Fundo Social, Sônia Furlan, declarou que o objetivo foi alcançado. “Queríamos ajudar a AACD de uma forma mais significativa do que pudemos fazer no ano passado. Isso ocorreu graças à sensibilização que fizemos levando para as pessoas a necessidade das crianças que são atendidas lá e as dificuldades que enfrentam”, afirmou.  

 “Foi incrível contar com essa parceria de Barueri. No Estado de São Paulo, é o principal município que se engaja como um todo na Corrente do Bem, mostrando que a solidariedade é um princípio fundamental para a cidade. E tivemos um resultado excelente na campanha deste ano, que vai permitir a realização de atendimentos e melhorar a qualidade de vida de muitos pacientes”, afirmou Edson Brito, superintendente de Marketing e Relações Institucionais da AACD.  

 Eventos/ Ações 

Além dos cofres espalhados pela cidade, algumas secretarias municipais promoveram eventos e ações em prol da AACD: Educação, Segurança e Mobilidade Urbana, Relações Institucionais, Direitos da Pessoa com Deficiência, Indústria, Comércio e Trabalho e Cultura e Turismo. 

 Outra novidade foi a adesão de supermercados que mantiveram os cofres em seus caixas. Foram eles: supermercado Japão, Rede Carajás, Comércio de Alimentos Hugão, Atacado Paraná, Roldão Atacadista, Santa Margarida Supermercado, San Supermercados, Supermercado Silva e Supermercado Sol (Jandira, Osasco e Itapevi). 

 Os números 

2.505 cofres estiveram na cidade de Barueri. A Campanha Corrente do Bem de 2019 rendeu 157a mais do que no ano passado, que arrecadou R$ 49.260,15. A campanha foi lançada em 26 de abril e encerrada na segunda-feira (dia 15). 

 solidariedade 

“AACD, dei um pouco de dinheiro. Espero que essas crianças sarem. Estou orando por elas”. Os dizeres de um bilhete encontrado no cofre da empresa MF Materiais de Construção traduzem a solidariedade de uma cidade, que durante alguns meses não mediu esforços para ajudar a instituição que cuida das crianças.  

 Para a presidente do Fundo Sociala campanha foi representada pela solidariedade. “Fico muito agradecida a todos os parceiros que nos ajudaram nessa campanha. Vimos uma grande movimentação no comércio e estou extremamente feliz”, enfatizou Sônia Furlan. 

Grupo antitabagismo da UBS Belval alcança boa taxa de sucesso junto aos participantes

Foto: Aliz Lambiazzi 

Parar de fumar não é nada fácil, mas fazer isso ao lado de quem está enfrentando o mesmo desafio e ainda contar com o apoio de uma equipe de saúde tornam esse processo bem menos penoso. Pelo menos é isso que afirmam os participantes do Grupo de Tabagismo da Unidade Básica de Saúde (UBS) Hermelino Liberato Filho, do Jardim Belval. 

 O projeto existe desde 2016 e já está em sua sétima turma. Tem dado tão certo que neste ano os encontros passaram de quinzenais para semanais e os resultados são muito animadores: cerca de 50% dos frequentadores consegue mesmo abandonar o vício.  

 Durante 10 encontros uma equipe multiprofissional da UBS, formada por médico, enfermeiro, nutricionista, psicólogo, dentista, farmacêutico e terapeuta ocupacional leva os pacientes a entenderem a raiz do vício e aprenderem técnicas para substituí-lo por hábitos mais saudáveis e emocionalmente inteligentes.  

 Entendendo o vício 

“O detalhe é conseguir preencher o vazio que o cigarro preenchia e isso vai gerar novos hábitos na vida de vocês”, explica o clínicogeral Glaucio Stênio Araújo da Silva, que atua na UBS do Belval desde 2015 e encabeça o grupo desde o início. O médico incentiva bastante os participantes e reconhece cada avanço. “É uma caminhada difícil que nós teremos juntos, mas no final haverá aquela luz, eu garanto”, diz.  

 Falando em hábitos, o clínico explicou os motivos de alguns costumes provocarem uma maior vontade de fumar, como é o caso do consumo de café para muitos. Segundo ele, a cafeína rouba a nicotina do corpo, bem como alguns minerais, fazendo com que a necessidade da substância seja maior. Por isso sente mais dificuldade quem associa o cigarro ao café.    

 O aumento do apetite também foi citado por muitas pessoas durante esse processo. “O paladar, o olfato vão melhorando conforme vai parando de fumar e aí a vontade de comer aumenta”, aponta o especialista.  

 É possível! 

E para mostrar que é possível deixar o cigarro, vez ou outra o grupo leva um dos participantes que pararam de fumar. É o caso de Maria Fancicani, que frequentou o último grupo e já está há mais de seis meses sem fumar. “Eu tinha uma bronquite que todo mês me levava para o pronto-socorro. Hoje, graças a Deus, eu não sei o que é isso”, relata.  

 A programação inclui uma série de passos e sugestões para conseguir driblar a fissura pelo cigarro, que na realidade dura em média cinco minutos, mas que é justamente quando muitos perdem a batalha cedendo a mais uma tragada. Diferentes técnicas e terapias podem ser aliadas nessa luta, por isso as reuniões trazem aulas de exercícios respiratórios, relaxamento palestras sobre diversos temas. 

 Adesivos 

Para ajudar nesse processo, os profissionais dão aos pacientes os adesivos de nicotina, mas só para quem está há pelo menos 48 horas sem fumar. Segundo o médico, o que causa o vício é a nicotina e quando a pessoa está tentando parar de fumar, o adesivo dá ao organismo doses dessa substância para conseguir resistir. A vantagem é que o adesivo vem sem as mais de 4.700 substâncias tóxicas que compõem o cigarro e tanto prejudicam a saúde. Ao utilizar o adesivo a pessoa não pode fumar, senão estará consumindo uma dose exagerada de nicotina. Mas Glaucio frisa: “os remédios servem como auxílio no tratamento, mas parar depende mesmo da força de vontade”.  

 O grupo se reúne todas as quartas-feiras, das 14h às 15h30. Quem quiser participar deve procurar a UBS e registrar seu interesse. Há filas de espera porque as turmas são fechadas com uma média de 22 componentes.

Barueri terá dia D de vacinação contra o sarampo neste sábado, dia 20

As 18 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Barueri irão abrir suas portas no próximo sábado (dia 20) para o dia D de vacinação contra o sarampo. A Secretaria de Saúde do município prevê ainda dois postos volantes nos bairros de Alphaville e Aldeia da Serra. 

 As UBSs irão funcionar das 8 às 16h e estarão oferecendo a vacina para as pessoas de 15 a 29 anos de idade. O posto volante de Alphaville será no Alpha Shopping e o da Aldeia da Serra, no Condomínio Morada dos Pássaros. Ambos atenderão das 9 às 16h. É necessário levar a caderneta de vacinação.  

 O imunobiológico aplicado é a tríplice viral, que também previne contra a caxumba e a rubéola. A cidade almeja vacinar 68.297 pessoas do público prioritário. As demais faixas etárias serão avaliadas mediante a apresentação da caderneta para a necessidade ou não da vacinação. 

 Não deixe de vacinar 

A vacina é extremamente importante para prevenir o sarampo, que é altamente contagioso. Até a última segunda-feira (dia 15), o estado de São Paulo confirmou 384 casos, sendo 272 (70%) provenientes da capital paulista.  

 A Secretaria de Estado da Saúde está fazendo campanhas de vacinação até o dia 16 de agosto em cidades como São Paulo, Guarulhos, Osasco, São Bernardo do Campo, Santo André e São Caetano do Sul. As pessoas de 15 a 29 anos estão sendo priorizadas por serem consideradas as mais vulneráveis devido sua baixa procura pelo imunobiológico. A faixa etária corresponde à metade dos casos da doença registrados no Estado.  

 Sobre a vacina 

A tríplice viral faz parte do Calendário Nacional de Vacinação brasileiro e está na rotina dos postos de saúde para crianças, que devem tomar uma dose aos 12 meses de vida e um reforço aos 15 meses com a tetraviral (que além das três doenças citadas também previne varicela). 

 tetraviral pode ser aplicada em crianças até quatro anos, 11 meses e 29 dias que não tenham sido vacinadas aos 15 meses. Pessoas de cinco a 29 anos nunca vacinadas ou com o esquema vacinal incompleto devem tomar a tríplice viral conforme a situação. Pessoas de 30 a 49 anos não vacinadas devem tomar uma dose da tríplice 

 É considerado vacinado o indivíduo que comprovar o recebimento de duas doses de vacina com o componente sarampo. Quem puder comprovar as doses conforme o preconizado para sua faixa etária não precisa mais receber o imunobiológico.  

 Contraindicação 

A vacina não é recomendada a gestante e a imunodeprimidos: pacientes oncológicos ou em tratamento contra a leucemia.  

HMB tem posto especializado de coleta de radiografias

Foto: Janaína Barbedo

A radiografia é realizada com processamento de filmes radiográficos e utilização de químicos, sendo que o plástico é a base do exame. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, esse tipo de material demora mais de 400 anos para se decompor. 

 “Além do plástico, as chapas de raio-x (películas) também possuem metais pesados, principalmente a prata. Se forem descartadas no lixo domiciliar, podem ser prejudiciais para o meio ambiente em função do risco de contaminação da água e do solo”, explica Pedro Limongi, técnico ambiental do Hospital, que destaca a importância do serviço de recolhimento desses exames também pelo risco de exposição ao ser humano. 

 A iniciativa, viabilizada com o auxílio de uma empresa especializada, reduz o impacto não só para a unidade, mas para toda a cidade, já que o container, disponível na recepção do Serviço de Apoio Diagnóstico Terapêutico (SADT), pode ser utilizado por toda população. Independentemente do local de realização do exame, qualquer paciente pode fazer o descarte na unidade. Além de efetuar o tratamento adequado para os metais pesados com intenção de evitar o despejo irregular nas redes fluviais, a empresa realiza a reciclagem do plástico para confeccionar artesanatos como caixas de boneca, capas de caderno e vasos de plantas. 

 A radiografia é muito utilizada para identificar lesões e fraturas em inúmeros casos, tanto que só o HMB realiza, em média, 3.000 exames por mês. “O raio-x é utilizado para auxiliar o diagnóstico e, por isso, pode ser solicitado em diversas situações. Por exemplo, quando o paciente passar com o anestesista, será necessário fazer o exame para avaliação clínica, ou se tiver uma suspeita de fratura, o ortopedista vai solicitar o raio-x para fazer a análise da estrutura óssea”, comenta Saner Souza, supervisor técnico de radiologia do hospital. 

 Vale ressaltar que as radiografias só podem ser descartadas após o término do tratamento. “É importante que o paciente traga as imagens para que o médico consiga avaliá-las no retorno. Por exemplo, uma pessoa que fez um raio-x de tórax para iniciar o tratamento para pneumonia precisará voltar com os exames em mão a fim de comprovar se o tratamento está surtindo efeito”, destaca Souza, que orienta os pacientes sobre a possibilidade de dar a destinação correta para o exame após o período estipulado pelo médico. 

Parceria entre Barueri e Fundação Alphaville recebe certificação de nível nacional

A parceria entre a Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri (SEMA) e Fundação Alphaville resultou na certificação Benchmarking Brasil. A união concorreu com oito estados e passou por avaliação de representantes de sete países. O projeto apresentado, chamado Agentes de Sustentabilidade, foi contemplado pelas suas atividades, bem como pelo impacto gerado nas áreas de educação, informação e comunicação socioambiental. 

 A proposta vencedora formou mais de 60 munícipes de Barueri e Santana de Parnaíba ao longo de três meses, capacitando sobre a organização municipal, equipamentos das cidades, diagnósticos socioambientais e possibilidade da participação social na proposta de ações com amplo impacto nos bairros. A gratuidade na adesão desta formação facilitou a participação popular. O projeto também já rendeu outros frutos: dos vinte idealizados pelos formandos, 12 já foram implantados em ambos os municípios.  

 A certificação reconhece e compartilha boas práticas por mais de dez anos, sendo que, até o momento, mais de 400 ações foram certificadas por uma banca internacional que tem sua metodologia reconhecida. As ações são compartilhadas em publicações e eventos.  

 De acordo com Fernanda Toledo, diretora executiva da Fundação, este é um reconhecimento que premia o sucesso na articulação de um trabalho realizado em parceria entre os três setores. Quando começamos um projeto como este, queremos que ele realmente mobilize e gere soluções para problemáticas comuns aos municípios, mas que geralmente ficam a cargo exclusivamente do setor público. Receber este certificado traz a certeza da participação ativa da sociedade civil”, explica.