Barueri

Campanha Corrente do Bem 2019 é encerrada

R$ 126.713,15. Este foi o resultado da Campanha Corrente do Bem em Barueri. Desde seu lançamento, a campanha em prol da AACD ampliou-se, ganhou reforços e parceiros importantes. 

 Liderado pelo Fundo Social de Solidariedade de Barueri – Estrela Guia, o movimento envolveu poder público, comerciantes, empresários e pessoas físicas que voluntariamente fizeram questão de ajudar as pessoas com deficiências que são tratadas na AACD. 

 Ao agradecer os parceiros, a presidente do Fundo Social, Sônia Furlan, declarou que o objetivo foi alcançado. “Queríamos ajudar a AACD de uma forma mais significativa do que pudemos fazer no ano passado. Isso ocorreu graças à sensibilização que fizemos levando para as pessoas a necessidade das crianças que são atendidas lá e as dificuldades que enfrentam”, afirmou.  

 “Foi incrível contar com essa parceria de Barueri. No Estado de São Paulo, é o principal município que se engaja como um todo na Corrente do Bem, mostrando que a solidariedade é um princípio fundamental para a cidade. E tivemos um resultado excelente na campanha deste ano, que vai permitir a realização de atendimentos e melhorar a qualidade de vida de muitos pacientes”, afirmou Edson Brito, superintendente de Marketing e Relações Institucionais da AACD.  

 Eventos/ Ações 

Além dos cofres espalhados pela cidade, algumas secretarias municipais promoveram eventos e ações em prol da AACD: Educação, Segurança e Mobilidade Urbana, Relações Institucionais, Direitos da Pessoa com Deficiência, Indústria, Comércio e Trabalho e Cultura e Turismo. 

 Outra novidade foi a adesão de supermercados que mantiveram os cofres em seus caixas. Foram eles: supermercado Japão, Rede Carajás, Comércio de Alimentos Hugão, Atacado Paraná, Roldão Atacadista, Santa Margarida Supermercado, San Supermercados, Supermercado Silva e Supermercado Sol (Jandira, Osasco e Itapevi). 

 Os números 

2.505 cofres estiveram na cidade de Barueri. A Campanha Corrente do Bem de 2019 rendeu 157a mais do que no ano passado, que arrecadou R$ 49.260,15. A campanha foi lançada em 26 de abril e encerrada na segunda-feira (dia 15). 

 solidariedade 

“AACD, dei um pouco de dinheiro. Espero que essas crianças sarem. Estou orando por elas”. Os dizeres de um bilhete encontrado no cofre da empresa MF Materiais de Construção traduzem a solidariedade de uma cidade, que durante alguns meses não mediu esforços para ajudar a instituição que cuida das crianças.  

 Para a presidente do Fundo Sociala campanha foi representada pela solidariedade. “Fico muito agradecida a todos os parceiros que nos ajudaram nessa campanha. Vimos uma grande movimentação no comércio e estou extremamente feliz”, enfatizou Sônia Furlan. 

Grupo antitabagismo da UBS Belval alcança boa taxa de sucesso junto aos participantes

Foto: Aliz Lambiazzi 

Parar de fumar não é nada fácil, mas fazer isso ao lado de quem está enfrentando o mesmo desafio e ainda contar com o apoio de uma equipe de saúde tornam esse processo bem menos penoso. Pelo menos é isso que afirmam os participantes do Grupo de Tabagismo da Unidade Básica de Saúde (UBS) Hermelino Liberato Filho, do Jardim Belval. 

 O projeto existe desde 2016 e já está em sua sétima turma. Tem dado tão certo que neste ano os encontros passaram de quinzenais para semanais e os resultados são muito animadores: cerca de 50% dos frequentadores consegue mesmo abandonar o vício.  

 Durante 10 encontros uma equipe multiprofissional da UBS, formada por médico, enfermeiro, nutricionista, psicólogo, dentista, farmacêutico e terapeuta ocupacional leva os pacientes a entenderem a raiz do vício e aprenderem técnicas para substituí-lo por hábitos mais saudáveis e emocionalmente inteligentes.  

 Entendendo o vício 

“O detalhe é conseguir preencher o vazio que o cigarro preenchia e isso vai gerar novos hábitos na vida de vocês”, explica o clínicogeral Glaucio Stênio Araújo da Silva, que atua na UBS do Belval desde 2015 e encabeça o grupo desde o início. O médico incentiva bastante os participantes e reconhece cada avanço. “É uma caminhada difícil que nós teremos juntos, mas no final haverá aquela luz, eu garanto”, diz.  

 Falando em hábitos, o clínico explicou os motivos de alguns costumes provocarem uma maior vontade de fumar, como é o caso do consumo de café para muitos. Segundo ele, a cafeína rouba a nicotina do corpo, bem como alguns minerais, fazendo com que a necessidade da substância seja maior. Por isso sente mais dificuldade quem associa o cigarro ao café.    

 O aumento do apetite também foi citado por muitas pessoas durante esse processo. “O paladar, o olfato vão melhorando conforme vai parando de fumar e aí a vontade de comer aumenta”, aponta o especialista.  

 É possível! 

E para mostrar que é possível deixar o cigarro, vez ou outra o grupo leva um dos participantes que pararam de fumar. É o caso de Maria Fancicani, que frequentou o último grupo e já está há mais de seis meses sem fumar. “Eu tinha uma bronquite que todo mês me levava para o pronto-socorro. Hoje, graças a Deus, eu não sei o que é isso”, relata.  

 A programação inclui uma série de passos e sugestões para conseguir driblar a fissura pelo cigarro, que na realidade dura em média cinco minutos, mas que é justamente quando muitos perdem a batalha cedendo a mais uma tragada. Diferentes técnicas e terapias podem ser aliadas nessa luta, por isso as reuniões trazem aulas de exercícios respiratórios, relaxamento palestras sobre diversos temas. 

 Adesivos 

Para ajudar nesse processo, os profissionais dão aos pacientes os adesivos de nicotina, mas só para quem está há pelo menos 48 horas sem fumar. Segundo o médico, o que causa o vício é a nicotina e quando a pessoa está tentando parar de fumar, o adesivo dá ao organismo doses dessa substância para conseguir resistir. A vantagem é que o adesivo vem sem as mais de 4.700 substâncias tóxicas que compõem o cigarro e tanto prejudicam a saúde. Ao utilizar o adesivo a pessoa não pode fumar, senão estará consumindo uma dose exagerada de nicotina. Mas Glaucio frisa: “os remédios servem como auxílio no tratamento, mas parar depende mesmo da força de vontade”.  

 O grupo se reúne todas as quartas-feiras, das 14h às 15h30. Quem quiser participar deve procurar a UBS e registrar seu interesse. Há filas de espera porque as turmas são fechadas com uma média de 22 componentes.

Barueri terá dia D de vacinação contra o sarampo neste sábado, dia 20

As 18 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Barueri irão abrir suas portas no próximo sábado (dia 20) para o dia D de vacinação contra o sarampo. A Secretaria de Saúde do município prevê ainda dois postos volantes nos bairros de Alphaville e Aldeia da Serra. 

 As UBSs irão funcionar das 8 às 16h e estarão oferecendo a vacina para as pessoas de 15 a 29 anos de idade. O posto volante de Alphaville será no Alpha Shopping e o da Aldeia da Serra, no Condomínio Morada dos Pássaros. Ambos atenderão das 9 às 16h. É necessário levar a caderneta de vacinação.  

 O imunobiológico aplicado é a tríplice viral, que também previne contra a caxumba e a rubéola. A cidade almeja vacinar 68.297 pessoas do público prioritário. As demais faixas etárias serão avaliadas mediante a apresentação da caderneta para a necessidade ou não da vacinação. 

 Não deixe de vacinar 

A vacina é extremamente importante para prevenir o sarampo, que é altamente contagioso. Até a última segunda-feira (dia 15), o estado de São Paulo confirmou 384 casos, sendo 272 (70%) provenientes da capital paulista.  

 A Secretaria de Estado da Saúde está fazendo campanhas de vacinação até o dia 16 de agosto em cidades como São Paulo, Guarulhos, Osasco, São Bernardo do Campo, Santo André e São Caetano do Sul. As pessoas de 15 a 29 anos estão sendo priorizadas por serem consideradas as mais vulneráveis devido sua baixa procura pelo imunobiológico. A faixa etária corresponde à metade dos casos da doença registrados no Estado.  

 Sobre a vacina 

A tríplice viral faz parte do Calendário Nacional de Vacinação brasileiro e está na rotina dos postos de saúde para crianças, que devem tomar uma dose aos 12 meses de vida e um reforço aos 15 meses com a tetraviral (que além das três doenças citadas também previne varicela). 

 tetraviral pode ser aplicada em crianças até quatro anos, 11 meses e 29 dias que não tenham sido vacinadas aos 15 meses. Pessoas de cinco a 29 anos nunca vacinadas ou com o esquema vacinal incompleto devem tomar a tríplice viral conforme a situação. Pessoas de 30 a 49 anos não vacinadas devem tomar uma dose da tríplice 

 É considerado vacinado o indivíduo que comprovar o recebimento de duas doses de vacina com o componente sarampo. Quem puder comprovar as doses conforme o preconizado para sua faixa etária não precisa mais receber o imunobiológico.  

 Contraindicação 

A vacina não é recomendada a gestante e a imunodeprimidos: pacientes oncológicos ou em tratamento contra a leucemia.  

HMB tem posto especializado de coleta de radiografias

Foto: Janaína Barbedo

A radiografia é realizada com processamento de filmes radiográficos e utilização de químicos, sendo que o plástico é a base do exame. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, esse tipo de material demora mais de 400 anos para se decompor. 

 “Além do plástico, as chapas de raio-x (películas) também possuem metais pesados, principalmente a prata. Se forem descartadas no lixo domiciliar, podem ser prejudiciais para o meio ambiente em função do risco de contaminação da água e do solo”, explica Pedro Limongi, técnico ambiental do Hospital, que destaca a importância do serviço de recolhimento desses exames também pelo risco de exposição ao ser humano. 

 A iniciativa, viabilizada com o auxílio de uma empresa especializada, reduz o impacto não só para a unidade, mas para toda a cidade, já que o container, disponível na recepção do Serviço de Apoio Diagnóstico Terapêutico (SADT), pode ser utilizado por toda população. Independentemente do local de realização do exame, qualquer paciente pode fazer o descarte na unidade. Além de efetuar o tratamento adequado para os metais pesados com intenção de evitar o despejo irregular nas redes fluviais, a empresa realiza a reciclagem do plástico para confeccionar artesanatos como caixas de boneca, capas de caderno e vasos de plantas. 

 A radiografia é muito utilizada para identificar lesões e fraturas em inúmeros casos, tanto que só o HMB realiza, em média, 3.000 exames por mês. “O raio-x é utilizado para auxiliar o diagnóstico e, por isso, pode ser solicitado em diversas situações. Por exemplo, quando o paciente passar com o anestesista, será necessário fazer o exame para avaliação clínica, ou se tiver uma suspeita de fratura, o ortopedista vai solicitar o raio-x para fazer a análise da estrutura óssea”, comenta Saner Souza, supervisor técnico de radiologia do hospital. 

 Vale ressaltar que as radiografias só podem ser descartadas após o término do tratamento. “É importante que o paciente traga as imagens para que o médico consiga avaliá-las no retorno. Por exemplo, uma pessoa que fez um raio-x de tórax para iniciar o tratamento para pneumonia precisará voltar com os exames em mão a fim de comprovar se o tratamento está surtindo efeito”, destaca Souza, que orienta os pacientes sobre a possibilidade de dar a destinação correta para o exame após o período estipulado pelo médico. 

Parceria entre Barueri e Fundação Alphaville recebe certificação de nível nacional

A parceria entre a Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri (SEMA) e Fundação Alphaville resultou na certificação Benchmarking Brasil. A união concorreu com oito estados e passou por avaliação de representantes de sete países. O projeto apresentado, chamado Agentes de Sustentabilidade, foi contemplado pelas suas atividades, bem como pelo impacto gerado nas áreas de educação, informação e comunicação socioambiental. 

 A proposta vencedora formou mais de 60 munícipes de Barueri e Santana de Parnaíba ao longo de três meses, capacitando sobre a organização municipal, equipamentos das cidades, diagnósticos socioambientais e possibilidade da participação social na proposta de ações com amplo impacto nos bairros. A gratuidade na adesão desta formação facilitou a participação popular. O projeto também já rendeu outros frutos: dos vinte idealizados pelos formandos, 12 já foram implantados em ambos os municípios.  

 A certificação reconhece e compartilha boas práticas por mais de dez anos, sendo que, até o momento, mais de 400 ações foram certificadas por uma banca internacional que tem sua metodologia reconhecida. As ações são compartilhadas em publicações e eventos.  

 De acordo com Fernanda Toledo, diretora executiva da Fundação, este é um reconhecimento que premia o sucesso na articulação de um trabalho realizado em parceria entre os três setores. Quando começamos um projeto como este, queremos que ele realmente mobilize e gere soluções para problemáticas comuns aos municípios, mas que geralmente ficam a cargo exclusivamente do setor público. Receber este certificado traz a certeza da participação ativa da sociedade civil”, explica.

Centro de Especialidades terá UBS e mais de 80 consultórios

Impressionante! Essa pode ser uma reação de quem passa ou reside na região central, espera ônibus de transporte coletivo ou frequenta o bulevar e a Igreja São João Batista. Em rápido olhar para o alto, o munícipe nota a já adiantada estrutura do moderno prédio do Centro de Especialidades de Barueri. 

 As obras estão em construção na mesma área do antigo SAE (Serviço Atendimento Especializado) e laboratório, entre a avenida Henriqueta Mendes Guerra, rua Benedita Guerra Zendron e rua Santa Úrsula. A previsão de entrega é agosto de 2020.   

 O prédio novo está em execução pelo sistema de estrutura pré-moldada, com piso térreo e quatro pavimentos erguidos em terreno de 2.570 metros quadrados, com uma área construída de 6.266 metros quadrados.  

 O Centro de Especialidades terá recepção, UBS (Unidade Básica de Saúde) e mais de 80 consultórios, sendo 65 para várias especialidadesoito consultórios de odontologia, seis consultórios para outros atendimentos e consultórios de ginecologia e obstetrícia.  

 A unidade contará ainda com salas de vacina, medicação, coleta e curativos; auditório, cozinha (refeitório)estacionamento para funcionárioselevador e acessibilidade com sanitários adaptados (piso tátil).

Parque reaberto no Imperial é a nova atração de lazer no bairro

O Parque Recreativo Taddeo Almeida Cananéia da Silva, que beira o trecho oeste do Rodoanel, inaugurado em 15 setembro de 2012 e após passar por reformas, foi reaberto ao público em outubro 2018. Administrado pela Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente, a nova atração no Parque Imperial permite à população desfrutar de lazer no bairro. Conta com estacionamento, administração, pista de caminhada, aparelhos de ginastica, pista de skate, quadras de futebol de campo e de quadra, playground, área com tabela de basquete e banheiros masculino e feminino.  

 O responsável pelo parque, Paulo e Cilas de Aguiar da Silva, fala sobre o horário de funcionamento. “Abre todos os dias às seis da manhã e fecha às 17 horas”. Ele comentou ainda que a área onde ocorre o basquete é utilizada também para outros fins. “A área é utilizada para eventos, igrejas, pessoas da comunidade fazem eventos aqui. Inclusive agora dia 22 tem um evento evangélico que eles vão passar o dia ali, eles utilizam bastante”, informou.    

 Além dos itens de lazer, o parque possui aulas ministradas por professores da Secretaria de Esportes, como basquete, futsal, skate, capoeira, handebol, kung fu, tênis e futebol de campo.  

 Essas aulas são direcionadas ao público dos 7 até 17 anos e para se inscrever é necessário apresentar cópia do RG, cópia do comprovante de residência, uma foto 3×4 e atestado médico comprovando a aptidão para a pratica do esporte desejado. Os materiais para as aulas são fornecidos pela Secretaria aos alunos e ao final das atividades é distribuído lanche, suco e fruta para cada aluno.  

Já a atividade Vida Saudável, que tem seu público a partir dos 18 anos em diante, obedece aos critérios de inscrição das modalidades citadas acima. 

A munícipe Neusa Gomes da Silva Cordeiro, de 41 anos, relata sua experiência como frequentadora do ParqueMeu filho de 9 anos faz futsal, futebol e skate. Eu faço caminhada e ginástica, e minha mãe também faz caminhadas. Essas atividades ajudam muito e eu sou muito feliz por ter essas atividades aqui e a gente poder participar próximo da nossa casa. Indico para qualquer pessoa”, destaca. 

Barueri recebe apresentação teatral O Guardião da Agricultura

A cidade de Barueri recebe as apresentações da peça O Guardião da Agricultura, tratando de temas como consciência ambiental e agricultura. As apresentações acontecem às 14h, nas bibliotecas municipais João Galdino e Jair Honório e têm entrada gratuita.

Na peça O Guardião da Agricultura, somos apresentados ao personagem Xandinho, que está preocupado com a escassez de água que afeta diretamente as plantações agrícolas de seus pais e toda a comunidade onde vive. Junto com seus amigos, Xandinho vai descobrir a importância da alimentação saudável para crianças e adolescentes e como cuidar melhor dos recursos naturais que nos proveem esses alimentos.

Neste espetáculo, a criançada também vai aprender de forma lúdica e divertida as diversas questões ligadas à sustentabilidade, como energias renováveis, preservação do meio ambiente e consumo consciente. Ao final das atividades, também serão distribuídos livretos com informações e jogos relacionados aos temas das oficinas e apresentações, que reforçam os ensinamentos.

As apresentações O Guardião da Agricultura fazem parte do projeto Se Eu Pudesse Mudar o Mundo, uma ação da 3S Projetos por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com apoio da Secretaria de Cultura de Barueri e patrocínio da Cateno.

Serviço – O espetáculo O Guardião da Agricultura acontece em Barueri na quarta-feira (17), às 14h, na Biblioteca Municipal João Galdino (Rua Luísa Barbosa Silveira Bueno, 46, Jardim Silveira); e na quinta-feira (18), às 14h, na Biblioteca Municipal Jair Honório (Estrada dos Pinheiros, 185, Parque Viana). A entrada é gratuita e livre para todos os públicos.

Vacinar ainda é o melhor remédio, alerta Saúde de Barueri

A Secretaria de Saúde de Barueri alerta sobre a importância de manter em dia a caderneta de vacinação, uma vez que uma pessoa desprotegida coloca em risco não apenas sua saúde, mas a de todos que convivem com ela, já que a maioria das doenças passíveis de prevenção por meio da imunização são transmitidas por contato físico ou em objetos contaminados, espirros, tosse e fala.  

 As Unidades Básicas de Saúde do município dispõem de todas as vacinas previstas no Calendário Nacional – algumas o ano todo e outras nos períodos específicos de campanhas.  

 Em Barueri, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde tem trabalhado duro para garantir a vacinação de todos os públicos prioritários nas diferentes campanhas preconizadas pelo Ministério da Saúde e, principalmente, recuperar a confiança das pessoas nos imunobiológicos disponibilizados pelo governo. É importante destacar que o programa de vacinação brasileiro é considerado modelo perante o mundo.  

 Recentemente o município fez bonito na vacinação contra a febre amarela, chegando a cobrir 99,4% do público-alvo. Muitas cidades brasileiras ficaram abaixo da média, ainda sofrendo com o reflexo da desconfiança popular.  A colaboração do cidadão é primordial, destacam os especialistas.  

 As vacinas ofertadas no país são totalmente confiáveis. Antes de chegarem às unidades de saúde passam por diversas fases de avaliação, além de rígida regulação de institutos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Procure a UBS mais próxima de sua casa para obter mais informações sobre as vacinas disponíveis e atualizar sua caderneta de vacinação.  

 

Peça sobre Clarice Lispector tem apresentação no Centro de Eventos

A Sala de Espetáculos de Barueri, coordenada pela Secretaria de Cultura e Turismo, apresenta no próximo dia 20, às 20h, a peça teatral “Minhas Queridas”, espetáculo criado a partir das correspondências entre a escritora Clarice Lispector e suas irmãs Elisa e Tania, nas décadas de 1940 e 1950. A entrada é gratuita.

“Minhas Queridas” é uma produção da Cia. de Teatro Diversão & Arte, com patrocínio do Programa de Ação Cultural (Proac), da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, em homenagem ao centenário de nascimento da escritora.

Nas palavras dos produtores da peça, o espetáculo tem o poder de transportar o espectador da era digital para um outro tempo, em que as palavras eram saboreadas com mais paixão, carinho, fraternidade e admiração.

Clarice viveu 15 anos de sua vida em trânsito por diversos países, acompanhando o marido em missão diplomática. Durante esse tempo, escreveu sempre às irmãs Elisa e Tânia, por quem nutria um amor incondicional. São correspondências íntimas que revelam o percurso interior dessa experiência. O recorte proposto nessa montagem inédita de “Minhas Queridas” mostra a relação com seu trabalho como escritora, mas sobretudo o que esses anos como “esposa de diplomata” lhe causaram na alma.

Serviço

Minhas Queridas

Direção e Dramaturgia: Stella Tobar

Dia 20/07, às 20h.

Centro de Eventos

Av. Pastor Sebastião Davino dos Reis, 672, Vila Porto. 4168-5114

Gratuito