Barueri

Caminhão da Cultura, MPB e Pop agitam o fim de semana

O próximo fim de semana está com programação cultural variada. Sábado (dia 14) tem Caminhão da Cultura no bairro Vale do Sol; domingo (dia 15), Cultura no Parque com show de Alysson Martins e teatro infantil na Sala de Espetáculos.

O Cultura do Parque vai ter muita MPB e Pop Rock. O cantor Alysson Martins vai subir ao palco do Parque Municipal Dom José acompanhado do pianista Ney Santos e apresentar os grandes sucessos que fazem parte do seu repertório, a partir das 11h.

Alysson é violonista, pianista, saxofonista, cantor e compositor. Ele vai fazer um show com músicas já conhecidas, além de seu trabalho autoral. Suas apresentações trazem um mix de estilos: MPB, pop rock nacional e internacional e sertanejo.

O Cultura no Parque é um programa da Secretaria de Cultura e Turismo que leva ao público do Parque Municipal, nos domingos pela manhã, apresentações musicais de artistas da cidade ou da região. Os shows são sempre gratuitos.

No sábado, o Caminhão da Cultura estará na rua Nilo, no bairro Vale do Sol. O programa da Secretaria de Cultura que leva arte e diversão aos bairros tem apresentação musical, dança, circo e brinquedos infláveis, além de outras atrações. Será a partir das 10h.

Serviço

Cultura no Parque

Show com Alysson Martins

Dia 15 de setembro, às 11h

Parque Municipal Dom José

Rua Ângela Mirella, 500, Vila Porto

Caminhão da Cultura

Dia 14 de setembro, a partir de 10h

Rua Nilo, Vale do Sol

Saúde mental chama atenção para Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio

A cada setembro as equipes de saúde mental batalham mais e mais para quebrar o tabu do suicídio. A campanha Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio, tem o objetivo de trazer a questão para ser discutida e mostrar que as dores que levam a atitudes tão extremas têm cura com diálogo, amparo e atenção.  

 A Secretaria de Saúde de Barueri, por meio da Diretoria de Saúde Mental e da Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde (CABS), preparou uma programação bastante rica para abordar o tema em três principais frentes: na Educação, levando a discussão para dentro das escolas, principalmente entre os jovens; junto às equipes, orientando os profissionais de saúde sobre como agir diante do quadro; e junto à população em situação de rua, um público bastante vulnerável. 

 A questão é mesmo urgente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) revela que ocorrem cerca de 800 mil mortes por ano no mundo em razão de suicídio: uma média de um suicídio a cada 40 segundos. Quando consideramos as tentativas de atentados contra a própria vida, esse número pode ser multiplicado por 20. Por aqui, 32 brasileiros tiram a própria vida por dia, o que equivale a uma pessoa a cada 45 minutos.  

 A Diretoria Técnica de Saúde Mental realiza desde 2018, através de sua comissão de ações em saúde mental, a campanha do Setembro Amarelo com o objetivo de sensibilizar a comunidade e os trabalhadores na identificação das situações de risco de suicídio – hoje uma importante estratégia de prevenção”, ressalta a diretora da área em Barueri, Ana BriguetEssa prevenção citada pela especialista condiz com o que indica a OMS. A Organização aponta que 90% dos casos estão relacionados com distúrbios mentais e, sendo assim, têm grande chance de serem evitados com tratamentos corretos e de baixo custo. 

 Abrindo o diálogo 

O cronograma de ações entre os adolescentes inclui encontros com alunos por meio de rodas de conversa dentro de algumas escolas do município, assim como no Profesp (Programa Forças no Esporte) junto com o Cras (Centro de Referência de Assistência Social); e cine-debates com o público que frequenta o Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPS IJ Trilha). 

 Haverá também encontros com os trabalhadores da Saúde em dois momentos do mês, sob o tema “Suicídio – saber agir e prevenir”. A programação inclui rodas de conversa, apresentações sobre acolhimento, falas disparadoras com psicólogos, dentre outras iniciativas acerca dos desafios e estratégias de cuidado e prevenção ao suicídio.  

 Mirando a população em situação de rua, a equipe realizará ações no Parque Municipal, com a Caminhada pela Vida, Teatro de Pantomina, rodas de conversaoficinas e grupos. Além disso, serão realizadas rodas de conversa junto aos usuários da Casa de Acolhimento Cáritas e a Casa de Passagem.

O Mágico de Oz encanta crianças e adultos

 mundo de Oz certamente sempre esteve no imaginário de crianças e adultos. Não por acaso se tornou um clássico. Primeiro pelas páginas do livro escrito por L. Frank Baum, depois no cinema e no teatro. Quem não conhece a versão cinematográfica de 1939, com Judy Garland, na época com 16 anos, no papel de Dorothy?

No domingo (dia 15), às 17h, a peça “O Mágico de Oz” será o grande destaque da Sala de Espetáculos, no Centro de Eventos. A peça conta a história de Dorothy que, depois de um tornado, vai parar com seu cachorro na fantástica Oz, onde tudo é colorido, bonito e mágico. Porém, o seu maior desejo é retornar para casa e para isso ela deve encontrar um mágico que lhe mostrará como realizar esse objetivo. Para chegar até ele, contudo, Dorothy, viverá uma aventura inesquecível através do caminho de tijolos amarelos.

O espetáculo que encanta crianças e adultos está com ingressos à venda pelo site www.bilheteriaexpress.com.br ou no local. A classificação é livre.

Serviço

O Mágico de Oz

Dia 15, às 17h

Centro de Eventos

Av. Pastor Davino dos Reis, 672, Vila Porto

Cetas envia medicamentos e equipamentos para tratar animais atingidos por queimadas na Amazônia

Uma iniciativa do Cetas Barueri (Centro de Triagem de Animais Silvestres, da Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente), em parceria com o professor José Luiz Catão Diasdo laboratório de Patologia Comparada de Animais Silvestres da USP, de arrecadar produtos para o atendimento e resgate de animais atingidos pelas queimadas na região amazônica e pantaneira gerou frutos. 

 Ambos conseguiram captar várias caixas com medicamentos, materiais de contenção e de transporte para animais. Os produtos ficaram concentrados no Cetas Barueri e, na segunda-feira (dia 2), foram transportados de caminhão para a Cobio – Coordenação de Gestão, Destinação e Biodiversidade, setor pertencente ao Ibama de Brasília. De lá, os materiais serão encaminhados aos centros de triagem da região norte do país.  

 Os animais sofrem de um problema que está em evidência no noticiário atual: as queimadas que atingem a Amazônia e a região pantaneira. A questão é tão séria que alguns países já ofereceram ajuda financeira ao Brasil para resolver o problema. 

 A bióloga e gestora do Cetas Barueri, Erika Sayuri Kaihara, conta que o trabalho dos centros de triagem pelo país é fundamental, principalmente na recuperação dos animais vítimas das queimadas. “O mais importante é voltar olhar das pessoas para o que acontece com o animal, por que o animal é resgatado? Onde é que ele vai parar? É importante o trabalho de reabilitação, de recolocar esse animal na natureza, mas essa tarefa é demorada, custosa e precisa ter muita dedicação de quem trabalha com isso”, reforçou.  

Educação inicia cadastramento para matrícula e rematrícula de 2020

A Secretaria de Educação de Barueri iniciou o processo de cadastramento para matrícula e rematrícula para o ano letivo de 2020.

A iniciativa atende à Resolução 40 da Secretaria Estadual de Educação, que tem o objetivo de locar os estudantes cada vez mais perto de suas residências, além de garantir vagas para todos.

Os pais e responsáveis devem comparecer à unidade escolar onde seus filhos estudam, até o dia 23 de setembro, com comprovante de residência, RG e CPF do responsável.

A matrícula e rematrícula são necessárias para as unidades escolares que atendem a Educação infantil, Ensino Fundamental e o programa EJA (Educação de Jovens e Adultos).

De acordo com Isabel Biondi, coordenadora de Ensino Fundamental da Secretaria de Educação de Barueri, é muito importante que todos os pais que têm filhos matriculados na rede participem do cadastramento. “Este movimento de rematrícula é para beneficiar os seus filhos. Contamos com a participação de todos”, disse.

Alunos da Emef Amador Aguiar se interessam por matemática usando tecnologia

Os estudantes da Emef Amador Aguiar, do Parque Imperial, estão cada dia mais envolvidos com o processo de aprendizagem por intermédio de tecnologia. Após a implementação dos equipamentos tecnológicos, as aulas estão muito mais dinâmicas e despertando o interesse dos alunos.

As turmas dos nonos anos, por exemplo, estão exercitando as aulas de matemática de forma dinâmica e divertida, pois estão usando a ferramenta Kahoot. Trata-se de um jogo que funciona da seguinte forma: com o Chromebook conectado ao login da plataforma, projeta-se todos os nomes dos participantes e questões com suas respectivas respostas. Os jogadores além de procurar a resposta certa têm que se preocupar com o tempo, pois em cada questão há um relógio e a rapidez na resposta contribui também com a pontuação.

Para o professor de informática, Alexandre Silva, as aulas estão fazendo o maior sucesso e os alunos aprendendo muito mais. “A proposta de levar o aplicativo à aula oferece alguns aspectos que devem ser planejados e observados antes e durante a aplicação da ferramenta. O jogo nos oferece uma alta competitividade entre os participantes, portanto, o controle no decorrer da partida é relevante. O objetivo é aprender como o entretenimento, ou seja, além de passar por um tipo de avaliação, os alunos se divertem, aprendem e até ensinam no momento da correção das questões”, explicou.

A interação e o dinamismo entre alunos na participação do jogo trabalham o raciocínio lógico e rápido para as respostas, além da competitividade equilibrada.

De acordo com a diretora Soraia Guedes, a iniciativa visa recuperar a aprendizagem dos alunos de uma forma cada vez mais interessante. “Após as análises dos gráficos fornecidos pela Secretaria de Educação por meio de avaliações bimestrais, foram observadas algumas habilidades não desenvolvidas. Em mãos desse material, foram planejados aulas e exercícios para execução do jogo. Foram trabalhados conteúdos como porcentagem, números decimais, álgebra, as quatro operações e frações, entre outros”, informou.  

Após a aplicação e análise das planilhas sobre as participações dos alunos, os resultados foram dentro do previsto. O Kahoot oferece elementos para averiguar o desempenho sobre a assertividade das questões e, além da forma individual, é possível avaliar o rendimento do grupo.

Com chromebooks em mãos, professores participam de formação tecnológica

Dando sequência à formação permanente aos professores, com relação à tecnologia educacional, a Secretaria de Educação de Barueri, por intermédio do Departamento de Apoio Pedagógico, ministrouao longo da semana, mais um importante curso a todos os docentes da rede de ensino, no auditório do CAP – Centro de Aperfeiçoamento dos Professores. 

 As formações aconteceram nos períodos da tarde e da noite, oportunidade em que os docentes, com seus chromebooks em mãos, aprenderam muito com os profissionais especializados da empresa Microkids, que apresentaram – com uma série de exercícios práticos – ferramentas fáceis de operar.  

De acordo com a coordenadora de Ensino Fundamental, Isabel Biondi, a iniciativa em investir cada vez mais em formação tecnologia visa preparar os alunos para o futuro. “Com a ajuda de vocês e toda a estrutura investida na Educação de Barueri, certamente nossos alunos estarão muito bem preparados para um futuro promissor, em que competirão de igual para igual ao longo de suas vidas”, comentou. 

 As novas metodologias tecnológicas apresentadas aos professores despertaram muito interesse dos profissionais que lecionam as mais diferentes matérias de todas as séries. Elas atendem desde a Educação Infantil até o Ensino Médio e são acompanhadas por softwares educacionais, biblioteca de livros virtuais, banco de imagens, vídeos e atividades a serem usadas em sala de aula com o objetivo de melhorar cada vez mais a aprendizagem. 

 De acordo com o professor de informática Paulo Ricardo, da Emef Alexandrino Bueno, do Jardim Silveira, a formação foi muito útil. “Achei extremamente significante. Com certeza essa nova ferramenta tecnológica irá auxiliar muito os alunos, pois a programação é algo que permite desenvolver elementos importantíssimos como o raciocínio lógico e a concentração, além de permitir e colaborar com a criatividade, aumentando a percepção do que eles podem fazer. Na realidade, o aluno não é apenas consumidor de tecnologia, mas sim criador e isso coloca os alunos de Barueri em um passo à frente no que se refere ao uso da tecnologia”, avaliou. 

Curso de Coral Infantil está com vagas abertas

A Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri abriu mais uma oportunidade para as crianças da cidade fazerem arte: estão disponíveis vagas para o curso de Canto Coral Infantil. As aulas acontecem nas bibliotecas Salomão Cruz (Vila Pindorama), Cora Coralina (Parque dos Camargos) e João Galdino (Jardim Silveira) e na Emeief Eneias Raimundo da Silva (Bairro dos Altos).

O Coral Infantil está sob a regência do maestro Isaac Alves, que também é cantor lírico, fagotista e violinista, formado pela ULM – Universidade Livre de Música -, além de ter sido integrante de vários corais como o do Jovem do Estado de São Paulo. As aulas são oferecidas gratuitamente para crianças com idade entre 6 e 14 anos, com duração de duas horas por dia.

As crianças aprendem a aquecer a voz e a trabalhar o aparelho vocal. Faz parte também do curso um ensaio geral com a participação dos alunos de todas as bibliotecas. As crianças já estão ensaiando para as apresentações de final de ano da Secretaria de Cultura de Turismo.

O canto é uma das formas mais antigas de se fazer música e sua história está intimamente ligada ao desenvolvimento da sociedade e da cultura. “O ensino e a prática do coral são preceitos básicos da formação musical. Com o Coral Infantil, a criança aprende que música é interpretação e performance, é trabalhada a expressão corporal, a concentração, a respiração e o trabalho em grupo, além de escutar o colega e melhorar a disciplina”, ressaltou o professor Isaac Alves.

Mais informações pelo telefone 4199-1609.

MPB e Rock dão o tom no Cultura no Parque

O programa Cultura no Parque, que acontece todos os domingos, das 11 às 13h, no palco Bosque do Parque Municipal Dom José, traz mais dois shows gratuitos para a população. Neste domingo (dia 8), o cantor, compositor e violonista Kito Rocha, líder da banda Kosmorama, mostra seu repertório com muito estilo. 

Kito transita pelo country rock e por canções autorais. Em seu trabalho solo, o roqueiro inclui no repertório canções de músicos consagrados mundialmente como Rod Stewart e Bon Jovi. 

 MPB 

Já no dia 15, a MPB vai ocupar o Cultura no Parque com o cantor, violinista e compositor Alysson Martins. No repertório, o público poderá conferir canções de Almir Sater, Caetano Veloso Frank Sinatra, além de músicas do seu trabalho autoral. 

Durante o show é apresentado um mix de estilos  com pitadas que vão do pop rock internacional até o sertanejo. Com voz extremamente afinada,  Alysson esbanja carisma, a cada dia conquistando um público maior 

Serviço 
Cultura no Parque 
Domingos, das 11 às 13h  

Rua Ângela Mirella, 500, Vila Porto – Barueri  

Grátis 

Prorrogadas para o dia 15 as inscrições do concurso de artes visuais “Por um País de Paz”

Os artistas que vão participar do concurso de artes visuais “Por um País de Paz”, organizado pela Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri, ganharam mais um tempo para caprichar nas obras e concorrer a prêmios em dinheiro. As inscrições foram prorrogadas até o dia 15 de setembro.

O tema “Por um País de Paz” é parte do conjunto de ações da Prefeitura de Barueri para a promoção da Cultura de Paz, além de fazer alusão aos 150 anos do nascimento do indiano e pacifista Mahatma Ghandi. No dia 2 de outubro, haverá a abertura de uma exposição das obras selecionadas no concurso, mesmo dia do nascimento de Gandhi.

A participação no concurso é aberta a todos os interessados, brasileiros, residentes ou não em Barueri. Os artistas menores de 18 anos deverão ser representados pelos pais ou responsáveis legais. Cada participante poderá concorrer com até três trabalhos que podem ser desenhos, pinturas, gravuras, esculturas, técnica mista, fotografia, objeto, instalação e vídeo arte. As inscrições são gratuitas e poderão ser efetuadas no Museu Municipal de Barueri, que fica na av. Henrique Gonçalves Baptista, 359, Jardim Belval (Barueri/SP CEP: 06420-130).

Os trabalhos inéditos a serem desenvolvidos deverão abordar ou representar o tema “Por um País de Paz”, com enfoque na importância da cultura e no exercício da paz na sociedade brasileira ou mundial. Cinco obras serão premiadas em dinheiro nos valores entre R$ 5 mil e R$ 500.

Os trabalhos deverão ser entregues devidamente acompanhados da ficha de inscrição preenchida e assinada, juntamente com a Declaração de Cessão de Direito de Publicação. A Comissão Julgadora selecionará até 70 obras para compor a exposição, incluindo as premiadas.

O regulamento completo e ficha de inscrição estão disponíveis no site da Prefeitura de Barueri. Para mais informações, o telefone é 4198-5975. Uma equipe estará disponível no dia 15, até às 14h, para receber as obras dos artistas no Museu Municipal