Cultura

Projeto “Hip Hop nas Escolas” passará por unidades escolares da cidade

Com o apoio da Prefeitura, o projeto “Hip Hop nas Escolas” inicia oficialmente, neste segundo semestre, seus cronogramas na cidade. Passando pelas unidades de Carapicuíba, a ação tem o objetivo de utilizar os elementos da cultura Hip Hop como ferramenta pedagógica no ambiente escolar.
Em fase piloto, no primeiro semestre de 2019, o projeto já alcançou mais de 500 jovens da rede estadual de ensino. Elaborado e ministrado pelo grupo Breaksp, a metodologia traz as diferentes vertentes do movimento em atividade interdisciplinar, com palestras e apresentações, trabalhando composições/poesia (MC), pintura (graffiti), dança (breaking) e produção musical (DJ).
Segundo o idealizador, Jefferson Twister, aliar educação e Hip Hop possibilita ampliar a visão dos estudantes, consequentemente, afastando-os da criminalidade. “Nosso intuito é dar voz, visibilidade e identidade aos jovens, tornando o ensino formal mais atrativo”, explica.
Eles aprendem a pensar sobre sua realidade e sobre si mesmos de maneira crítica, estendendo os conhecimentos sobre aspectos sociais, por meio da escrita, música, dança e pintura, sempre buscando questionar, refletir e propor soluções acerca das questões humanitárias, como drogas, sexualidade, relações interpessoais, bullying, suicídio, violência, entre outros”, ressalta Jefferson.
Entre os elementos da cultura Hip Hop apresentados pelo programa, cada um deles possui ligação direta com as disciplinas escolares: Breaking –  trabalha o conhecimento corporal, auxiliando as matérias de Educação Física e Ciências Biológicas. MC – aborda vocabulário, linguagem e palavras, desenvolvendo as matérias de Português, História, Filosofia, Sociologia e disciplinas de Ciências Humanas. Graffiti – arte expressa em paredes e quadros, ajuda nas matérias de expressão artística e comunicação visual.

Caminhão da Cultura, MPB e Pop agitam o fim de semana

O próximo fim de semana está com programação cultural variada. Sábado (dia 14) tem Caminhão da Cultura no bairro Vale do Sol; domingo (dia 15), Cultura no Parque com show de Alysson Martins e teatro infantil na Sala de Espetáculos.

O Cultura do Parque vai ter muita MPB e Pop Rock. O cantor Alysson Martins vai subir ao palco do Parque Municipal Dom José acompanhado do pianista Ney Santos e apresentar os grandes sucessos que fazem parte do seu repertório, a partir das 11h.

Alysson é violonista, pianista, saxofonista, cantor e compositor. Ele vai fazer um show com músicas já conhecidas, além de seu trabalho autoral. Suas apresentações trazem um mix de estilos: MPB, pop rock nacional e internacional e sertanejo.

O Cultura no Parque é um programa da Secretaria de Cultura e Turismo que leva ao público do Parque Municipal, nos domingos pela manhã, apresentações musicais de artistas da cidade ou da região. Os shows são sempre gratuitos.

No sábado, o Caminhão da Cultura estará na rua Nilo, no bairro Vale do Sol. O programa da Secretaria de Cultura que leva arte e diversão aos bairros tem apresentação musical, dança, circo e brinquedos infláveis, além de outras atrações. Será a partir das 10h.

Serviço

Cultura no Parque

Show com Alysson Martins

Dia 15 de setembro, às 11h

Parque Municipal Dom José

Rua Ângela Mirella, 500, Vila Porto

Caminhão da Cultura

Dia 14 de setembro, a partir de 10h

Rua Nilo, Vale do Sol

O Mágico de Oz encanta crianças e adultos

 mundo de Oz certamente sempre esteve no imaginário de crianças e adultos. Não por acaso se tornou um clássico. Primeiro pelas páginas do livro escrito por L. Frank Baum, depois no cinema e no teatro. Quem não conhece a versão cinematográfica de 1939, com Judy Garland, na época com 16 anos, no papel de Dorothy?

No domingo (dia 15), às 17h, a peça “O Mágico de Oz” será o grande destaque da Sala de Espetáculos, no Centro de Eventos. A peça conta a história de Dorothy que, depois de um tornado, vai parar com seu cachorro na fantástica Oz, onde tudo é colorido, bonito e mágico. Porém, o seu maior desejo é retornar para casa e para isso ela deve encontrar um mágico que lhe mostrará como realizar esse objetivo. Para chegar até ele, contudo, Dorothy, viverá uma aventura inesquecível através do caminho de tijolos amarelos.

O espetáculo que encanta crianças e adultos está com ingressos à venda pelo site www.bilheteriaexpress.com.br ou no local. A classificação é livre.

Serviço

O Mágico de Oz

Dia 15, às 17h

Centro de Eventos

Av. Pastor Davino dos Reis, 672, Vila Porto

Companhia dos Solilóquios inicia temporada de CAFÉ no Programa Biblioteca Viva

Processed with VSCO with preset

A Companhia dos Solilóquios inicia temporada de circulação do espetáculo CAFÉ pelo Programa Biblioteca Viva. Serão dez apresentações gratuitas em diferentes bibliotecas públicas de São Paulo, buscando valorizar o protagonismo do jovem em cena e na vida.

Companhia do Solilóquios leva Teatro Jovem à Bibliotecas Municipais de São Paulo 

De 06 a 28 de setembro de 2019, a Companhia dos Solilóquios realiza uma temporada especial do espetáculo de teatro jovem “CAFÉ” , com entrada gratuita, em diversas bibliotecas municipais de São Paulo.   

Através do Programa Biblioteca Viva, da Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo e Prefeitura de São Paulo, o grupo se apresenta em dez bibliotecas de diferentes pontos da cidade e convida a população para conhecer o projeto que marca a estreia da Companhia.

Criada a partir de um poema escrito pelo dramaturgo Herácliton Caleb, “CAFÉ” é uma peça jovem que aborda as expectativas e rituais de passagem dos romances juvenis para a fase adulta, com verdade e empatia, convidando o público de todas as idades para um momento de aproximação com o universo juvenil.  

A montagem, que tem direção e dramaturgia de Bruna Vilaça, e atuação de Felipe Herculano e Weslley Nascimento, busca dialogar com o público jovem de forma sincera. 

A montagem estreou no Centro Cultural São Paulo em janeiro de 2019, onde realizou uma temporada de grande sucesso de público e repercussão e, a convite da SP Escola de Teatro, realizou uma segunda temporada nos meses de abril e maio de 2019. Em agosto de 2019, a Companhia dos Solilóquios arrebatou o público em uma temporada de muito sucesso no SESC 24 de Maio. 

Através de uma conexão verdadeira com suas verdades e inverdades, fugindo de estereótipos e formas caricatas de se retratar a juventude, o espetáculo valoriza o jovem como protagonista de sua própria história, já que uma fatia expressiva deste público, por muito tempo, se viu pouco representada em espetáculos teatrais.

A obra adentra a vida de dois garotos que vivenciam uma trajetória romântica permeada somente por assuntos sobre café. Conflitos, inseguranças, paixões, fantasias, um misto de sensações que permeiam o período da juventude, retratadas com sensibilidade, cuidado e empatia.

“Como é se perceber e perceber o outro, em meio a este grande período de transição que a juventude representa a cada um de nós?” é uma das reflexões propostas por esta montagem cuja encenação transpassa o convencional teatro realista, misturando linguagens como artes plásticas, dança-teatro e musicalidades, facilitando a aproximação e a conexão entre a obra e o público jovem.  

CAFÉ é um convite para jovens e adultos refletirem sobre a passagem do tempo e sobre como cada um de nós lida com as mudanças inerentes a ela. A montagem marca a estreia da Companhia dos Solilóquios, que busca através do Teatro Jovem, se aproximar de temas e reflexões muito importantes e necessárias. 

Idealizada em 2018, a Companhia dos Solilóquios tem como proposta a montagem de obras inéditas, afim de contribuir com a propagação de dramaturgias exclusivamente brasileiras e de novos formatos cênicos que possuam um grande poder de comunicação com o público, partindo sempre das temáticas sociais referentes ao nosso tempo.

Se programe e vá conhecer este trabalho. Mais informações em : www.facebook.com/ciadossoliloquios

FICHA TÉCNICA

Direção e Dramaturgia: Bruna Vilaça | Poema: Café, de Herácliton Caleb | Elenco: Felipe Herculano e Weslley Nascimento | Cenário e figurino: Weslley Nascimento | Execução de figurino: Luciana Albuquerque | Execução de cenário: Ivanildo Alceu | Iluminação: Andreza Dias | Pesquisa sonora: Bruna Vilaça | Fotografia: Vinicius Santos | Assessoria de imprensa: Luciana Gandelini | Direção de produção: Weslley Nascimento | Assistência de Produção: Jean Salustiano e Belchior Emidio

Companhia dos Solilóquios no Programa Biblioteca Viva

Espetáculo CAFÉ

SINOPSE: Dois jovens se conhecem em uma cafeteria da avenida central e vivenciam uma trajetória amorosa, na qual suas fases são comparadas às de um café sendo feito. O espetáculo adentra cenas das personagens em diferentes momentos do amor e através de analogias sobre café conseguem expressar sentimentos e retratar um romance projetado para o futuro, mas perdido no tempo. Duração: 60 minutos.

Drama, teatro jovem, narratividade. 

Classificação: 14 anos


Quando: 06 de setembro de 2019 – Sexta-feira – Horário: 14h30

Onde: Biblioteca Affonso Taunay – Rua Taquari, 549 – Mooca, São Paulo – SP, 03166-000

Quando: 10 de Setembro de 2019 – Terça-Feira – Horário: 14h00

Onde: Biblioteca Malba Tahan – R. Brás Píres Meira, 100 – Jardim Susana – Zona Sul – São Paulo – SP, 04784-150

Quando: 12 de Setembro de 2019 – Quinta-feira – Horário: 14h00
Onde: Biblioteca Marcos Rey – Av. Anacé, 92 – Jardim Umarizal – Zona Sul – São Paulo – SP, 05755-090

Quando: 17 de Setembro de 2019 – Terça-feira – Horário: 14h00
Onde: Biblioteca Padre José de Anchieta – Antônio Maia, 651 – Perus – Zona Norte –  São Paulo – SP, 05204-110.

Quando: 18 de Setembro de 2019 – Quarta-feira – Horário: 10h00
Onde: Biblioteca Paulo Sérgio Duarte Milliet – Praça Ituzaingó, s/n – Tatuapé – Zona Leste – São Paulo – SP, 03334-020).

Quando: 21 de Setembro de 2019 – Sábado – Horário: 11h00

Onde: Biblioteca Clarice Lispector – R. Jaricunas, 458 – Lapa – São Paulo – SP

Quando: 25 de Setembro de 2019 – Quarta-feira – Horário: 14h00

Onde: Biblioteca Paulo Setúbal – Av. Renata, 163 – Vila Formosa, São Paulo – SP, 03377-000

Quando: 26 de Setembro de 2019 – Quinta-Feira – Horário: 14h00
Onde: Biblioteca Raul Bopp – Aclimação, Centro – São Paulo – SP, 01534-001

Quando: 27 de Setembro de 2019 – Sexta-Feira – Horário: 14h00
Onde: Biblioteca Monteiro Lobato – Rua Gen. Jardim, 485 – Vila Buarque – Centro – São Paulo – SP, 01223-011

Quando: 28 de Setembro de 2019 – Sábado – Horário: 15h00
Onde: Biblioteca Viriato Corrêa – R. Sena Madureira, 298 – Vila Mariana, São Paulo – SP, 04021-050

Pavilhão da Bienal recebe grandes artesãos da cultura brasileira em outubro

De 09 a 13 de outubro de 2019, o Pavilhão da Bienal – Parque Ibirapuera, em São Paulo, será palco do maior encontro da cultura brasileira.

Durante quatro dias, os maiores artesãos do Brasil vão encantar o público com artesanatos ricos em detalhes e com grande valor cultural. O evento contará com a participação de 22 Estados, que apresentarão uma variedade significativa de produtos.

Serão milhares de peças produzidas em madeira, barro, cerâmica, fios, tecidos, sementes, fibras, capim, bambu, prata, metais, couro e muitos outros elementos transformados em objetos de decoração, utilitários, móveis, roupas, joias, bijuterias e acessórios, tudo à disposição dos visitantes. Além da exposição de peças artesanais, os visitantes vão poder degustar pratos típicos de várias regiões do país e apresentações culturais.

Rome Eventos

O Salão do Artesanato é promovido e organizado pela Rome Eventos, empresa especializada na promoção de feiras comerciais, no planejamento, na organização e coordenação de eventos há 27 anos. A empresa também é responsável por outros grandes eventos em Brasília e outros Estados, como a Feira do Livro de Brasília, a Feira Literária de Pirenópolis (FLIPIRI) no Estado de Goiás e a Feira Literária do Distrito Federal (FLIDF), a Feira Nacional de Agricultura Familiar (Brasília e Rio),  Brasil Original e a EXPOCHE, voltado para produtos e cultura gaúcha, assim como outros eventos de grande porte.

SERVIÇO:

13º Salão do Artesanato São Paulo

Local: Pavilhão da Bienal

Data: De 09 a 13 de outubro – das 11h às 21h

Endereço: Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, Portão 3, Vila Mariana, São Paulo (SP)

Entrada: gratuita

Curso de Coral Infantil está com vagas abertas

A Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri abriu mais uma oportunidade para as crianças da cidade fazerem arte: estão disponíveis vagas para o curso de Canto Coral Infantil. As aulas acontecem nas bibliotecas Salomão Cruz (Vila Pindorama), Cora Coralina (Parque dos Camargos) e João Galdino (Jardim Silveira) e na Emeief Eneias Raimundo da Silva (Bairro dos Altos).

O Coral Infantil está sob a regência do maestro Isaac Alves, que também é cantor lírico, fagotista e violinista, formado pela ULM – Universidade Livre de Música -, além de ter sido integrante de vários corais como o do Jovem do Estado de São Paulo. As aulas são oferecidas gratuitamente para crianças com idade entre 6 e 14 anos, com duração de duas horas por dia.

As crianças aprendem a aquecer a voz e a trabalhar o aparelho vocal. Faz parte também do curso um ensaio geral com a participação dos alunos de todas as bibliotecas. As crianças já estão ensaiando para as apresentações de final de ano da Secretaria de Cultura de Turismo.

O canto é uma das formas mais antigas de se fazer música e sua história está intimamente ligada ao desenvolvimento da sociedade e da cultura. “O ensino e a prática do coral são preceitos básicos da formação musical. Com o Coral Infantil, a criança aprende que música é interpretação e performance, é trabalhada a expressão corporal, a concentração, a respiração e o trabalho em grupo, além de escutar o colega e melhorar a disciplina”, ressaltou o professor Isaac Alves.

Mais informações pelo telefone 4199-1609.

MPB e Rock dão o tom no Cultura no Parque

O programa Cultura no Parque, que acontece todos os domingos, das 11 às 13h, no palco Bosque do Parque Municipal Dom José, traz mais dois shows gratuitos para a população. Neste domingo (dia 8), o cantor, compositor e violonista Kito Rocha, líder da banda Kosmorama, mostra seu repertório com muito estilo. 

Kito transita pelo country rock e por canções autorais. Em seu trabalho solo, o roqueiro inclui no repertório canções de músicos consagrados mundialmente como Rod Stewart e Bon Jovi. 

 MPB 

Já no dia 15, a MPB vai ocupar o Cultura no Parque com o cantor, violinista e compositor Alysson Martins. No repertório, o público poderá conferir canções de Almir Sater, Caetano Veloso Frank Sinatra, além de músicas do seu trabalho autoral. 

Durante o show é apresentado um mix de estilos  com pitadas que vão do pop rock internacional até o sertanejo. Com voz extremamente afinada,  Alysson esbanja carisma, a cada dia conquistando um público maior 

Serviço 
Cultura no Parque 
Domingos, das 11 às 13h  

Rua Ângela Mirella, 500, Vila Porto – Barueri  

Grátis 

Prorrogadas para o dia 15 as inscrições do concurso de artes visuais “Por um País de Paz”

Os artistas que vão participar do concurso de artes visuais “Por um País de Paz”, organizado pela Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri, ganharam mais um tempo para caprichar nas obras e concorrer a prêmios em dinheiro. As inscrições foram prorrogadas até o dia 15 de setembro.

O tema “Por um País de Paz” é parte do conjunto de ações da Prefeitura de Barueri para a promoção da Cultura de Paz, além de fazer alusão aos 150 anos do nascimento do indiano e pacifista Mahatma Ghandi. No dia 2 de outubro, haverá a abertura de uma exposição das obras selecionadas no concurso, mesmo dia do nascimento de Gandhi.

A participação no concurso é aberta a todos os interessados, brasileiros, residentes ou não em Barueri. Os artistas menores de 18 anos deverão ser representados pelos pais ou responsáveis legais. Cada participante poderá concorrer com até três trabalhos que podem ser desenhos, pinturas, gravuras, esculturas, técnica mista, fotografia, objeto, instalação e vídeo arte. As inscrições são gratuitas e poderão ser efetuadas no Museu Municipal de Barueri, que fica na av. Henrique Gonçalves Baptista, 359, Jardim Belval (Barueri/SP CEP: 06420-130).

Os trabalhos inéditos a serem desenvolvidos deverão abordar ou representar o tema “Por um País de Paz”, com enfoque na importância da cultura e no exercício da paz na sociedade brasileira ou mundial. Cinco obras serão premiadas em dinheiro nos valores entre R$ 5 mil e R$ 500.

Os trabalhos deverão ser entregues devidamente acompanhados da ficha de inscrição preenchida e assinada, juntamente com a Declaração de Cessão de Direito de Publicação. A Comissão Julgadora selecionará até 70 obras para compor a exposição, incluindo as premiadas.

O regulamento completo e ficha de inscrição estão disponíveis no site da Prefeitura de Barueri. Para mais informações, o telefone é 4198-5975. Uma equipe estará disponível no dia 15, até às 14h, para receber as obras dos artistas no Museu Municipal

Circo di SóLadies apresenta Choque-Rosa no SESC Parque Dom Pedro II

O Circo di SóLadies está em temporada no SESC Parque Dom Pedro II com uma Mostra de Repertório que vai até o dia 22 de setembro de 2019, com entrada gratuita. O grupo que é formado por palhaças feministas, apresenta quatro espetáculos diferentes e convida o público para refletir sobre questões de gênero, com muita criatividade e poesia. 

No dia 08 de Setembro, às 15h00, o grupo apresenta Choque-Rosa ou Com que Armas Lutamos? espetáculo criado a partir da pesquisa sobre a história de mulheres brasileiras e o impacto de seus feitos na sociedade, lidando com a violência gerada pelo machismo e o patriarcado. Utilizando a palhaçaria feminina, as artistas misturam técnicas circenses com a linguagem lúdica e cômica para refletir e alertar para igualdade de gênero, valorizando o protagonismo, o poder e a força da mulher.

Já no dia 15 de setembro, é a vez do espetáculo Estupendo Circo di SóLadies, que será apresentado também às 15h. Um espetáculo circense feito por mulheres palhaças que mistura cenas clássicas do circo tradicional, músicas, poesia e contos de fadas, alertando para igualdade de gênero e valorizando a potência da mulher. 

Encerrando a temporada, no dia 22 de setembro, às 15h, o Circo di SóLadies apresenta o seu novo espetáculo A Tenda. Um espetáculo que convida o público para uma viagem no tempo, chegando até a época em que o circo era predominantemente ocupado por homens. As palhaças resolvem subverter esse contexto para descobrir uma nova forma de rir, onde as mulheres valorizam o seu protagonismo e podem se divertir de forma genuína.

Com uma equipe formada apenas por mulheres, o Circo di SóLadies utiliza camadas simbólicas e surpreende o público por tratar de temas que geralmente são considerados complexos, com muita delicadeza e poesia. Através do riso, inspiram reflexões importantes sobre a potência da mulher, dialogando e envolvendo o público de todas as idades, divertindo crianças, jovens e adultos.

Um Circo feito por mulheres para todos os públicos

Idealizado por Lilyan Teles e Tatá Oliveira, o Circo di SóLadies surgiu em 2013 a partir de inquietações sobre a desigualdade de gênero e a percepção de que havia ainda um pequeno espaço dado à mulher tratando-se de comicidade e linguagem do palhaço. Em 2016, juntam-se a elas as artistas Kelly Lima e Verônica Mello, ampliando o repertório do grupo.

Feito por mulheres – palhaças, atrizes, musicistas, pesquisadoras e realizadoras – para todos os públicos, é um circo em que as artistas desenvolvem o repertório através do improviso e do jogo cênico com elementos fundamentais para a conexão e interação com o público, a conquista do estado da graça, do riso e da reflexão sobre o papel da mulher na sociedade.

Mais informações em: www.facebook.com/circodisoladies

Choque-Rosa ou Com que Armas Lutamos?

Augustina, Greice, Úrsula e Xamanga encaram mais um dia de mesmice dentro de casa: limpar, passar, cozinhar e… Peraí? Cadê a Maria?! Com o sumiço da amiga Maria, as quatro palhaças são obrigadas a se aventurar no tão temido FORA, um lugar que não foi feito para elas, onde mulher nenhuma pode se aventurar. Será? Duração: 50 minutos 

Quando: 08 de setembro de 2019 – Domingo – Horário: 15h00

Local: Tenda Múltiplo Uso

Estupendo Circo di SóLadies  

Após muito tempo trabalhando em diversos teatros e circos, cansadas dos mandos e desmandos dos patrões, duas palhaças decidem criar seu próprio circo e rodar pelo mundo. A adaptação de cenas clássicas do circo tradicional, música, poesia e interação com a plateia compõem as apresentações de “Estupendo Circo di SóLadies”, levando o universo feminino em sua trajetória cômica, para crianças, jovens e adultos. Duração: 50 minutos 

Quando: 15 de setembro de 2019 – Domingo – Horário: 15h00

Local: Tenda Múltiplo Uso

A Tenda

Três palhaças fogem de uma época onde o circo era dominado pelos homens e tentam criar uma nova forma de fazer rir. Essa viagem no tempo proporciona o encontro com outras mulheres. A Tenda é montado com a participação de outras mulheres que vão descobrindo suas potências. Duração: 50 minutos 

Quando: 22 de setembro de 2019 – Domingo – Horário: 15h00

Local: Tenda Arquibancada

Classificação: Livre – Entrada Gratuita – Sem retirada de ingressos

Onde: SESC Parque Dom Pedro II – Endereço: Praça São Vito, s/n – Brás, São Paulo – SP, 03007-030 – Telefone (11) 3111-7400

Câmara Municipal exibe filme “Cidade In.visível”

Em Plenário Especial realizado  a Câmara de Osasco cedeu o Plenário Tiradentes para exibição do filme “Cidade In.visível”, que retrata o trabalho das oficinas terapêuticas de reabilitação física e intelectual do CER – Centro Especializado em Reabilitação Dr. Edmundo Campanhã Burjato, que promove a saúde, cultura, esportes, lazer e socialização de pessoas com diferentes tipos de deficiências no município.

A obra, totalmente independente, foi desenvolvida ao longo de quatro meses de oficina, nos quais os participantes foram acompanhados pela equipe de produção em toda a cidade de Osasco.

“Estamos aqui hoje para quebrar paradigmas e demonstrar até aonde essas pessoas podem chegar”, afirmou Renato Nogueira, diretor do IGATS – Instituto de Gestão, Administração e Treinamento em Saúde que, junto com a Secretaria de Saúde, é responsável pela realização do projeto.

“A questão das deficiências e das diferenças é algo que tem que ser muito debatido ainda. Pensamos que já caminhamos muito, mas temos muito a caminhar”, declarou Ana Paula Rossi (PR), vereadora presente no evento.

A concepção e direção do filme “Cidade In.visível” é de Beatriz Mantoani e Nitiren Queiroz, oficineiros de Percussão Criativa e Leitura de Mundo do IGATS.