Caps AD oferece atendimento relacionado ao consumo de álcool durante quarentena em Barueri

Um aumento no consumo de álcool tem sido notado por autoridades de saúde durante esse período de quarentena causado pelo novo coronavírus. Preocupada com isso, a equipe do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas de Barueri (Caps AD III), ligada à Diretoria de Saúde Mental e à Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde (Cabs), está oferecendo atendimento individual à distância para pessoas que estejam preocupadas com o consumo de tais substâncias.

O serviço vem sendo prestado desde o dia 4 de junho e o psicólogo Ricardo Valls Baldim é responsável pelo plantão. Durante o atendimento são esclarecidas dúvidas a respeito do uso abusivo de álcool e da dependência, além de servir como oportunidade para reflexão e o desenvolvimento de estratégias para um melhor manejo do uso do álcool.

“Pensamos este plantão, pois as pesquisas têm apontado um aumento do consumo de álcool em até 18% durante a pandemia. Um dos estudos da Fiocruz relaciona este aumento principalmente aos estados de humor deprimido e ansioso. Assim, o Caps AD III está disponibilizando atendimentos em plantão no terceiro período para munícipes e/ou servidores da rede que se percebam nessa situação. O primeiro atendimento será por telefone e pode se desdobrar, se for necessário, em outros atendimentos”, detalha a gestora do Caps AD, Káthya Bertolini.

As consultas ocorrem das 19h às 20h30 às terças, quartas e quintas-feiras. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (11) 4199-3201 para conseguir uma vaga.

Inicialmente será realizado um atendimento pontual, voltado a episódios de crise, nos quais há um sofrimento mais intenso, bem como para orientação e resolução de dúvidas. “Se for necessário dar continuidade, o que chamamos de atendimento processual, a pessoa será orientada, conforme a necessidade. Poderão seguir em atendimentos on-line com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de estratégias para abstinência ou uso menos danoso. Mas também é esperado trabalhar a compreensão das questões emocionais e sociais relacionadas ao uso”, conforme contextualiza o psicólogo Ricardo.

O objetivo do projeto, seja na modalidade pontual ou processual, é levar a pessoa a entender melhor seus comportamentos durante e após a pandemia, estabelecendo uma relação mais segura e equilibrada com relação ao consumo de bebidas alcoólicas. Antes da quarentena esse período noturno no Caps AD era dedicado a grupos terapêuticos, como de psicoterapia, grupo de família e também de prevenção a recaídas, suspensos em virtude da pandemia.