Andreia Lima: Uma defensora dos portadores de necessidades especiais

whatsapp-image-2016-09-27-at-19-28-33Andreia Lima, nasceu no bairro de Itaquera em São Paulo no ano de 1977 e chegou na cidade de Barueri em 1985.
Ela é formada em secretariado executivo em 2006 e atualmente está frequentando o curso de direito.
Nos anos 90, Andreia foi professora eventual pelo estado, e atualmente é analista de prevenção e fraude de uma agencia financeira.
Andreia Lima tem o seu filho Gustavo que é especial, autista, e pela sua dificuldade de estar ao lado de seu filho, foi montando uma pasta onde explica o significado do autismo e em algumas escolas de Barueri promoveu palestras sobre o caso sempre levando seu filho.
O Gustavo hoje tem 12 anos de idade e no município de Barueri foi o primeiro aluno com autismo em sala de aula de um AEE (Atendimento Educacional Especializado).
Mesmo com sua agenda repleta de compromissos com as visitas ás escolas no município, aceitou o desafio de ser candidata à vereadora, para erguer a bandeira em prol dos deficientes.
No ano de 2012, Andreia Lima viajou até Brasília, onde junto com a deputada Bruna Furlan, reivindicou melhorias nas causas das pessoas portadoras de necessidades especiais.
Sendo eleita a vereadora, Andreia Lima quer implantar o “Projeto Continuar”, para atender jovens deficientes para que após a conclusão do ensino médio deem continuidade aos seus estudos e neste núcleo terão aulas diferenciadas de acordo com vários tipos de necessidades, onde poderão ter os seguintes atendimentos: renovação de passe especial, musicoterapia, cozinha experimental, aulas de artes, educação física, aulas de inglês, computação e robótica, natação, hidroterapia, cursos profissionalizantes, equipes de profissionais na área da saúde com psicólogo, fonoaudiólogo, psicopedagoga, profissionais de libras e braile, agendamentos de consultas médicas e departamentos jurídicos.
No Esporte, Andreia Lima quer implantar no município a paraolimpíada municipal e fazer a parceria com o GRB (Grêmio Recreativo Barueri).
Na Educação, o projeto de Andreia será pela implantação de enfermarias nas escolas, construção de mais unidades escolares de período integral de 5 aos 9 anos e a contratação de mais professores capacitados para atender crianças e jovens portadores de necessidade e dar mais apoio aos professores de AEE.
Andreia pretende na Câmara lutar para criar mais associações que cuide de pessoas especiais, como hoje é o trabalho da própria APAE.

Um comentário

  1. Qual o número da edição impressa que saiu a minha entrevista e onde pego jornal pra eu guardar, pois está matéria é muito importante pra mim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*